You are currently browsing the daily archive for Quarta-feira, 15 Fevereiro, 2012.

Por decisão da Câmara Municipal do Sabugal, a gestão das Zonas de Caça Municipais passa a ser da inteira responsabilidade do Município, pondo termo a uma parceria que o mesmo mantinha com a Coacaça (União das Entidades Gestoras de Caça e Pesca do Sabugal).

A cooperação entre a Coacaça e o Município já revelava problemas desde há alguns meses e no final do último Verão levara a uma substancial diminuição nos apoios financeiros por parte do Município.
Porém os desentendimentos culminaram com a presença do presidente da Coacaça, Carlos Nabais, na reunião de Câmara do passado dia 18 de Janeiro, onde reconheceu que a Côacaça não conseguiu implementar por inteiro o projecto inicial, nomeadamente pelo facto da Câmara Municipal, embora subsidiando as actividades, não ter colaborado suficientemente no desenvolvimento do projecto. Essa falta de cooperação deveu-se sobretudo à «falta de vontade dos técnicos da Câmara».
«Parece que há vontade de que a Coacaça não tenha sucesso, o que dificulta o bom desenvolvimento do projecto», disse Carlos Nabais perante o presidente e os vereadores.
Face à situação, a opção era simples, segundo Carlos Nabais: «Ou a Coacaça toma conta da gestão das municipais definitivamente ou passa a Câmara a tomar conta das zonas municipais, como até aqui, porque, como já percebi, a cooperação entre as duas entidades não funciona».
Na mesma reunião o presidente António Robalo propôs ao executivo municipal que a gestão das zonas de caça municipais passasse para a Coacaça. A proposta foi porém rejeitada com os votos contrários dos eleitos do PS e do vereador Joaquim Ricardo, votando favoravelmente o presidente e os vereadores do PSD. A votação aconteceu após farta discussão e culminou na apresentação de declarações de voto.
A vereadora Sandra Fortuna, em nome dos socialistas, declarou entender «que os técnicos da Câmara são capazes de fazer uma óptima gestão das Reservas Municipais e a Câmara tem todas as condições para desenvolver um bom projecto».
Joaquim Ricardo declarou que «o Município teria tudo a ganhar com a parceria estabelecida se fosse pacífico o relacionamento entre as duas entidades, ou seja, se cada um fosse capaz de levar a cabo os compromissos assumidos, mas isso nunca aconteceu e nunca acontecerá».
São três as concessões de caça do Município: Sabugal Oeste, Médio Côa e Serra do Homem de Pedra.
plb

Anúncios

A Câmara Municipal do Sabugal está a desenvolver um projecto de proximidade com o produtores de castanha, que numa primeira fase passa pela realização de um levantamento dos soutos existentes no concelho, iniciando a sua intervenção nos Fóios, uma das freguesias onde o castanheiro está mais implantado.

A Equipa de Projecto e Desenvolvimento Rural da Câmara Municipal do Sabugal, definiu como ponto estratégico o levantamento dos soutos, tendo em vista uma aproximação ao produtor, aconselhando-o com técnicas culturais adequadas, obter a noção clara e realista das variedades predominantes no concelho, promover os investimentos juntos dos agricultores e incentivar a plantação de castanheiros nos terrenos apropriados.
Através do projecto poderá transferir-se para os agentes desta fileira, todo o conhecimento técnico adquirido, de modo a contribuir para a valorização e sustentabilidade deste sistema agro-florestal com enorme potencial de crescimento a médio e longo prazo.
O castanheiro é uma espécie longeva que pode atingir mais de um milhar de anos de idade. Entre os oito e os dez anos o castanheiro começa a dar fruto, no entanto só depois dos 20 é que a frutificação passa a ser um fenómeno regular. A sua produção mantém-se elevada mesmo quando já está em idade avançada (pode atingir 600 anos de idade, ou mais). Até aos 50 a 60 anos, o seu crescimento é bastante rápido, retardando depois até ao fim da vida.
Os castanheiros distribuem-se por todo o concelho do Sabugal, estando mais enraizados no lado Leste. Sendo uma árvore de folha caduca, imprime um grande contraste sazonal, estando bem implícito na cultura e na história agrícola da região.
A castanha, o seu fruto, sempre foi um contributo importante na dieta dos povos locais: assim o era antes da chegada da batata e do milho com os descobrimentos e continuou sê-lo depois, devido à escassez de outros alimentos. A castanha (no passado pouco apreciada pelos ricos), era seca e armazenada durante o todo o ano, para ser cozida ou assada, sendo o sustento da população, ficando conhecida pelo «pão dos pobres».
Existem algumas curiosidades com esta espécie, nomeadamente a existência do castanheiro manso e o bravo. O manso obtém-se por enxertia de um bravo e é este que produz as castanhas que habitualmente comemos, existindo centenas de variedades de castanhas diferentes. Os povoados destes designam-se de soutos. O castanheiro-bravo é utilizado para produção de madeira e os seus povoamentos são os castinçais. Os povoados de castanheiros servem de habitat a dezenas de espécies de cogumelos.
Após o conhecimento da produção de castanha existente no concelho, pretende-se chegar à transformação e comercialização deste produto muito valorizado, cuja procura supera a oferta.
plb (com CMS)

Sentei-me silencioso. Aproximei-me de um rádio com a minha idade. Supus que ele me pudesse oferecer recordações. Precisava de alimentar a alma. Mas o velho rádio não colaborou. Propunha-se emitir músicas para além das que eu pretendia e, assim sendo, no preciso instante da sintonização, carreguei no off. Definitivamente, não encontrava o que procurava.

Fernando Capelo - «Terras do Jarmelo»Olhei, então, pela janela quiçá buscando compensação exterior. A caixilharia substituída recortava a paisagem. Os caixilhos eram novos mas o formato da janela era antigo e os vidros eram muitos e pequenos. A janela, propriamente dita, essa, era muito mais velha que eu e do que o rádio que tinha a minha idade.
Vi, então. Vi montes de pedra e de verdura e vi outros montes esbranquiçados com a lonjura. Mais próximo vi campos. Não estranhei. Apenas estremeci perante a constatação, evidente, da mudança do mundo rural.
Só podia, então, meditar. Naveguei em pensamentos ainda que sem música de fundo.
E sim, ainda existia mundo! Mas mundo rural? Não tão rural quanto já o conheci. Seria, ao menos, agrícola? Nem por isso, concluí.
Já quase se extinguiram as imagens, já quase se calaram os sons, já se desvaneceram os personagens.
O silêncio apagou a sonorização desse mundo. Refiro-me aos sons (e até imagens) dos amanhos da terra, ao «traz traz» da enxada, ao batucar do malho, ao som surdo da marreta, às vozes de comando, às ordens dos lavradores (vira laranja, põe-te ao rego castanha, toma aqui galante). Perderam-se esses sons!
Ter-se-á perdido, definitivamente, esse vocabulário?
E os sons dos rebanhos e das cabradas, o ladrar dos cães? O que foi feito desses sonoros ambientes? Por onde andarão os seus atores?
Certo é que também não ouço sons modernos. Não escuto os sussurros dos tractores agrícolas, o «toc toc» dos motores de rega. Esvaíram-se águas, terras e máquinas?
Por onde andarão os sons das perdizes, dos corvos, dos mochos, das corujas, o chamar nocturno das raposas com cio? Onde foi que se recolheram esses sons?
Mantêm-se, sim, os sons eternos da natureza, os sons dos cerros, dos montes, os sons da chuva e do vento, o som da água que, mesmo sendo menos, ainda salta das fragas. Mantêm-se e revelam-se-nos as veredas, os lugares para além do que estamos perdendo lá onde irrompe um rural que já não é igual.
Mas, por mim, desejo ardentemente, que algum dia, surja novo mapeamento. Quero crer, claro, que poderemos voltar a falar de rural e de um agrícola (diferente) porque ainda não é hoje o fim do mundo.
«Terras do Jarmelo», crónica de Fernando Capelo

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.141.627 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios