A Junta de Freguesia e a Câmara Municipal do Sabugal endereçaram ao poeta e escritor Manuel António Pina, natural desta cidade, mensagens manifestando regozijo pela atribuição do maior galardão literário da língua portuguesa.

Manuel Rasteiro, presidente da Junta de Freguesia da cidade raiana, disse que «a atribuição de tão elevado prémio a um sabugalense deixou toda a comunidade orgulhosa. A imensidão e o alto valor da obra literária de Manuel António Pina, fazem-no merecer inteiramente a distinção, o que para nós é também um motivo de grande orgulho, por se tratar de um homem que nasceu no Sabugal e que nunca esqueceu esta terra, ainda que a tenha abandonado aos seis anos de idade por motivos profissionais dos seus pais.»
O autarca recorda ainda, numa nota enviada à Lusa, a que o Capeia Arraiana teve acesso, que a Junta de Freguesia organizou em Abril de 2009, no Sabugal, um acto de homenagem a Manuel António Pina, que passou pelo descerrar de uma placa na casa onde o escritor e jornalista nasceu há 67 anos e onde viveu na infância. Realizou-se também uma palestra sobre a vida e a obra do homenageado e foi exibida uma peça teatral da autoria do escritor.
O presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, considerou por sua vez que o Prémio Camões 2011 atribuído a Manuel António Pina representa «um enorme orgulho» para o concelho. «O facto de um natural do concelho ter sido distinguido com o maior galardão da literatura em língua portuguesa representa um enorme orgulho para todos os habitantes», afirmou o autarca à Lusa.
plb

Anúncios