You are currently browsing the category archive for the ‘À fala com a… Saúde’ category.

No âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco (31 de Maio), a Sociedade Portuguesa de Pneumologia lança uma campanha de sensibilização que tem como objectivo alertar para os malefícios do tabaco e da exposição ao fumo passivo. Os cartazes começam a ser espalhados em todo o país na próxima semana.

Dia Mundial sem Tabaco - 31 Maio 2009A campanha da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) procura chamar a atenção para as lacunas na Lei do Tabaco, que permite que se fume nos espaços públicos como restaurantes e espaços de diversão nocturna porque «a fiscalização não está a ser suficiente e não estamos a conseguir promover ambientes 100 por cento livres de fumo, sendo que desta forma as recaídas dos fumadores são muito mais frequentes e o tabagismo nos adolescentes e jovens mais difícil de prevenir», explica Ivone Pascoal, coordenadora da Comissão de Tabagismo da SPP.
A especialisa considera que «a principal mensagem desta campanha vai para o tabagismo na gravidez e para o perigo do fumo passivo, uma vez que traz graves consequências de saúde para as crianças e grávidas. Infelizmente, em Portugal as mulheres em idade fértil fumam cada vez mais, o que faz com que nasçam bebés prematuros e com baixo peso. A intenção não é culpabilizar a grávida mas reforçar a importância de uma gravidez sem tabaco. A mulher deve ser ajudada a parar de fumar, idealmente antes de engravidar. A cessação tabágica deveria fazer parte da preparação para a gravidez e o tabagismo do pai também não deve ser esquecido».
O cartaz da iniciativa inclui ainda a mensagem positiva «deixar de fumar é possível», pois a cessação tabágica é uma das vertentes fundamentais do controlo do tabagismo e os fumadores devem ter acesso a tratamentos eficazes. Pretende-se chamar a atenção para o facto de todos juntos conseguirmos um mundo mais saudável e igual, pois segundo a especialista «o tabagismo além das consequências para a saúde agrava as desigualdades sociais e constitui um entrave ao desenvolvimento sustentável».
O Dia Mundial Sem Tabaco tem como objectivo chamar a atenção para os malefícios do tabaco, a primeira causa de morte evitável em todo o mundo. Este ano, a Organização Mundial de Saúde tem como tema a importância das imagens nos maços de cigarros e de que forma estas podem ser eficazes na persuasão para deixar de fumar.
Um recente Eurobarómetro refere que 31 por cento dos europeus considera que as imagens nos maços de tabaco são eficazes a informar as pessoas sobre os malefícios do tabagismo e 55 por cento considera que imagens a cores reforçam a sua eficácia.
Até à data, apenas quatro países assumiram as imagens nos maços de tabaco, como é o caso da Bélgica, Roménia, Reino Unido e Suíça. Estas imagens não podem ser impressas nos maços de tabaco vendidos em Portugal, pois a legislação não o contempla.
Para os fumadores que querem deixar de fumar é fundamental identificar as razões pelas quais pretende deixar de fumar; criar ambientes livre de fumo (dentro de casa, no carro); escolher o dia e pedir ajuda ao médico.
Associaram-se a esta Campanha a Sociedade Portuguesa de Tabacologia, o Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva, a Associação Portuguesa de Pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica e Outras Doenças Respiratórias Crónicas, a Associação Portuguesa de Prevenção e Tratamento do Tabagismo de Braga, a Associação Portuguesa de Asmáticos e a Associação Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral e os Laboratórios Pfizer.
Vera Villanova

A ejaculação precoce é um grave problema nos homens. Estes, na maioria das vezes, têm receio de contar ao médico o que se está a passar. E este problema passa por várias etapas.

Ejaculação precoceEJACULAÇÃO PRECOCE – Em primeiro lugar pensa-se que foi uma vez sem exemplo. Depois que a vida não corre bem e por isso voltou a acontecer, depois… há sempre um depois para tentar justificar o injustificável. Mas quando o homem percebe que tem um problema, outro se coloca logo de seguida: Desabafar com quem? Contar a quem? Será que isto é mesmo um problema? Na verdade quando chega a vez do médico assistente poder interferir o assunto já têm anos de atraso. Agora o que podia ser tratado com anti-depressivos e terapias passa agora apenas por um comprimido vendido nas farmácias portuguesas à base de Dapoxetina e que pode resolver o problema de milhares de homens (casais).
O seu custo é bastante acessível entre os 11 e os 14 euros.
Para os mais envergonhados este é um problema que afecta 23 por cento da população masculina entre os 28 e os 64 anos. Apenas os que assumem porque os números verdadeiros serão muito maiores. Por isso não estão sozinhos devem tentar resolver a situação o mais rápido possível. Também está reservado à mulher um papel demasiado importante nestes casos porque tal como ele o sofrimento passa pelo casal. Ela deve reconhecer o problema e ajudá-lo (não recriminá-lo ou julgá-lo) e tentarem justos dar a volta ao problema.
Mas este novo medicamento aumenta o tempo entre o início da relação sexual e a ejaculação devendo, no entanto, ser tomado 30 minutos antes e actua de forma similar a um anti-depressivo.
Para mais esclarecimento devem falar com o médico assistente.
Vera Villanova

Sabemos que o fígado é o maior órgão do corpo humano e é responsável por cinco mil funções vitais. Dele vem a maior parte das substâncias essenciais ao mesmo tempo que remove o que não presta. Claro que quando o fígado está doente as complicações podem ser muitas e todas elas sérias.

HepatiteHEPATITE – Uma das complicações é a hepatite (significa inflamação do fígado) que pode ser de origem viral que é a mais comum, no entanto o consumo de drogas e de alguns medicamentos ou doenças imunológicas podem estar também da origem da inflamação do fígado.
Os sintomas da hepatite podem variar se é crónica (dura há mais de seis meses) os sintomas são:
– Fadiga inexplicável; dor nas articulações; vermelhões na pele; perda de memória.
Se é aguda os sintomas são:
– Fadiga intensa; olhos amarelados; pele amarelada; urina escura; febre baixa; problemas gastrointestinais.
No entanto alguns pacientes não apresentam sintomas nenhuns.
Existem neste momento sete tipos de vírus (A, B, C, D, E, F, G) conhecidos que provocam Hepatite.
No caso da Hepatite A – A inflamação é aguda e é possível ficar-se doente durante alguns dias ou semanas assim que o tratamento faz efeito o paciente melhora e não há destruição do fígado e a cura é total.
No caso da Hepatite B – O quadro é semelhante mas mais complicado.
No caso da Hepatite C – Esta è a situação mais perigosa até porque consegue enganar o sistema imunológico e como consequência desta (Habilidade) consegue sobreviver e torna-se crónica.
Os restantes vírus são raros.

Como se pode se transmite
Se soubermos como evitar este tipo de doenças elas também podem ser travadas.
No caso da Hepatite A é transmitida de pessoa para pessoa o vírus está nas fezes e nos alimentos. Como consequência disto a higiene do corpo e do alimentos é muito importante.
No caso da Hepatite B já não passa pelos alimentos, mas sim pelo contacto com as secreções humanas ou via sanguínea. O Uso de drogas, tatuagens, sem que o material seja esterilizado a passagem de mãe para filho e também é possível transmitir-se por via sexual. Todas as mulheres com desejo de ter um bebe devem fazer testes à hepatite.
No caso da Hepatite C o modo de transmissão é semelhante por via sexual ou de mãe para filho o contágio é mais difícil.
O tratamento nos casos de A e B são relativamente simples passam pelas vacinas, por hábitos de higiene rigorosos com as pessoas doentes e a imunização a quando do contacto com doentes.
O importante é também ter presente que o pânico é mau conselheiro e quando se esteve exposto a estes vírus devemos falar com o médico assistente e pedir análises pois só assim poderá evitar o contagio de outros como também se pode iniciar se o tratamento. Este se for feito no inicio é mais simples para o paciente. Devemos conhecer o plano de vacinação disponível nos nossos centros de saúde. Alguns deste casos podem ser evitados.
Atenção: esta é uma exposição generalista da Hepatite para que haja um conhecimento superficial desta doença, e de uma forma geral tentar que as pessoas se interessem tanto por si mesmas como pelo seu carro ou pelos seus animais de estimação.
Vera Villanova

A tuberculose é uma emergência mundial. Esta doença mata mais em todo o Mundo do que qualquer outra doença infecciosa durável, aproximadamente dois milhões de pessoas por ano. Mas não pense que esta doença só ataca em países pouco desenvolvidos, ela está em todo o lado. Um terço da população mundial encontra-se infectado pelo bacilo de Kock, o bacilo da tuberculose.

TuberculoseTUBERCULOSE – Para estarmos mais protegidos devemos conhecer o que enfrentamos a tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio chamado «Bacilo de Koch» esta doença transmite-se de pessoa para pessoa com muita facilidade e afecta principalmente os pulmões, no entanto também pode atingir outros órgãos como os rins, os ossos, os intestinos, as meninges, etc.
Devemos estar alerta e saber identificar os sintomas que passam por: tosse crónica (durante três semanas), febre, suores nocturnos (mas daqueles que molham os lençóis), dores no tórax, perda de peso (no entanto em relação a este sinal a perca de peso e lenta e progressiva o que pode perfeitamente passar despercebida), perda de apetite (anorexia) com o doente a tornar-se apático e não reagir.
A transmissão do bacilo processa-se pelo ar e através da respiração ele penetra no nosso sistema. Logo quando um doente de tuberculose fala, tosse, espirra, cospe, espalha pequenas gotas no ar que contem milhares de bacilos .Qualquer pessoa que se encontre num ambiente onde encontre um doente com tuberculose pode sair de lá contaminado.
Mas não quer dizer que desenvolva a doença até porque o organismo tem tendência a resistir e a pessoa não adoece mas pode continuar a albergar o micróbio de Koch. Numa outra altura em que esteja mais fragilizado por outra doença a tuberculose pode emergir.
As pessoas que correm mais riscos de desenvolver a tuberculose são os idosos, as crianças, ou doentes de outras doenças graves.
Devo esclarecer que só as pessoas com o bacilo de Koch nos pulmões é que transmitem a doença (pelas gotas de saliva que espalham) os outros doentes com tuberculose noutros órgãos não transmite o bacilo.
A arma mais poderosa que temos e que é usada em todo o mundo é a vacinação BCG (Bacilo de Calmette e Guérin) e que é aplicada no primeiro mês de vida. Esta vacina é capaz de proteger o organismo contra as formas mais graves desta doença o que a torna indispensável e obrigatória.
Podemos colocar a questão que se devido à sua gravidade a tuberculose tem cura e se o doente fica completamente curado é a resposta é sim. Se o doente seguir toda a medicamentação e indicações dadas pelo seu médico nestas condições a cura pode chegar aos 95 por cento.
A nossa atenção para com esta doença deve ser constante até porque a tuberculose ainda mata .
Para resumir se reunir alguns dos sintomas mencionados atrás por exemplo tossir consecutivamente durante três semanas deve consultar o seu médico que mandará analisar o escarro (baciloscopia) e fazer uma radiografia ao tórax.
Claro que se for diagnosticada a tuberculose os seus hábitos e os da sua família devem mudar. Se fumar ou beber deverá parar logo para evitar complicações.
Nas outras doença que tenho falado os nossos comportamentos podem evitar a maior parte delas, que resultam de asneiras e burrices cometidas por nós. Mas neste caso a causa vem de fora e todo o cuidado é pouco. O hábito de se pedir um rastreio ao médico por nossa vontade é praticamente nulo, mas é o único caminho a seguir assim.
No entanto os nossos profissionais de saúde deviam com mais frequência pedir o despiste da tuberculose. Em cada rastreio a metodologia a utilizar, dum modo geral, é um exame clínico sumário, depois deve ser submetido a radiografia do tórax e a prova tuberculínica importante na criança e adulto jovem.

Para saber mais, consulte:
Direcção-Geral da Saúde – Programa Nacional de Luta Contra a Tuberculose – http://www.dgs.pt
Centers for Disease Control and Prevention – Division of Tuberculosis Elimination (disponível em inglês).
Organização Mundial de Saúde – Europa – Centralized Information System for Infectious Diseases – CISID (disponível em inglês, francês e alemão).
Stop TB Partnership (disponível em inglês).
EuroTB – Surveillance of tuberculosis in Europe (disponível em inglês).
Vera Villanova

Após alguns pedidos neste sentido vou tentar esclarecer o cancro do colo de útero e a vacinação para o mesmo. O colo do útero é uma parte do aparelho reprodutor feminino. É a parte mais estreita do útero que liga a vagina a este. O colo do útero é também o órgão que produz o muco que vai ajudar os espermatozóides a deslocar-se desde a vagina até ao útero. Na gravidez este contrai-se para manter o bebé dentro do útero e no parto abre-se para permitir a sua passagem.

Cancro do colo do úteroCANCRO DO COLO DO ÚTERO – Na verdade é um órgão com funções muito importantes. Na Europa morrem diariamente muitas mulheres devido a esta doença. Pode atingir as mulheres mais frequentemente entre os 15 e os 44 anos.
Este tipo de cancro ao contrário de outros é provocado por um vírus o Papilomavírus Humano (HPV), para ser detectado o método é muito simples deslocar-se ao seu médico e pedir uma citologia também conhecido por teste de Papanicolau. Esta é sem dúvida a única forma de o detectar.
Se o seu exame apresentar um resultado anormal deverá agir de imediato. Falando com o seu médico sobre todos os procedimentos a ter. Este tipo de cancro apesar de ser provocado por um vírus também ele não apresenta qualquer tipo de sintomas, até atingir uma forma avançada.
Nestas fases pode existir:
– Hemorragia vaginal anormal;
– Dor durante as relações sexuais;
– Corrimento vaginal anormal;
– Dores pélvicas.
Se estiver na presença de algum destes sintomas não perca tempo nem os ignore a sua rapidez pode na verdade salvar-lhe a vida. No entanto não quer dizer que estes sinais só estejam associados ao cancro podem estar associados a outro tipo de infecções, mas como se diz em bom português o «seguro morreu de velho» então o melhor caminho é ter a certeza.
No entanto cerca de 70 por cento das mulheres sexualmente activas já estiveram expostas ao HPV tanto na adolescência como na fase adulta.
Esta vacina cobre os tipos de HPV que são causadores de 75 por cento das causas de cancro do colo de útero. Actualmente a protecção mais eficaz contra o cancro do colo do útero consiste na aplicação de duas medidas complementares: o rastreio e a vacinação.
Vera Villanova

Em todas as crónicas anteriores falámos sobre os hábitos alimentares e, como tal, hoje vou escrever sobre a nova roda dos alimentos.

Roda dos AlimentosALIMENTAÇÃO – Em Portugal produzem-se todos os alimentos necessários a uma alimentação saudável. E não é de todo novidade que a nossa dieta mediterrânea é a mais saudável do mundo. Temos a nosso favor quase três mil anos de prática.
Este tipo de comida é a mais adequada para prevenir e tratar doenças resultantes de uma alimentação desequilibrada.
Quando andamos na escola aprendemos a roda dos alimentos e depois nunca mais nos lembramos dela a não ser que alguém esteja doente e necessitemos de pensar nos alimentos mais saudáveis para lhes dar. Porque não pensamos nisso antes?
A roda dos alimentos tal como a conhecíamos foi recentemente alterada como retrato da evolução dos conhecimentos científicos.
Mantendo a forma de um prato utilizado nas refeições esta nova versão subdivide alguns grupos e estabelece quais as percentagens e serem ingeridas, para além de incluir a água no centro como novidade dada a importância desta no bom funcionamento do nosso organismo.
A roda dos alimentos está dividida em sete grupos:
– 28% – Cerais e derivados, tubérculos;
– 23% – Hortícolas;
– 20% – Fruta;
– 18% – Lacticínios;
– 5% – Carne, pescado e ovos;
– 4% – Leguminosas;
– 2% – Gorduras e óleos

Inicie o seu dia com um pequeno-almoço completo, equilibrado e saudável.
Coma de três em três horas. Não salte refeições. Não coma demais.
Reduza o consumo de sal. Opte por usar ervas aromáticas e especiarias para que os seus cozinhados fiquem mais apetitosos.
Coma mais legumes, mais hortícolas e mais frutas.
Beba água simples em abundância ao longo do dia! Evite as bebidas alcoólicas.
Modere a ingestão de açúcar.
Privilegie o azeite, tanto para cozinhar, como para temperar os alimentos
Para uma alimentação rica e natural, devemos observar três qualidades de alimentos, a vegetal, a natural e a integral.
– Alimentos Vegetais – Estes são sem duvida os alimentos mais importantes, as verduras, os legumes e as frutas. Nestes encontrará minerais, vitaminas, açucares, proteínas e gorduras, estas em baixa quantidade. São também os alimentos mais equilibrados, que devem margem para dúvidas devem ser consumidos diariamente. Ou seja no pequeno almoço, no almoço e no jantar. Neles existem substâncias protectoras com acção anti-inflamatória, anti-reumática, etc.
– Alimentos Naturais – Produzidos pela natureza. Fornecem as substâncias necessárias para o bom funcionamento do nosso sistema, e o organismo está apto para digeri-los, absorvê-los, metabolizá-los e eliminar o que não serve. Pelo contrário, os produtos artificiais, industrializados são os alimentos que contém substâncias químicas acrescentadas, como conservantes, estabilizantes, corantes, aromatizantes, etc. Todas estas substâncias são prejudiciais à saúde, podem provocar intoxicações, alergias, e muitos outros problemas, inclusive nalgumas situações o cancro. Nesta categoria encontram-se entre outros o açúcar refinado, os doces, as bebidas artificiais, a margarina, os enlatados em geral, produtos nada saudáveis, que devem ser evitados.
– Alimentos Integrais – Esta é uma categoria que merece especial atenção, assim logo abaixo poderá encontrar vários exemplos destes alimentos. Os alimentos integrais são aqueles que mantêm a sua constituição inicial. É o alimento na sua forma mais completa, total, mantendo todos os nutrientes, necessários para um equilíbrio e um bom funcionamento do organismo. Os cereais integrais ainda possuem películas que envolvem os grãos, ricas em nutrientes como fibras (importante para manutenção e funcionamento adequado do intestino), vitaminas e minerais.
Vera Villanova

Para os homens, talvez pela vertente da cultura masculina, sempre foi difícil informarem-se sobre as doenças que os afectam. Por isso decidi falar naquela que parece ser a mais importante: o cancro da Próstata.

Cancro da PróstataCANCRO DA PRÓSTATA – A Próstata faz parte do aparelho reprodutor masculino. Fica à frente do recto e sob a bexiga. Quando está saudável tem a tamanho de uma avelã e a forma de um «Donut».
Este cancro é para o sexo masculino uma das mais importantes causas de morte, mas a publicidade e a abertura de conceitos faz com que os números estejam a baixar.
Quando é apanhado na sua fase inicial é tratável. Por isso devemos estarmos atentos .
Este tipo de tumor é raro antes dos 50 anos, no entanto a partir desta idade a ocorrência torna-se maior. Os homens com história familiar devem vigiar a partir dos 45 anos.
Como em todas as doenças oncológicas existem factores e comportamentos que podem ajudar a prevenir.
A alimentação rica em antioxidantes, vitaminas A, D e Selénio que podem ser encontrados nos cereais, fruta, cenoura, espinafres, melancia, alho, cebola, tomate cozinhado, bróculos, etc.
Um estudo publicado no «Journal of the National Cancer Institute» sugere que se um homem comer regularmente bróculos e couve-flor poderá ver reduzido em cerca de 50 por cento o risco de desenvolver a forma mais agressiva de cancro na próstata.
O diagnóstico precoce – «Prevenir ajuda a não ter que remediar» – porque no caso de cancro é difícil remediar.
Pensar que todas as doenças da próstata são malignas é um erro. Por isso não se deve assustar. O caminho indicado é ir ao médico.
Infecção ou prostatite – Esta é uma situação de infecção da glândula que se manifesta por uma grande dificuldade em urinar, ardor ou mesmo dor, febre e quebra do estado geral. Este tipo de infecção é tratada com antibióticos adequados. No entanto às vezes é um primeiro sinal de algo não está bem com a próstata.
Hipertrofia benigna da próstata (HBP)Esta patologia surge com maior frequência a partir dos 50 anos. É uma doença benigna que tem como consequência a diminuição do jacto urinário, urinar frequentemente e em pequenas quantidades durante o dia e a noite. Dificuldade em começar a urinar ou chegar mesmo a reter a urina. Esta doença é benigna e o seu tratamento é médico ou cirúrgico.
Cancro da Próstata – Numa fase inicial não apresenta sintomas podendo ser detectado através da análise de HBP. Também pode ser detectado em análises de rotina PSA (análise do antigénio específico da próstata) ou exame médico (toque rectal).
Como análise final e dado a gravidade desta patologia devemos tomar muita atenção ao nosso corpo, ao que sentimos, ao que vemos. Não há milagres e os médicos não nos vêem na rua nem conseguem com um passe de mágica ver as nossas doenças.
Há da nossa parte uma importante tarefa, ir ao médico e ter com ele a abertura que só temos para connosco. Na verdade vamos lá com os nossos filhos, com os nossos animais, com os vizinhos e até vamos regularmente ao mecânico fazer a inspecção do carro e substituímos as peças que são necessárias não consigo ver a razão pela qual não o fazemos por nós.
Vera Vilanova

O cancro da mama é uma proliferação anormal de células.

Cancro da MamaCANCRO DA MAMA – O que é? O cancro é uma proliferação anormal de células.
O cancro começa nas células; estas podem-se dividir anormalmente e tornarem-se um excedente para o organismo este não necessita delas pois as antigas ainda não morreram então estas novas células formam o que podemos chamar de tumor.
Nem todos os tumores são malignos alguns também são benignos.
Os tumores benignos não são cancro. Raramente põem a vida em risco. Regra geral, podem ser removidos e, muitas vezes, regridem.
As células dos tumores benignos não se «espalham», ou seja, não se disseminam para os tecidos em volta ou para outras partes do organismo (metastização à distância).
Não é possível afirmar que se pode evitar o cancro isso é mentira mas podemos fazer tudo o que está ao nosso alcanse para reduzir os riscos. Estas situações aparecem cada vez mais, logo torna-se muito importante que se conheça os primeiros sinais pois a chave para o sucesso encontra-se aí.
Os sete sinais principais de aviso do cancro
Quem conhece o nosso corpo melhor que nós? Somos nós que nos encontramos na melhor posição para detectar alterações anormais. Assim o auto-exame constitui um meio impor­tante de detecção do cancro. Muitos cancros da mama são descobertos pelos próprios doentes, e não pelos médicos.
Qualquer alteração na mama ou no mamilo, quer no aspecto quer na palpação;
Qualquer nódulo ou espessamento na mama, perto da mama ou na zona da axila;
Sensibilidade no mamilo;
Alteração do tamanho ou forma da mama;
Retracção do mamilo (mamilo virado para dentro da mama);
Pele da mama, aréola ou mamilo com aspecto escamoso, vermelho ou inchado; pode apresentar saliências ou reentrâncias, de modo a parecer «casca de laranja».
Secreção ou perda de líquido pelo mamilo.
A taxa de mortalidade é tão grande entre as mulheres que qualquer alteração ou sinal deve ser tomado muito a sério e comunicado ao médico assistente. No entanto existem exames como a mamografia e a ecografia mamária que devem ser feitos de 6 em seis meses ou anualmente .Só assim se pode prevenir o que não se vê e que não se sente.
Vera Vilanova

Chegou a altura de nos preocuparmos o Inverno está á porta e com ele as gripes e constipações.

GripeGRIPE – Após dois anos de verdadeira calma chega até nós um vírus bastante forte proveniente da Austrália, que está a colocar a Organização Mundial de saúde em alerta.
Deverá haver cuidados reforçados nos grupos de risco especialmente crianças, idosos, doentes com problemas respiratórios, renais ou cardíacos.
A vacina em Portugal começou a ser vendida no dia 1 de Outubro. A grande novidade é que pela primeira vez as vacinas podem ser aplicadas nas farmácias como também pela primeira vez em 20 anos esta vacina contempla imunização contra três estirpes especialmente severas deste vírus.
O preço da vacina é de 8 euros e com a comparticipação do Estado fica em 3 euros.
Na verdade os portugueses são pessoas pouco atentas às gripes e constipações algumas pessoas até pensam que é tudo a mesma coisa. Mas não é. A gripe com as suas doenças associadas e as suas complicações é uma doença muito perigosa anualmente ocorrem entre 250.000 e 500.000 mortes devido a complicações associadas à gripe. Só na Europa as mortes rodam números entre os 40.000 a 220.000 com forte incidência nos idosos ultrapassando os números das mortes na estrada.
A gripe é provocada por um vírus e começa por febres repentinas, arrepios de frio, dores da cabeça e tosse seca. Após as primeiras 24 horas surgem dores de garganta, congestão nasal (nariz entupido), tosse mas já com especturação. Em média os sinais da mais evidentes da gripe podem durar cinco dias ou prolongarem-se durante duas semanas.
A gripe é muito contagiosa e transmite-se pelo contacto com as gotas da fala, tosse ou espirro. Também os artigos contaminados com secreções servem de veículo de transmissão. Quando as mucosas do nariz e boca absorvem e vírus. Estes aderem ás células das vias respiratórias e começam a reproduzirem-se. Estes por sua vez atacam as vias respiratórias que começam a defenderem-se. Neste combate entre os vírus e os globos brancos surge febre (que é sinal que estamos a combate-los) surge também a tosse e as dores de cabeça pois o corpo esta a travar uma grande batalha.
Para se evitar o contágio deve-se começar por lavar as mãos o maior número de vezes, não colocar as mãos na boca nem no nariz e evitar o contacto com as pessoas infectadas.
As gripes não são razão para se deslocar às urgências dos hospitais, os pacientes devem procuram apoio nos centro de saúde 24 ou ligar para 808 24 24 24.
Muito importante: existem vários números de telefone para apoio; não se automedicamente especialmente no que diz respeito a crianças e grupos de risco.
Vera Vilanova

Há sintomas no caso de AVC que podem salvar a nossa vida. À menor suspeita de que está a ocorrer um AVC deve imediatamente deitar o doente de lado, certificando-se que respira bem, e ligar o 112.

AVCAVC – Devemos ter muita atenção à hora em que tudo começou pois esse factor é da máxima importância.
Para estarmos atentos devemos reconhecer alguns desses sintomas sem demora:
– A diminuição da força ou adormecimento do membro superior de um lado do corpo;
– Formigueiro de um lado do corpo ou de um membro;
– O desvio da parte inferior da face;
– Dificuldade de movimentação, tonturas ou perda de coordenação e de balanço;
– Alteração da linguagem (dificuldades na fala) e incapacidade de compreensão (não conseguir entender o que é dito);
– Perda de visão de um só olho ou de ambos;
– Dor de cabeça súbita, seguida de vómitos, sonolência ou coma;
– Perda de memória, confusão mental e dificuldades para executar tarefas habituais.

Mas atenção que estes sintomas não são exclusivos de um AVC. No entanto não os ignore nunca.
– Mas qual a razão dos constantes alertas sobre o AVC?
O AVC é uma doença que se pode e se deve prevenir e que tem tratamento. Mas para isso devemos conhecer os factores de risco que conduzem a esta situação tão perigosa.
Alguns podem ser tratados ou evitados:
– Muita atenção à tensão arterial elevada;
– Mais uma vez o uso do tabaco;
– A diabetes;
– Doenças do coração;
– Aumento do teor de gordura no sangue (colesterol);
– O excesso de peso e a falta de exercício.

Na verdade a maior parte dos nossos «males» resolvem-se ou são evitados com um pouco mais de cuidado, uma ida ao médico (com regra) e não apenas quando estamos doentes. Se vamos a um cabeleireiro, a um mecânico, ao padeiro, ao supermercado então também devemos visitar os nossos médicos pelo menos uma vez de seis em seis meses. O nosso corpo necessita desse cuidado e com essa alteração de costumes podemos evitar muitos problemas a nós próprios. Aqui se aplica a sabedoria dos nossos avós: «Mais vale prevenir que remediar.»
Se formos rápidos na resposta existe um tratamento que administrado nas três primeiras horas diminui consideravelmente as consequências físicas deixadas por um AVC .
Como já reparou nestas crónicas as doenças (graves) de que temos falado são na maioria dos casos evitáveis. Basta apenas sermos um pouco diferentes com o nosso corpo e gostarmos tanto dele como gostamos do nosso carro.

Para mais informações, contacte: SPAVC.
Vera Vilanova

Continuamos a nossa viagem pelas doenças crónicas e silenciosas que afectam a população nos dias de hoje. O conhecimento dos sintomas das mesmas podem salvar vidas, alteração dos comportamentos pode fazer modificar tudo isto.

OsteoporoseOSTEOPOROSE – É uma doença que diminui a resistência óssea e que afecta não só as mulheres pós-menopáusicas como também os homens. Facilita as fracturas provocadas por pequenas pancadas ou por pequenos traumatismos. Conforme alguns números avançados pelo Ministério da Saúde cerca de 40 mil fracturas, das quais 8.500 do fémur proximal, são provocadas por esta doença.
Na verdade a Osteoporose afecta todo o esqueleto e caracteriza-se pela diminuição da massa óssea e alteração da qualidade microestrutural do osso. Tem como fracturas mais frequentes as das vértebras dorsais e lombares, na extremidade distal do rádio e no fémur Proximal.
Existem para esta doença factores de risco?
Sim! A osteoporose tem factores que podem fazer com que a doença se revele, idades superiores a 65 anos (homens e mulheres), história familiar, no caso das mulheres a menopausa precoce ou períodos de amenorreia prolongada (falta do período por algum tempo e depois volta) índice de massa corporal baixo ou imobilização prolongada. Podem, também, ser factores de risco outras doenças que tornam o esqueleto débil como também determinados medicamentos.
E claro o estilo de vida que fazemos com dietas pobres em cálcio, a falta de exercício, o tabaco, o álcool e o consumo exagerado de cafeína (no café ou em bebidas com esta componente)
O diagnóstico precoce desta doença que tem uma progressão muito rápida, poderá evitar que o paciente passe por momentos de grande sofrimento.
O paciente não deve deixar de saber junto do seu médico assistente todas as informações sobre esta doença especialmente se reunir alguns factores de risco porque com o médico a avaliar a situação no início esta doença poderá ser mais facilmente controlada.
Vera Vilanova

Esta semana vamos falar de mais uma doença silenciosa: a Hipertensão Arterial. Não só é uma doença crónica como também pode ser causadora de muitas complicações como AVC, enfarte do miocárdio ou insuficiência renal.

Tensão ArterialHIPERTENSÃO ARTERIAL – No nosso país existem cerca de dois milhões de hipertensos. Destes só metade conhece o seu estado e só 25 por cento é que está controlado.
O doente é considerado como hipertenso quando apresenta valores para a sistólica superiores ou iguais a 140mmHG (Milímetros de mercúrio) e para a diastólica superiores ou iguais a 90 mm HG. Na maioria das vezes apenas um dos valores aparece alterado.
Não se conhece uma causa específica para o aparecimento da hipertensão arterial apesar de poder estar associado a várias doenças, sabe-se no entanto que a idade e a hereditariedade são dois factores a ter atenção.
No entanto devido apenas ao nosso estilo de vida moderno e aos nossos maus hábitos existem outras causas:
– Obesidade;
– Consumo exagerado de sal e de álcool;
– Sedentarismo;
– Má alimentação, cheia de gorduras;
– Tabagismo;
– Stress.

Não há duvida que a forma de prevenir esta doença é ter hábitos de vida saudável e entre os quais a redução drástica de sal e gorduras na alimentação.
Uma dieta de fruta, vegetais com baixo teor de gorduras saturadas, cereais integrais, lacticínios magros, e todas as sopas evitando apenas as que são feitas com natas.
É aconselhável o consumo de todo o tipo de peixe (aos mais gordos apenas se deve retirar a pele) evitando os fritos e o marisco consumir com moderação.
Carne, de aves (perú e frango), vitela e carne de caça (evitar a carne com gorduras, salsichas, enchidos, etc.).
A gordura deve ser utilizada com a máxima atenção e moderação.
Os Vegetais e frutas podem ser todos os que conseguir consumir.
Nas sobremesas seleccionar saladas de frutas, gelatinas e gelados à base de água.
Moderação nos frutos secos e frutos gordos, amêndoas, nozes e castanhas e evitar os que são fritos ou com sal.
Bebidas sem calorias, chá, café de saco ou instantâneo e sumos de frutas .
A juntar a esta alimentação o exercício físico especifico que passa pela marcha (caminhada), a corrida, a dança e de evitar os exercícios físicos com pesos ou de esforço.
O hábito do tabaco bem como o consumo de bebidas alcoólicas deve ser reduzido ou mesmo eliminado.
A medição da tensão arterial deve passar ser um hábito para ter a certeza que está tudo a correr bem.
O diagnóstico desta doença é feito apenas através da medição de pressão arterial no entanto uma pessoa que apresente valores elevados pode não ser hipertensa apenas se torna quando esses valores se repetem após varias medições. Apenas o médico pode detectar esta doença com o conhecimento do historial do doente.

Para mais informações consulte a Direcção-Geral de Saúde ou a Fundação portuguesa de Cardiologia.
Vera Vilanova

Vamos iniciar uma série de artigos sobre a saúde nos dias de hoje. O progresso não trouxe apenas evolução material também trouxe evolução no campo da saúde da prevenção e mais propriamente no campo das doenças.

DiabetesHoje quase que é possível sobreviver às mais variadas doenças se «forem detectadas a tempo». Logo é necessário que os seus sintomas sejam conhecidos e que a ida ao médico passe a ser regular, acompanhada das análises necessárias. Ora se nós não nos esquecemos das idas ao mecânico, das inspecções regulares, das substituições de peças, porque podemos correr o risco de o carro parar então devemos fazer o mesmo connosco.
Boa alimentação, exercício, idas periódicas ao médico e reconhecer alguns sintomas de alarme podem ser úteis para que uma doença seja detectada e tratada.

DIABETES – É uma «doença crónica silenciosa» que facilmente passa despercebida. Devidamente tratada é uma doença que não impede uma vida normal e autónoma. Mas cabe ao próprio doente o papel mais importante, pois é ele que fará um controlo e uma autovigilância da sua doença e das suas necessidades específicas. Esta é uma das doenças não tem cura mas se o doente e o técnico de saúde estiverem sempre coordenados a qualidade de vida poderá ser mantida.
A Diabetes consiste no aumento dos níveis de açúcar no sangue e na incapacidade do organismo transformar esse açúcar proveniente dos alimentos. Aos níveis da quantidade de açúcar no sangue chama-se glicemia.
Esta é, sem dúvida, uma doença em crescimento pois atinge cada vez mais pessoas. Na verdade o nosso nível de vida é muito parado e a nossa alimentação é má e carente . Passamos o nosso tempo sentados a uma secretária ou no carro ou no café e comemos cada vez pior. Já não há tempo para fazer uma refeição.
Grupos de risco:
– Pessoas com familiares directos com diabetes;
– Homens e mulheres obesos;
– Homens e mulheres com tensão arterial alta ou níveis elevados de colesterol no sangue;
– Mulheres que contraíram a diabetes gestacional na gravidez;
– Crianças com peso igual ou superior a quatro quilogramas à nascença;
– Doentes com problemas no pâncreas ou com doenças endócrinas.
Quais são os sintomas típicos da diabetes?
Nos adultos a Diabetes é, geralmente, do tipo 2 e manifesta-se através dos seguintes sintomas:
– Urinar em grande quantidade e muitas mais vezes, especialmente durante a noite;
– Sede constante e intensa;
– Fome constante e difícil de saciar;
– Fadiga;
– Comichão (prurido) no corpo, designadamente nos órgãos genitais;
– Visão turva.
Nas crianças e jovens a Diabetes é quase sempre do tipo 1 e aparece de maneira súbita, sendo os sintomas muito nítidos. Entre eles encontram-se:
– Urinar muito, podendo voltar a urinar na cama;
– Ter muita sede;
– Emagrecer rapidamente;
– Grande fadiga, associada a dores musculares intensas;
– Comer muito sem nada aproveitar;
– Dores de cabeça, náuseas e vómitos.
Como prevenir a Diabetes?
Controlo rigoroso da glicemia, da tensão arterial e dos lípidos; vigilância dos órgãos mais sensíveis, como a retina, rim, coração e nervos periféricos, entre outros; bons hábitos alimentares; prática de exercício físico; não fumar; e cuidar da higiene e vigilância dos pés.
Na verdade uma ida ao médico anualmente acompanhada das respectivas análises pode evitar muitas complicações futuras.
O exercício físico uma alimentação saudável são um passaporte para esta doença passar por si e não parar. Mas se isso não aconteceu não desespere o tratamento é regular e se for seguido com rigor o doente não terá complicações.
Pode ainda consultar:
– Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal.
– Publicações da Direcção-Geral da Saúde: «Como viver com Diabetes – Guia para as pessoas idosas» e «Guia do Diabético».

O Capeia Arraiana inicia esta quinta-feira uma série de crónicas sobre saúde.
Vera Vilanova

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 832 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Abril 2017
M T W T F S S
« Fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 2,997,121 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES