You are currently browsing the tag archive for the ‘jorge patrão’ tag.

A Assembleia Geral da Rede de Judiarias de Portugal aprovou, por unanimidade, no dia 14 de Dezembro, em Trancoso, a adesão dos Municípios de Sabugal e Alenquer.

Os municípios do Sabugal e de Alenquer são os mais recentes membros da Rede de Judiarias de Portugal. A adesão dos dois novos membros foi aprovada na Assembleia Geral que decorreu na quarta-feira, 14 de Dezembro, em Trancoso.
A Rede de Judiarias de Portugal é constituída pelos municípios de Trancoso, Belmonte, Castelo de Vide, Freixo de Espada à Cinta, Guarda, Lamego, Penamacor, Tomar e Torres Vedras e a Entidades Regionais de Turismo do Alentejo, do Algarve, do Douro, de Lisboa e Vale do Tejo, da Região Oeste, da Serra da Estrela, pela Comunidade Judaica de Belmonte e agora também pelos municípios do Sabugal e Alenquer.
Na reunião magna foi presidida por Luís Garcia, presidente da Entidade Regional de Turismo do Oeste, a reunião tomou conhecimento dos elementos propostos por Jorge Patrão, secretário-geral desta associação e presidente da Entidade Regional de Turismo Serra da Estrela para a constituição do Conselho Consultivo.
Integram o órgão consultivo Yehud Gol (enquanto cidadão mas também Embaixador de Israel em Portugal), Isaac e Miriam Assor (presidentes das Comunidades Judaicas de Lisboa e Porto, o rabino Elisha Salas, os investigadores Jorge Martins, Carla Santos e Antonieta Garcia, o escritor Richard Zimler, o arquitecto António Saraiva (Associação para a Promoção da Guarda), Roberto Bachmann (presidente do Centro de Estudos Judaicos), o director-geral da Brussells Airlines, a directora do Museu Virtual de Aristides Sousa Mendes (Cônsul de Bordéus), Mónique Benveniste (presidente da Comissão Executiva da Cátedra de Estudos Sefarditas, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), António Fidalgo (Universidade da Beira Interior), Filomena Barata (Universidade de Évora) e Marina Pignateli (Universidade Técnica de Lisboa).
Jorge Patrão aproveitou para dar conta da intenção e interesse já manifestados para aderirem à Rede de Judiarias de Portugal por parte das Câmaras Municipais de Vila Nova de Paiva, Santarém, Torre de Moncorvo, Leiria, Évora, Óbidos e Castelo Branco.
O dirigente revelou ainda que foram já identificadas mais de cinco centenas de inscrições cruciformes atribuídas aos cristãos-novos na região da Serra da Estrela das quais mais de 180 na Judiaria de Trancoso.
Foi salientada por Jorge Patrão a preocupação de alguns dos Municípios que pretendem aderir ou que integram já a Rede de Judiarias de Portugal na reconstrução e reabilitação de áreas onde viveram os Judeus, citando o caso de Vila Nova de Paiva cujo Município e autarquia local pretende reabilitar o edifício da antiga Sinagoga e zona envolvente, o mesmo acontecendo em Malhada Sorda (Almeida) onde existe um edifício conhecido por «Esgoga» que seria «Esnoga» nome pelo qual era conhecida na Idade Media a Sinagoga.
A finalizar deu a conhecer a pretensão de ser apresentada uma pré-candidatura às Redes Culturais Europeias – Projecto Multiregiões na sequência da reunião com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional CCDR-Centro.
jcl (com Gab. Com. Imagem da C.M. Trancoso)

Anúncios

Dez novos municípios, entre os quais o do Sabugal, estão interessados em aderir à Rede de Judiarias de Portugal, que foi criada em Março deste ano, com o objectivo de defender o património judaico urbanístico e arquitectónico.

A novidade veio de Jorge Patrão, presidente da Entidade de Turismo da Serra da Estrela e secretário-geral da Rede de Judiarias de Portugal, em declarações à Lusa no decurso do II Festival Internacional da Memória Sefardita, que está a decorrer.
«Estamos actualmente em negociações com dez novos municípios, entre os quais Angra do Heroísmo, Évora e Alenquer», disse Jorge Patrão. O Sabugal está também entre esses municípios, uma vez que a pretensão de aderir foi já aprovada em Assembleia Municipal.
A Rede de Judiarias de Portugal foi constituída em Março deste ano e integra os municípios de Guarda, Trancoso, Belmonte, Castelo de Vide, Freixo de Espada à Cinta, Lamego e Penamacor, assim como as entidades regionais de Turismo da Serra da Estrela, Douro, Lisboa e Vale do Tejo, Oeste, Alentejo e Algarve e ainda a Comunidade Judaica de Belmonte.
No decurso do Festival o presidente da Câmara da Guarda, Joaquim Valente, considerou que o legado da presença judaica é um recurso estratégico para o futuro. «A história, a cultura, o património e o conhecimento, constituem a matéria prima que temos que saber transformar em dinamismo e desenvolvimento», declarou.
O Festival da Memória Sefardita é organizado pela Entidade de Turismo Serra da Estrela e Câmaras Municipais de Trancoso e Belmonte.
plb

A Serra da Estrela mantém uma oferta de excelência especialmente nas épocas frias. Directo da SIC Notícias com Jorge Patrão, presidente da Turismo Serra da Estrela.

Vodpod videos no longer available.

jcl

Os congressistas da área do turismo do 1.º Festival Internacional da Memória Sefardita que decorreu na Guarda defenderam a criação de uma rede nacional de judiarias. A iniciativa, onde participou o historiador Jorge Martins, foi promovida pela entidade regional de Turismo Serra da Estrela juntou no TMG judeus e especialistas nacionais e estrangeiros.

Jorge Martins - TMG - Festival Sefardita

Os especialistas e operadores turísticos que participaram no painel «O impacto da herança judaica no turismo», reconheceram que Portugal poderá tirar partido das potencialidades de uma futura rede nacional de judiarias poderá atrair turistas no âmbito do denominado turismo religioso.
«A criação de uma rede de judiarias em Portugal é, sem dúvida, uma mola dinamizadora para o turismo, a economia e a investigação, e para a valorização da memória de Portugal», defendeu Isaac Assor, da Alegretur-Viagens e Turismo.
O operador turístico referiu que «o turismo é, nos dias de hoje, uma das molas impulsionadoras do desenvolvimento económico do país», reconhecendo que uma rede de judiarias criará um novo atrativo turístico para o país.
O historiador Jorge Martins, investigador do Instituto Universitário de Lisboa, foi moderador (3.º painel) e orador (4.º painel) onde apresentou dados que indicam a presença judaica em «todos os concelhos» da região que integram a TSE e considerou que «as Beiras são um altíssimo laboratório para os estudos judaicos». O estudo apresentado sobre a presença de judeus no concelho do Sabugal entre o século XVI e os nossos dias surpreendeu a plateia que acompanhou com muito interesse toda a exposição. Jorge Martins é autor de vários livros sobre a temática judaica e colaborador do «Capeia Arraiana».
«A rede de judiarias de Portugal vai ser muito importante para os turistas poderem conhecer o património judaico existente nas várias localidades», reconheceu o espanhol Antonio Amil, da rede nacional de judiarias de Espanha.
Carolino Tapadejo, coordenador da rede de turismo social da União das Misericórdias, exortou os autarcas e entidades com responsabilidade na área para que «apostem» neste segmento turístico.
O consultor internacional Jack Soifer anotou que o país possui «um grande potencial e uma riqueza cultural fantástica» e afirmou que só a região da Serra da Estrela poderá ganhar «300 milhões de euros a curto prazo», apostando, em força, no turismo dirigido aos judeus.
António Padeira, do Instituto de Turismo de Portugal, a herança judaica «é um produto que tem um público-alvo mas também pode interessar a outras pessoas, não como motivação principal da viagem mas como motivação complementar e que deve ser ainda mais desenvolvido em Portugal», admitiu, reconhecendo como aspecto positivo, a preparação da rede de judiarias.
Jorge Patrão, presidente da Turismo Serra da Estrela assumiu que o turismo judaico representa «um nicho de mercado que envolve 13 milhões de pessoas e pode ser uma ajuda para a saída da crise de muitos países”, defendendo ainda a necessidade da criação de «mais equipamentos para atingir esse nicho de mercado».
jcl (com agência Lusa)

Os congressistas da área do turismo do 1.º Festival Internacional da Memória Sefardita que decorreu na Guarda defenderam a criação de uma rede nacional de judiarias. A iniciativa, onde participou o historiador Jorge Martins, foi promovida pela entidade regional de Turismo Serra da Estrela juntou no TMG judeus e especialistas nacionais e estrangeiros.

GALERIA DE IMAGENS – FESTIVAL SEFARDITA –  1 A 7-11-2010
Clique nas imagens para ampliar

jcl

Os primeiros flocos de neve da época começaram a cair, ontem, no maciço central da Serra da Estrela. Os operadores turísticos e hoteleiros da montanha mais alta estão preparados para a nova época de inverno e, apesar da crise económica, mostram-se «optimistas» em relação à procura daquele destino turístico.

Serra da Estrela - TorreJorge Patrão, presidente da entidade regional de Turismo da Serra da Estrela, disse à agência Lusa esperar que apesar da crise, nos próximos meses «se reforce o turismo interno».
Recordou que em 2009 foram registadas «600 mil dormidas» nas várias unidades hoteleiras e de alojamento da região, admitindo que na época de 2010/2011 os números possam aumentar ou, pelo menos, manter-se.
«A região tem neve, alta montanha, ofertas de turismo cultural e de aventura para continuar a crescer nos próximos anos», concluiu.
«A crise poderá ter algum tipo de impacto, mas estamos mais optimistas do que pessimistas», disse à Lusa Ricardo Abreu, director de vendas e marketing da Turistrela, empresa concessionária do turismo na Serra da Estrela, que possui dois hotéis (Serra da Estrela e Carqueijais), 30 chalés de montanha e explora a estância de esqui, na Torre.
Segundo o responsável, a empresa disponibiliza um total de 400 camas e aposta na qualidade da oferta e dos equipamentos, sendo a última novidade um SPA, no Hotel Serra da Estrela, localizado a 1 550 metros de altitude.
Ricardo Abreu adiantou que a procura já começou, salientando, a título de exemplo, que «para o fim de ano» os chalés encontram-se «esgotados». «Pelas nossa contas passaram cerca de dois milhões de pessoas pela zona da Torre», acrescentou.
«Este ano temos 32 ‘experiências’, desde aulas de esqui, a passeios pedestres e de jipe. Temos um conjunto de programas com diversos preços para dar a oportunidade a todas as pessoas que queiram visitar a Serra da Estrela», explicou.
O ensino de desportos de inverno às crianças vai continuar este ano, lembrando que, na última temporada, foram acolhidas na estância «cerca de cinco mil crianças de escolas de todo o país e até de Espanha».
A época oficial de funcionamento da estância de esqui da Torre é entre 1 de Dezembro e 30 de Abril, mas o director da Turistrela, que também dirige o complexo, assegura que «está pronta a abrir a qualquer momento».
A estância, dotada com nove pistas, irá receber ao longo do inverno eventos variados como provas provas de snowboard, de esqui e actividades inovadoras como o «snow volei» (voleibol na neve), entre outras «que serão uma forma de trazer as pessoas à Serra da Estrela», referiu a concluir.
jcl (com agência Lusa)

O primeiro Festival da Memória Sefardita que se realizará em Novembro na Guarda está a ser promovido pelo Turismo Serra da Estrela com a presença das autarquias de Belmonte, Guarda e Trancoso na Feira Internacional de Turismo do Mediterrâneo, na cidade israelita de Tel Aviv.

Delegação Turismo Serra da Estrela em IsraelO objectivo é sair do mapa de Espanha, criando Portugal, assim uma identidade própria, criando uma nova oferta no turismo judaico.
A delegação é constituída por Jorge Patrão, presidente da Turismo Serra da Estrela, os presidentes dos municípios de Belmonte, Amândio Melo, de Trancoso, Júlio Sarmento, e da Guarda, Joaquim Valente, pelo director da agência de viagens Alegretur, Isaac Assor (membro da Comunidade Judaica), jornalistas e técnicos da Turismo Serra da Estrela.
Isaac Assor não tem dúvidas de que «existe aqui um potencial grande que pode ser desenvolvido tendo em conta que em Belmonte existe uma Comunidade Judaica, de raízes ancestrais, ainda viva e activa, além do Museu Judaico (único no país), a Judiaria (bairro judeu) e a Sinagoga Beit Eliau (Casa de Elias) mas também em Trancoso onde esta em curso o processo de construção do Centro de Estudos Isaac Cardoso (médico, filosofo e escritor, nascido nesta cidade em 1603 filho de cristãos novos, entre outras obras das Excelências e Calúnias dos Judeus publicado em Amesterdão em 1678) além da sua extensa Judiaria e a Guarda onde vai ser instalado o Memorial dedicado ao Cônsul de Bordéus, Aristides Sousa Mendes, e pelo facto de ali existir uma Judiaria de origem medieval».
Jorge Patrão realçou a «importância que a componente do turismo judaico, em alternativa à neve, sazonal, pode ter no contexto do turismo regional mas também de impacto nacional e internacional, até porque em toda a região, sobretudo em Belmonte, Trancoso e Guarda, os testemunhos são muitos e o património material e imaterial é abundante».
No ano passado, o Museu Judaico de Belmonte recebeu 17 840 visitas, mais 16 por cento que no ano anterior. Destes visitantes, dez por cento eram judeus oriundos de países como Israel, Estados Unidos da América, Brasil e Canadá.
O primeiro Festival da Memória Sefardita realizar-se-á de 1 a 7 de Novembro no Teatro Municipal da Guarda, com actividades em Belmonte, Trancoso e dois dias com data a definir, em Lisboa.
O programa inclui conferências dedicadas à história sefardita com especialistas internacionais, actividades ligadas à música e cultura judaica e abertura de novos equipamentos ligados à temática.
Para Trancoso está prevista a inauguração do Centro de Estudos Isaac Cardoso e na Guarda deverá ser inaugurado um memorial a Aristides de Sousa Mendes. Previsto está ainda a apresentação de novos produtos kosher da região.
aps

O Pólo de Desenvolvimento Turístico da Serra da Estrela agrupa cada vez um maior número de municípios, que pretendem beneficiar do turismo que a serra mais alta de Portugal proporciona. Depois e Oliveira do Hospital, Penamacor e Mangualde, surge também agora o município de Tábua a manifestar interesse em deixar o Turismo Centro de Portugal para integrar o Turismo Serra da Estrela (TSE).

Jorge Patrão, líder do Pólo de Desenvolvimento Turístico da Serra da Estrela, sucedâneo da anterior Região de Turismo, tem razões para sorrir. O TSE é uma marca em expansão, atraindo cada vez mais visitantes e fazendo também crescer o interesse dos autarcas da região em integrarem esta estrutura recentemente formada.
O presidente da Câmara Municipal de Tábua, Engenheiro Ivo Portela, manifestou agora interesse em fazer com que o seu município saia do Turismo Centro de Portugal e passe a integrar o Turismo Serra da Estrela. O autarca considera que Tábua tem grandes ligações à Serra da Estrela, razão principal para a pretendida mudança. Ainda que por ora tal não passe de uma intenção, o certo é que Ivo Portela, que tem uma forte ligação afectiva ao concelho do Sabugal, disse gostar de estar onde possa tirar mais contrapartidas para o seu concelho, dando claramente a entender que a Serrada Estrela poderá ser a breve trecho a solução para tábua em termos de aposta turística.
Originalmente o Pólo de Desenvolvimento do Turismo Serra da Estrela, criado com a mudança na organização da regiões de turismo, surgida em 2008, era integrado pelos municípios de Fornos de Algodres, Gouveia e Seia (Serra da Estrela), Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal e Trancoso (Beira Interior Norte) e Belmonte, Covilhã e Fundão (Cova da Beira).
O Sabugal, que durante anos esteve afastado da Região de Turismo da Serra da Estrela, optou por integrar a nova estrutura de apoio ao turismo, logo que a reforma de 2008 foi aprovada.
plb

O concelho da Mêda mostrou-se este ano, perla primeira vez na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) que decorreu de 13 a 17 de Janeiro, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), numa iniciativa promovida pela Câmara Municipal, inserida no espaço dedicado ao Pólo Turismo Serra da Estrela, a que pertence.

Jorge Patrão e Armando CarneiroO presidente do Município, Armando Carneiro, que desde o inicio do certame acompanhou a iniciativa, considerou que «este foi um local que permitiu ao concelho da Mêda mostrar-se aos portugueses e estrangeiros, aos empresários e operadores turísticos, as potencialidades económicas, patrimoniais e turísticas de um concelho que, sendo do interior, tem vontade de afirmar-se e desenvolver-se».
O espaço dedicado ao concelho da Mêda foi visitado por elevado número de visitantes da BTL que tiveram ocasião de degustar alguns produtos desta terra, onde os vinhos, sobretudo, foram atractivo e referência.
O presidente da Câmara Municipal, Armando Carneiro, foi o anfitrião desta iniciativa a que se associaram produtores-engarrafadores da Mêda, José Rocha (vinho «Aravos») e José Cardoso (vinho «Quinta dos Romanos»). É de assinalar que o «vinho generoso ou fino» da Mêda foi um dos produtos que acolheu os visitantes neste espaço partilhado com as autarquias da Guarda, Seia e Trancoso.
«Foi em ambiente de festa que os presidentes de Juntas de Freguesia, vereadores e outras entidades do concelho de Mêda visitaram o stand numa iniciativa patrocinada pelo Município que conferiu uma vontade de querer e afirma a Mêda e seu concelho como referência quer no pólo de Turismo Serra da Estrela quer no contexto do turismo nacional e internacional», referiu ainda o presidente Armando Carneiro.
aps (com «Mêda em Movimento»)

O concelho de Mêda foi o primeiro destino para Jorge Patrão, recém-eleito presidente da Turismo Serra da Estrela, que sucede à extinta Região de Turismo da Serra da Estrela. A visita contemplou um concelho que se transferiu da Região de Turismo Douro–Sul para a da Serra da Estrela.

Termas de LongroivaO presidente do Município da Mêda, João Mourato, recebeu Jorge Patrão acompanhado pelo vereador Paulo Amaral, sublinhando que «o Turismo é um sector importante para o desenvolvimento regional e potenciador do aproveitamento dos recursos locais e regionais».
Realçou que esta primeira visita do responsável da Turismo Serra da Estrela revestiu-se de «pragmatismo e de grande significado nas aspirações que o Município tem e deposita no Turismo como um vector gerador de riqueza, em todas as suas vertentes».
João Mourato, presidente do Município de Mêda, justificou a adesão à Turismo Serra da Estrela por considerar que «está intimamente ligado ao Douro a que nunca deixará de pertencer por razões culturais, sociais e económicas, se deve essencialmente a uma questão de pragmatismo até porque o Douro pode ser também considerada como uma porta importante de acesso à Serra da Estrela».
«Queremos potenciar aquilo que possuímos de bom, fomentar actividades, realizar iniciativas, divulgar as nossas riquezas patrimoniais e paisagísticas, mas também as manifestações populares e culturais, as festas e romarias, as feiras e exposições, os monumentos, as antigas Vilas Medievais de Longroiva, Marialva, Casteição, Ranhados e Aveloso, o artesanato e as gentes medenses», disse.
Por seu turno, Jorge Patrão afirmou que «o Douro, em que se integra parcialmente o concelho de Mêda, e a Serra da Estrela, são verdadeiras referencias turísticas, económicas e sociais e as duas grandes marcas turísticas do interior de Portugal que em muito podem contribuir para o desenvolvimento e criação de riqueza».
Jorge Patrão esteve em Longroiva onde visitou o complexo da Estância Termal daquela antiga vila medieval. Trata-se de um, edifício cuja construção foi apoiada pela Acção Integrada de Base Territorial do Vale do Côa (AIBT) onde foram investidos cerca de cinco milhões de euros e cuja inauguração está prevista a curto prazo, equipado com as diversas valências de tratamento termal.
O termalismo tem grandes potencialidades de desenvolvimento mas é necessário ser rentabilizado através da cativação de gente, onde a animação é também um dos factores a ter em conta.
O presidente da Turismo Serra da Estrela defendeu então que o aproveitamento dos recursos locais e patrimoniais na área do turismo «podem constitui um elemento importante de fixação das populações e fomentar o crescimento sócio-económico, de uma forma integrada apoiado em importantes núcleos históricos, designadamente Marialva, Meda, Casteição e Ranhados, antigas vilas medievais mas também sítios arqueológicos e a viticultura de qualidade que estão em desenvolvimento».
jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.556 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios