You are currently browsing the tag archive for the ‘júlio sarmento’ tag.

O concelho de Trancoso esteve presente na BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa) que de 29 de Fevereiro a 4 de Março decorreu na FIL – Feira Internacional de Lisboa (Parque das Nações), integrado no espaço dedicado à Entidade Serra da Estrela.

Uma delegação constituída pelo presidente da Câmara Municipal, Júlio Sarmento e o vice-presidente da autarquia, Manuel Oliveira estiveram presentes no dia em que foi publicamente apresentada no certame a maqueta do Centro de Interpretação Judaica «Isaac Cardoso», em construção em Trancoso.
O arquitecto José Laranjeira, do gabinete de arquitectos de Gonçalo Byrne, autor do projecto, explicou aos presentes (onde se integrava o rabino Elisha Salas, enviado a Portugal da Shavei Israel e o presidente da Comunidade Judaica de Lisboa, António Mendes) a concepção deste edifício que vai valorizar e dinamizar o Centro Histórico trancosense.
Inserido na abordagem do Centro de Interpretação «Isaac Cardoso» realizou-se uma prova de produtos Kasher (ou Casher) produzidos de acordo com os preceitos religiosos judaicos e supervisionados pelo rabino Elisha Salas, em cooperação com a Simply B, empresa que inseriu já Trancoso nos seus circuitos de promoção turística, sobretudo o Turismo Cultural Judaico.
A BTL é uma Feira de Turismo Internacional anual, organizada na FIL (Parque das Nações) em Lisboa, considerada um dos principais certames de promoção e divulgação das regiões turísticas portuguesas e estrangeiras, unidades e organizações hoteleiras, pólos de turismo, roteiros e animação.
Trancoso apresentou-se na BTL valorizando o que de melhor possui: o seu património, os seus valores e a sua gente!
jcl (com Gab. Comunicação e Imagem da C.M.Trancoso)

Anúncios

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, preside esta segunda-feira, 28 de Novembro, em Trancoso à criação oficial do Gabinete de Apoio ao Emigrante. Para o efeito é celebrado o protocolo de colaboração entre a Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas e o Município de Trancoso.

Trancoso

A cerimónia da criação do Gabinete de Apoio ao Emigrante de Trancoso conta com a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, do director-geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas, Embaixador Santos Braga e do director de Serviços da Direcção de Serviços Regional da DGACCP (Porto), Jorge Oliveira.
Em recente visita realizada a Trancoso o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, esteve reunido com Júlio Sarmento, presidente da Câmara Municipal de Trancoso, com vista à criação do referido Gabinete.
Salientou, na altura, que «este Gabinete é importante para o tratamento dos processos relativos aos portugueses residentes no estrangeiro, facilitando a sua resolução ou acompanhamento, mas também dirigido aos que já regressaram ou pretendam emigrar, além de poder também representar a entrada de divisas no concelho e recursos». O governante citou o caso de alguns municípios onde o Gabinete de Apoio ao Emigrante «está a trabalhar muito bem» referindo, por exemplo, o caso de pensões da Segurança Social que são tratadas por este tipo de departamento e que são localmente depositadas nos bancos, sendo assim «dinheiro que entra e que acaba por ser ali gasto na localidade».
O Presidente do Município de Trancoso, Júlio Sarmento, manifestou por seu turno o apoio e a abertura da autarquia para a criação deste departamento, realçando ainda a importância que as comunidades de portugueses, nomeadamente os trancosenses residentes no estrangeiro desempenham na divulgação da cultura e língua portuguesa, contribuindo para o desenvolvimento dos países onde estão radicadas mas também das terras de origem e o seu conhecimento além fronteiras.
No decorrer desta deslocação o Secretario de Estado das Comunidades Portuguesas vai ainda avistar-se com os presidentes de Juntas de Freguesia do concelho de Trancoso e ainda com responsáveis por serviços e forças de segurança sedeadas no distrito da Guarda.
jcl (com Gabinete de Comunicação e Imagem da C.M.Trancoso)

O presidente da Câmara Municipal de Trancoso e da Assembleia Distrital da Guarda, Júlio Sarmento, considera que as autarquias podem vir a ter uma vida mais difícil e ser prejudicadas pelas medidas restritivas determinadas no âmbito do acordo entre a Troika – Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e Comissão das Comunidades (CE) – e o Governo português para o apoio financeiro a Portugal.

Júlio Sarmento - Presidente Câmara Municipal Trancoso«As medidas vão ser restritivas no respeitante ao aumento da despesa pública, o que quer dizer que há muitos projectos que no Estado e nas Autarquias Locais vão ter que ficar suspensos e não vão ter o financiamento assegurado e isto quer dizer que o Estado e as Autarquias têm que ser muito selectivas nos investimentos e, no caso concreto das Autarquias Locais, com medidas restritivas ou sem medidas restritivas, hoje praticamente tem que se ser muito selectivo , investir quando houver financiamento externo que ajude ao financiamento das obras e dos investimentos, mas sabe-se que as medidas restritivas vão sobretudo penalizar a despesa, quer reduzindo a capacidade de investimento, quer a capacidade de gerar despesa por parte das Câmaras, do Estado e dos Serviços Públicos, quer impondo tectos à contratação no que diz respeito às despesas correntes», afirma o presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Júlio Sarmento.
O autarca considera que «nesse contexto, evidentemente que a vida do País, do Estado e das Autarquias Locais vai, em termos proporcionais, ser mais difícil porque vai haver menos dinheiro para investir em despesa pública quer corrente, quer de capital e de investimento e, evidentemente que o País tem que compreender que não pode investir , investir, investir, sem saber se há dinheiro para pagar o investimento».
«Portanto, nós só podemos investir o dinheiro que tivermos para poder concretizar esses investimentos e aí vai haver também, em Portugal, uma nova mentalidade, porque isto de se pensar que o Estado nunca vai a falência ou que as Câmaras Municipais nunca vão a falência e toca a gastar, gastar, gastar, é uma politica que tem os seus dias contados e, portanto, há que poupar, há que travar o investimento e ser selectivo no investimento, mas isto é uma medida saudável. Não creio que seja um ataque, mas não coíbe as Autarquias de desempenhar o seu papel dinamizador do investimento”, sublinhou o presidente do Município de Trancoso.
O Presidente da Câmara Municipal de Trancoso (e também Presidente da Assembleia Distrital da Guarda que envolve os 14 Municípios do distrito) entende que «o Estado tem que reduzir muito o seu peso. Diz-se e os números apontam que o Estado tenha, no geral, que emagrecer cerca de 15 por cento. Ora tem que conseguir chegar-se a esse número, primeiro em termos de organismos intermédios que duplicam funções e que são muito absorventes o que representa um desperdício em termos de recursos públicos, o que quer dizer que nas centenas largas de organismos e empresas publicas tem que haver necessariamente fusões, reformulações, reestruturação, tem que haver uma poupança muito grande nesta economia intermédia e depois o próprio Estado e a própria economia».
Júlio Sarmento afirmou ainda que «vamos ter que ter leis que flexibilizem os investimentos para que haja possibilidade de as empresas serem mais competitivas e o próprio Estado e as Instituições porque, na verdade, as excessiva protecção e dificuldade dos despedimentos pode proteger quem lá está mas é inibidor de as empresas contratarem mais gente, porque sabem que, depois, em tempos de menor e de mais restrição do mercado, tem dificuldade em colocá-los fora. Portanto se as leis forem mais flexíveis do ponto de vista de contratação e de despedimento, é mais fácil a economia gerar emprego porque as empresas sabem que nalguma emergência e dificuldade também tem mecanismos mais fáceis e menos pesados para poder despedir».
Júlio Sarmento diz também que «é verdade que, se as empresas não tiverem um ambiente flexível nos impostos, nos acessos aos mercados bancários e flexíveis no ponto de vista de contratação, aí é que nunca saímos da cepa torta, o quer dizer que não há estímulo à economia nem a nossa economia é competitiva para atrair capitais estrangeiros, nem as nossas empresas aumentam grandemente a capacidade de contratação porque sabem, depois, que em tempos de maior restrição do mercado e menos encomendas, tem muito mais dificuldade em despedir. Acredito que estas leis que limitam e são demasiadamente proteccionistas do emprego acabam por serem inibidoras do aumento do mercado de trabalho», disse a concluir.
jcl (com Gabinete de Comunicação e Imagem da C. M. Trancoso)

A Confraria das Sardinhas Doces de Trancoso nasce no dia 7 de Maio, em Trancoso, por iniciativa de um grupo de pessoas que pretende, desta forma, valorizar um produto secular que constitui parte integrante do Património da cidade. A «Sardinhas Doces de Trancoso» vai ter como madrinhas a Confraria dos Soutos da Lapa (Castanha) e a Confraria do Azeite (Cova da Beira).

Confraria Sardinhas Doces - Trancoso

As Sardinhas Doces de Trancoso terão tido origem no Convento de Freiras de Santa Clara (extinto em 1864), no Século XVII e são hoje um dos ex-ibris da gastronomia trancosense e elemento de identidade da cidade de Bandarra.
As Sardinhas Doces de Trancoso encerram em si os sabores de antanho, continuados através de gerações, por entre tradições e saberes que as tornaram num exemplo vivo de cultura e memória das religiosas que no recolhimento do seu convento as criaram e transmitiram as gentes de todas as classes como «tributo à sardinha muito rara na região naqueles tempos».
Em Trancoso nem todas as pessoas sabem confeccionar as «Sardinhas Doces» de acordo com a receita original porque o «segredo» está nos ingredientes com que esta é feita. A sua confecção baseia-se num recheio feito à base de gemas de ovo, açúcar e amêndoa, envolto numa espécie de massa tenra que depois é frita e coberta com chocolate. Têm a configuração de uma sardinha – o seu formato é rectangular com uma das extremidades pontiaguda e a outra em forma de rabo de peixe – com 10 a 15 cms de comprimento, 4 a 5 cms. de largura, uma altura de 2 a 3 cms. e entre 50 a 80 gramas de peso.
Para além de muito apreciadas localmente, as sardinhas doces de Trancoso já foram fonte de inspiração para o poeta Anselmo dos Santos Ferreira:

As sardinhas de Trancoso,
São melhores que as do mar,
Seu recheio é saboroso,
São doces ao paladar!

Cerimónia de Entronização da Confraria das Sardinhas Doces de Trancoso
7 de Maio de 2011
10.00 – Recepção dos convidados com Sardinha Doce de Honra no Clube Trancosense.
11.00 – Palavras de boas-vindas do Presidente da Câmara, Júlio Sarmento e presença do Governador Civil, Santinho Pacheco.
12.00 – Cerimónia de Entronização com aposição de Insígnia, entrega do Diploma e Juramento no Convento de São Francisco, Teatro Municipal.
13.30 – Almoço no Hotel de Turismo.
15.30 – Tarde cultural.
Confrarias Madrinhas: Confraria dos Soutos da Lapa (Castanha) e Confraria do Azeite (Cova da Beira).

O processo para certificação da «Sardinha Doce de Trancoso» é liderado pela AENEBEIRA – Associação Empresarial do Nordeste da Beira, com sede em Trancoso e deu entrada na Direcção Regional de Agricultura da Beira Interior (DRABI), em Castelo Branco, no dia 21 de Julho de 2006. Actualmente o processo está no IDRHa – Instituto de Desenvolvimento Rural e Hidráulica, responsável pela decisão final de certificação.
jcl (com Gabinete de Comunicação e Imagem da C.M. Trancoso)

O presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Júlio Sarmento, foi eleito para presidente da Mesa da Assembleia Geral da Concelhia do PSD de Trancoso em eleições realizadas no dia 16 de Abril de 2011. A lista única incluiu António Manuel Santiago Oliveira da Silva que assumiu o cargo de presidente da concelhia.

Júlio Sarmento - TrancosoNas eleições, com lista única, para a secção política do PSD de Trancoso realizadas no dia 16 de Abril foi eleito Júlio Sarmento para presidente da Mesa da Assembleia Geral e António Manuel Santiago Oliveira da Silva para o cargo de presidente da concelhia.
António Oliveira é vice-presidente do município de Trancoso, presidente da AENEBEIRA- Associação Empresarial do Nordeste da Beira e director da EPT-Escola Profissional de Trancoso. Como vice-presidentes foram eleitos João António Figueiredo Rodrigues e João José Martins Campos de Carvalho (ambos vereadores do município de Trancoso).
A Assembleia Geral da Concelhia do PSD de Trancoso vai ser presidida por Júlio Sarmento (presidente do Município de Trancoso) e vai ter como vice-presidente, José Maximiano Cardoso Rodrigues, e secretário, Silvino Rodrigues.
A direcção da concelhia ficou assim constituída: António Manuel Santiago Oliveira da Silva (presidente), João António Figueiredo Rodrigues e João José Martins Campos de Carvalho (vice-presidentes), Manuel José dos Santos Costa (tesoureiro) e os vogais António Manuel Saraiva Sarmento, Maria José Guedes da Silva Botelho, Mário do Carmo Lopes Castela, João José Baptista de Sousa, José Augusto Soares Clemente, José dos Santos do Nascimento, Rogério Paulo Pires Tenreiro e Tomás Manuel Trigo Martins (presidente da concelhia da JSD). O representante dos TSD vai ser indicado pela estrutura.
jcl

Trancoso vem-se assumindo como um dos locais de destino dos vários grupos de turistas judeus oriundos de todo o mundo, sobretudo de Israel, França, Espanha, Bélgica, Alemanha, Brasil e Estados Unidos, entre outros países.

TrancosoO presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Júlio Sarmento, afirmou durante a recepção ao grupo de turistas judeus que visitaram a cidade que o Turismo «sobretudo o de vertente judaica, é um dos vectores estratégicos que o município quer consolidar e desenvolver e tornar Trancoso como ponto de referência».
Confirmou o início da construção para breve do Centro de Interpretação Judaica Isaac Cardoso que vai incluir um lugar de culto e que na sua opinião contribuirá para uma «maior centralidade de Trancoso quer no Turismo em geral mas sobretudo no judaico que tem vindo a crescer na cidade».
O presidente do Município de Trancoso foi peremptório: «A memória da presença judaica em Trancoso permanece viva, é conhecida e reconhecido e o Município está empenhado na sua valorização em termos turísticos mas sobretudo em termos patrimoniais e culturais. Além disso iniciámos o processo de geminação com Mevvasseret, a seis quilómetros de Jerusalém.»
Na mesma ocasião o responsável turístico israelita Ori Rhe que liderou a visita de um grupo de personalidades e turistas judeus considerou que «Trancoso é um dos expoentes que em Portugal mostra, em termos patrimoniais, aquilo que testemunha a presença dos judeus quer na arquitectura quer na simbologia que resiste ao tempo».
Para Ori Rhe «Trancoso possui um potencial fantástico que, para além da memória da presença hebraica, conserva na sua Judiaria os sinais que testemunham essa mesma vivência e a sua conversão forçada em tempos de Inquisição.»
Ori Rhe destacou o significado dos cruciformes apostos nos umbrais das portas das casas dos judeus, que possuem uma arquitetura própria (porta larga e porta estreita chanfradas, térreas ou de um piso, mas também a símbolos hebraicos como o «Shin» ( primeira letra da Shadai= Santo) ou inscrições hebraicas que significam «Iavé».
O especialista salientou ainda a riqueza documental e artística da casa do Gato Negro que segundo alguns foi local da antiga Sinagoga e em cuja fachada possui em relevo as Portas de Jerusalém, uma figura representando um judeu (presumivelmente ortodoxo) caminhando ou inclinado, a pomba e o Leão de Judá.
jcl (com Trancoso Eventos)

A Câmara Municipal de Trancoso, em colaboração com o diário As Beiras, levam a efeito um conjunto de conferências designadas por Serões da Beira, que terão lugar no Hotel de Turismo de Trancoso, em 20 e 21 de Fevereiro.

O tema das conferência será «Os Judeus nas Beiras Através dos Tempos», tratando-se pois de uma iniciativa de alcance cultural, que pretende debater uma componente importante da vivência das Beiras, a qual teve grande impacto na sua vida cultural, social e económica.
A organização pretende que seja um espaço de debate aberto e interventivo, cujas conclusões serão posteriormente publicadas.
Do programa do evento constam como conferencistas Adriano Vasco Rodrigues (Professor jubilado da Universidade de Mol – Bélgica), e Antonieta Garcia (Professora na Universidade da Beira Interior), que falarão a partir das 17 horas do dia 20, sábado, sendo moderador Santos Costa (Investigador e Escritor).
Às 21:30 horas do mesmo dia intervirão, num segundo painel, José Marques (Professor da Universidade do Minho), Humberto Baquero Moreno (professor da Universidade de Lisboa) e João Guerra (Procurador da República em Lisboa), tendo como moderador Carlos Carvalho (Historiador de Religiões Antigas e Especialista em assuntos judaicos).
Às 23 horas ocorrerá um terceiro painel, com as conferências de Manuel Gândara (Professor da Universidade de Lisboa), Isaac Assor (Dirigente da Comunidade Judaica Portuguesa) e António Carvalho (Jornalista e historiador), com moderação de Armando Fernandes (Investigador e Consultor Cultural).
A iniciativa concluir-se-á no dia seguinte, 21 de Fevereiro, domingo, às 10 horas, com uma visita guiada às principais marcas judaicas do concelho de Trancoso.
Este evento segue-se a uma visita recente do presidente da Câmara de Trancoso, Júlio Sarmento, a Jerusalém, onde efectuou contactos com vista a valorizar os vestígios judaicos do seu município.
plb

O primeiro Festival da Memória Sefardita que se realizará em Novembro na Guarda está a ser promovido pelo Turismo Serra da Estrela com a presença das autarquias de Belmonte, Guarda e Trancoso na Feira Internacional de Turismo do Mediterrâneo, na cidade israelita de Tel Aviv.

Delegação Turismo Serra da Estrela em IsraelO objectivo é sair do mapa de Espanha, criando Portugal, assim uma identidade própria, criando uma nova oferta no turismo judaico.
A delegação é constituída por Jorge Patrão, presidente da Turismo Serra da Estrela, os presidentes dos municípios de Belmonte, Amândio Melo, de Trancoso, Júlio Sarmento, e da Guarda, Joaquim Valente, pelo director da agência de viagens Alegretur, Isaac Assor (membro da Comunidade Judaica), jornalistas e técnicos da Turismo Serra da Estrela.
Isaac Assor não tem dúvidas de que «existe aqui um potencial grande que pode ser desenvolvido tendo em conta que em Belmonte existe uma Comunidade Judaica, de raízes ancestrais, ainda viva e activa, além do Museu Judaico (único no país), a Judiaria (bairro judeu) e a Sinagoga Beit Eliau (Casa de Elias) mas também em Trancoso onde esta em curso o processo de construção do Centro de Estudos Isaac Cardoso (médico, filosofo e escritor, nascido nesta cidade em 1603 filho de cristãos novos, entre outras obras das Excelências e Calúnias dos Judeus publicado em Amesterdão em 1678) além da sua extensa Judiaria e a Guarda onde vai ser instalado o Memorial dedicado ao Cônsul de Bordéus, Aristides Sousa Mendes, e pelo facto de ali existir uma Judiaria de origem medieval».
Jorge Patrão realçou a «importância que a componente do turismo judaico, em alternativa à neve, sazonal, pode ter no contexto do turismo regional mas também de impacto nacional e internacional, até porque em toda a região, sobretudo em Belmonte, Trancoso e Guarda, os testemunhos são muitos e o património material e imaterial é abundante».
No ano passado, o Museu Judaico de Belmonte recebeu 17 840 visitas, mais 16 por cento que no ano anterior. Destes visitantes, dez por cento eram judeus oriundos de países como Israel, Estados Unidos da América, Brasil e Canadá.
O primeiro Festival da Memória Sefardita realizar-se-á de 1 a 7 de Novembro no Teatro Municipal da Guarda, com actividades em Belmonte, Trancoso e dois dias com data a definir, em Lisboa.
O programa inclui conferências dedicadas à história sefardita com especialistas internacionais, actividades ligadas à música e cultura judaica e abertura de novos equipamentos ligados à temática.
Para Trancoso está prevista a inauguração do Centro de Estudos Isaac Cardoso e na Guarda deverá ser inaugurado um memorial a Aristides de Sousa Mendes. Previsto está ainda a apresentação de novos produtos kosher da região.
aps

Júlio Sarmento, Presidente da Câmara Municipal de Trancoso, reeleito nas últimas autárquicas para o sétimo e último mandato consecutivo, disse que será proximamente eleito o Provedor do Munícipe.

Porta d'El Rey em TrancosoA função do Provedor do Munícipe será «receber e tratar as preocupações, sugestões ou críticas dos trancosenses relativamente ao funcionamento do Município», disse o autarca aquando da sua tomada de posse. Trata-se de uma aposta na cidadania e na ética, que o presidente eleito pelo PSD quer ver garantidas neste seu último mandato à frente dos destinos de Trancoso.
A figura do provedor de munícipe, tem sido advogada e adoptada em várias autarquias do País, sendo entendido como um sinal de reforço da democracia participativa e da salvaguarda dos interesses das populações.
Os provedores têm tido um papel relevante em situações relacionadas com a defesa do ambiente, o acesso aos responsáveis pela gestão autárquica, a ineficiência dos serviços públicos sedeados no concelho, a defesa das pessoas com deficiência, das famílias carenciadas e dos idosos. A acção dos provedores decorre do recebimento de queixas dos munícipes relativas à generalidade dos serviços sedeados no município. Compete-lhes apreciar as questões e encaminhá-las ao Executivo Camarário, à Assembleia Municipal, bem como a outros serviços públicos.
Júlio Sarmento, para além do anúncio da intenção de criar a figura do provedor, assumiu como áreas de actuação prioritárias o comércio, os serviços e o turismo. Disse estar sobretudo preocupado com o emprego dos mais jovens e anunciou a disponibilização de apoios para as situações sociais mais prementes. Deixou também uma mensagem para a oposição, desafiando os vereadores eleitos pelo PS a encontrar com a maioria social-democrata pontos de convergência para que o concelho ganhe uma maior dinâmica.
plb

Trancoso mostrou-se com êxito e visibilidade na Bolsa de Turismo de Lisboa que decorreu, de 21 a 25 de Janeiro, na FIL-Feira Internacional de Lisboa no Parque das Nações.

Júlio Sarmento (presidente) e João Carvalho (vereador)O principal objectivo desta presença organizada e patrocinada pela Câmara Municipal foi, desde logo definido: Dar a conhecer Trancoso como um concelho irradiador de desenvolvimento, património e cultura numa perspectiva de modernidade.
O espaço de Trancoso na BTL primou pela diferença e singularidade, convidando os visitantes a integrarem-se no seu ambiente à sombra de um cenário baseado nas Muralhas de Trancoso e Portas D’El Rey como que se de uma autêntica porta-aberta se tratasse para uma viagem no tempo – o passado e o presente.
O presidente do Município de Trancoso, Júlio Sarmento, definiu para a presença do espaço de Trancoso na BTL 2009 como uma ocasião para mostrar e divulgar o «património único, um projecto de aproveitamento deste recurso como fomentador de um turismo cultural, gastronómico e artístico de qualidade, uma oportunidade de projecção de Trancoso no sector turístico».
E tudo isto atendendo às características desta mostra internacional que permitiu um conhecimento real das potencialidades de Trancoso e seu concelho, facto que o Presidente do Município evidenciou ao afirmar que «é rico na sua historia e monumentalidade, tendo como principais centros históricos a sede de concelho, a antiga vila medieval de Moreira de Rei, mas também solares como o Solar dos Brasis em Torre do Terrenho, casas apalaçadas ou manifestações pastoris como os abrigos de pastor do Feital, as paisagens onde os castanheiros marcam presença, os prados e afloramentos rochosos e castrejos».
«Temos uma gastronomia regional rica e variada, marcas do passado materializadas nos monumentos, memórias de heróis e figuras lendárias, paisagens, ar puro que, no conjunto constituem um potencial único de desenvolvimento e oferta turística», disse.
Júlio Sarmento, acompanhado pelos vereadores António Oliveira (vice-presidente do Município) e João Carvalho, estabeleceu contactos na BTL com jornalistas do sector turístico com vista à realização de visitas e actividades de divulgação de Trancoso e ainda com agentes e operadores turísticos ou promotores do sector.
É de realçar a visita ao espaço de Trancoso do presidente da Turismo Serra da Estrela, Jorge Patrão e pelo vogal deste novo organismo, Luis Pedro Cerveira.
Publicações editadas ou patrocinadas pelo Município de Trancoso estiveram à disposição do público visitante sendo de destacar, a preço simbólico as Profecias de Bandarra, numa edição a custo de um euro promovida pela Trancoso Eventos – Entidade Empresarial Municipal.
Trancoso aproveitou ainda para a divulgação da Feira do Fumeiro a realizar nos dois primeiros fins de semana de Março (6 a 8 de Março e 14 a 15 de Março) organizada pela AENEBEIRA–Associação Empresarial do Nordeste da Beira.
A presença de Trancoso na BTL 2009 foi organizada pela Câmara Municipal de Trancoso com apoio da empresa municipal Trancoso Eventos.
aps (com gabinete de Imprensa da CMT)

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Maio 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.139.318 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios