You are currently browsing the daily archive for Domingo, 6 Fevereiro, 2011.

Ecolã – A arte de fabricar burel na Quinta de Santa Clara em Manteigas no coração da Serra da Estrela. Reportagem da jornalista Paula Pinto com imagens de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

Anúncios

Sou amigo e admirador de Manuel Casimiro Amaral, o «Mudo», desde há muitos anos.

Ontem, sábado, dia 5 de Fevereiro, acompanhado pelo meu padrinho João Gandaio, veio aos Fóios concertar uns estores na minha casa.
Depois do trabalho, diga-se que muito bem executado, sentámo-nos à mesa para saborear uma chouriça assada seguida de um guisadinho de coelho bravo. Foi, sem dúvida, um almoço a condizer com o trabalho que o «Mudo» acabara de fazer.
Confesso que foi um dia bem passado e como há tão poucas pessoas a trabalhar nos estores não é fácil encontrar um artista que possa resolver os problemas que vão surgindo. É caso para dizer que com pagar ainda é favor.
Ele é, sem dúvida, uma figura típica do nosso Concelho. É um homem bem disposto, com muito humor e bastante perspicaz.
O «Mudo» tem hoje 66 anos e é casado com uma senhora que também não fala. Ela dedica-se à costura, mas hoje apenas trabalha para uma clientela bastante restrita.
O «Mudo» foi aluno na Casa Pia tendo, mais tarde, regressado ao Sabugal. Trabalhou na empresa do Sr. Fausto Baltazar e também na empresa da família Chapeira, na altura em que esta firma se dedicava à construção civil.
É um homem bastante prestável, estimado na cidade do Sabugal e, de uma maneira geral, em todo o nosso município.
É ferrenho pelo Benfica e sempre que tem a oportunidade de gozar com os sportinguistas ou com os portistas fá-lo, sorrateiramente, e com um ar de gozo que lhe fica muito bem.
O meu padrinho e amigo, João Gandaio, é um dos melhores amigos do «Mudo» e está de parabéns porque se esforça por o compreender.
Ontem fiquei imensamente satisfeito quando me apercebi do excelente relacionamento entre os dois. Conversam e entendem-se, através da mímica, tal como acontece com duas pessoas absolutamente normais.
Parabéns aos dois.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

O Sporting Clube do Sabugal recuperou o segundo lugar na tabela classificativa, ao derrotar por 5-0 o Penaverdense no estádio Municipal do sabugal este domingo.

Na 15ª jornada a Associação Penaverdense deslocou-se ao Municipal do Sabugal para defrontar a equipa da terra. Num jogo com muitas alterações na equipa titular do SCSabugal, onde o técnico optou por utilizar alguns jogadores menos usados, tendo apresentado a seguinte equipa: Fred, Filipe, Janela, Isidro, Pedro, Sérgio, Jorgito, Pires, Manata, Carvalhinho e Ricardito.
A equipa da casa entrou com uma eficácia a 100 por cento, pois decorrido o primeiro minuto do jogo vencia já os forasteiros por duas bolas a zero, ambos os golos apontados por Manuel Manata.
Num jogo em que se previam muitos golos, a avaliar pelos minutos iniciais, terminou com a vantagem do SCSabugal por cinco bolas a zero, tendo sido todos os golos marcados na primeira metade do desafio, três da autoria de Manata e dois de Carvalhinho.
Na segunda parte, o técnico Marco Capela faz entrar dois jogadores que tiveram hoje a sua oportunidade de estreia no campeonato: Igor e Fred Dias, que entraram para o lugar de Sérgio e Pedro. Para além destas duas substituições também o guarda-redes Chucky entrou para o lugar do guarda-redes titular Fred.
O SCSabugal tentou sempre aumentar a vantagem mas sem sucesso, sendo de salientar duas bolas à trave, uma após um remate de Fred Dias e a outra de Pires.
A segunda metade terminou porém tal como tinha terminado a primeira com 5-0 no marcador, resultado que serviu para a subida ao segundo lugar a um ponto do Sporting Clube da Meda (31 pontos), agora primeiro classificado, pois venceu o Manteigas por 2 a 1, já o Foz Côa, ao perder em Vila Cortez por 2 a 0, desceu para a terceira posição a par do Vila Cortez com 29 pontos.
Quanto as camadas jovens do clube, à semelhança do fim-de-semana anterior, jogaram este fim-de-semana Feminino, Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores, estes últimos continuam na luta assumida pelo título continuando na primeira posição da tabela classificativa à 13ª jornada.
Cláudia Janela

TIMOR LESTE – DILI –Na última semana falei de um tipo de transporte «tipo táxi de dois lugares». Nesta crónica vou mostra-vos as «Mikrolet» o transporte mais tipico de Timor Leste. Como podem ver são viaturas motorizadas de transporte para todo o tipo de pessoas, animais e carga mesmo em hora de ponta. Um abraço e até à próxima semana. (Clique nas imagens para ampliar.)

Bilhete Postal de Timor Leste - Por José Bispo
Remetente: José Bispo

Vai ser lançado o livro «História do Escutismo em Setúbal e na Região», da autoria de Francisco Alves Monteiro, num evento que acontecerá na sexta-feira, dia 18 de Fevereiro, pelas 21 horas, no salão nobre da Câmara Municipal de Setúbal.

O autor do livro é natural da Bismula, freguesia do concelho do Sabugal, estando desde criança ligado à cidade de Setúbal, onde cresceu e viveu. Desde muito novo inserido no movimento escutista, Francisco Alves Monteiro, é dirigente do Corpo Nacional de Escutas e está muito ligado à formação dos jovens na região, facto que o levou a escrever o livro, que conta a história do escutismo na região, com informações sobre a formação dos grupos e episódios mais marcantes, depoimentos e discursos.
A obra tem o prefácio assinado por D. Manuel da Silva Martins, Bispo Emérito de Setúbal, e será apresentada no salão nobre do Município sadino pelo Dr Salvador Peres. O evento contará ainda com a participação especial do Agrupamento de escuteiros n.º 1135, da Sobreda da Caparica.
O lançamento deste livro, de grande importância para a história do movimento escutista em Portugal, honra a cidade adoptiva do autor, Setúbal, mas também a sua terra de nascimento, a Bismula, e o concelho do Sabugal, onde esta freguesia se insere.
O Escutismo é um movimento mundial, de inspiração cristã, que tem o propósito de contribuir para a educação integral dos jovens. Baseia-se na adesão voluntária a um quadro de valores expressos na Promessa e Lei escutistas, através de um método que permite a cada jovem ser protagonista do seu próprio crescimento, para que se sinta plenamente realizado e desempenhe um papel construtivo na sociedade.
plb

Fiz uma análise do número de entradas de cada terra no «Capeia Arraiana

Cito aqui as mais e as menos, para que se possa pensar que quando criticamos o País porque a comunicação social vive siderada com Lisboa (muito) e Porto (menos), isso afinal se repete por muitos lados e também aqui.
Vejam só que as entradas relativas ao Sabugal (freguesia e vila, sede do Concelho) são 1170. Ou seja: mais, muitas mais do que as outras freguesias todas juntas. Repito: todas juntas.
O Soito, com 199, e Sortelha, com 133, são das mais citadas – e com razão, cada uma por seu motivo específico: o Soito por ser a maior fora a vila; Sortelha por ser aldeia histórica, suponho.
Aldeia da Ponto e Aldeia do Bispo, com perto de 100, estão bem «cobertas» pelo «Capeia Arraiana».
Na linha média, com à volta das 50 referências, andam a Rebolosa e o Casteleiro.
No fim da tabela, uma situação a rever, está Martim Pega, com apenas uma notícia; e pouco melhor andam terras como Peroficós e Amiais com 3 e a Abitureira, com 5.
Assim é a vida: aqui e no resto do País.
«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

Em Portugal o processo penal era antigamente instruído através do chamado «corpo de delito», que consistia no conjunto de actos e diligências policiais tendentes a esclarecer um crime e a descobrir o seu agente. Hoje a notícia do crime dá lugar ao inquérito, que facilmente se torna numa tenebrosa teia de procedimentos que de todo impedem a realização da justiça.

Ventura ReisApresentado qualquer facto punível a juízo, seguia-se a organização do corpo de delito, procedendo-se a exames e à inquirição de testemunhas. Só com corpo de delito formalizado havia processo-crime e procedimento criminal.
Face ao corpo de delito, a acusação fazia o seu «libelo» contra o réu e sucedia-se o julgamento. Era comum a nomeação de jurados, entre as pessoas do povo, que respondiam aos quesitos, seguindo-se a elaboração e leitura da sentença pelo juiz. As penas podiam ser de prisão maior celular, prisão maior temporária, degredo (em presídio ou colónia penal no Ultramar), prisão correccional e multa.
Um aparte para dizer que a pena de morte saiu da nossa lei em 1867, e as chamadas penas vis ou infamantes foram também desaparecendo progressivamente, incluindo-se aqui os açoites, marca de ferro quente, baraço, pregão, grilheta, pelourinho.
Entretanto chegou a modernidade e com ela a ideia de que o criminoso tem uma infinidade de direitos, ainda que tal ultraje o direito de justiça por parte da vítima. Vai daí mudaram-se as leis do processo penal. Ao réu chamam agora arguido e o corpo de delito deu lugar ao inquérito, a que se segue a instrução. As novas disposições trouxeram ao processo criminal uma verdadeira trapalhada que emperra o funcionamento dos tribunais e impede que se faça justiça. O excesso de garantias abriu espaço para as manobras dilatórias, que travam o andamento dos processos em tempo útil, ficando a justiça atirada para as calendas gregas.
Quem tiver dinheiro e constitua um bom advogado, batido na barra e nos enredos processuais penais, facilmente embrulha todo o processo, assim escapando à mão punitiva da Justiça.
Veja-se, como exemplo, o caso do chamado processo Casa Pia, em que uma série de criminosos de alto quilate conseguem emperrar de tal modo a máquina judicial a ponto de já não acreditarmos que algum dia o caso tenha um ponto final.
Volte-se pois ao procedimento célere do corpo de delito e à rápida e eficaz punição dos criminosos para que haja maior paz social.
«Tornadoiro», crónica de Ventura Reis

O conterrâneo Ventura Reis está de volta ao Capeia Arraiana. Pede porém para avisar que não tem e-mail, e não se dispõe a responder ao geral dos comentários que os seus artigos mereçam.
Administração do Capeia Arraiana

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.151.764 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios