You are currently browsing the category archive for the ‘Espanha’ category.

A crónica publicada por António Pissarra aqui no Capeia Arraiana com o título «Raia – o Algarve do Interior?» e com a qual, como já tive a oportunidade de dizer, estou de acordo, coloca um tema que me é particularmente querido: o da importância da localização do nosso Concelho no contexto nacional e ibérico.

Ramiro Matos - Sabugal Melhor - Capeia ArraianaSituemos então o concelho do Sabugal face à envolvente próxima, a qual pode ser analisada segundo o papel que o concelho poderá vir a desempenhar em contextos territoriais de níveis distintos:

no âmbito regional – na sua relação com os concelhos vizinhos e, essencialmente com os núcleos urbanos principais, perspetivando a participação numa área diversificada de valências sócio-económicas, a qual deve ser valorizada positivamente e ser mesmo encarada numa ótica de aproximação ao núcleo principal, suportado pelo denominado Arco Urbano do Centro Interior (AUCI), constituído pelas cidades da Guarda, Covilhã, Fundão e Castelo Branco, numa lógica de integração do Concelho no núcleo líder do desenvolvimento da Beira Interior.

Raia - Algarve do Interior

na relação com Espanha – integrando um novo conceito de centralidade entre o litoral português e as regiões centrais de Espanha, na consideração de que o Arco Urbano do Centro Interior (AUCI) e o Eixo Urbano da Raia Central Espanhola (EURCE) constituem o «sistema nervoso» raiano e as espinhas dorsais dos dois sistemas urbanos fronteiriços, os quais devem desenvolver em termos estratégicos, um conjunto de iniciativas que contribuam de modo eficaz para o desenvolvimento de todo o sistema territorial, desenvolvendo relações de complementaridade e relações eficientes de dependência funcional entre os diferentes centros; funcionando estes nós como «as portas» de promoção e comunicação entre a Raia Central e o exterior, caminhando para o modelo territorial indicado no mapa.

Raia - Algarve do Interior

ps. A resposta que os portugueses deram a este conjunto de garotos que pretende governar-nos não chega para mudar o rumo do País, mas lá que fez mossa fez!
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

Anúncios

A interdição de circulação de camiões nas principais estradas espanholas, no dia 9 de Abril, levou o Comando Territorial da Guarda da GNR a fazer um apelo às empresas de transporte de mercadorias e aos camionistas, que seguidamente transcrevemos.

À semelhança de anos anteriores, por motivos das celebrações da Semana Santa em Espanha, o Governo de Espanha decretou a interdição à circulação de veículos pesados de mercadorias, com o peso bruto superior a 7,5 toneladas, e aos conjuntos de veículos de qualquer massa máxima autorizada, na auto-estrada A-62, entre Fuentes de Onõro e Burgos, no dia 09 de Abril de 2012, no período compreendido entre as 09h00 e as 21h00 (hora portuguesa).
Ficam isentos desta proibição, os conjuntos de veículos de qualquer peso bruto autorizado, que transportem gado vivo ou leite, assim como aqueles que transportem produtos que favoreçam a manutenção das estradas, em período invernal.
Prevê-se que inúmeros veículos pesados de mercadorias que, naquele dia, tenham planeada viagem em direcção à fronteira de Vilar Formoso, com destino a Espanha e a outros países europeus, tenham que ficar retidos em Vilar Formoso até à hora final da interdição (21h00) e que, por insuficiência de lugares para estacionamento naquela localidade, muitos tenham que permanecer imobilizados noutros locais próximos das A25 e A23 ou mesmo nas bermas da A25.
Neste contexto, o Comando Territorial da Guarda irá levar a efeito uma operação de vigilância, controlo e regularização de trânsito com vista à segurança de pessoas e bens que venham a ficar imobilizados enquanto aguardam pela entrada em Espanha para circulação na A-62.
Recomenda-se, assim, a todas as empresas de mercadorias e aos respectivos condutores que planeiem a sua viagem de modo a só a iniciarem a horas permitam, sem paragens no percurso, cruzar aquela fronteira depois do terminus da interdição, para evitarem congestionamentos de trânsito em Vilar Formoso e nas A25 e EN16.
Tenente-Coronel António Manuel Lourenço Lopes, Comandante Territorial

Os concelhos do distrito da Guarda têm uma sala de visitas na Plaza Mayor de Salamanca. Edição da jornalista Sara Castro com imagem de Paula Pinto da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

A cooperação entre o TMG-Teatro Municipal da Guarda e a Junta de Castilla y León tem concretizado diversas iniciativas culturais. A mais recente é a produção de um DVD com quatro curtas metragens sobre uma Raia que já dividiu e que agora é motivo de união. Reportagem e edição da jornalista Paula Pinto com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

No âmbito da geminação Foios – Eljas realizou-se, no passado sábado, dia 29, mais um magusto, castañada como dizem nuestros hermanos, na típica povoação vizinha de Eljas.

Tal como constava no programa às 15,30 horas as autoridades autárquicas deslocaram-se até à estátua do contrabandista onde foi depositada uma coroa de flores em homenagem aos nossos queridos antepassados visto que foi por eles que foi feita a geminação.
Às 16 horas o grupo de jovens de Eljas, designado por sevilhanas, exibiu-se ao mais alto nível.
Enquanto o grupo actuava os sapadores de Foios e os empregados del Ayuntamiento espalhavam as castanhas que, por sua vez, iam sendo cobertas pela respectiva caruma.
Após a actuação do grupo de sevilhanas os alcaldes deram ordem para que se pudesse pegar o lume à caruma.
Foi um espectáculo de alto nível o elevar das chamas que afastava algumas pessoas e aproximava outras visto que a tarde estava algo fresquinha.
Passado meia hora as castanhas estavam prontas tendo todas as pessoas cercado essa grande circunferência e recolhido em pratos, em sacos ou de qualquer outra forma, castanhas que eram comidas em grupo e mergulhadas no mel que cada pessoa havia colocado no seu prato.
Por outro lado viam-se também grupos de amigos junto das mesas onde havia os tradicionais pinchos que eram acompanhados pelo típico vinho de Eljas ou pela saborosa jeropiga que os fojeiros haviam levado.
Por volta das 20 horas estava tudo arrumado e a festa continuou pelos bares e discotecas das Eljas.
Para o ano haverá, certamente, mais apesar da crise.
Carlos

«Criar nos mais novos o hábito de cruzar a Raia» é um projecto entre o Ayuntamiento de Ciudad Rodrigo e a Câmara Municipal de Almeida. Reportagem da jornalista Sara Castro com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero–Douro, tem em curso a realização de Sessões Informativas sobre o Projecto Self-Prevention em diversas localidades.

A bolsa de emprego para trabalhar no projecto Self Prevention continua aberta, esperando o AECT pelo recebimento das respectivas candidaturas, que poderão ser apresentadas no portal http://www.self-prevention.com, na secção «bolsa de emprego». Ou, em alternativa, os interessados podem contactar as respectivas Juntas de Freguesia, que lhes facultarão os contactos da equipa técnica do AECT Duero-Douro.
Ainda durante o presente mês do Outubro, em articulação com o centro de formação profissional da Guarda e o centro de formação profissional de Bragança, o Self-Prevention vai iniciar a formação especializada para os futuros trabalhadores.
Segundo o Director Geral do AECT Duero-Douro, Jose Luis Pascual Criado, «de entre todos os perfis profissionais necessários para a implementação do projecto, os primeiros a ser incorporados na fase inicial serão os de funcionários de explorações de caprinos e Funcionários de Empresa Láctea/ Queijarias».
O Self-Prevention é um projecto transfronteiriço da AECT que conta com o apoio dos governos português e espanhol e que aposta na utilização de cabras para prevenção de incêndios florestais em territórios transfronteiriços. O AECT Duero-Douro agrupa 63 localidades fronteiriças portuguesas e espanholas num total de 187 entidades.
plb

Os resultados das eleições autárquicas que tiveram lugar no passado mês de Maio, em toda a Espanha, ditaram que o amigo Celso Ramos, da vizinha povoação de Navasfrias, continuasse à frente do respectivo Ayuntamiento.

José Manuel Campos - Presidente Junta Freguesia Fóios - Capeia ArraianaComo é do conhecimento geral e atendendo ao facto de no país vizinho haver regionalização tudo se passa de maneira diferente.
A Diputacion de Salamanca tem um determinado número de deputados que são eleitos ou escolhidos de entre os alcaldes do PSOE ou do PP, neste caso, consoante os votos de cada um. Nesta legislatura o PSOE vai ter dez deputados, entre os quais o Celso, e o PP quinze.
Os vizinhos e amigos portugueses ficámos, naturalmente, satisfeitos com a eleição do amigo Celso porque ele conhece perfeitamente bem os problemas da raia e por ter plena consciência de que o progresso e o desenvolvimento de toda esta zona raiana passa pelo turismo. E nem só.
Para além do turismo outros projectos poderão ser elaborados e candidatados aos respectivos programas comunitários.
O amigo Celso vai estar mais próximo dos centros de decisão e julgamos que a zona muito terá a ganhar com isso.
Dado a que a Lei o permite o Celso vai poder acumular os dois cargos. Será deputado provincial e Alcalde de Navasfrias.
Desejamos-lhe muitas felicidades nestes dois cargos com a certeza de que tudo fará para os dignificar.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

A «Casa da Prisca», do concelho de Trancoso, é a única empresa portuguesa representada no Salon de Gourmets que decorre, entre 11 a 14 de Abril, na Feira de Madrid organizada pelo Grupo Gourmets. No stand beirão estão disponíveis produtos tradicionais e regionais – azeite, vinho, vinagre, presunto, enchidos, mel, doçaria, queijos, aguardentes, licores e bolos regionais – e em destaque os artigos «kosher» e as «sardinhas de Trancoso».

Casa da Prisca - Trancoso

Em Freches – terra que parece um presépio – existe uma casa que foi pertença do cônsul Ribeiro de Melo a que chamam «do Prisca», não se sabendo ao certo a razão de tal apelido. Com os primeiros dinheiros juntos, Agostinho dos Santos e a esposa conseguiram adquirir a casa que «enobrece a freguesia» e dela tornar «referência para a marca comercial». Às Portas d’El Rey, em Trancoso, existia uma taberna ou casa de petiscos, conhecida por «Casa Regional», situada logo à entrada do centro histórico e perímetro amuralhado que foi, também, adquirida pela família Santos. Aproveitando fundos do PROCOM (Programa de Modernização do
Comércio) ao antigo dístico do velho estabelecimento «Os melhores vinhos da região, do copo ao garrafão» deu lugar a um azulejo pintado, de qualidade, representando a Casa da Prisca, de Freches, que serve de marca e logótipo aos vários produtos.
«Com a entrada de Portugal na Comunidade Económica Europeia CEE, no início dos anos 90, surgiram novas exigências de venda no mercado, mais leis que exigiam cada vez melhores condições não podendo os enchidos ser feitos em casa como antigamente. A lei exigia que tal acontecesse numa zona industrial», recorda Agostinho dos Santos. Daí resultou a ideia de construir-se uma salsicharia, que viria ter o nome de Salsicharia Trancosense, mantendo as ancestrais técnicas de laboração e transformação da carne e seus derivados. Hoje é mais conhecida por Casa da Prisca. A evolução da empresa, hoje já com cerca de quatro dezenas de trabalhadores levou à confecção de doçaria também de características tradicionais, utilizando receitas antigas como base ao aproveitamento daquilo que a terra e o trabalho dão.
É a quarta vez que a Casa da Prisca está presente neste importante certame internacional que reúne na capital espanhola importantes empresas do sector que aproveitam o evento para estabelecer contactos comerciais e promover os produtos respectivos onde prima a qualidade. Azeite, vinho, vinagre, presunto, enchidos, mel, compotas, doçaria, queijos, aguardentes, licores e marmelada são alguns dos produtos de excelência tradicionais e regionais que a Casa da Prisca apresentou no Salon de Gourmets de Madrid.
A família Santos entende que um dos objectivos da participação da Casa da Prisca na feira de Madrid visa a continuação da penetração no mercado espanhol e estabelecer contactos para desenvolvimento e expansão exterior. A Espanha, pela sua proximidade com Portugal, afigura-se como «um mercado com grandes potencialidades, aliado à qualidade dos produtos da Casa da Prisca e ainda à centralidade que Trancoso possui relativamente a Espanha, pois a distância a Lisboa e a Madrid é idêntica.
A Casa da Prisca possui uma delegação comercial em Madrid há cerca de três anos.
jcl (com Gabinete Comunicação da C. M. Trancoso)

As cerimónias oficiais da evocação da Batalha do Sabugal no sítio do Gravato tiveram início no dia 2 de Abril de 2011 no Auditório Municipal do Sabugal. O professor Adérito Tavares abriu «as hostilidades» explicando (como só ele é capaz) o «expansionismo napoleónico na Península Ibérica: o princípio e o fim». Já no dia anterior, sexta-feira, no mesmo local, uma plateia repleta de alunos das Escolas do Sabugal tiveram oportunidade de aprender com o ilustre historiador natural de Aldeia do Bispo. Seguiu-se o lançamento dos livros «A Batalha do Gravato – Narrativas do famigerado combate do Sabugal» da autoria de Manuel Morgado e Marcos Osório e de «Sabugal e as Invasões Francesas» de Manuel Francisco Veiga Gouveia Mourão, Joaquim Tenreira Martins e Paulo Leitão Batista. O prefácio e a apresentação do livro escrito a «três mãos» esteve a cargo do filósofo e pensador sabugalense mestre Jesué Pinharanda Gomes.

Invasões Francesas - Batalha do Sabugal - Foto Natália Bispo

Na sexta-feira, 1 de Abril, os alunos do Agrupamento de Escolas do Sabugal encheram o Auditório Municipal do Sabugal para escutar e aprender com o historiador Adérito Tavares muitos pormenores pouco falados das chamadas batalhas napoleónicas entre franceses e ingleses (ajudados pelos portugueses).
No sábado, 2 de Abril, o Auditório voltou a encher-se de sabugalenses (e muitos militares fardados) para assistirem ao lançamento dos livros «A Batalha do Gravato – Narrativas do famigerado combate do Sabugal» da autoria de Manuel Morgado e Marcos Osório e de «Sabugal e as Invasões Francesas» de Manuel Francisco Veiga Gouveia Mourão, Joaquim Tenreira Martins e Paulo Leitão Batista.
O Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, destacou no seu discurso de abertura: «Celebramos um percurso histórico que nos orgulha!» e quase a finalizar enfatizou que «tendo a História como única juíza das nossas acções, acreditamos profundamente ser este o caminho certo que melhor defende e promove o bem comum da comunidade que pretendemos servir e tendo no sorriso de quem servimos o único medidor de satisfação, acreditamos profundamente na força do nosso concelho e da nossa gente».
A vice-presidente da autarquia, Delfina Leal, ocupou-se da moderação encontro temático «Sabugal e as Invasões Francesas» onde marcaram presença Pinharanda Gomes, Adérito Tavares e os autores dos dois livros.
Mestre Pinharanda Gomes, com aquela humildade que todos lhe conhecemos, começou por dizer que «se sentia duplamente intruso na cerimónia». Em primeiro lugar «é mentira que tenha escrito um prefácio para o livro porque é um pós-fácio escrito depois da obra terminada mas como assim está instituído vamos então chamar-lhe prefácio» e o segundo acto de intrusão está relacionado com «a gentileza do convite dos autores que não necessitavam necessariamente da minha apresentação». «Agradeço a honra e a gentileza que me deram de estar aqui presente e vou dar o meu contributo pessoal apenas como leitor desta obra que foi editada pela livraria portuguesa e galega Orpheu. Sobre a temática do tenente-coronel Gouveia Mourão não me vou pronunciar porque não tenho competência para tanto. Fiquei livre da tropa e penso mesmo que nunca dei um tiro na minha vida». «Sobre o doutor Joaquim Tenreira Martins, natural de Vale de Espinho, o que posso dizer de alguém que é licenciado em Ciências Políticas na Universidade de Lovaine – um exclusivo que só apareceu em Portugal na Universidade Católica – e mestre pela universidade de Lille?». «O meu amigo doutor Paulo Leitão Batista aplica as palavras num modo estilístico. O prosador não tem de saber colocar o sujeito, o predicado, o complemento. A palavra para ser palato tem de sair do palato. A palavra sai do céu da boca para o papel. No caso do Sabugal temos depois de Manuel Leal Freire o Paulo Leitão Batista. Se lerem o livro «Terra Batida» temos as três memórias.»
Após a apresentação dos três autores mestre Pinharanda Gomes «explicou» a obra «dividida em três obras». «No primeiro texto tive que aprender a interpretar o ensaio político, táctico e militar acompanhado das dificuldades do terreno. Quando um autor é capaz de sonhar o sítio e descrevê-lo historicamente é uma arte. O texto beneficia desta virtude. Nas terceiras invasões francesas nem todos morreram no campo de batalha.» «O segundo livro é um estudo entre o sociológico e o militar nos séculos XVII, XVIII e XIX. Algumas passagens fazem lembrar o Hans Christian Andersen. A sua narrativa termina com o desastre de Napoleão.» «Finalmente o terceiro livro obedece ao canône histórico com pesquisa feita em fontes avulsas e chama ao palco as principais personagens da guerra – o Maneta era um general terrível, era um homem de cortar à faca – e termina, também, com a derrota de Napoleão que passou à condição de reformado em Liège com apenas 45 anos.
Para Jesué Pinharanda Gomes o livro «é um resumo das invasões francesas e uma separata do que se passou no Côa mostrando que o Wellington não quis envolver-se muito nas batalhas da fronteira porque talvez pensasse que era mais importante a defesa de Lisboa apesar de Napoleão a partir de certo momento idealizar não uma União Europeia mas uma Europa Imperial». A concluir recordou que «ainda hoje no retábulo da Sé da Guarda estão os sinais dos disparos das tropas francesas» não sabendo contudo se «alguma vez se fez algum inquérito aos males que os franceses fizeram aqui na Raia». «Felicito vivamente os autores, o editor e sugiro que comprem a obra», rematou Pinharanda Gomes.
jcl

Depois de alguns avanços e recuos eis que nuestros hermanos se decidiram pela construção de «La Carretera Navasfrias – Foios».

José Manuel Campos - Presidente Junta Freguesia Fóios - Capeia ArraianaPela parte que me diz respeito não posso deixar de manifestar uma profunda alegria e um profundo agradecimento às pessoas que mais se aplicaram para que a carretera possa vir a ser uma realidade a curto prazo.
Agradeço, muito especialmente, aos meus queridos amigos de La Diputación de Salamanca com particular destaque para a Senhora Presidente Isabel Jimenéz e a todos aqueles que estão mais próximo dela.
Na altura devida não deixarei de também prestar uma justa e sincera homenagem a todos aqueles que, do lado português, também muito trabalharam para que este projecto venha a ser realidade.
Ficou ontem combinado que quando os trabalhos tiverem início o Ayuntamiento de Navasfrias pagará o cordero e quando os mesmos terminarem a Junta de Freguesia de Foios pagará o borrego.
Com este melhoramento a economia local e regional melhorará significativamente.
Grácias queridos hermanos!
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Cerca de 30 jovens de Portugal e Espanha realizaram nas últimas semanas uma catalogação de bens materiais e imateriais de várias localidades fronteiriças da região do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Douro-Duero. O projecto, denominado «Observatório para a Promoção Cultural do Eixo Duero-Douro», pretende segundo os promotores ajudar a preservar o património cultural e social da região para as novas gerações.

Jose Luis PascualJose Luis Pascual, alcaide de Trabanca e presidente do Agrupamento, explicou que se quer «resgatar do esquecimento» uma parte «muito rica do património, numa das fronteiras mais antigas da Europa». Permitirá ainda contribuir para a formação como agentes culturais dos jovens espanhóis e portugueses participantes, explicou. O projecto vai permitir a recompilação da informação relativa a festas, costumes, património arquitectónico, gastronomia, personagens, jogos, mapas ou construções de uma dezena de municípios dos dois lados da fronteira.
A documentação foi depois digitalizada em várias páginas web, uma por cada município, permitindo que a informação «esteja disponível para todos e se possa conhecer em qualquer parte do mundo», explicou Pascual.
Em concreto o projecto abrangeu as localidades portuguesas de Sortelha, Vila do Touro, Malcata, Miranda do Douro, Vila Nova de Foz Côa, Numão e Freixo de Espada à Cinta e do lado espanhol Almaraz de Duero, Cabeza de Caballo, Espeja, Trabanca e Villaseco de los Reyes.
aps (com agência Lusa)

A estrada entre Navasfrias e Fóios vai ser realidade.

José Manuel Campos - Presidente Junta Freguesia Fóios - Capeia ArraianaO Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, recebeu no passado sábado, dia 8 de Janeiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Presidente da Diputación de Salamanca, Isabel Jiménez Garcia, que se fez acompanhar por dois assessores, os meus queridos amigos Carlos Cortes e o deputado Pepe.
Esta jornada de trabalho veio na sequência da I Feria «Ecoraya» e teve como pano de fundo o fortalecimento das relações transfronteiriças entre os nossos territórios.
O troço de la carretera Navasfrias – Foios, de apenas dois quilómetros e meio, foi analisado e ficou decidido que os trabalhos deverão ter início muito brevemente. Parabéns, Presidente António Robalo. A diplomacia e a abertura dão, de facto, bons resultados.
Na qualidade de Presidente de Junta da Freguesia de Foios não posso deixar de me congratular com estes bons resultados visto que também não me tenho poupado a esforços para que estas ligações sejam, na verdade, efectivas.
Desde que foi asfaltado o troço Navasfrias – Aldeia do Bispo tem-se notado, francamente, um enorme fluxo de pessoas bens dos dois lados da fronteira e tenho verificado que o desenvolvimento sócio-económico tem sido uma realidade.
Está provado que sem boas vias de acesso não há progresso e desenvolvimento.
Tenho plena consciência que o sucesso do «assador gigante» de castanhas, que levámos desde Foios à feira de Salamanca «Ecoraya», também foi pretexto para que se tivesse falado mais nas relações transfronteiriças e que o referido troço Navasfrias – Foios tivesse sido discutido e avivado.
Vamos continuar a trabalhar de frente porque temos, na verdade, muito para fazer.
Olhos nos olhos. De espaldas jamás!
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Sabugal e Salamanca preparam o futuro com uma jornada de trabalho conjunta. Reportagem da jornalista Andreia Marques com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

«Imagem da Semana» do Capeia Arraiana. Envie-nos a sua escolha para a caixa de correio electrónico: capeiaarraiana@gmail.com

Gasoleira GALP nas Galerias Gildo - Fuentes de Oñoro - Janeiro 2011
Clique na imagem para ampliar

Data: 9 de Janeiro de 2011.
Local: Fuentes de Oñoro, Espanha.
Autoria: Capeia Arraiana.
Legenda: As Galerias Gildo, em Fuentes de Oñoro, passaram a fornecer combustíveis da portuguesíssima GALP. Este domingo, com IVA a 18%, o preço da gasolina sem chumbo 95 estava a ser vendido (sem talões nem descontões) a 1.244 euros por litro. No Sabugal o mesmo litro da mesma gasolina marcava 1.513 euros.
jcl

O Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, recebe este sábado, 8 de Janeiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho a Presidente da Diputación de Salamanca, Isabel Jiménez Garcia, os Presidentes dos Municípios que integram a BIN-SAL e o Douro Internacional. O encontro de trabalho transfronteiriço surge na sequência da I Feria Eco-Raia e pretende fortalecer as relações transfronteiriças entre os territórios de Portugal e Espanha.

Eco-Raia - SalamancaAntónio Robalo considerou a propósito da jornada de trabalho dos autarcas ibéricos que esta se insere numa estratégia comum porque «vamos ter vários desafios pela frente ao longo dos anos, desafios esses que devem ter paralelamente um desenvolvimento da actividade produtiva nos nossos territórios».
Isabel Jiménez, que ocupa desde 2003 a presidência da Diputación de Salamanca, vai estar presente no Sabugal acompanhada de dois assessores. «Partilhamos dois territórios muito importante – a Beira Interior e a província de Salamanca – nesta zona territorial ibérica a relação entre os municípios portugueses e a Diputación de Salamanca é crescente e consistente com o objectivo de dinamizar os dois territórios», declarou a presidente espanhola durante a Eco-Raia que decorreu no Recintos das Feiras de Salamanca nos passados dias 11 e 12 de Dezembro.
Recorde-se que a organização da I Feira Eco-Raia pertenceu à Comunidade de Trabalho BIN-SAL (Beira Interior Norte – Salamanca) constituída pelos Municípios do Sabugal, Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel e Trancoso e à Diputación de Salamanca. O certame vai ter continuidade em Trancoso (2011), Salamanca (2012) e Pinhel (2013).

Programa do Encontro
11h30 – Recepção às personalidades convidadas no Salão Nobre dos Paços do Concelho do Município do Sabugal com discurso de boas-vindas pelo Presidente António Robalo;
12h00 – Visita cultural à cidade do Sabugal com passagem pelo Castelo e Museu Municipal;
13h00 – Porto de Honra na Junta de Freguesia do Soito e visita ao CNT-Centro de Negócios Transfronteiriços onde estão sedeadas e a laborar várias empresas incluindo uma espanhola;
13h30 – Almoço num restaurante do Soito.
Após o almoço terá lugar uma jornada de trabalho onde serão discutidas a cooperação transfronteiriça na produção e comercialização de produtos do mundo rural, as questões ambientais e energéticas, a protecção civil e as acessibilidades dos dois lados da Raia.

Outras actividades para sábado
10h30 – Quintas do Espinhal – Entrega de dois cachorros da Raça Serra da Estrela ao abrigo do protocolo celebrado entre o Município do Sabugal e a APCSE-Associação Portuguesa do Cão da Serra da Estrela que prevê a entrega em cada ninhada de exemplares certificados da raça Serra da Estrela aos pastores com rebanhos no concelho do Sabugal que viram aprovada a sua candidatura. A iniciativa conta com a presença do vereador Ernesto Cunha.
17h00 – Auditório Municipal – Concerto de Reis pelo Coro Mozart, Infantil e Juvenil.
jcl (com C.M.S.)

Para o Governador Santinho Pacheco o «Distrito da Guarda é o distrito do Côa, da Estrela e do Douro». Representações da Beira Interior Norte, do Douro Superior e Diputación de Salamanca uniram-se para a primeira Eco-Raia. Reportagem da jornalista Paula Pinto com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

No passado sábado, dia 18 do corrente mês de Dezembro, os sócios do AECT reuniram, em Assembleia Geral, no auditório municipal de Mogadouro. Confesso que não esperava que tivessem marcado presença cento e quarenta associados.

José Manuel Campos - Nascente do CôaDepois da maioria dos técnicos do AECT terem identificado e distribuído a documentação a todos os associados, que se dignaram comparecer, pediram para que entrassem e ocupassem lugar no auditório.
O Presidente da mesa da assembleia depois de ter verificado que havia condições para que os trabalhos se pudessem iniciar abriu a sessão.
A ordem de trabalhos era bastante extensa mas mesmo assim, com a boa vontade e com o bom senso de todos, fez-se um esforço para que todos os pontos, da ordem de trabalhos, pudessem ser analisados e discutidos antes do almoço.
Foi bom que assim tivesse acontecido visto que tempo em Mogadouro estava algo complicado, com bastante nevoeiro e algum gelo nas estradas da região. Assim, depois de degustada a riquíssima posta mirandesa, regada com um bom tinto a condizer, fizemo-nos à estrada de modo a que todas as pessoas pudessem estar nos seus lares à hora do jantar, tal como de facto aconteceu.
O quinto ponto da ordem de trabalhos estava relacionado com o projecto Self-Prevention ou projecto das cabras como algumas pessoas o vão designado.
Depois do Director José Luis Pascual ter proferido algumas palavras alusivas ao tema chamou ao palco os técnicos que têm estado mais envolvidos e mais comprometidos com este projecto. Os veterinários, economistas, engenheiros florestais e outros expuseram e desenvolveram os temas com tanta clareza que deixaram todos os membros da assembleia convencidos de que o projecto tem pernas para andar e que vai ser mesmo realidade.
Depois das referidas exposições abriu-se um curto período para debate. Alguns associados usaram da palavra para pedidos de esclarecimentos e achegas para logo, de seguida, ter sido posto à votação. O projecto das cabras acabara de ser aprovado por unanimidade e com uma salva de palmas.
O Director, visivelmente satisfeito, agradeceu a confiança manifestada e disse que no princípio do ano de 2011 já os técnicos sairão para o terreno fazer trabalho de campo junto das populações.
Sendo eu um homem de fé e de esperança nunca tive dúvidas de que o projecto Self-Prevention se converteria em realidade e que poderia aportar progresso e desenvolvimento para a zona do AECT visto todos sabermos que é considerada uma das manchas mais negra e mais atrasada de toda a Europa comunitária.
Se uma caminhada começa, de facto, num passo hoje, não tenho dúvidas em afirmar que se deu um passo gigante. Até os mais cépticos ficaram convencidos de que o Sef-Prevencion vai ser mesmo realidade.
Também não me restam dúvidas de que o caminho tem sido e continua a ser muito espinhoso. Mas hoje, posso afirmar, garantidamente, que estamos no bom caminho e que os objectivos hão-de ser certamente alcançados.
Um dos últimos pontos da ordem de trabalhos teve a ver com desistências e novas adesões. Também este ponto me deixou deveras satisfeito por ter verificado que saíram alguns e entraram outros. Como costuma dizer o Director Zé Luis: «O AECT é como o galinheiro. Umas saem e outras entram. Sempre assim foi.»
Registei também com muito agrado a presença do nosso Presidente António Robalo que, sentado numa cadeira da primeira fila, ouviu todos os intervenientes com muita atenção tendo tirado imensas notas.
Também já me tinha surpreendido a Vice-Presidente, Delfina Leal, aquando da vinda do Director ao Salão Nobre do nosso Município, para reunir com dezoito Presidentes de Junta. A reunião demorou três horas e a Vice-Presidente não arredou pé. Por isso me apraz afirmar que o nosso Município aderiu ao AECT depois de terem estudado bem a lição e tirado todas as dúvidas que pudessem subsistir.
A reunião da Assembleia acabou com todos os membros a discutir o pagamento das quotas. Há Ayuntamientos e Juntas de Freguesia que têm as quotas em atraso e outros que ainda não pagaram. A Direcção do AECT vai entrar em contacto com esses associados e dizer-lhes que ou regularizam a situação ou terão mesmo que sair do AECT por uma questão de justiça em relação àqueles que são cumpridores têm as quotas em dia.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Tal como havia sido previamente combinado, entre a Junta de Freguesia de Foios, técnicos e políticos da Diputación de Salamanca, a Junta de Freguesia de Foios transportou o enorme assador de castanhas até à Salamanca.

EcoRaia - Salamanca - Assador Castanhas Foios

José Manuel Campos - Nascente do CôaA Câmara Municipal de Sabugal disponibilizou o transporte que levou, até ao local da feira, o grelhador, trezentos quilos de castanhas, dez garrafões de jeropiga, duas mesas, alguns feixes de caruma e carqueja e os seis homens que estavam incumbidos de fazer o magusto. Tudo correu conforme o combinado.
Às 10.30 horas carregou-se na camioneta da Câmara tudo quanto já atrás foi referido. Às 12.30 aconteceu o almoço em Casillas de Flores e, após este, reiniciou-se a viagem até Salamanca, local da feira, onde chegámos por volta das 15 horas.
Depois de termos estacionado a viatura, autorizados pelas respectivas autoridades locais, o grupo das seis pessoas visitámos os bonitos stands da feira, com artigos e produtos portugueses e espanhóis, até que o Técnico da Diputación, Carlos Cortes, veio ao nosso encontro para nos dizer onde deveríamos descarregar os artigos e os produtos destinados ao magusto.
Colocaram-nos na parte nobre do edifício onde todas as pessoas eram obrigadas a passar. Ficou tudo instalado por volta das 16.30 horas portuguesas.
A Sr.ª Presidenta de la Diputación, Isabel Jimenéz, acompanhada por Alcaldes e Presidentes de Câmaras da Beira Interior Norte aproximaram-se do típico assador de castanhas tendo sido dada a honra de pegar fogo às carquejas à Exm.ª Sr.ª Presidente de la Diputación de Salamanca.
No assador encontravam-se cerca de 50 quilos de castanhas que ficaram assadas ao fim de dez minutos. Os rapazes responsáveis, responsáveis pelo magusto, num ápice puseram toda a gente a comer castanhas e a beber a saborosa jeropiga que foi muito apreciada por nuestros hermanos.
O entusiasmos e a concorrência eram de tal ordem que houve necessidade de se proceder a nova tarefa. Ao fim de dez minutos estavam assados mais 50 quilos de castanhas que tiveram o mesmo destino que as primeiras.
Visto que era para isso que lá estávamos tomámos a decisão de assar castanhas para que todas as pessoas ficassem satisfeitas. Assim aconteceu. Repetimos a acção mais quatro vezes e satisfizemos toda a gente.
Enquanto procedíamos ao assado das castanhas exibia-se no palco, improvisado, o grupo de música tradicional portuguesa «Trovas da Beira», de Pinhel, e uma jovem fadista, Cláudia Madur, que para além de lindíssimos fados cantou duas vezes a «Maria la Portuguesa», de Carlos Cano que, tanto portugueses como espanhóis muito apreciaram.
Confesso que para nós foi uma honra termos participado na I.ª feira, designada por «ECORAYA» pelo que muito agradecemos a nuestros amigos Carlos Cortes, técnico superior de la Diputación de Salamanca, Agustin Caballero e Deputado Pepe visto que foi com eles que, há cerca de um mês, combinámos toda a estratégia para que as castanhas de Foios pudessem ter sido assadas e degustadas em Salamanca.
Finalmente os nossos parabéns e sinceros agradecimentos à Senhora Presidenta de la Diputación de Salamanca – Isabel Jiminéz – e Presidentes das Câmaras da Beira Interior Norte e Duero Superior visto que, numa conjugada acção de esforços, levaram a efeito este evento.
«Nascente do Côa», crónica de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Tal como havia sido previamente combinado, entre a Junta de Freguesia de Foios, técnicos e políticos da Diputación de Salamanca, a Junta de Freguesia de Foios transportou o enorme assador de castanhas até à Salamanca.

GALERIA DE IMAGENS  – ECO-RAIA  –  SALAMANCA  –  11 E 12-2010
Fotos de José Manuel Campos – Clique nas imagens para ampliar

jmc

O assador gigante de castanhas, que a Junta de Freguesia dos Fóios encomendou a um serralheiro de Aldeia Velha, vai até Salamanca, à feira Ecoraia, onde servirá para assar um magusto à portuguesa, que certamente maravilhará os visitantes do certame.

O presidente da Junta de Freguesia dos Fóios, José Manuel Campos, revelou que o assador foi solicitado por «alguns técnicos e políticos da Diputación de Salamanca que, há cerca de quinze dias, jantaram nos Fóios». A Junta aceitou prontamente o desafio e o assador, que já serviu com sucesso para assar as castanhas no magusto anual entre Fóios e Eljas, viajará até Espanha. E José Manuel Campos, não se ficará apenas pela cedência do novo equipamento: «Fóios associa-se ao evento levando trezentos quilos de castanhas, o respectivo assador gigante, dez garrafões de jeropiga, a caruma e a carqueja».
O magusto a servir aos visitantes da feira de Salamanca será portanto inteiramente do concelho do sabugal, mais propriamente dos Fóios, que é uma das freguesias que produzem mais castanha.
O magusto português acontecerá no primeiro dia da feira, no sábado, dia 11 de Dezembro, com o início marcado para as 15h30, hora portuguesa.
A Câmara Municipal do Sabugal vai participar nesta primeira Feira Transfronteiriça, que terá lugar nos dias 11 e 12 do corrente mês de Dezembro, através de alguns produtores do concelho do Sabugal que aí exporão os seus produtos, nomeadamente os enchidos da Rebolosa, os produtos da Colónia Agrícola de Martim Rei e os queijos da Lactibar.
plb

A I Feira Eco-Raia decorre no fim-de-semana de 11 e 12 de Dezembro de 2010 no Recinto de Feiras de Salamanca. A organização pertence à organização da Comunidade de Trabalho BIN-SAL (Beira Interior Norte – Salamanca) constituída pelos Municípios do Sabugal, Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel e Trancoso e pela Diputación de Salamanca.

Eco-Raia - SalamancaA I Feira Transfronteiriça de Produtores Ecológicos e Artesanais – Eco-Raia – pretende dinamizar o tecido produtivo e a coesão social do território, contando a mesma com a participação de mais de 100 produtores de ambos os lados da fronteira.
Durante a mostra serão distribuídos oito catálogos sectoriais (com uma tiragem de 18 mil exemplares) de produtores ecológicos e artesanais do território da BIN-SAL, como o azeite, vinho, queijo e derivados lácteos, enchidos ou mel a fim de realçar o valor deste tipo de produtos.
No recinto da feira de Salamanca realizar-se-ão acções de promoção económica entre produtores, restaurantes e empresas de distribuição deste tipo de produtos, com o objectivo de delinear estratégias conjuntas para o desenvolvimento do mercado transfronteiriço.

Página Oficial da I Feira Eco-Raia. Aqui.
jcl (com C.M. Sabugal)

As regiões da Beira Interior Norte, de Salamanca e do Douro Superior juntas nos dias 11 e 12 de Dezembro na 1.ª Feira Transfronteiriça Eco-Raia. Reportagem de Sara Castro com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

A Câmara Municipal do Sabugal vai estar representada na Feira Internacional de Turismo do Interior (INTUR), que se realiza em Valladolid, Espanha, de 25 a 28 de Novembro.

A presença da Câmara do Sabugal na 14ª edição da INTUR resulta de uma parceria estabelecida com a Câmara Municipal de Penamacor e com as Mancomunidades do Alto Águeda e de Sierra de Gata, de Espanha, que visa a promoção integrada das «Terras do Lince».
A participação conjunta na edição deste ano na Feira será gerida pela Mancomunidade de Sierra de Gata, que tratará de uma boa parte das questões logísticas.
Na edição de 2009 a Câmara Municipal do Sabugal também esteve representada no evento, no quadro da mesma parceria, aí divulgando as potencialidades turísticas do concelho, com destaque para a gastronomia. Num dos dias proporcionou-se uma prova gastronómica, com enchidos, queijo de cabra e doces regionais.
Este ano o Sabugal colocará no stand produtos oriundos do concelho, com destaque para o artesanato, apresentando também material de divulgação e promoção do turismo nas terras raianas. O stand poderá ter um artesão do Sabugal a trabalhar ao vivo.
A INTUR é uma feira de mérito reconhecido, voltada para a divulgação das potencialidades do Interior, em contraponto com a massificação do Litoral. Natureza, cultura, saúde, compras, concertos musicais, desporto, e muito mais, são disponibilizados num certame a que não escapam as diversas vertentes do turismo de interior.
Portugal terá diversos stands na INTUR deste ano, com destaque para as Câmaras Municipais de Barcelos, Viana do Castelo e Coimbra, Turismo do Douro, Turismo Centro, Turismo de Lisboa e Turismo Serra da Estrela. Participam representantes de diversos países, destacando-se a Polónia, Japão, Turquia e República Checa.
plb

Judocas sabugalenses dos escalões de iniciados e juvenis participaram no «Campeonato Internacional de Castela Leão».

Judo - Sabugal

Realizou-se no sábado, 13 de Novembro, a 4.ª edição do «Campeonato Internacional de Castela Leão» para os escalões de iniciados e juvenis (12-13 anos), sendo misturadas estas duas faixas etárias. A competição realizou-se em Salamanca, no Pavilhão de «La Alamedilha», num total de 260 competidores que deram o máximo para subir ao pódio.
Estiveram presentes atletas de toda a Espanha e alguns portugueses como o Judo Clube de Lisboa, Escola de Judo Ana Hormigo (Castelo Branco), Associação Académica de Coimbra e Sporting Clube do Sabugal.
O nível competitivo do torneio era muito elevado tendo em conta que as classificações espanholas pontuavam para a taça de Espanha e apenas os melhores de cada região estavam presentes e dai a excelência dos resultados obtidos pelos judocas espanhóis.
Do Sporting Clube do Sabugal participaram Pedro Carreira em -46kg e Emanuel Martins em -38 kg, tendo apenas este último conseguindo um lugar de destaque no quadro de honra, obtendo um 7.º lugar, num total de 22 participantes em cada categoria de peso.
A prova teve uma excelente organização cumprindo no geral com os horários previstos.
A participação raiana tem vindo a ser privilegiada pelas delegações de Castela Leão, nas participação em provas espanhola podem assim os nossos atletas adquirir experiência com o judo que se pratica no país vizinho.
djmc

Um grupo de técnicas de assistência social que frequentaram e concluíram um curso de formação na sede da Mancomunidad del Alto Águeda, em Fuenteguinaldo, deslocaram-se aos Foios para efectuarem uma visita ao lar da terceira idade.

José Manuel Campos - Nascente do CôaÀs 10 horas as visitantes foram recebidas no Centro Cívico onde lhes foi exibido um DVD alusivo à freguesia de Foios, com particular destaque para os encerros e capeias.
De seguida subiram ao primeiro andar do edifício onde ainda se encontra, patente ao público, a bonita exposição do Octávio Gonçalves. Apreciaram, gostaram e fizeram algumas fotos.
Por volta das 11 horas o grupo deslocou-se, a pé, até ao Lar onde eram esperadas pelos elementos da direcção. A presidente, Amélia Dias, a directora técnica, Cristina Dornelas, e o tesoureiro, José Coito, fizeram as honras da casa. Explicaram como havia nascido a instituição, como funciona e, de seguida, fizeram uma visita guiada a todo o edifício e conversaram com algumas pessoas que são utentes do lar.
No final todo o grupo se deslocou para o local onde havia cinco quilos de castanhas, muito bem assadas pelo funcionário Toninho, que, bem regadas pela saborosa jeropiga, proporcionaram um belíssimo aperitivo.
O grupo que tinha o almoço marcado num restaurante de uma localidade vizinha espanhola agradeceu a excelente recepção e prometeram voltar.
Visto eu ser um sério conhecedor desta bonita zona raiana posso afirmar que a maioria de nuestros hermanos e hermanas ficam imensamente surpreendidos quando visitam as nossas instituições de solidariedade social e muito mais surpreendidos ficam quando lhes dizemos que no nosso Concelho existem cerca de trinta casas de apoio à terceira idade.
Afinal nem tudo vai mal por aqui. Pena é que a juventude não tenha tão boa sorte como a terceira idade.
Esperemos por dias melhores. Há que ter fé e esperança. A toalha ao chão nunca!
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

A Junta de Freguesia de Foios, de parceria com a Mancomunidad do Alto Águeda (de Espanha), vão organizar as primeiras Jornadas Micológicas Transfronteiriças, que a contecerlo nos Fóios e em El Payo, nos dias 30 e 31 de Outubro. No último dia realiza-se o tradicional magusto Fóios-Eljas

Tartulho«Aprender a conhecer mais e melhor os cogumelos», é o lema das jornadas que se iniciarão no sábado, 30 de Outubro, pelas 10 horas, no Centro Cívico dos Fóios e no Ayuntamiento de El Payo, com a entrega da respectiva documentação. Segue-se a partida para o campo, e grupos e sob a orientação de técnicos credenciados, indo-se a locais situados na área geográfica dos Fóios, Aldeia do Bispo e El Payo.
Pelas 12,30 horas, os participantes regressam com os cogumelos recolhidos e partem de imediato para El Payo, em cujo centro multiusos será servido um almoço típico que incluirá cogumelos.
A tarde do primeiro dia será passada em El Payo, assistindo à classificação das espécies recolhidas tanto em Portugal como em Espanha.
No Domingo, dia 31, as jornadas começarão com a abertura de uma exposição no Centro Multiusos de El Payo, seguida de uma mesa redonda, onde se falará no tema «A micología: un recurso», com a participação dos especialistas José Ignacio Risueño, María Hernández Varas e Gravito Henriques.
O almoço-convívio será desta feita no pavilhão dos Fóios, onde os participantes serão brindados com uma feijoada)
Pelas 14 horas terá lugar uma conferência sobre a confecção dos cogumelos, tendo como tema «da terra ao prato», a cargo de Julián del Castillo Hernández.
Segue-se o tradicional magusto Foios-Eljas, onde serão assados trezentos quilos de castanhas, adoçadas com mel da Sierra de Gata e bem regadas com jeropiga do nosso concelho e viño de la pitorra. Actuarão o Rancho Folclórico de Sortelha e o Grupo de Sevilhanas de Eljas.
A Junta de Freguesia dos Fóios deixa a recomendação aos participantes para vestirem roupa e calçado apropriados, uma cesta e uma navalha.
E ainda informação adicional: há quarenta camas, em duas salas do antigo edifício escolar, que cederá, gratuitamente, a quem pretender dormir de sexta para sábado ou de sábado para domingo.
Outras alternativas: Residencial Pelicano, em Alfaiates: 27164750 e 966773666 (dista 15 quilómetros dos Fóios); Meia Choina – Casa do Mañego, em Quadrazais: 271606082; 271605194 e 966120201 (a 10 km); Albergaria Santa Isabel, no Sabugal: 271750100; Fax: 271754300. reservas@raihotel.pt (22 km); Hospedraia Sr.ª da Graça, no Sabugal: 271754241; Fax 271754241.
O Grupo de Cantares do Sabugal actuará, sábado, dia 30, no auditório do Centro Cívico de Foios, a partir das 21 horas, o que poderá constituir um bom programa para o serão para os que decidam ali pernoitar.
plb

No Sábado, 18 de Setembro, pelas 21h30, o Teatro Municipal da Guarda (TMG) recebe no Grande Auditório um grandioso espectáculo de bailado clássico interpretado pela consagrada companhia Corella Ballet. Com entradas a 10 euros, este é um espectáculo a não perder.

Ángel Corella é bailarino, director artístico do Corella Ballet Castilla y León e uma autêntica celebridade internacional. Galardoado com o Prémio Benois de la Dance (o «Óscar» na área da dança), foi bailarino principal do American Ballet Theater de Nova Iorque e integrou o prestigiado espectáculo internacional Kings of the Dance. O «rei» espanhol da dança dirige a sua própria companhia, à qual deu o nome. O colectivo especializou-se em ballet clássico e instalou-se em Castilla y León. O Corella Ballet é a única companhia de bailado clássico no país vizinho. Ao TMG a companhia traz quatro coreografias distintas: Raymonda, For Four, Soleá e DGV.
plb (com TMG)

A Câmara Municipal do Sabugal contactou com todos os Presidente de Junta para que estes pudessem divulgar que colocavam autocarros à disposição das pessoas, que se dediquem à exploração agro-pecuária, para que pudessem fazer uma visita à Feira de Salamanca.

(Clique nas imagens para ampliar.)

José Manuel Campos - Nascente do CôaInscreveram-se cerca de 130 pessoas que foram transportadas em três autocarros que foram alugados à empresa Viúva Monteiro.
A partida estava marcada para as oito horas e assim aconteceu. A grande maioria das pessoas tomaram lugar no Sabugal e outras entraram no Soito, Alfaiates ou Aldeia da Ponte conforme melhor conviesse a cada uma.
Em Aldeia da Ponte tomou-se a direcção de Ciudad Rodrigo e com as boas vias de comunicação existentes mal se dá pelo caminho.
Às dez horas e quinze minutos os três autocarros chegavam ao parque de estacionamento da feira.
O Eng.º Ernesto e a Eng.ª Carla chefiavam a comitiva e anunciaram que os autocarros sairiam, desse mesmo local, às 18 horas, tal como aconteceu, visto que toda a gente cumpriu os horários.
Depois de todas as pessoas terem entrado no recinto da feira formaram-se, espontânea e naturalmente os grupos e toca todos a marchar de pavilhão em pavilhão para se poderem admirar as mais diversas raças dos mais diversos animais.
Outros foram para a parte da maquinaria que também abundava. Havia todo o tipo de alfaias agrícolas e só se ouviam comentários do género: «Tudo isto é muito bonito mas… aqui em Espanha podem funcionar mas na nossa zona nem pensar atendendo à diminuta propriedade existente.» Custa ouvi-lo e dizê-lo mas é pura realidade. Enquanto sejamos pequenos na propriedade nunca seremos grandes no resto.
Estas visitas, de estudo, revelam-se de um enorme interesse porque, já que mais não seja, valem pelas reflexões e comparações que fazemos.
O meu tio Chico da Clara sempre dizia: «Há que sair porque em casa pouco ou nada se aprende.»
Julgando interpretar o sentimento da maioria das pessoas que nos deslocámos pretendo agradecer o gesto da Câmara esperando que no próximo ano se possa repetir a cena mas organizada mais atempadamente e com um programa mais bem elaborado.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

O presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, e o presidente da empresa municipal Sabugal+, Joaquim Ricardo, estiveram presentes no dia 10 de Setembro na 27.ª Feira Internacional Agropecuária de Castilla y León e 22.ª Exposição Internacional de Gado Puro, em Salamanca, por ocasião do Dia de Portugal.

(Clique nas imagens para ampliar.)

A 27.ª Feira Internacional Agropecuária de Castilla y León e 22.ª Exposição Internacional de Gado Puro de Salamanca celebrou no dia 10 de Setembro o Dia de Portugal.
A convite do subdelegado do Governo em Salamanca, D. Jesus Málaga e da presidente da Institución Ferial de Salamanca, D. Isabel Jiménez García a comitiva do distrito da Guarda foi recebida nas cerimónias oficiais do «Dia de Portugal» que incluíram o içar da bandeira e o hino nacional português.
A comitiva portuguesa em Salamanca incluiu os representantes das Câmaras Municipais do distrito da Guarda e foi chefiada pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, e pelo Governador Civil da Guarda, Santinho Pacheco.
O concelho do Sabugal esteve representado pelo presidente da autarquia, António Robalo, e pelo presidente da empresa municipal, Joaquim Ricardo
Os governantes e autarcas portugueses fizeram uma visita pormenorizada ao pavilhão de Portugal e a alguns dos muitos expositores presentes.
jcl

«Self-Prevention» é um projecto transfronteiriço da Associação Duero-Douro (AECT) que conta com o apoio dos Governos português e espanhol e vai utilizar, a partir de 2011, 150 mil cabras na limpeza de terrenos raianos para prevenção de incêndios florestais. O padrinho da iniciativa é o dinâmico Governador Civil da Guarda, Santinho Pacheco.

AECT Duero-Douro - FóiosUm projecto que aposta na utilização de cabras para prevenção de incêndios florestais em territórios transfronteiriços foi apresentado no dia 24 de Agosto, no Governo Civil da Guarda pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero-Douro que agrupa 63 localidades fronteiriças portuguesas e espanholas num total de 187 entidades.
José Luís Pascoal, presidente do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero-Douro, explicou que o projecto denominado «Self-Prevention» visa a prevenção de incêndios com recurso à reintrodução de 150 000 cabeças de gado caprino e o «desenvolvimento económico e rural» das zonas raianas dos distritos da Guarda (Sabugal, Almeida, Vila Nova de Foz Côa e Figueira de Castelo Rodrigo), Bragança, Zamora e Salamanca. «A ideia é fazer com que os animais actuem como limpadores naturais dos campos agrícolas abandonados e montes, deixando livres de vegetação as zonas de potencial perigo de incêndio», esclareceu ainda o responsável pelo agrupamento transfronteiriço.
O projecto, que precisará de um investimento de cerca de 50 milhões de euros, pretende criar mais de 500 postos de trabalho, sublinha o jornal espanhol «El Mundo» referindo ainda que além dos empregos para criadores de gado e pastores que espera criar, a iniciativa do AECT Duero-Douro (que agrupa 63 localidades fronteiriças entre Portugal e Espanha) pretende construir 12 queijarias, 15 lojas de comercialização de cabrito e produtos lácteos transformados, dois matadouros, uma plataforma de de distribuição e transporte e uma instalação central de comercialização. Está prevista a exploração de uma central de biomassa para a produção de energia eléctrica, através do uso da matéria orgânica destas localidades, e está igualmente em vista a criação de diversos recursos turísticos em torno da cabra.
O projecto que vai ser apoiado pelos Governos de Portugal e de Espanha e por fundos comunitários é encarado pelo governador civil da Guarda, Santinho Pacheco, como «uma flor de esperança para a região». Santinho Pacheco admitiu que a partir do momento em que 150 mil caprinos estiverem no terreno, consumirão mato e vegetação que já não irão arder com «os calores tórridos do Verão», contribuindo para a diminuição dos incêndios florestais.
O governador civil de Bragança, Jorge Gomes, também reconheceu que um projeto desta natureza «não pode falhar», desejando que o mesmo «seja executado no seu todo» e os resultados atingidos.
Já para o subdelegado do Governo de Espanha em Salamana, Jesús Málaga Guerrero, o «Self-Prevention» representa «uma revolução e interessará à Europa, a Portugal e a Espanha».

Vodpod videos no longer available.

Autoria: SICPosted with: Galeria Vídeos Capeia Arraiana

As candidaturas a pastores pode ser feita no portal da Duero-Douro. Aqui.
jcl

O Presidente da Câmara Municipal de Trabanca José Luís Pascual Criado inaugurou dia 13 de Agosto a X Feira Agro-Alimentar «Arribas del Duero» e Salão Internacional do Vinho e a sua Cultura nas Arribas do Douro, onde estão presentes vários expositores portugueses nas áreas alimentares e de vinhos. Estiveram presentes em representação da Câmara Municipal do Sabugal o Vereador Joaquim Ricardo e o Chefe de Gabinete Vítor Proença.

Clique nas imagens para ampliar

O certame «Arribas del Duero» é a única feira agro-alimentar que se celebra na província de Salamanca, inscrita no calendário oficial de Ferias de Castilla y León, sendo um excelente ponto de encontro, contacto e venda entre as empresas, profissionais do sector e visitantes. A organização garantiu instalações profissionais e de qualidade num recinto de mais de 6.000 m2 para os profissionais do sector e o público em geral.
A Feira Agro-Alimentar tem lugar no município de Trabanca, porta de entrada ao Parque Natural Arribes del Duero e ponto de conexão da região entre as províncias de Salamanca, Zamora e Portugal. Durante três dias o visitante pode participar em concursos, provas, degustações de diferentes produtos agro-alimentares.
Em 2010 a Feira Agro-alimentar de Trabanca coincidiu com a celebração do Salão Internacional do Vinho e sua cultura em Arribes del Duero.
jcl (com município de Trabanca)

Um camionista português, de 55 anos, natural da Cerdeira do Côa, freguesia do concelho do Sabugal, morreu ontem, dia 5 de Agosto, em Espanha ao ser atropelado pela própria viatura quando tentava reparar uma avaria.

O acidente fatal teve lugar perto de La Alberguería de Argañan na estrada entre Ciudad Rodrigo e Aldeia da Ponte, segundo o Jornal de Notícias, e de acordo com informações com fonte no Serviço de Emergências de Castela e Leão.
Segundo as autoridades locais espanholas, o camião avariou a 500 metros da fronteira com Portugal, numa zona de declive acentuado. Perante a avaria do camião o condutor tentou repará-la, sendo então esmagado por uma das rodas do veículo, que deslizou vários metros.
A situação aconteceu durante a tarde, e o camionista teve morte imediata, de nada valendo os meios de socorro enviados ao local logo que foi dado a alerta.
plb

O caminho faz-se caminhando, ou, em castelhano, «El camino se hace caminando»

José Manuel Campos - Nascente do CôaCom a devida autorização da Sr.ª Alcaldesa de Valverde del Fresno, Ana Perez, e tal como havia sido combinado, oito dias antes, deslocaram-se hoje, a Foios, o consejal – Pedro – e o Guarda Florestal – Paco –  para com o Presidente da Junta de Foios e os responsáveis pelo «Clube Vertical» da modalidade do «parapente» sedeada em Manteigas, poderem analisar as necessidades físicas para a prática dessa modalidade na raia entre Foios e Valverde del Fresno no sítio do «Cancho Sozinho».
O grupo chegou ao local de voo por volta das 10 horas e depois de terem verificado in loco os, poucos, trabalhos que urge levar a efeito deslocaram-se, de seguida, a outro local de hipotéticas ou necessárias aterragens tendo o Professor das escolas de parapente, Victor Baía, dado algumas indicações quanto à preparação do terreno em causa.
Por volta das 13 horas o grupo deslocou-se para o restaurante Eldorado onde lhes foi oferecido um almoço pelo amigo Senhor Adelino, madeireiro, da Freguesia de Verdelhos.
Depois do almoço os amigos espanhóis partiram para Valverde e os amantes do parapente aproveitaram a oportunidade para fazerem uns voos de parapente visto que os ventos estavam favoráveis.
Conclusão: para que possamos alcançar as metas desejadas contamos, como sempre, com a colaboração da Câmara do Sabugal, Ayuntamiento de Valverde del Fresno e Junta de Freguesia de Foios.
Para que todas as acções possam ser devidamente coordenadas vai ser combinado um encontro entre a Alcaldesa de Valverde (Ana Perez) Presidente da Câmara de Sabugal (António Robalo), Presidente da Junta de Freguesia de Foios (o signatário destas linhas) e o Presidente da Direcção do Clube de Parapente (Victor Baía).
Pretendo agradecer a presença e o empenhamento de todas as personalidades na esperança de que, em conjunto, possamos atingir as metas desejadas.
Se turismo é futuro vamos ao trabalho.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia dos Foios)

jmncampos@gmail.com

O programa do Canal Extremadura «2 en Raia» fez uma reportagem na freguesia dos Fóios, no concelho do Sabugal, e em Valverde del Fresno do outro lado da Raia.

Vodpod videos no longer available.

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Outubro 2017
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3,020,239 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES