A Associação de Caça e Pesca Amigos do Cró, com sede na Rapoula do Côa, viu ser-lhe atribuída a concessão de pesca num troço do rio Côa, com 7,5 quilómetros de extensão, compreendido entre a ponte de Rocamador, a montante, e a foz da ribeira de Boi, a jusante.

Campeonato Mundial Pesca Truta SabugalOs pescadores associados poderão pescar gratuitamente na zona concessionada, porém os da zona ribeirinha (residentes nas freguesias de Rapoula do Côa, Baraçal, Rendo, Ruvina, Vale das Éguas e Valongo) pagarão uma taxa diária de 1 euro. Já os pescadores nas demais freguesias do concelho do Sabugal pagarão 2 euros, enquanto que os residentes no distrito da Guarda pagarão 3 euros e os restantes pescadores terão de pagar 4,99 euros.
O número máximo de licenças diárias previsto é de 75, repartidas do seguinte modo: 20 para os pescadores associados, outras 20 para os pescadores ribeirinhos, 15 para os pescadores residentes no concelho, 10 para os pescadores residentes no distrito e 10 para os restantes pescadores.
O período de pesca autorizado vai de 1 de Março a 31 de Julho de cada ano, e o horário de pesca permitido é do nascer ao pôr-do-sol, apenas nas margens concessionadas.
É expressamente proibida a utilização de engodos de qualquer natureza, pescar com larvas naturais e pescar com mais de uma cana.
Para obtenção das licenças especiais diárias, os pescadores interessados terão de ser portadores de qualquer tipo de licença de pesca desportiva, com validade para o concelho do Sabugal, bem como do Bilhete de Identidade.
A concessão, atribuída por alvará de 23 de Agosto de 2011,é válida até 23 de Agosto de 2021.
Para além desta concessão já foram atribuídas, em datas anteriores, outras no concelho do Sabugal. Uma delas foi para a Associação de Caçadores e Pescadores de Aldeia da Ponte, para pesca no troço da ribeira de Aldeia da Ponte, desde a confluência com as ribeiras dos Forcalhos e de Aldeia Velha, no sítio da Nave Longa, a montante, até ao Pontão da Quinta do Borges, a jusante.
Outra concessão foi atribuída à Associação de Caçadores e Pescadores de Quadrazais, no troço do rio Côa, compreendido entre o Pontão de Rojões, na Estrada Municipal que liga aos Fóios, a montante, e a Quinta do Ribeiro das Lamas, na margem direita, e o Moinho do Patrício, na margem esquerda, limite jusante.
Outra concessão foi atribuída ao Município do Sabugal, num troço do rio Côa, com 11 quilómetros de extensão, compreendido entre o paredão da barragem do Sabugal, a montante, e a ponte de Rocamador, limite jusante, abarcando as freguesias de Aldeia de Santo António, Sabugal, Quintas de São Bartolomeu, Baraçal e Rendo.
O mesmo sucedeu com a a Associação de Caça e Pesca da Rebolosa, com a atribuição da concessão de pesca no troço da ribeira de Alfaiates, numa extensão de cerca de dois quilómetros, desde o local designado por Retorta, a montante, até às Poldras de Bísmula, a jusante.
As concessões de pesca desportiva são zonas geridas por uma entidade concessionária (clube ou associação de pescadores, legalmente constituídos, ou Câmaras Municipais), a quem o exclusivo de pesca é atribuído por um período não superior a 10 anos, sujeitas a regulamento próprio, onde apenas é permitida a pesca desportiva.
Para além da licença geral de pesca desportiva, é ainda necessária uma licença especial diária, cujos tipos e custos são definidos no respectivo regulamento da concessão.
O processo de atribuição de uma concessão de pesca desportiva é dirigido ao Ministério da Agricultura e implica um pedido de Parecer à Administração da Região Hidrográfica (ARH) e um processo de consulta pública.
plb

Anúncios