You are currently browsing the tag archive for the ‘ouro’ tag.

Que há ouro na nossa zona, não duvidem. Não dará para exploração rentável, mas que o há, há. Trago-lhes aqui hoje uma história documentada de burla, ouro e bruxaria que meteu Inquisição e tudo…

Hoje, ao abrir o jornal «Público» e ao ver na página 8 o mapa de Portugal onde estão indicadas as zonas em que há minérios e quais, eis que dou com uma confirmação: aqui na nossa região, mesmo sem valor económico hoje, há mesmo alguns minérios. Designadamente: urânio, estanho e volfrâmio, pelo menos.
Nada de novo, apenas a confirmação.
No Casteleiro, isso sabe-se desde os anos 40 do século XX, como já escrevi.
Mas essa recordação que o jornal nos trouxe hoje, levou-me, há meia hora atrás, neste domingo de algum sol e muito frio, a uma pesquisa no Google para as palavras «Casteleiro / urânio / ouro».
E eis que dou de frente com um documento antigo que lhe mostro hoje aqui e em que se conta uma história mirabolante que mete fraude contra todo um povo, promessas de «El Dorados», ouro, Inquisição e rezas e curas marginais naquele «dito lugar de Casteleiro, termo de Sortelha», de há quase 300 anos.
É um documento espantoso. Conta uma história à moda do século XVIII. O documento é de 1723 e tem a designação de «Denúncia dos habitantes do lugar de Casteleiro, termo de Sortelha, contra José Bernardo» (clique aqui para ver o documento), do Arquivo Nacional da Torre do Tombo.
A estória, conto-a em poucas linhas:
– José Bernardo é o acusado.
– Os acusadores são alguns habitantes do Casteleiro.
– O relatório é, presumo, de um funcionário da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco que terá sido enviado para investigar a denúncia.
– A acusação consiste em dois crimes. Um que ainda se mantém hoje como crime e que se traduzia numa fraude: esse tal José Bernardo andou durante três ou quatro meses a prometer mundos e fundos ao povo deste «dito lugar» para que procurasse ouro por estas serranias. Uma miragem, pelos vistos. Cavaram, escavaram, «derribaram» penedos por todo o lado e do ouro, nada. Até que o denunciaram. Provavelmente nem ouro nem pagamento do trabalho escravo que fizeram.
– A outra acusação é mais à moda da época. Claro que uma personagem destas tinha de ser também meio bruxo. E acusavam-no de duas coisas basicamente: de, com palavras tentar curar os doentes (bruxaria, portanto); e de, com ferros em brasa, fazer experiências (suponho que em seres humanos).
Resta dizer que esta acusação era dirigida à Inquisição – ou, de forma mais doce: ao Tribunal do Santo Ofício.
Tudo, em 1723. Hoje, no Casteleiro, não há nem ouro nem bruxas – que eu saiba. Mas naquele tempo, sendo ali mesmo perto o Terreiro das Bruxas (se é que já existia), sei lá.
Mas continuo convencido de que esse tal José Bernardo não era dali. Algum arrivista. Mais um. É que o autor do documento não diz se o acusado também era do «dito lugar de Casteleiro, termo de Sortelha, comarca de Castelo Branco».
«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

Anúncios

Perguntou-me um amigo de que lado estava, ou seja, lê os meus artigos, mas não consegue vislumbrar se estou do lado do PSD, ou do lado do PS. Respondi-lhe, aceitou a minha resposta, que foi mais ou menos esta:

António EmidioTenho amigos e inimigos de um lado e do outro, conheço homens e mulheres de ética e dignidade irrepreensíveis tanto de um lado como do outro, conheço homens e mulheres tanto de um lado como do outro, que não são dignos, nem dignas, de viver em sociedade e, muito menos de nos representarem em qualquer instituição democrática, só servem para envenenar a Democracia. Escrever, ou dizer o contrário é sectarismo. Ideologicamente pertenço a um sistema político-económico que trouxe a esta Europa Ocidental, pós II Guerra Mundial, prosperidade, serviços sociais e maior igualdade. Tudo isto se está a desmoronar com o surgir de um ideal retrógrado e reaccionário. Por isso, todo o homem ou mulher que se considere Social-Democrata ou Socialista Democrático, só tem um caminho que é este: lutar pela justiça social, ter preocupação e respeito pela dignidade humana, rejeitar energicamente a corrupção, deixar-se de lutas por frivolidades que poderão dar meia dúzia de votos, mas que não passam de castelos de areia erigidos por grupos de pressão para daí tirarem proveito -próprio e corromperem quem com eles pactua. Nunca se afastarem dos valores democráticos, e por fim, lutar contra o Neoliberalismo, esse monstro que está a destruir a Democracia. Lutar como? Com valores morais, sociais e políticos.
Ver o País e o Concelho através somente da dicotomia PSD/PS, não é lutar, nem sequer compreender os problemas fundamentais de hoje. Os que assim procedem, são de uma mediocridade extrema, nomeadamente na esfera política, têm um pensamento que aceita todas as injustiças, sucumbem com facilidade à ânsia de poder e ao culto do dinheiro.
A Globalização Neoliberal, e agora esta crise económica, vieram mostrar até à saciedade que as grandes decisões que nos afectam, que afectam as nossas vidas, são tomadas à margem das instituições eleitas por nós cidadãos. Que sentido tem eleger gente que cumpre ordens e instruções vindas de fora? Que ganhamos ao mudar caras de quatro em quatro anos? Os votos têm de ter valor, não podem ser simples cheques em branco, nunca podem ser uma autorização para que os que ganharem acabem o trabalho dos que perderam, como é o caso presente de Portugal.
É precisa uma rebelião cívica para fazer frente ao grande poder económico que cada vez impõe mais restrições aos direitos sociais dos cidadãos.
A comunicação social, controlada pela oligarquia, é uma das grandes culpadas daquilo que está a acontecer, não nos diz que os verdadeiros ladrões, aqueles que vão roubando os países mais débeis economicamente, como Portugal, são Wall Street (FMI) e o Banco Central Europeu (Berlim), os sumo-sacerdotes do grande capital globalizado e explorador. A comunicação social controlada, vai lançando os partidos da oposição contra os do governo, os do governo contra os da oposição, dizendo que a Democracia é esta sã troca de ideias, ficando de fora a verdade.
Querido leitor(a), acredito do fundo do coração que se esta invasão económica que nos tirou a soberania, fosse militar, muitos homens e mulheres lutariam de armas na mão contra o invasor, chegariam a morrer. Mas esta invasão é económica, pode proporcionar grande riqueza a muitos e muitas que se dedicam à política e, não só. Sendo assim, não convém lutar, é melhor o silêncio cúmplice… Está aqui o sentido do título do artigo: O ouro destrói mais que a pólvora.
Estou do lado dos valores morais, sociais e políticos.
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

Os vinhos do Grupo Bacalhôa, Palácio da Bacalhôa 2005 e Quinta da Garrida Dão 2006, foram premiados com ouro no prestigiado concurso International Wine Challenge, que decorreu, esta semana, em Londres.

Palácio da BacalhôaO Grupo Bacalhôa, Vinhos de Portugal conquistou esta semana entre ouro, prata, bronze e recomendado um total de 19 medalhas no prestigiado concurso europeu International Wine Challenge que decorre, em Londres, durante a Wine Fair.
O Palácio da Bacalhôa 2005, um vinho regional das Terras do Sado, foi premiado com uma medalha de ouro. Poderoso e muito concentrado no nariz, resulta da união das castas Cabernet Sauvignon, Merlot e Petit Verdot, com notas fortes de frutos encarnados, combinados com aromas de café, menta e frutos secos, numa estrutura cheia, complexa, fresca e elegante. Tem um preço recomendado de 26 euros.
Também o vinho Quinta da Garrida Dão 2006, da Aliança-Vinhos de Portugal, recebeu a medalha de ouro. Este vinho é composto pelas castas Touriga Nacional e Tinta Roriz e tem um bom volume de boca e taninos maduros, que conferem uma boa longevidade ao vinho. O preço recomendado é de 5,25 euros.
Os vinhos da Bacalhôa Tinto da Ânfora 2006; Má Partilha 2006 e Só Syrah 2006 receberam medalhas de prata no certame. O Garrida Dão 2006 obteve igualmente a prata.
jcl

Um queijo de cabra amanteigado produzido na fábrica «Lacticínios Progresso do Mileu», da Guarda, foi distinguido em Valladolid, Espanha, com o prémio «Cincho de Oro».

Lacticinios Póvoa do MileuO queijo de cabra «Quinta do Pontão» produzido na Guarda, na fábrica «Lacticínios Progresso do Mileu», foi premiado com a medalha de ouro num concurso internacional de queijo realizado em Novembro em Valladolid, pela Junta de Castilla y León e pelo Instituto Tecnológico Agrário daquela província espanhola.
«O prémio Cincho de Oro distinguiu o queijo da Guarda num evento onde estiveram a concurso mais de 600 amostras de países como Espanha, França, Itália e Inglaterra», disse à agência Lusa, Micaela Rodrigues, responsável pelo controlo de qualidade da empresa guardense.
A responsável admitiu que a distinção é mais um motivo para que a fábrica aposte «na qualidade e no desenvolvimento de novos produtos porque podemos dizer de boca cheia que este prémio vem destacar a qualidade dos nos nossos queijos a nível internacional».
Micaela Rodrigues lamentou apenas que «os produtos nacionais só sejam premiados no estrangeiro» mas considerou que a sua atribuição «irá contribuir para aumentar a visibilidade dos nossos queijos no mercado internacional e especialmente em Espanha».

Parabéns à Lacticínios Progresso do Mileu, uma empresa beirã com produtos de muita qualidade que existe desde 1947.
jcl

O «Palmela Syrah» da Casa Ermelinda Freitas foi eleito o melhor vinho tinto do Mundo na prova cega do concurso internacional Vinailes Internacional 2008 realizado em França.

Vodpod videos no longer available. from capeiaarraiana.vodpod

O júri francês do concurso internacional Vinailes Internacional 2008 elegeu o «Palmela Syrah» da Casa Ermelinda Freitas como o melhor vinho tinto do Mundo. O vinho português com apenas três anos saiu vencedor da prova cega a que foram submetidos três mil vinhos de 36 países.
Segundo noticiou a SIC «foram produzidos apenas oito mil litros e engarrafadas cerca de 11 mil garrafas da colheita de 2005 que arrecadou agora a medalha de ouro no reconhecido certame enólogo internacional».
Estava previsto o seu lançamento no mercado em Abril ao preço de oito euros por garrafa mas, agora, tudo se deve ter alterado…
Já em 2007, no Concurso Nacional de Vinhos Engarrafados, considerado o maior evento português do sector, tinham sido premiadas algumas das dez adegas da Rota de Vinhos da Península de Setúbal. Entre elas a Casa Ermelinda Freitas Vinhos, Lda. tinha conquistado quatro medalhas. Uma medalha prestígio com o vinho Dona Ermelinda 2006 e três medalhas de ouro com os vinhos Casa Ermelinda Freitas T. Nacional 2004, Casa Ermelinda Freitas Alicante Bouschet 2004 e Casa Ermelinda Freitas Syrah 2004.

Com uma área de apenas 150 hectares os vinhos da Casa Ermelinda Freitas arriscam-se a tornar-se uma referência no panorama nacional do vinho e da vinha. E, agora, os felizardos que conseguirem adquirir (e saborear) uma das 11 mil garrafas vão ter razões para sorrir… e agradecer a Baco.
jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 835 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Dezembro 2018
S T Q Q S S D
« Fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.120.054 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios