You are currently browsing the tag archive for the ‘prémio’ tag.

A obra «A Divina Pestilência» do escritor João Rasteiro venceu o Prémio Manuel António Pina. Reportagem da jornalista Andreia Marques com imagens de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

Anúncios

Acontecimentos importantes para o concelho do Sabugal muitos foram durante o ano que agora finda. A nossa escolha para «Acontecimento do Ano 2010» recai nas «Jornadas do Mundo Rural» que decorreram no dia 26 de Abril no Auditório Municipal do Sabugal presididas por António Serrano, ministro da Agricultura, do desenvolvimento rural e das pescas e com a participação de cerca de três centenas de agricultores de todo o distrito. O Sabugal foi o local escolhido para o maior acontecimento do distrito da Guarda no ano que agora finda e que pretendeu recolocar o mundo rural e a agricultura dos territórios beirões no centro das atenções regionais e nacionais. O Capeia Arraiana está em condições de adiantar que o concelho do Sabugal vai integrar o projecto piloto do Plano Estratégico de Desenvolvimento Agrícola do Ministério da Agricultura.

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

:: ::
O maior acontecimento no distrito da Guarda foi, sem sombra de dúvidas, recolocar o mundo rural e a agricultura no centro das atenções regionais e nacionais. O ministro da Agricultura, António Serrano, viajou desde o Terreiro do Paço, em Lisboa, para incentivar os agricultores do distrito da Guarda a valorizar a ruralidade raiana e beirã sem ter vergonha de ser do mundo rural. A imitação das grandes cidades não tem sustentabilidade nem razão de ser nestes territórios que sempre produziram produtos agrícolas de excelência e agora têm as terras ao abandono vítimas de forte desertificação. Não se pede a ninguém que pratique uma agricultura de subsistência, pobre e violenta, que sacrificou as gerações que nos antecederam. A aposta passa por fazer a diferença com investimentos modernos em produtos de qualidade, certificados, produzidos, transformados e colocados directamente no consumidor final. Os objectivos são ambiciosos mas «falta pouca coisa». Apenas «falta» empreendedorismo porque os apoios locais e nacionais parecem estar disponíveis.
:: ::

Questionado pelo semanário «Nova Guarda» durante as Jornadas de Reflexão sobre o Mundo Rural o ministro António Serrano justificou a escolha do Sabugal: «Há uma vontade muito forte de reconstruir e desenvolver este território e quisemos fazer aqui estas jornadas de reflexão sobre o futuro deste concelho e do distrito da Guarda no domínio da agricultura e do desenvolvimento rural. Precisamos discutir em conjunto – municípios, governo civil, associações, sociedade civil – uma estratégia comum. Não pode ser cada a fazê-lo por sua iniciativa de forma isolada e descoordenada.» O ministro aproveitou para anunciar a criação de um grupo de trabalho distrital com a missão de ser promovido um plano de desenvolvimento do distrito a médio prazo.
«A agricultura é um sector estratégico para o desenvolvimento sustentado de Portugal. A agricultura tem uma valência fundamental na criação de emprego e é uma oportunidade nacional para combater a crise económica em que mergulhou todo o mundo. Precisamos de uma nova agricultura e de gente nova para implementar novas práticas agrícolas numa lógica de desenvolvimento rural. Muita gente saiu deste concelho (Sabugal) e desta região e necessitamos de redefinir o que podemos fazer, em conjunto, no domínio das novas culturas, da produção animal e florestal. A agricultura não é fonte de problemas, a agricultura é parte da solução e eu acho que esta é a consciência cívica que todos devemos assumir reconhecendo o contributo que os agricultores dão a toda a sociedade. Se os consumidores optassem pela compra de produtos nacionais estavam a ajudar a agricultura portuguesa e a criar condições para que recupere o papel que já teve no passado», afirmou, ainda, o ministro da Agricultura António Serrano.
O concelho do Sabugal é um dos concelhos escolhidos para o projecto piloto do Ministério da Agricultura. Santinho Pacheco em declarações ao Capeia Arraiana adiantou que o Ministro da Agricultura está verdadeiramente interessado em que este plano estratégico de desenvolvimento agrícola dê resultado. «No plano que vamos apresentar até ao final do ano – e se não for possível todos – vamos indicar três ou quatro concelhos com grandes potencialidades agrícolas para que sejam considerados municípios piloto para aplicar um conjunto de princípios que, no nosso entender, vão inverter por completo as ideias sobre o mundo rural e o seu desenvolvimento. A aposta no concelho do Sabugal, com uma grande diversidade muito grande, seria na área da pecuária (pequenos ruminantes e gado vacum); em Figueira de Castelo Rodrigo nas amendoeiras, olival, vinhas e ligação ao Douro; no concelho da Guarda ou eventualmente de Celorico da Beira têm o parque natural da Serra da Estrela, o queijo da Serra e áreas de minifúndio. Levaremos com espírito aberto ao senhor Ministro.» Como nota final defendeu que «a zona da Raia pode ser no presente o que o Alentejo foi no século passado onde todos queriam ter um monte».

:: ::
Prémio Capeia Arraiana 2010
CÂMARA MUNICIPAL E ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO SABUGAL – O «Prémio Capeia Arraiana 2010» vai para a Câmara Municipal e para a Assembleia Municipal do Sabugal.
Em Maio o presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, informava que «a candidatura da capeia arraiana está em fase de preparação por parte da Câmara, através da empresa municipal Sabugal+ que tem feito recolhas de vídeos, de textos, de testemunhos orais, fotográficos e escritos alusivos à capeia arraiana para apresentar a candidatura ao Instituto dos Museus e da Conservação que, depois de aceite, dará conhecimento à UNESCO».
Reunidos no dia 24 de Setembro de 2010 os membros da Assembleia Municipal deliberaram, por unanimidade, classificar a capeia arraiana, tourada que inclui a lide dos touros com recurso ao forcão, como «património cultural imaterial de interesse municipal».
:: ::

Destaque Capeia Arraiana 2010
COMISSÃO DO CENTENÁRIO – O «Destaque Capeia Arraiana 2010» vai para a Comissão do Centenário da República presidida pelo prof. Adérito Tavares.
5 de Outubro de 1910. 5 de Outubro de 2010. Os 100 anos da República foram assinalados com pompa e circunstância no concelho do Sabugal. A Comissão do Centenário, presidida por Adérito Tavares, preparou com muita dignidade – e qualidade – um programa comemorativo que destaca os valores republicanos da educação, liberdade, igualdade e justiça para todos.
A sessão solene das comemorações do Centenário da Implantação da República no concelho do Sabugal, no dia 5 de Outubro de 2010, teve lugar no Auditório Municipal. A mesa foi constituída por António Robalo, presidente da Câmara Municipal do Sabugal, por Santinho Pacheco, governador civil da Guarda, por Ramiro Matos, presidente da Assembleia Municipal do Sabugal, por Adérito Tavares, presidente da Comissão Municipal para as Comemorações e por Jaime Vieira, igualmente da Comissão Municipal.
«Não há democracia sem liberdade. Não há liberdade sem educação.»
:: ::
jcl

A Escola Secundária do Sabugal conquistou o primeiro prémio com um trabalho sobre violência no namoro com o título «Namorar é bom quando o que bate é só o coração». O concurso «Pensar os afectos, viver em igualdade» foi promovido pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género em colaboração com a Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular.

Escola SecundáriaA Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) em colaboração com a Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC) promoveram um concurso para promover a discussão em ambiente escolar de temas como as relações familiares, a violência escolar, o bullying, afectos e relações, violência sexual, abuso sexual e as relações violentas no namoro.
Os últimos estudos indicam que «as novas gerações começam a agredir-se cada vez mais cedo», sublinhou Sara Falcão Casaca, presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) durante a cerimónia de entrega dos prémios do concurso «Pensar os afectos, viver em Igualdade» no Auditório Cultural Casapiano, em Lisboa. O desafio apelava à criatividade e, segundo Sara Falcão, surgiram trabalhos «muito criativos», em formato de desenho e pequenas exposições, com recurso ao audiovisual.
A Escola Secundária do Sabugal conquistou o 1.º prémio com o trabalho «Namorar é bom quando o que bate é só o coração» e foi uma das seis escolas premiadas. Para cada nível de ensino há prémios e estão entre os vencedores escolas ou agrupamentos de Miratejo, Monte da Caparica, Bucelas, Aveiro e Porto e Sabugal.
A repressão da violência é a prioridade nas escolas e nove em cada 10 estabelecimentos de ensino escolheram o tema como área de intervenção primária para que os alunos estejam alerta para um problema que, de acordo com os especialistas, atinge os jovens cada vez mais cedo.
Vários professores e especialistas revelaram à agência Lusa que a dramática realidade da violência nas camadas mais jovens faz com que muitas escolas optem por dedicar especial atenção ao tema.
jcl (com agência Lusa)

Teresa Duarte ReisArtur Agostinho foi homenageado em Globos de Ouro, com o prémio Mérito e Excelência. Esta homenagem levou-me à infância, aos contos da Rádio que ouvíamos com ansiedade, aos comentários de futebol – nos Domingos. Eu não percebia como era possível que o comentador dissesse todos os nomes certinhos e a perspicácia com que apontava os actos e as reacções dos jogadores. A rapidez com que A. Agostinho conseguia estar em todos os acontecimentos fazia dele, a meu ver, uma pessoa mágica, uma estrela… É este homem que ainda vemos cheio de garra, num espírito aberto e pronto, que muitos admiramos. Sempre o vimos e continuamos a vê-lo na televisão, no teatro, nos livros… Sim, ainda há pouco escreveu: Ninguém Morre Duas Vezes e eu vou pedir-lhe para discordar, como já o fiz num poema dos meus Ecos. Dá-me grande satisfação poder dialogar assim, desta forma, com pessoas que mostraram sempre uma fantástica força de viver, um entusiasmo no trabalho. Ainda não lhe fiz chegar o meu poema. Pode ser que ele veja este blogue!

NINGUÉM MORRE DUAS VEZES

Mas eu peço para discordar
Pois tantas vezes se morre
De dor
De angústia
De esperanças falhadas
De desesperos sentidos
De falsidades ditas
De más famas levantadas
Que apagam tal bom-nome.

E morre-se ao nascer
Quando a tristeza os marca
Quando a pobreza os traça…

Tantas vezes se morre na prisão
Numa raiva nunca mais finda
Numa agonia de injustiça
Num descalabro de demora.
Quando a vida vai ser difícil
E se nasce para o abandono
Não se morre na solidão?
Quando se nasce para a riqueza
Morre-se para a partilha?
Ou ainda há muito rico dividindo?
Quem nasce para a doença
Não morre para o bem-estar?
Então, quantas vezes se morre
De puro abandono
De incerteza?
E quantas vezes se nasce
Se surge nova esperança
Depois duma desilusão
Um novo trabalho
Depois do desemprego
Um Sol que nasce
Depois de uma noite longa
De prisão?

«O Cheiro das Palavras», opinião de Teresa Duarte Reis
netitas19@gmail.com

Uma toalha completamente original, produzida no concelho do Sabugal através de uma ancestral técnica artesanal a que se chama «Gancha», recebe prémio na Zona Centro, levando-a a estar presente na candidatura ao Prémio Nacional de Artesanato. Está em exposição, de 27 de Junho a 5 de Julho, na Feira de Internacional de Artesanato (FIA), em Lisboa. (Actualização.)

Gancha de Natália Bispo e Alice MoreiraA peça foi desenhada por Natália Bispo, do Sabugal, e executada por Alice Moreira, de Sortelha, e foi candidatada ao Prémio Nacional de Artesanato 2009, dedicado ao tema «Fios, Teias e Tecidos».
A FIA decorre em Lisboa de 27 de Junho a 5 de Julho e, à semelhança da Bolsa de Turismo de Lisboa, o Sabugal não estaria representado se não fosse esta valorosa iniciativa privada, promovida pela proprietária da Casa do Castelo, que muito se tem dedicado a descobrir e valorizar o nosso riquíssimo património.
Capeia Arraiana falou com o artesão Francisco Gonçalves, da Lomba, que já participou em muitas exposições, nomeadamente em edições anteriores da FIA, e que confirmou a ausência de artesãos do Sabugal na edição deste ano. «Ninguém convidou os artesãos do concelho a participarem, convidaram-me sim a ir a Aveiro, para onde mandei umas peças, mas essa feira não tem a importância da FIA», disse-nos o artesão. Francisco Gonçalves lamenta a flagrante falta de sensibilidade dos autarcas sabugalenses para a importância do artesanato: «O turismo, o artesanato e a gastronomia devem estar interligados, mas no Sabugal não se pensa assim», lamentou.
A Feira Internacional de Artesanato de Lisboa visa divulgar e promover o artesanato, considerado um valor cultural e económico que deve ser estimulado na melhoria da qualidade e criatividade. O concurso de artesanato deste ano, organizado pela Associação Industrial Portuguesa, apresentou-se em duas categorias genéricas: «Melhor Peça de Artesanato Tradicional» e «Melhor Peça de Artesanato Contemporâneo», estando aberto a todos os artesãos nacionais.

Lamenta-se a ausência do Sabugal daquela que é considerada a maior feira ibérica de artesanato. Não fora a Natália Bispo, da Casa do Castelo, e o Sabugal não seria mais uma vez falado nesta importante mostra internacional.
plb

O Concelho de Sabugal está nas candidaturas ao Prémio Nacional de Artesanato também com outra artesã do Concelho.
Está também exposta na FIA uma colcha de linho e algodão tecida no tear por Maria da Glória Saldanha Ferreira, natural da Lomba.
Esta artesã é a única a trabalhar no nosso Concelho ainda num tear tradicional.
A Casa do Castelo desde que abriu ao público, sempre contou com a colaboração de Glória Ferreira expondo e vendendo as suas peças no sentido de divulgar o nosso tradicional tear.
Natália Bispo

Um queijo de cabra amanteigado produzido na fábrica «Lacticínios Progresso do Mileu», da Guarda, foi distinguido em Valladolid, Espanha, com o prémio «Cincho de Oro».

Lacticinios Póvoa do MileuO queijo de cabra «Quinta do Pontão» produzido na Guarda, na fábrica «Lacticínios Progresso do Mileu», foi premiado com a medalha de ouro num concurso internacional de queijo realizado em Novembro em Valladolid, pela Junta de Castilla y León e pelo Instituto Tecnológico Agrário daquela província espanhola.
«O prémio Cincho de Oro distinguiu o queijo da Guarda num evento onde estiveram a concurso mais de 600 amostras de países como Espanha, França, Itália e Inglaterra», disse à agência Lusa, Micaela Rodrigues, responsável pelo controlo de qualidade da empresa guardense.
A responsável admitiu que a distinção é mais um motivo para que a fábrica aposte «na qualidade e no desenvolvimento de novos produtos porque podemos dizer de boca cheia que este prémio vem destacar a qualidade dos nos nossos queijos a nível internacional».
Micaela Rodrigues lamentou apenas que «os produtos nacionais só sejam premiados no estrangeiro» mas considerou que a sua atribuição «irá contribuir para aumentar a visibilidade dos nossos queijos no mercado internacional e especialmente em Espanha».

Parabéns à Lacticínios Progresso do Mileu, uma empresa beirã com produtos de muita qualidade que existe desde 1947.
jcl

O Grande Prémio de Literatura Biográfica da Associação Portuguesa de Escritores (APE) e da Câmara Municipal de Castelo Branco foi atribuído ao livro «Diário Quase Completo», de João Bigotte Chorão, anunciou esta sexta-feira, 7 de Novembro, a associação em comunicado.

Diário Quase CompletoA decisão de distinguir esta obra, publicada pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, foi tomada por maioria de um júri presidido por José Correia Tavares (vice-presidente da APE) e constituído pelo professor universitário Artur Anselmo, a vice-reitora da Universidade de Coimbra, Cristina Robalo Cordeiro, e a professora e ensaísta Clara Rocha (que votou na obra «Raul Proença – Vols. I e II», de António Reis).
O prémio no valor de 5.000 euros que se pretende bienal e patrocinado pela Câmara de Castelo Branco abrangeu excepcionalmente um período mais alargado, entre 2000 e 2007, e admitiu a concurso 85 obras de escritores portugueses, nas áreas da biografia e autobiografia, memórias e diários.
Nas quatro anteriores edições, o Grande Prémio de Literatura Biográfica da APE foi atribuído a obras de Maria Teresa Saavedra, Eduardo Prado Coelho, Norberto Cunha e Cristóvão de Aguiar.
João Bigotte Chorão, nasceu a 18 de Outubro de 1933 na freguesia de São Vicente, (Guarda, e é tido como um «especialista» de Camilo (a quem consagrou muitos escritos), na sua crítica e no seu ensaísmo – definidos já como «humanistas» – privilegia valores estéticos, não desligados porém de valores éticos. O seu «Diário», pela contenção verbal e tensão interior, tem sido aproximado do de Miguel Torga, de quem, aliás, se confessa devedor.
Publicou numerosos artigos em enciclopédias e dicionários de literatura e evocou autores vários em livros in memoriam.
José Manuel de Aguiar

Ángel Campos Pámpano, poeta e tradutor espanho, é o vencedor da quarta edição do Prémio Eduardo Lourenço, no valor de 10 mil euros, atribuído pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), sedeado na Guarda.

Ángel Campos PámpanoA decisão foi ontem anunciada por José Ramon Alonso, reitor da Universidade de Salamanca, no final de uma reunião do júri realizada nas instalações do CEI.
O prémio, que tem o nome do presidente honorário do CEI, «destina-se a distinguir personalidades ou instituições, de língua portuguesa ou espanhola que tenham sido protagonistas de uma intervenção relevante e inovadora no âmbito da cooperação e no domínio das identidades, das culturas e das comunidades ibéricas».
Na justificação da escolha de Ángel Campos Pámpano diz-se que o júri «reconheceu os seus méritos como escritor, como tradutor, como crítico e estudiosos das obras de autores portugueses».
Na escolha também pesou o facto de ser editor da revista de literatura «Espacio/Espaço», escrita em português e espanhol «que ajudou a conhecer as fronteiras dentro do critério do iberismo».
O espanhol foi escolhido de um total de seis candidatos (quatro espanhóis e dois portugueses).
O júri desta edição foi constituído por José Ramón Alonso (reitor da Universidade de Salamanca), Fernando Seabra Santos (reitor da Universidade de Coimbra) e Joaquim Valente (presidente da Câmara da Guarda), em representação da direcção do CEI. Fernando Catroga e Fernando Rodríguez de la Flor foram os dois representantes da Comissão Científica do CEI, enquanto que Valentín Cabero Diéguez e Jaime Couto Ferreira representaram a Comissão Executiva.
A sessão solene de entrega do prémio terá lugar a 27 de Novembro, na Guarda, no dia do Feriado Municipal da cidade.
plb

O trabalho individual de Diogo Antunes, aluno da EB1 da Ruvina, no concelho do Sabugal, venceu o 1.º Prémio da categoria «3.º e 4.º anos – Texto Original» do concurso «Uma Aventura… Literária 2008» da Editorial Caminho.

A edição do ano lectivo 2007/2008 do concurso «Uma Aventura… Literária» da Editorial Caminho teve um vencedor especial na categoria «3.º e 4.º anos – Texto Original». O aluno da EB1 da Ruvina, Diogo Antunes, alcançou o primeiro lugar com o seu trabalho individual.
Os trabalhos de «Texto Original», «Crítica» e «Desenho» foram divididos por quatro graus de ensino: 1.º, 2.º e 3.º Ciclos e Ensino Secundário.
No 1.º Ciclo houve três prémios para os alunos do 1.º e 2.º ano e três para os alunos do 3º e 4º ano. Os trabalhos premiados (três por cada grau de ensino e por cada modalidade) irão ser publicados com o nome e com a fotografia dos autores, bem como o nome da escola que frequentam, num livro da colecção «Uma Aventura».
O Diogo Antunes terá direito a um cheque-livro da Editorial Caminho no valor de 50 euros e os seus professores recebem, igualmente, um cheque-livro no valor de 25 euros.
O número de participações atingiu, este ano, o número record de 9316 trabalhos individuais e de grupo de muitas centenas de escolas de Norte a Sul do continente, ilhas e alunos de português no estrangeiro.
Em consequência do elevado número de participações e à excepcional qualidade dos trabalhos apresentados a concurso, o júri optou por contemplar separadamente os trabalhos individuais e os colectivos.

Parabéns à EB1 da Ruvina e em especial ao Diogo Antunes e aos seus professores.
jcl

Foram entregues esta sexta-feira, 30 de Maio, no Terreiro do Paço, em Lisboa os prémios da iniciativa «Tree Parade’08». A Escola EB 2,3 do Sabugal conquistou o segundo lugar na «Categoria 2» e o Jardim de Infância do Soito ficou em terceiro na «Categoria 1».

Entrega dos prémios «Tree Parade'08»Os alunos e professores do concelho do Sabugal estão de parabéns. No «Tree Parade’08» receberam dois dos nove prémios possíveis entre 178 candidaturas. A Escola EB 2,3 do Sabugal, representada por Carla Pereira e Tânia Alves, recebeu das mãos do ministro da Agricultura, Jaime Silva, o prémio correspondente ao segundo lugar na «Categoria 2» do «Tree Parade’08». As representantes do Jardim de Infância do Soito, Conceição Pelicano, Teresa Vaz e Teresa Peres Monteiro, receberam igualmente das mãos do governante o prémio correspondente ao terceiro lugar na «Categoria 1».
A responsável da Câmara Municipal do Sabugal pelas candidaturas, Carla Pereira, demonstrava no final grande satisfação pelos resultados alcançados. «Tivemos pouco tempo para organizar as candidaturas das nossas escolas. Apenas conseguimos entregar os 32 processos dois dias antes de terminar o prazo. Mas valeu a pena. Participaram na pintura das árvores entre 600 a 650 crianças. Estamos muito contentes com os dois prémios alcançados», declarou a representante da autarquia ao Capeia Arraiana no final da entrega dos prémios.
Durante a cerimónia foi ainda possível ouvir o ministro da Agricultura, Jaime Silva, destacar os dois prémios alcançados pelas escolas do concelho do Sabugal.
No âmbito da Defesa da Floresta Contra Incêndios (DFCI) a Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGRF) promoveu a iniciativa Tree Parade’08, tendo como público-alvo a população escolar. No concelho do Sabugal participaram todos os Jardins-de-Infância e EB1 no escalão «Categoria 1» e foram todos seleccionados para participarem. Para além dos mais pequenos, participam também na «Categoria 2» do concurso a EB23 do Sabugal e o Externato Secundário do Soito. Foram aprovadas para participar no concurso todas as 31 candidaturas sabugalenses. Foi, posteriormente, entregue a cada escola, uma árvore suporte com cerca de 1,50 m de altura, para que a população escolar a pintasse de forma a cumprir o lema «Floresta, Fonte de Recurso».
Em declarações ao Capeia Arraiana, Dina Ribeiro, da DGRF, salientou «a grande adesão das escolas ao desafio e em especial do concelho do Sabugal, um dos mais participativos a nível nacional, que resultou na conquista de dois dos nove prémios atribuídos».
Participaram cerca de oito mil alunos de 165 escolas com 178 trabalhos tendo resultado numa pré-selecção a escolha dos 60 melhores que foram avaliados por um júri convidado.
«Dividimos os trabalhos em três categorias e atribuímos três prémios a cada uma delas. Esta parceria entre a Direcção-Geral da Inovação e do Desenvolvimento Curricular do Ministério da Educação e a Direcção-Geral dos Recursos Florestais tem como objectivo sensibilizar a população escolar para a defesa da floresta contra incêndios através da criatividade abordando na escola os recursos e a floresta», afirmou ainda Dina Ribeiro.
jcl

O Correio da Manhã revelou na sua edição de ontem, 5 de Outubro, que Portugal é o país com maior número de totalistas no Euromilhões, e que o maior dos sortudos portugueses é do Sabugal.

EuromilhõesSegundo o jornal, Portugal conta já com vinte totalistas, sendo que alguns portugueses que vivem no estrangeiro também obtiveram primeiros prémios. Assim aconteceu a dois portugueses que jogaram na Suíça e em Espanha.
O jornal abordou alguns dos totalistas no sentido de apurar como a fortuna lhes mudou a vida. A resposta a essa questão varia com cada totalista, mas há um ponto em comum entre todos os contactados: recusam declarar a identidade.
Revela o Correio da Manhã que o maior sortudo português é um emigrante na Suíça, que ganhou nesse país 64 milhões de euros. «Foi uma semana com felicidade a dobrar, pois teve também um filho. Comprou um Ferrari e um outro bólide mais modesto com o qual vai duas vezes por ano ao Sabugal», adiantou o jornal. Ora daqui se infere que o novo milionário, embora residente na Suiça, é do Sabugal ou de alguma freguesia do concelho, pois a não ser assim como se compreenderia que aqui viesse duas vezes por ano?
Seria mais fácil saber quem é o sortudo se aqui se deslocasse no seu Ferrari, mas assim, vindo num «bólide mais modesto», a coisa fica mais difícil.
plb

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.691 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios