You are currently browsing the tag archive for the ‘plano estratégico’ tag.

A Câmara Municipal do Sabugal prorrogou por mais 30 dias o prazo para a apresentação de propostas ao concurso público destinado à elaboração do Plano Estratégico do Sabugal.

Erros no primeiro aviso do concurso levaram à concessão de um prazo suplementar, que se iniciou no dia 8 de Agosto, data em que o novo anúncio foi publicado no Diário da República, prorrogando-se assim o período anterior que por sua vez se iniciara a 6 de Julho.
A razão da prorrogação deveu-se, segundo o aviso publicado, a erros nas peças de procedimento, o que alterou aspectos fundamentais do concurso, obrigando à alteração das peças e consequente previsão de um novo prazo.

Os erros são frequentes na Câmara do Sabugal. Erros levaram à suspensão das obras do percurso interpretativo na Albufeira e outros enganos conduziram à suspensão parcial dos trabalhos de requalificação das margens do Côa. Errar é humano, já o sabemos, porém o erro sistemático a que a Câmara do Sabugal nos habituou é já apontado como um problema que parece não ter fim à vista.
plb

Numa altura em que o Município se prepara para mandar elaborar o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Concelho do Sabugal vale a pena um pouco de teoria…

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»1. Objetivos que se pretendem alcançar
Um Plano como este deve, antes do mais:
– fazer um diagnóstico estratégico do Concelho que contemple: o balanço dos recursos vitais para o desenvolvimento urbano e rural; os dinamismos sociais e económicos existentes; as condicionantes e os fatores de risco em presença; os modos de integração do Sabugal em contextos territoriais mais vastos, designadamente na região de pertença e de integração (nacional e ibérica);
– construir um quadro-síntese das condicionantes e das oportunidades económicas e outras que enquadram o desenvolvimento do Concelho no horizonte dos próximos quinze anos;
– avaliar os efeitos resultantes da execução de ações e projetos, em curso ou programados, a realizar no horizonte dos próximos cinco anos;
– formular as linhas estratégicas de desenvolvimento ajustadas às condicionantes e oportunidades existentes, identificando um conjunto de programas, de ações e de projetos a implementar, de forma coordenada e segundo prioridades, naquele horizonte temporal;
– traçar um conjunto de orientações em matéria de ordenamento do território que resultem das opções de desenvolvimento a longo prazo e que constituam um quadro de referência técnico e político de suporte à Revisão do Plano Diretor Municipal.

2. Como Fazer
A elaboração do Plano deve seguir os seguintes passos essenciais:
– Diagnóstico Estratégico;
– Enquadramento Estratégico Regional;
– Desafios estratégicos e Cenários de desenvolvimento;
– Estratégia de desenvolvimento – Eixos Estratégicos;
– Programas de Atuação e Projetos estratégicos;
– Plano de Ação e Programação de investimentos;
– Plano Estratégico de Desenvolvimento Económico e Social

3. Participação
O Plano só terá importância se a sua elaboração envolver o conjunto da sociedade sabugalense, e, em particular:
– Órgãos autárquicos (Câmara e Assembleia Municipal; Juntas e Assembleias de Freguesia);
– Associações empresariais e principais agentes económicos;
– Associações de desenvolvimento local e regional;
– Organizações voluntárias com objetivos sociais, culturais, recreativos, desportivos,…;
– Instituições de caráter social;
– Entidades públicas (equipamentos e serviços sedeados no Concelho e organismos sectoriais ou regionais da Administração Pública);
– Empresários originários do Concelho, com atividade sedeada no exterior;
– Individualidades naturais do Concelho das quais se espera, pela reflexão e intervenção cívica anteriores, contributos relevantes para a Estratégia.
Naturalmente, a equipa técnica que for selecionada, terá as suas próprias metodologias, mas pela experiência que adquiri ao longo dos anos, os passos acima indicados são aqueles que habitualmente são usados.

PS1: Já vi aquelas imagens do nosso Ministro das Finanças e não posso deixar de dizer isto. O que mais me impressionou foi a atitude pesporrente do Ministro alemão, e o nosso ministro, qual lacaio, debruçado e reverente perante o «senhor». Se o alemão visse o português como seu igual, a boa educação mandava que o convidasse para se sentar. Mas não, o «pobre» português lá se sujeitou a vergar a cerviz! É o que temos…
PS2. Por cá viu-se outro «pobre» primeiro ministro ainda a acreditar que manda! Foi ver as imagens das televisões para se perceber que a grande maioria do povo português entendeu a indicação de trabalhar no Carnaval como aquilo que, infelizmente, é, uma piada de Carnaval.
Como dizia Carvalho Rodrigues (ex-Secretário Geral da CGTP): «Nos anos que estive na CGTP vi muitos incompetentes nos Governos, mas nunca tinha visto um Governo com tantos incompetentes!»

«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

Ainda estarei em idade de sonhar e acreditar?
O Concelho do Sabugal não precisa de planear o seu futuro?

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»Caro José Fonseca Nabais
O seu comentário a uma crónica anterior, que muito lhe agradeço, levou-me, pela sua pertinência, a escrever-lhe esta resposta, permitindo-me torná-la pública.
Começa o seu comentário por me colocar a questão «Com essa idade á procura do futuro?».
Respondo-lhe, muito simplesmente, com o poema de António Gedeão, que eu sei «que o sonho comanda a vida e que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança…»
Ou ainda com outro poema de Natália Correia «Cá dentro inquietação, inquietação
É só inquietação, inquietação. Porquê, não sei. Porquê, não sei ainda. Há sempre qualquer coisa que está para acontecer. Qualquer coisa que eu devia perceber. Porquê, não sei. Porquê, não sei ainda
».
E é este sonho e esta inquietação que me movem e, penso, me moverão até morrer, procurando e participando com os meus conterrâneos nesta luta permanente por um Concelho do Sabugal melhor!
Mas diz outras coisas que para mim são mais importantes do que os meus sonhos.
Logo a segunda pergunta «Se passarem o tempo a discutir planos, quando fazem alguma coisa?».
Ao contrário do que parece transparecer desta pergunta, discutir e fazer planos não são atividades contraditórias com fazer alguma coisa…
E reafirmo-lhe o que tantas vezes tenho vindo a dizer. O Concelho chegou onde está, porque sucessivos responsáveis autárquicos preferiram acreditar nos seus instintos e nas suas ideias em vez de definir de forma tecnicamente sustentável um projeto de Concelho com futuro.
Estamos onde estamos porque nunca se quis abdicar do «poder de decidir» ao sabor dos ventos mais fortes, numa gestão que em qualquer empresa seria uma gestão suicida.
Dizia um general que me comandou que um chefe não vê, prevê.
É o que eu entendo por planear, e esta é uma das maiores limitações ao desenvolvimento do nosso Concelho.
E isto prende-se com o final do seu comentário «Quem vive no Concelho sabe qual é a estratégia, é criar empregos, facilitar a vida aos empresários. É esse o plano estratégico. Procurar empresários, procurar empresários e procurar empresários, procurar empresários, procurar empresários e procurar empresários».
Concordo que quem vive no Concelho e quem não vivendo continua a ele ligado, tem a perceção correta do que falta ao Concelho: procurar empresários, criar emprego.
Mas discordo totalmente de que os sabugalenses (vivendo ou não no Concelho) saibam qual é a estratégia para tornar o Concelho mais atrativo e mais competitivo, isto é mais capaz de atrair empresários.
Por isso continuo a afirmar que a elaboração de um Plano Estratégico de Desenvolvimento do Concelho do Sabugal é uma urgência que tem, pelo menos, vinte anos.
Aliás, se as estratégias são tão claras para si e, nas suas palavras, pelo menos, para os que aí vivem, então não se perceberia porque é que o Concelho do Sabugal assiste a um processo de desertificação e de envelhecimento tão acelerados.
Se temos tantas certezas quanto ao que se deve fazer, então porque não se faz?
E se essas certezas são tão claras, porque não se veem os resultados?
Caro José Fonseca Nabais.
Tenho a certeza que nos une o amor por estas terras que nos viram nascer e crescer e que o sonho e a inquietação que tenho são também seus, tornar o Concelho melhor.
E tenho a certeza que colocará as suas ideias ao serviço da comunidade sabugalense quando esta for chamada a participar na elaboração do Plano Estratégico.
Um abraço sabugalense,

PS: A realização da Assembleia Municipal prevista para o dia 24, a minha actividade profissional e, também, os custos associados a uma deslocação ao Sabugal, levam-me a não estar presente no sábado em mais um Capítulo da Confraria do Bucho Raiano.
Às minhas confreiras e aos meus confrades um pedido de desculpa por esta ausência.
Não desejo uma boa jornada pois tenho a certeza que vai ser mesmo assim. Uma jornada gloriosa!

«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

A Associação de Municípios do Vale do Côa a que o Sabugal pertence apresentou recentemente o Plano estratégico de promoção turística do vale do Côa.

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»Tenho vindo a afirmar, e mantenho esta minha opinião, que a ligação Côa-Douro é uma ligação a manter, mas nunca será através dela que o Concelho do Sabugal se afirmará como um destino turístico a nível nacional e internacional.
Tal não significa, antes pelo contrário, que não se tire proveito de tudo aquilo que possa contribuir para o desenvolvimento das nossas terras, e por isso, a apresentação deste Plano pode ser vista como uma boa notícia.
Não podendo fazer uma análise muito detalhada do Documento apresentado pela Associação, limito-me a uma breve análise das propostas apresentadas em forma de Projectos Estruturantes.
Naturalmente, e reflectindo aquilo que tenho a vindo a dizer, uma parte significativa destes Projectos, pouco ou nada têm a ver com o Sabugal, antes se centrando nos Concelhos mais a jusante, onde se localiza o Parque Arqueológico do Vale do Côa e o Museu do Côa.
No entanto, a importância para o Concelho de muitos dos Projectos propostos, depende, somente da capacidade que o Município tiver de se afirmar regionalmente e de impor a defesa dos seus interesses no seio da Associação.
Estão neste caso, por exemplo:
– a construção de um aeródromo na confluência da A25 e da A23 apontada para o eixo Almeida-Guarda (e porque não, Guarda-Sabugal?), onde o Concelho deveria ter uma palavra a dizer e que deveria levar a pensar nas ligações rodoviárias de aproximação àquela infraestrutura aeronáutica;
– a realização de eventos de âmbito internacional, referenciados apenas «em sede do Museu do Côa», porquê? Não é possível realizar este tipo de eventos também no Sabugal?
– a revitalização dos centros históricos e requalificação dos castelos medievais, restando saber quais os centros históricos e os castelos medievais do Concelho que serão objecto deste Projecto;
– o reforço das infra-estruturas e equipamentos de visitação – quais os pontos de visitação que serão considerados no Sabugal?
– a definição de uma carta gastronómica da região só com 3 ou 4 pratos – haverá algum tradicionalmente associado ao Concelho?
– a criação da Agência de Desenvolvimento e Marketing Territorial do Vale do Côa – que papel está o Município do Sabugal disposto a desempenhar neste Órgão? (e naturalmente, não me refiro aos actuais eleitos municipais, pois o seu mandato está a terminar…).

Como se percebe para mim o importante não é o melhor ou pior conteúdo deste Plano, pois já vi planos extraordinários darem em nada, e já vi acontecer coisas extraordinárias com maus Planos.
Importante, volto a repetir, é saber o que vai o Concelho do Sabugal fazer com este Plano.
E aqui não posso ficar de bem comigo mesmo se não colocar uma questão: o Documento agora divulgado é um Documento para discussão dos Municípios e dos cidadãos interessados, ou ele já foi aprovado?
É que este assunto, repito o que venho dizendo, é demasiado sério e importante para que a sua aprovação seja um mero acto de expediente, pensando, pelo contrário, que o mesmo merece ser amplamente discutido por todos os interessados.
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 838 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Junho 2020
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.178.786 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES