You are currently browsing the tag archive for the ‘gnr’ tag.

Segundo um comunicado divulgado aos meios de comunicação social, o Comando Territorial da Guarda realiza, entre os dias 23 e 24 de Março, acções de sensibilização junto de estudantes que se deslocam em férias, para Espanha, nos acessos à fronteiras de Vilar Formoso.

Tendo presente que, por ocasião das férias escolares da Páscoa, milhares de jovens portugueses viajam até à Catalunha e sul de Espanha, em viagens organizadas, militares do Comando Territorial Guarda realizam, entre as 20 horas do dia 23 e as 20 horas do dia 24, uma operação nos principais acessos à fronteira, com o objectivo de sensibilizar os estudantes para os perigos que advêm do uso de produtos estupefacientes.
No decorrer da operação, os militares, recorrendo a binómios cinotécnicos de detecção de drogas, fiscalizarão os autocarros que transportam os jovens aos destinos e respectivas bagagens.
Deste modo, pretende-se evitar comportamentos desviantes nestas faixas etárias, nomeadamente o consumo e tráfico de produtos estupefacientes.
plb

O Comando Territorial da Guarda, da Guarda Nacional Republicana, levou a efeito, entre 15 de Janeiro e 29 de Fevereiro, uma operação de recolha de dados, no âmbito da «Operação Censos Sénior 2012», direcionada aos idosos que vivem sozinhos e/ou isolados existentes na área de responsabilidade da GNR.

O Comando Territorial da Guarda procedeu ao registo dos idosos que vivem sozinhos e/ou isolados, e sinalizou aqueles que se encontram em risco, na sua área de acção. Nesta operação foram registados 1912 idosos a residir sozinhos e/ou isolados.
A residir sozinhos foram identificados 1248 idosos (65.27 %);
A residir em locais isolados foram identificados 472 idosos (24.69 %);
A residir sozinhos e isolados, foram registados 192 idosos (10.04 %).
Os concelhos do distrito da Guarda com mais registos de idosos foram: Guarda com 313; Trancoso com 298; Pinhel com 290; Celorico da Beira com 237 e Gouveia com 164.
Os militares da GNR através de uma «ficha de registo» recolheram dados, para efeitos de avaliação do risco e recolha de informação sobre o idoso, nomeadamente: As coordenadas GPS da sua residência; Se tem telefone? Se vive sozinho? Se vive isolado? Se tem família? Qual o tipo de alojamento; Qual o estado de saúde e nível de autonomia; Se tem médico de família? Se recebe apoio e qual a regularidade desse apoio.
Em termos comparativos, em 2011 tinham sido registados 389 idosos a viver isolados e/ou sozinhos na área de responsabilidade do Comando Territorial da Guarda.
plb (com GNR da Guarda)

O Comando Territorial da Guarda da GNR informou que deteve em Gouveia um foragido à justiça que estava condenado a cumprir 10 anos de prisão efectiva por tráfico de estupefacientes.

Preso algemadoO homem, de 27 anos de idade, foi encontrado pelos militares da GNR durante uma busca a casa do pai, em Ribamondego, concelho de Gouveia, no 17 de Fevereiro. O pai do detido estava indiciado num crime de ameaças com arma de fogo, tendo sido emitido um mandado judicial de busca domiciliária e no intuito de se apreender a arma do crime, porém os militares encontraram o filho do visado, que tinha para cumprir uma pena de prisão efectiva de 10 anos, imposta pelo Tribunal de Esposende pela prática dos crimes de tráfico de estupefacientes, posse ilegal de arma, burla e falsificação de documentos. O homem foi conduzido ao Estabelecimento Prisional Regional de Viseu, onde deu entrada para cumprimento da pena de prisão.
No decurso da busca foi também encontrada e apreendida uma espingarda carabina de calibre 9 milímetros.
No dia 17 de Fevereiro militares do Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel detiveram em Viseu uma mulher de 43 anos de idade, desempregada, residente em Lisboa, por crime de furto numa residência. A detenção aconteceu após a lesada ter denunciado o furto do interior da sua residência, em Trancoso, de vários objectos em ouro no valor de três mil euros. A GNR colocou-se imediatamente em campo, conseguindo deter a suspeita quando esta já estava em Viseu.
Foram recuperados os objectos em ouro furtados da residência, sendo-lhe ainda apreendida a quantia de 1.400 euros, por não justificar a sua proveniência.
plb

O Comando Territorial da Guarda da GNR divulgou as estatísticas da sinistralidade rodoviária no distrito da Guarda relativas ao ano de 2011. Segundo as quais houve um total de 1367 acidentes, de que resultaram 11 mortos, 43 feridos graves e 526 feridos leves.

Quatro das vítimas mortais resultaram de acidentes por colisão, outras quatro por despiste e duas por atropelamento. Esses números representam uma melhoria significativa em relação ao ano anterior, pois em 2010 verificaram-se 19 mortos, o que representou uma diminuição de 42 por cento. Essa tendência de descida verificou-se igualmente em relação às restantes estatísticas. O número de acidentes de viação desceu 13%, o número de feridos graves diminuiu 30% e o número de feridos leves decresceu 3%.
O comunicado da GNR da Guarda faz também referência á actividade desenvolvida na semana transacta, de onde se destaca a realização de uma Operação de fiscalização de trânsito, com particular incidência na condução sobre o efeito do álcool e sem habilitação legal, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes. Foram fiscalizados 79 veículos e condutores, tendo sido detidos três condutores dois por excesso de álcool no sangue e um por falta de habilitação legal para exercer a condução.
Na noite de 24 de Janeiro foi detido em Seia um jovem de 19 anos, desempregado, por crime de tráfico de estupefacientes. O suspeito tinha na sua posse 47,68 gramas de haxixe e 2,50 gramas de cannabis, quantidade suficiente para 253 doses individuais.
Na tarde de 31 de Janeiro, em Trancoso, foram detidos em flagrante delito um homem e uma mulher, com 38 e 26 anos de idade, respectivamente, residentes em Mangualde, quando furtavam num armazém e num terreno, anexos a uma residência, metais não preciosos e peças de um tractor agrícola.
plb

No passado fim-de-semana o Comando Territorial da Guarda da GNR realizou uma operação especial de prevenção criminal nos concelhos do Sabugal, Pinhel e Guarda, de que resultou a detenção de quatro indivíduos.

Guarda Nacional RepublicanaA operação incidiu particularmente na fiscalização a estabelecimentos de diversão nocturna, incluindo o patrulhamento de pontos considerados sensíveis.
No Sabugal detiveram-se dois homens, 19 e 29 anos de idade, por exercerem ilegalmente a actividade de segurança privada num estabelecimento de diversão nocturna. Sendo presentes ao Tribunal Judicial do Sabugal, ficaram com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência a aguardar o resultado do Inquérito.
Em Pínzio, concelho de Pinhel, foram detidos na mesma operação, em flagrante delito, outros dois homens, com 57 e 74 anos de idade, residentes na Guarda, quando furtavam metais não preciosos num armazém. Os suspeitos, um deles com antecedentes criminais e a cumprir pena suspensa, foram presentes ao Tribunal Judicial de Pinhel.
Através do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), a GNR realizou também em todo o distrito da Guarda uma operação de fiscalização aos lagares de azeite, de onde resultaram oito autos de contra-ordenação. A operação decorreu entre os dias 5 e 18 de Janeiro, período em que foram fiscalizados 13 lagares.
Na noite de 20 de Janeiro, militares do Posto Territorial de Seia, detiveram três indivíduos de 21, 26 e 39 anos de idade, dois deles residentes na Amadora e outro em Arganil, por crime de tráfico de estupefacientes. Os detidos estavam na posse de 22,64 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 115 doses individuais. Presentes ao Tribunal Judicial de Seia, foi-lhes aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência, ficando a aguardar o resultado do Inquérito.
Na noite de 21 de Janeiro, militares do Posto Territorial de Seia, detiveram em flagrante delito, um indivíduo de 39 anos de idade, residente em Seia, por crime de violência doméstica. A detenção ocorreu após ter sido dado o alerta para aquele Posto, a comunicarem a existência de agressões mútuas. Uma vez no local a patrulha entrou na residência, quando o agora detido, agredia fisicamente a vítima que se encontrava prostrada em cima da cama e imobilizada, no quarto do casal.
A Equipa de Investigação e Inquérito do Posto de Gouveia identificou, nos dias 19 e 20 de Janeiro, dois indivíduos de 16 e 19 anos de idade, residentes em São Paio, por suspeita da prática de vários crimes de furto a residências. Os mesmos já estavam a ser investigados há algum tempo no âmbito de Inquéritos criminais, tendo sido realizadas buscas domiciliárias às suas residências, onde lhes foram apreendidos diversos objectos furtados, designadamente, artigos de vestuário, de beleza e uma Play Station, tendo confessado serem os autores de pelo menos três furtos a residências. Os mesmos, que agiram em co-autoria, foram constituídos arguidos, tendo os factos sido participados ao Tribunal Judicial de Gouveia.
plb

O Comando Territorial da Guarda da GNR divulgou os dados provisórios da operação Ano Novo, a os quais apontam para uma diminuição do numero de acidentes danas estradas do distrito da Guarda, quando comparado com o ano anterior.

No âmbito da 2ª fase da Operação Natal/Ano Novo, que decorreu entre os dias 30 de Dezembro e 2 de Janeiro, registaram-se oito acidentes rodoviários, que provocaram dois feridos leves.
Comparativamente ao ano anterior e em igual período, verificou-se uma diminuição do número de acidentes (menos seis), tendo como consequências também uma diminuição no número de feridos leves (menos cinco).
O Comando Territorial da Guarda, durante a Operação e até esta data, exerceu um esforço em matéria de segurança rodoviária, tendo efectuado 99 patrulhamentos, empenhando um total de 215 efectivos. Também a acção fiscalizadora foi tida em conta, nomeadamente, no tocante às manobras perigosas e condução sob o efeito do álcool.
Em matéria de álcool foram fiscalizados 852 condutores, tendo sido detidos 10 por apresentarem uma TAS (Taxa de Álcool no Sangue) igual ou superior a 1,20 g/l e verificados mais 22 excessos, uma vez que os respectivos condutores apresentavam uma TAS superior à legalmente permitida (0,49 g/l).
Em matéria de excesso de velocidade foram controlados 1856 veículos, tendo sido registados 153 excessos. Foram ainda elaborados 134 autos de contra-ordenação por outras infracções rodoviárias.
Na noite de 30 de Dezembro, o Comando Territorial levou a efeito uma Operação de prevenção da criminalidade, com particular incidência na fiscalização de estabelecimentos de diversão nocturna, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes, da qual resultou a detenção 11 indivíduos.
Foram detidos 3 indivíduos, residentes em Celorico da Beira, por crime de furto num armazém de materiais de construção civil, em Moimentinha – Trancoso, onde se introduziram por arrombamento da porta de entrada.
Os suspeitos, já com antecedentes criminais, tinham carregado no veículo «forgon» em que se faziam transportar, diversas ferramentas e materiais de construção, que haviam furtado do dito armazém, quando foram surpreendidos por militares do Posto Territorial de Vila Franca das Naves.
Presentes ao Tribunal Judicial de Trancoso, foi a cada um aplicada pena de prisão de 2 anos e 4 meses, ficando esta suspensa por igual período.
Foram também detidos 3 indivíduos por crime de posse ilegal de armas. Destes, um tinha na sua posse uma pistola de calibre 6,35mm e 32 munições do mesmo calibre e os outros dois detinham uma pistola de ar comprimido e três armas brancas.
No âmbito da fiscalização dos estabelecimentos, foram inspeccionados 11 bares e controladas 27 cidadãs estrangeiras. Destas 5 encontravam-se em situação ilegal em Território Nacional.
Assim, 2 foram detidas por permanência ilegal no país e outras 3 foram notificadas para comparecerem no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras a fim de regularizarem a situação em Portugal. Foram ainda apreendidas 1,07 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 22 doses individuais e elaborados 3 autos de contra-ordenação por infracções verificadas à legislação policial geral.
plb

O Comando Territorial da Guarda da GNR informou no seu comunicado semanal ter procedido a detenções em Vilar Formoso (por posse ilegal de armas), em Pinhel (por tentativa de homicídio em acto de violência doméstica) e em Fornos de Algodres (por ofensas à integridade física).

Patrulha da GNRNo dia 6 de Dezembro, no decurso de uma acção de fiscalização de trânsito junto à fronteira de Vilar Formoso, a GNR deteve um homem de 37 anos idade, natural de Viseu e residente em Sezures (Penalva do Castelo), pelo crime de posse ilegal de armas. O detido transportava no veículo automóvel que conduzia uma carabina calibre 22mm, indocumentada, a qual se encontrava dissimulada no interior de uma caixa de papel e embrulhada em plásticos. Presente ao Tribunal Judicial da Almeida, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência, passando o processo para a forma comum, a aguardar o resultado do inquérito.
No dia 7 de Dezembro, a GNR de Pinhel deteve, em flagrante delito, um homem de 71 anos, residente naquela cidade, por tentativa de homicídio num quadro de violência doméstica. A detenção aconteceu após a vítima ter alertado a GNR de que estava a ser alvo de agressões, na sua residência, praticadas pelo seu cônjuge. Os militares do Posto de Pinhel deslocaram-se de imediato ao local, logrando retirar a vítima da residência. A mesma apresentava ferimentos em ambas as mãos e na face, aparentemente infringidos por objectos cortantes (faca ou machado), sendo conduzida ao Centro de Saúde de onde seguiu para o Hospital da Guarda.
O agressor barricou-se no interior da sua residência, oferecendo numa primeira fase alguma resistência, acabando contudo detido e conduzido ao Tribunal Judicial de Pinhel, que lhe decretou como medida de coacção a obrigatoriedade de permanência na habitação (prisão domiciliária), tendo para o efeito da fiscalização do cumprimento das obrigações impostas, sido empregue meios técnicos de controlo à distância (pulseira electrónica). O detido já não habitava com a vítima e era reincidente neste tipo de crime.
Na noite de 10 de Dezembro, a GNR deteve um jovem de 21 anos, suspeito de ofensas à integridade física com recurso a arma branca, cometidas junto a um restaurante em Fornos de Algodres. O detido tinha na sua posse uma faca, que lhe foi apreendida. Presente em tribunal, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência. A vítima teve necessidade de tratamento hospitalar.
plb

Munidos de motosserras os ladrões de cobre cortaram os 20 postes que suportavam os 2.100 metros de linha telefónica entre as aldeias de Bismula e Ruivós, no concelho do Sabugal, deixando as populações sem comunicações.

Vodpod videos no longer available.

O furto aconteceu durante a noite de quarta para quinta-feira passada, e o caso apenas foi descoberto na sequência da falta de comunicações por telefone fixo e Internet, altura em que se verificou o desaparecimento do fio e o caso foi comunicado à GNR.
Os assaltantes cortaram os 20 postes de madeira a cerca de um metro de altura do solo e recolheram seguidamente o fio de cobre em bobinas que terão carregado numa carrinha. O destino é a venda do cobre a sucateiros, negócio que tem motivado o furto constante de metais nas aldeias do interior.
Em Ruivós vivem cerca de 50 pessoas e na Bismula 150, que agora focaram mais isoladas do mundo, pois a rede móvel de telefones funciona com grandes limitações, face à constante falta de rede. O presidente da Junta de Freguesia da Bismula, José Vaz, teme que a reparação da linha demore várias semanas. «Sei que têm o assunto em mãos mas provavelmente a reposição das comunicações vai levar muito tempo, porque são muitos postes a recolocar e uma grande extensão de linha», disse o autarca ao Capeia Arraiana, acrescentando que a falta de telefones de estende a outras aldeias ao redor, nomeadamente a Aldeia da Dona e Carvalhal.
A GNR está em campo a investigar o crime, que poderá ter ligação com outros de igual natureza que têm acontecido na região. O modus operandi (furto com recurso ao corte de uma elevada extensão de postes) já é conhecido e tem acontecido noutros pontos do país, embora neste caso tal tenha sucedido numa grande extensão – mais de dois quilómetros.
O insólito despertou a curiosidade de diversos meios de comunicação social, que foram ao local para observarem in loco os vestígios do furto do fio. «Ontem estiveram aqui televisões, rádios e vários jornais nacionais, querendo inteirar-se da situação, acompanhei-os e prestei-lhes declarações. É bom que se divulgue o que aqui se passou para que as autoridades e as populações do interior se acautelem de modo a evitarem outros casos semelhantes», disse o presidente da junta de Freguesia da Bismula.
plb

O Comando territorial da Guarda, da GNR, informou que no passado dia 28 de Novembro deteve um homem de 30 anos idade, residente nos Forcalhos, concelho do Sabugal, pela prática do crime de posse ilegal de armas.

A ocorrência teve na sua origem o recebimento de uma denúncia de ameaça de morte, o que levou os militares do Posto do Soito a uma intervenção imediata, identificando o suspeito, altura em que verificaram que o mesmo tinha no interior do seu automóvel, em cima dos bancos, uma arma de caça indocumentada, a qual foi apreendida. O detido foi presente ao Tribunal Judicial do Sabugal, que validou a detenção e marcou o respectivo julgamento em processo sumário para o dia 9 de Dezembro.
No mesmo dia a GNR de Vilar Formoso identificou um homem de 40 anos, residente nessa localidade, pela prática do crime de furto em residência. A identificação do suspeito ocorreu após ter sido apresentada queixa, dando conta de que um indivíduo encapuzado e armado com um revólver, que mais tarde se veio apurar ser de plástico, havia furtado vários objectos em ouro do interior de uma residência em Vilar Formoso. A acção imediata dos militares da GNR permitiu a recuperação e apreensão dos objectos furtados. O suspeito possui antecedentes criminais e está referenciado pela prática de furto em residências, tendo os factos sido participados ao Tribunal Judicial de Almeida.
No dia 3 de Dezembro a GNR efectuou duas operações de fiscalização a veículos de transporte de mercadorias com particular incidência nos que se destinavam à feira de Vilar Formoso. Foram fiscalizados 12 veículos, o que resultou na elaboração de três autos por crime de contrafacção de mercadorias sujeitas a cumprirem com as formalidades legais relativas ao Código da Propriedade Industrial (CPI) e apreendidas 542 peças (vestuário, calçado, perfumes, relógios) de diversas marcas conceituadas no mercado, com o valor total e presumível de 43.400 euros. Em consequência, foram identificados três indivíduos, residentes nos concelhos do Porto, Viseu e Castelo Branco como sendo os proprietários das mercadorias apreendidas.
plb

Um homem de Quadrazais, de 31 anos, já com antecedentes criminais, foi identificado pela GNR como suspeito do furto de metais (ferro) numa quinta agrícola próxima do Sabugal.

Operação STOP da GNRSegundo o comunicado semanal da GNR da Guarda, a identificação do suspeito ocorreu após ter sido apresentada queixa no Posto do Sabugal sobre o furto. Face à situação os militares afectos à investigação criminal colocaram-se em campo e localizaram e apreenderam o material furtado, para além de identificarem o suspeito do furto, tendo os factos sido participados ao Tribunal Judicial do Sabugal.
No final da tarde do dia 27 de Novembro, o Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente, através da Equipa de Protecção Florestal da Guarda, deteve um indivíduo de 46 anos de idade, residente em Linhares da Beira (Celorico da Beira), por crime de desobediência no âmbito da fiscalização da caça.
O homem circulava num caminho rural e não obedeceu ao sinal de paragem dos agentes, sendo apenas possível a sua intercepção quando lhe foi barrada a passagem. Na fiscalização ao veículo foram encontradas duas armas brancas proibidas (uma catana com 41 cm e uma faca com 22 cm) que lhe foram apreendidas. Ao suspeito foi também apreendida uma caçadeira e respectivos documentos (livrete de arma de caça e carta de caçador) e 14 cartuchos, dos quais um de zagalote e um de bala.
Outra situação ocorreu no dia 23 de Novembro, em que o Núcleo de Investigação Criminal da Guarda, deteve um homem de 27 anos idade, residente em Vila Fernando, concelho da Guarda, por crime de posse ilegal de uma soqueira e um bastão extensível, armas proibidas por lei. Presente ao Tribunal da Guarda foi condenado em 100 dias de prisão de, remissíveis a multa de 600 euros.
plb

O efectivo dos postos da GNR do Sabugal e do Soito foi recentemente reforçado em mais cinco e quatro militares, respectivamente, facto que lhes confere uma maior capacidade operativa.

Tenente-Coronel Cunha RasteiroDos 28 efectivos que o Comando Territorial da Guarda da GNR recebeu para reforço do dispositivo em todo o distrito, nove foram colocados no concelho do Sabugal, o que representa a afectação a este concelho de 33 por cento do reforço total recebido pelo comando. Com o reforço de elementos agora concretizado, o posto do Sabugal passou a contar com 23 efectivos e o do Soito conta agora com 14 militares para o serviço.
O Tenente Coronel Luís Cunha Rasteiro, do Comando Territorial da Guarda da GNR, abordado pelo Capeia Arraiana sobre esta situação, considera que «o reforço agora garantido aos postos do Sabugal e do Soito, cujos efectivos estavam desfalcados, permite aumentar a capacidade de patrulhamento e de policiamento de proximidade nas respectivas áreas de intervenção».
Para este oficial da GNR, ele próprio natural do Sabugal, e há muito colocado no comando da Guarda, o reforço de quatro militares no posto do Soito vai-lhe permitir «projectar mais uma ou duas patrulhas por dia para as 20 freguesias que tem sob a sua responsabilidade». No referente ao Sabugal os cinco elementos agora recebidos «garantem, para além de um maior numero de patrulhas nas aldeias, um reforço do policiamento de proximidade na própria cidade, nomeadamente junto das escolas e do comércio», assim contribuindo para um maior sentimento de segurança por parte da população.
O Sabugal vem sendo um concelho seguro, onde os casos de criminalidade violenta, assaltos e roubos não tem acontecido com demasiada frequência, quando comparado com outros concelhos do próprio distrito, mas o recente caso de um assalto a mão armada a uma farmácia da cidade, faz relevar a importância de haver uma boa capacidade de intervenção da parte da força de segurança local. A situação de crise económica e social hoje se vive, aliada ao fenómeno crescente da criminalidade itinerante, podem potenciar um aumento dos actos de natureza criminal, dai a importância do reforço dos efectivos da GNR nos dois postos que existem no concelho.
plb

O Comando da Guarda da Guarda Nacional Republicana (GNR) informou que foram detidos dois jovens pelo crime de tráfico de estupefacientes, residentes em Vila Nova de Foz Côa e em Espanha.

Preso algemadoSegundo o comunicado semanal da GNR da Guarda, em 8 de Novembro, militares do Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel, detiveram em Vila Nova de Foz Côa um indivíduo de 21 anos de idade, residente nessa localidade, pelo crime de tráfico de estupefacientes. A detenção ocorreu na sequência de uma fiscalização e revista ao suspeito, tendo-se verificado que o mesmo tinha na sua posse 9,4 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 47 doses individuais. Presente ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na tarde de 11 de Novembro, o Núcleo de Investigação criminal de Vilar Formoso, deteve um indivíduo espanhol, de 26 anos de idade, residente em Valladolid (Espanha), também pelo crime de tráfico de estupefacientes. O suspeito foi detido no decurso de uma operação, levada a efeito na fronteira de Vilar Formoso, tendo-se verificado, na fiscalização efectuada ao interior do veículo em que se fazia transportar, a existência de 14 gr de cannabis sativa e 4 gr de haxixe. O mesmo foi notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Almeida par aplicação de eventual medida de coação.
No passado dia 10 de Novembro, militares da Secção de Investigação Criminal do Comando Territorial, no âmbito de um inquérito a correr termos no Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Especificas, por crime de violência doméstica, efectuaram busca domiciliária em duas residências em Escalhão, concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, tendo apreendido duas armas de fogo (duas pistolas de calibre 6,35 mm em situação ilegal), 44 munições do mesmo calibre e 125 gr de cannabis sativa. Em consequência da busca, foi detido um indivíduo de 52 anos, residente naquela localidade, por posse ilegal de arma. Ao suspeito foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na noite de 13 de Novembro, o Comando Territorial levou a efeito uma operação de prevenção da criminalidade, com particular incidência na fiscalização rodoviária e de estabelecimentos de diversão nocturna, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes. Na fiscalização aos estabelecimentos, foram inspeccionados seis bares, tendo sido detidos dois indivíduos, de 39 e 40 anos de idade, por posse ilegal de arma (um punhal e uma soqueira) e detida uma cidadã, de 35 anos de idade, por permanência ilegal no país. Foram ainda identificados dois indivíduos, de 20 e 21 anos, que tinham na sua posse 1,9 gr de cannabis sativa, os quais foram notificados para comparecerem na Comissão da Dissuasão da Toxicodependência da Guarda.
plb

O tenente-coronel António Manuel Lourenço Lopes, natural da Sertã, distrito de Castelo Branco, é o novo comandante do Comando Territorial da Guarda da GNR, substituindo o coronel Monteiro Antunes, que passou à reserva.

O Novo Comandante nasceu a 29 de Outubro de 1961,e iniciou a vida militar como oficial com a frequência do Curso de Oficiais Milicianos, em 1983, na Escola Prática de Infantaria.
Ainda no Exército, prestou serviço como oficial subalterno na Primeira Brigada Mista Independente, entre 1983 e 1986, ano em que ingressou no Curso de Formação de Oficiais da Guarda Nacional Republicana que concluiu em 1989.
Como oficial subalterno prestou serviço no então Regimento de Infantaria da GNR, entre 1989 e 1991. depois, de 1992 a 1994 desempenhou várias funções de Estado Maior, no Comando da então Brigada Territorial n.º 2.
Em 1994 frequentou o Curso de Promoção a Capitão, após o que Comandou o Destacamento Territorial de Pombal, de 1995 a 2000, ano em que transitou para o comando do Destacamento de Leiria, onde se manteve até 2003.
Ainda em 2003 frequentou o Curso de Promoção a Oficial Superior, passando depois a desempenhar as funções de Adjunto do Comandante de Grupo Territorial de Leiria e Chefe da Secção de Investigação Criminal. Já Major, foi nomeado em 2004, segundo comandante do Grupo Territorial de Leiria, passando a comandante do Grupo em 2009.
Após a reestruturação orgânica da GNR continuou interinamente à frente do Comando Territorial de Leiria, até 2011, após o que passou a ser segundo comandante daquela Unidade, até 2 de Novembro de 2011, data em que assumiu a chefia do Comando Territorial da Guarda.
O tenente-coronel António Lopes possui dez louvores, três dos quais atribuídos pelo General Comandante Geral da GNR. Possui também as medalhas de Mérito Militar (grau prata), Comportamento Exemplar (grau prata) e Assiduidade de Segurança Pública (2 estrelas).
A tomada de posse do novo comandante realizou-se no dia 2 de Novembro, pelas 11 horas com uma cerimónia protocolar.
plb

No dia 24 de Outubro, a GNR de Vila Nova de Foz Côa, deteve um homem de 60 anos, residente na freguesia de Santo Amaro, por crime de detenção e posse ilegal de arma.

GNR-Guarda Nacional RepublicanaSegundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda da GNR, a detenção aconteceu na sequência de desentendimentos entre um casal, o que originou a intervenção da GNR, que apreendeu duas armas de fogo (caçadeiras), uma delas em situação ilegal e outra como medida cautelar, tendo também apreendido 10 cartuchos dos calibres das referidas armas.
Presente ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa, o detido viu ser-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
No dia 26 de Outubro, o Comando Territorial da Guarda levou a efeito uma operação de fiscalização de trânsito, com particular incidência nos veículos de transporte de mercadorias, bem como na condução sobre o efeito do álcool e sem habilitação legal e na abordagem de suspeitos da prática de crimes. A operação permitiu a fiscalização de 63 veículos e condutores, tendo sido elaborados dois autos de contra-ordenação, por infracções à legislação rodoviária.
No que respeita à fiscalização de mercadorias, foram apreendidos 116 artigos de vestuário contrafeito (óculos relógios, malas e bonés, de diversas marcas conceituadas no mercado e CD’s) no valor de 4.690 euros, que se destinavam a ser comercializadas no mercado semanal de Seia. Foi identificado um indivíduo, residente no concelho de Seia, como proprietário da mercadoria. Foram ainda elaborados dois autos de contra-ordenação por infracções verificadas à legislação fiscal e apreendidas duas viaturas e mercadorias no valor de 800 euros.
Na semana passada foram ainda realizadas duas operações na zona de fronteira com Espanha, no âmbito da fitossanidade florestal e transporte de resíduos, direccionadas para a fiscalização do Nemátodo do Pinheiro. Foram fiscalizados 51 veículos e elaborados dois autos de contra-ordenação.
Em toda a semana a GNR da Guarda deteve 12 Indivíduos, nove dos quais em flagrante delito e três no cumprimento de mandados judiciais.
plb

A Guarda Nacional Republicana, deteve em Vila Nova de Foz Côa um homem estrangeiro, de 51 anos de idade, pela presumível prática de crimes de rapto e ofensas à integridade física. Para além desta foram efectuadas outras detenções em diversas localidades do distrito da Guarda, nomeadamente por crimes de burla e de furto.

Guarda Nacional RepublicanaSegundo o comunicado semanal do Comando Territorial da GNR da Guarda, a detenção em Vila Nova de Foz Côa aconteceu quando o suspeito abordou na via pública um homem, seu conhecido, e o manietou, sob a ameaça de uma arma branca, amarrando-lhe os pulsos com fio de cobre, alegadamente por suspeitar que este lhe havia furtado alguns bens (ouro e dinheiro). De seguida, levou-o para junto de um café no centro da cidade, onde a vítima dizia ter escondido os alegados bens, com o intuito de se libertar do agressor.
Informado o posto da GNR, uma patrulha deslocou-se ao local onde viria a deter o suspeito, que foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida coactiva de Termo de Identidade e Residência. Foi ainda notificado para se apresentar no SEF da Guarda a fim de regularizar a sua situação no Território Nacional.
Na tarde de 10 de Outubro a GNR identificou no Adão, Guarda, um homem e uma mulher, também estrangeiros, de 30 e 29 anos, respectivamente, por crime de burla. Os Suspeitos abordaram uma senhora de 85 anos de idade, residente em Escalhão, Figueira de Castelo Rodrigo, a quem ofereceram um cordão que diziam ser em ouro. Ao mesmo tempo que colocavam no pescoço da idosa o dito cordão, que era de latão, retiravam-lhe o que ela usava, este sim em ouro. O veículo em que o casal se fazia transportar veio a ser interceptado na localidade de Adão, e verificou-se que tinham na sua posse alguns artigos de imitação de ouro, 550 euros que, supostamente, eram o produto da venda do cordão objecto da burla, que lhes foram apreendidos. Os factos foram participados ao Tribunal Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo.
Já em Souropires, concelho de Pinhel, na manhã do dia 14 de Outubro, a GNR deteve um indivíduo de 30 anos de idade, ali residente, pelos crimes de furto, burla, burla qualificada, falsificação de documentos e abuso de confiança. O suspeito havia cometido uma burla em Aguiar da Beira por emissão de cheque que tinha sido furtado e, entretanto já cancelado, vindo a verificar-se após diligências efectuadas, a prática de diversos crimes deste tipo, bem como celebração de negócios que efectuava em nome de empresas fictícias que tinha em seu nome, apresentando para pagamento diversos cheques furtados, cujo livro de cheques que tinha na sua posse lhe foi apreendido. O mesmo encontra-se indiciado pela prática de vários crimes, designadamente burla a pessoas e a empresas e foi presente ao Tribunal Judicial de Trancoso, tendo o Inquérito transitado para o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa.
Na tarde do mesmo dia 14 foi ainda detido, em flagrante delito, num estabelecimento comercial em Pinhel, um indivíduo de 60 anos, residente na cidade do Porto, pelo crime de burla. O suspeito, já com antecedentes criminais, tinha praticado mais duas burlas em estabelecimentos comerciais daquela cidade e foi surpreendido pelos militares da GNR quando procedia ao pagamento de artigos de baixo valor com uma nota de 100 euros, que depois de já ter o troco na sua posse tentava reaver, praticando desta forma a burla.
Ainda no mesmo dia 14, e também em Pinhel, foi identificado um indivíduo de 47 anos, residente em Malta, suspeito da prática de vários crimes de furto de gasóleo. O suspeito está indiciado por furto no valor de 10.750 euros, tendo confessado a autoria de dois furtos de combustível, sendo ainda possível recuperar 120 litros que foram entregues ao seu proprietário.
plb

Militares da GNR, da Secção de Investigação Criminal do Comando Territorial da Guarda, efectuaram uma busca domiciliária numa residência em Adão, concelho da Guarda, tendo apreendido duas armas de fogo ilegais, uma caçadeira de calibre 12 mm e uma pistola de calibre 6,35 mm.

Operação STOP da GNRSegundo o comunicado semanal da GNR da Guarda, a apreensão aconteceu no dia 6 de Outubro, no âmbito de um inquérito a correr termos no Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Especificas, por crime de violência doméstica. Para além das armas foram ainda apreendidos 15 cartuchos e 9 munições.
Em consequência da descoberta das armas e munições ilegais, foi detido o homem residente na morada, de 57 anos de idade, que foi presente ao Tribunal Judicial da Guarda, que o sujeitou à medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
No dia 3 de Outubro, o Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel deteve em flagrante delito, dois indivíduos de 42 e 58 anos de idade, residentes em Ervedosa, concelho de Pinhel, por crime de burla a um casal de idosos, residentes em Coriscada, concelho de Mêda. Os suspeitos tentavam celebrar um negócio de venda de um animal de raça asinina (um burro), aproveitando-se da idoneidade e vulnerabilidade do casal, para receberem em troca uma quantia mais elevada do que o real valor do animal, pressionando constantemente as vítimas.
Os factos foram participados ao Tribunal Judicial da Mêda, sendo imposta aos detidos a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Marcando o início da época venatória, a GNR levou a efeito, no dia 5 de Outubro, uma acção de fiscalização em todo o distrito da Guarda, tendo em vista verificar a legalidade do exercício da caça por meios e métodos contrários aos legalmente definidos, quer nos locais autorizados para a sua prática, quer nos itinerários de acesso e regresso dos mesmos. Foram fiscalizados 150 caçadores, o que resultou na elaboração de seis autos de contra-ordenação por diversas infracções à legislação da caça. Foi ainda apreendida uma arma de caça, sete cartuchos e respectivos documentos, uma vez que o caçador tinha a validade da carta de caçador expirada.
plb

No dia 27 de Setembro, o Núcleo de Investigação Criminal de Vilar Formoso, da GNR, efectuou uma busca domiciliária na Miuzela, concelho de Almeida, no âmbito de um inquérito por crime de violência doméstica, tendo apreendido uma arma de fogo ilegal.

Guarda Nacional RepublicanaA arma apreendida era uma caçadeira de calibre 12 mm, e junto com a mesma foram apreendidos 56 cartuchos do mesmo calibre.
Em consequência da busca, foi detido um indivíduo de 61 anos, residente naquela morada, por ter na sua posse a arma ilegal.
No mesmo dia 27 de Setembro, militares do Posto de Gouveia, detiveram um indivíduo de 81 anos, residente em Momenta da Serra (Gouveia), por crime de posse de arma proibida. Esta detenção ocorreu no âmbito de um inquérito por crime de ameaças, e na sequência de uma busca domiciliária, onde foi encontrada uma pistola de alarme de calibre 8 mm e 14 munições de calibre 6,35 mm.
O Núcleo de Investigação Criminal de Gouveia identificou ainda, no dia 28 de Setembro, um indivíduo de 29 anos, residente em Loriga (Seia), por suspeita da prática de vários crimes em estabelecimentos comerciais. O homem já estava a ser investigado há algum tempo e foram-lhe apreendidos diversos objectos furtados, designadamente seis relógios antigos, um fio de prata, 890 moedas antigas de colecção e ainda um «pé de cabra» que utilizava para práticar os crimes.
O comunicado informa ainda que no dia 2 de Outubro a GNR efectuou uma abrangente acção de fiscalização, tendo em vista verificar a legalidade do exercício da caça, com especial incidência no eventual recurso a meios e métodos contrários aos legalmente definidos.
Foram fiscalizados 21 veículos e 171 caçadores, o que resultou na elaboração de três autos de contra-ordenação por diversas infracções verificadas.
plb

Militares do posto da Guarda Nacional Republicana de Mêda, detiveram, na passada sexta-feira, dia 23 de Setembro, uma mulher de 56 anos de idade, suspeita da prática de um crime de incêndio que deflagrou na floresta circundante à sua residência, sita na localidade Ranhados, concelho de Mêda.

A suspeita, doméstica de profissão, foi pelas 15 horas, surpreendida por um militar da GNR, que estava nas proximidades a vigiar aquela zona, pelo facto de ali anteriormente terem ocorrido 35 ignições desde o inicio do presente ano.
A detida justificou os seus actos, alegando que eram para afastar os «bichos» (animais selvagens), com medo que entrassem na sua residência.
Conforme legislação vigente, a suspeita foi entregue à Policia Judiciária da Guarda, que por sua vez a apresentou no dia seguinte, no Tribunal Judicial de Turno, tendo-lhe sido aplicada como medida de coação a apresentação duas vezes por semana no Posto Territorial local.
No mesmo dia, o Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territoriais de Vilar Formoso, deteve um indivíduo de 32 anos idade, também indiciado pela prática de um crime de incêndio, que deflagrou em floresta, próximo da localidade de Algodres, concelho de Figueira de Castelo Rodrigo.
A patrulha, que se encontrava naquela zona com a missão prioritária de vigilância e defesa da floresta contra incêndios, ao avistar o foco de incêndio, alertou os bombeiros e deslocou-se de imediato para o local, tendo verificado que o suspeito, pastor de profissão, quando já em retirada, circulava num caminho rural, que dá acesso ao sinistro, ao avistar a mesma, abandonou à presa o seu ciclomotor pondo-se em fuga, vindo de seguida a ser detido e a confessar a autoria do ilícito criminal.
Os factos, motivados por interesse do indivíduo em renovação das pastagens, ocorreram pelas 20h15 horas do mesmo dia e o fogo só não produziu danos de valor mais elevado devido à rápida intervenção dos militares da GNR e Bombeiros, sendo que a vegetação era composta por pasto, existindo azinheiras e uma considerável mancha florestal nas proximidades.
O detido, natural de Figueira de Castelo Rodrigo, foi entregue à Policia Judiciária da Guarda, que o apresentou no Tribunal Judicial de Turno da Guarda, tendo-lhe sido aplicado como medida de coação a apresentação semanal no Posto da área de sua residência.
plb

O início do ano escolar é sempre crucial para que o ano lectivo decorra dentro da normalidade. Neste sentido o Comando Territorial da Guarda da GNR desenvolve, junto dos estabelecimentos de ensino da sua zona de acção, no período entre 8 e 15 de Setembro, a operação «Regresso às aulas em Segurança».

Escola Segura da GNRDurante estes dias militares do Núcleo Escola Segura estarão presentes junto das escolas com o objectivo de transmitir conselhos sobre segurança e informar a comunidade escolar sobre o funcionamento do Programa Escola Segura da GNR.
Paralelamente irão ser desenvolvidas acções de sensibilização com o intuito de alertar os pais para as regras de transporte, em veículos automóveis, de crianças menores de 12 anos.
Estas acções, que todos os anos são desenvolvidas pela GNR, têm sido essenciais para a diminuição das ocorrências criminais. No ano lectivo 2010/2011, comparativamente com 2009/2010, a GNR verificou menos 289 ocorrências, entre furtos, vandalismo, posse e consumo de drogas, injurias, ameaças e ofensas à integridade física, o que corresponde a um decréscimo de 21,7 por cento.
No período escolar de 2010/2011 a GNR realizou cerca de 3 289 acções de sensibilização no meio escolar, onde o projecto «Comunicar em Segurança – Segurança na Internet» mereceu particular atenção, aumentando o seu empenhamento em 3 994 horas.
plb

No decurso do Festival Serra da estrela, realizado em Sameiro, Manteigas, a GNR efectuou uma operação, da qual resultou a detenção de seis jovens, por crime de tráfico para consumo de estupefacientes.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 16 e os 28 anos, tinham na sua posse substâncias estupefacientes previsivelmente destinadas a serem consumidas durante o festival musical.
No decurso da operação foram realizadas diversas acções de fiscalização, nos dias 25, 26 e 27 de Agosto, no Ski Parque, em Sameiro, e suas imediações, com vista à detecção de estupefacientes para tráfico e consumo por ocasião do evento.
Segundo a nota semanal do comando da GNR, a totalidade de droga apreendida, na posse dos suspeitos, foi de 75,93 gramas de haxixe, 33,425 gramas de cannabis sativa, 3,276 gramas de MDA e 0,462 gramas de Cocaína (quantidades suficientes para 250 doses individuais).
Foram ainda elaborados 11 autos de contra-ordenação para a Comissão de Dissuasão da Toxicodependência.
Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial da Guarda e ficaram a aguarda o resultado dos Inquéritos, com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
plb

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Pinhel da GNR deteve, no dia 19 de Agosto, durante a feira de S. Mateus, em Trancoso, um homem e uma mulher, de 55 e 51 anos de idade, respectivamente, naturais de Entroncamento e residentes em Quarteira – Loulé, pela prática de crime de furto de diversas carteiras (vulgo – carteiristas). A GNR procedeu ainda a outras detenções no distrito da Guarda durante a passada semana.

Preso algemadoSegundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda, da GNR, as detenções foram efectivadas em flagrante delito, no âmbito de uma Operação planeada, com o objectivo de prevenir a prática de furto por carteiristas. Os guardas vigiavam indivíduos suspeitos e detectaram um deles a subtrair uma carteira a uma senhora sexagenária.
Os detidos possuem antecedentes criminais pela prática de diversos crimes da mesmo tipo, cometidos em diversos locais do Território Nacional. Presentes ao Tribunal Judicial do Trancoso, foi-lhes aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Guarda apreendeu, na manhã do dia 16 de Agosto, 7 plantas de Cannabis Sativa, que se encontravam cultivadas num terreno adjacente à residência do suspeito e dissimuladas no meio de um matagal, na localidade de Macainhas – Guarda.
Na sequência da apreensão, deteve um indivíduo de 41 anos de idade, residente naquela localidade, por crime de cultivo e posse de plantas consideradas produto de estupefacientes. Presente ao Tribunal Judicial da Guarda, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na manhã do dia 18 de Agosto, também o Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Gouveia apreendeu 29 plantas de Cannabis Sativa, com cerca de 1,50 metros de altura cada, que se encontravam cultivadas num terreno agrícola e dissimuladas entre outras culturas, na localidade de Melo, Gouveia.
Em consequência, foi detida uma mulher de 48 anos de idade, residente naquela localidade, que, presente ao Tribunal Judicial da Gouveia, lhe foi aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Na manhã de 18 de Agosto, militares do Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territorial de Pinhel detiveram uma mulher de 66 anos de idade, residente em Vila da Ponte – Sernancelhe, por crime de pesca. A suspeita andava a pescar, em época de defeso, na Quinta do Ferro – Rio de Mel – Trancoso, em águas classificadas de salmonídeas do rio Távora, prática que constitui crime de pesca, tendo-lhe sido apreendidos uma cana de pesca e um saco de rede.
Presente ao Tribunal Judicial de Foz Côa, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Também na manhã de 20 de Agosto, militares do mesmo Núcleo de Protecção Ambiental detiveram um indivíduo de 64 anos de idade, residente em Almendra – Vila Nova de Foz Côa, pela prática do mesmo tipo de crime.
O suspeito andava a pescar no Rio Douro, junto à Estação da CP de Almendra – Foz Côa, utilizando para o efeito uma rede com malha ilegal (malha mais estreita que o permitido por Lei), o que constitui crime de pesca, tendo-lhe sido apreendidas uma embarcação com motor, três redes de pesca ilegais e 52,5 kg de peixes. O peixe maioritariamente “barbo”, foi entregue numa casa de beneficência (Lar de terceira idade) em Vila Nova de Foz Côa.
Presente ao Tribunal Judicial de Pinhel, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
plb

O Núcleo de Investigação Criminal da Guarda apreendeu, na manhã de hoje, 2 de Agosto, 32 plantas de Cannabis Sativa, com alturas compreendidas entre 0,80 e 2,70 metros, na localidade de Maçainhas, no concelho da Guarda.

As plantas foram cultivadas em vasos, no interior de uma vivenda, e num terreno adjacente. Em consequência da descoberta das plantas proibidas foi detido, em flagrante delito, um indivíduo de 41 anos de idade, desempregado e residente naquela localidade. O detido irá ser presente ao Tribunal Judicial da Guarda.
Tem sido recorrente a descoberta e a apreensão de plantas de Cannabis em terrenos particulares por parte da GNR da Guarda, que assim combate o tráfico de estupefacientes na região.
Segundo o comunicado da GNR, aa tarde de ontem foram apreendidas, em Fornos de Algodres, 336 peças de vestuário, alegadamente contrafeito, de marcas conceituadas no mercado, avaliado em cerca de nove mil euros. Foi ainda identificado um indivíduo de 41 anos, com a profissão de feirante, residente em Seia, como sendo o proprietário dos artigos apreendidos.
plb

Na noite de 29 de Julho, o Núcleo de Investigação Criminal da Guarda da GNR, deteve um indivíduo de 24 anos, residente no Sabugal, por crime de tráfico de estupefacientes.

Preso algemadoSegundo a nota semanal do Comando Territorial da Guarda da GNR, o detido tinha na sua posse 14,3 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 75 doses individuais. Tendo sido presente ao Tribunal Judicial do Sabugal, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
No dia anterior, 28 de Julho, a GNR deteve em Vila Nova de Foz Côa, um jovem de 20 anos, residente naquela localidade, igualmente por crime de tráfico de estupefacientes. O detido tinha na sua posse 34,7 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 175 doses individuais. Presente ao Tribunal Judicial de Foz Côa, ficou com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência a aguardar o resultado do Inquérito.
No mesmo dia 28 de Julho, a GNR deteve em Celorico da Beira um homem de 46 anos de idade, residente em Maçal do Chão, que tinha na sua posse uma arma branca (um punhal com 13 cm de lamina), que lhe foi apreendida. A detenção ocorreu após um quadro de conflito e discussão a propósito de motivos fúteis, tendo o suspeito ameaçado duas senhoras com a referida arma. Presente ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira, ficou com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
No dia 29 de Julho, militares do Destacamento Territorial de Pinhel detiveram um indivíduo de 31 anos de idade, sem profissão, residente em Póvoa D’el Rei, concelho de Pinhel, em cumprimento de um Mandado de Detenção, emanado pelo Tribunal Judicial de Espinho, por crime de condução ilegal.
O suspeito, já com antecedentes criminais, está a ser investigado pela prática de vários crimes perpetrados nos concelhos de Pinhel, Trancoso e Mêda, nomeadamente, furto de veículos, de metais (cobre, ferro e ferramentas) e em estabelecimentos comerciais, bem como condução ilegal e abuso sexual de menor (adolescente). O detido, encontrava-se em liberdade condicional e foi entregue, pelas 22 horas desse dia, no Estabelecimento Prisional da Guarda par cumprir 14 meses de prisão efectiva.
plb

O Núcleo de Investigação Criminal da Guarda apreendeu, no final da tarde de ontem, dia 25 de Julho, 30 plantas de Cannabis Sativa na localidade de Gonçalo, concelho da Guarda.

Segundo um comunicado do Comando Territorial da Guarda da GNR, as 30 plantas de Cannabis Sativa, com alturas compreendidas entre 0,40 e 2,10 metros, encontravam-se num terreno próximo da localidade de Gonçalo, concelho da Guarda, onde foram cultivadas.
A investigação, que já decorria há algum tempo, permitiu a detenção, em flagrante delito, de um indivíduo de 31 anos de idade, com a profissão de jardineiro, residente naquela localidade, como suspeito de ter cultivado as plantas.
O suspeito detido, já com antecedentes criminais, foi presente ao Tribunal Judicial da Guarda, cujo juiz lhe aplicou a medida de coação de Termo de Identidade e Residência, situação em que aguardará pelo decorrer do processo criminal, que se manterá a cargo da GNR.
O Comando Territorial da Guada da GNR tem dado nota de sucessivas apreensões de plantas de Cannabis Sativa que são cultivadas em quintais particulares de diversas localidades da região.
plb

O Comando Territorial da Guarda da GNR procederam à detenção de dois indivíduos por posse ilegal de armas de fogo, um dos detidos é de Cinco Vilas, concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, e o outro de Vila Nova de Foz Côa.

GNR-Guarda Nacional RepublicanaNo dia 21 de Julho, o Núcleo de Investigação Criminal de Vilar Formoso efectuou buscas a duas residências, dois barracões e duas viaturas, em Cinco Vilas, Figueira de Castelo Rodrigo, no âmbito de um inquérito por crime de posse ilegal de armas e tráfico de estupefacientes. Durante as buscas foram apreendidas quatro armas de fogo, 11 armas brancas, 239 munições de diversos calibres, um bastão extensível, um arco e quatro flechas, três soqueiras e cinco shuriken (arma conhecida por «estrela da morte» e associadas às artes marciais), assim como 43 cargas explosivas de foguete e 65,5 gramas de pólvora. Foram ainda apreendidas duas plantas de cannábis.
Em consequência das buscas, foi detido um indivíduo de 31 anos, desempregado, residente naquela localidade, por posse ilegal de armas, cultivo e posse de estupefacientes. Presente ao Tribunal de Figueira de Castelo Rodrigo, ficou com a medida de coação de Termo de Identidade e Residência, a aguardar o resultado do Inquérito.
Na noite de 24 de Julho, foi detido pela GNR de Vila Nova de Foz Côa um homem de 64 anos, residente em Foz Côa, que tinha na sua posse duas armas de fogo em situação ilegal, sendo uma carabina de calibre 7,5 mm e uma pistola de alarme (calibre 6,35 mm) que tinha sido, alegadamente, transformada. Foram-lhe apreendidas as referidas armas, conjuntamente com 5 munições dos ditos calibres.
Esta detenção ocorreu após uma situação de conflito e discussão, com ameaças e ofensas à integridade física, havendo necessidade de o detido vir receber tratamento no hospital Sousa Martins, na Guarda.
Presente ao Tribunal Judicial de Foz Côa, foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Ainda segundo a nota informativa semanal da GNR, na madrugada de 23 de Julho, militares do Núcleo de Protecção Ambiental de Pinhel detiveram um indivíduo de 29 anos de idade, residente em Sebadelhe, Vila Nova de Foz Côa, pela prática de pesca ilegal em Almendra. Foram-lhe apreendidas duas canas de pesca e um saco de rede com duas carpas, que foram devolvidas à água. Presente ao Tribunal Judicial de Foz Côa, ficou com Termo de Identidade e Residência a aguardar o resultado do Inquérito.
plb

No dia 15 de Julho, a GNR de Vilar Formoso deteve um homem de 40 anos em Castelo Bom (concelho de Almeida) por possuir na sua residência duas armas de fogo ilegais. Quatro dias antes, no dia 11, a GNR de Gouveia detivera também quatro jovens por furto em residências.

A detenção do possuidor das armas ilegais aconteceu na sequência de uma busca domiciliária, em cumprimento de mandado judicial emitido no âmbito de um inquérito criminal registado por crime de ameaças. Durante a diligência foram encontradas duas de fogo, uma caçadeira de calibre 36 e uma espingarda de ar comprimido, assim como uma arma branca e 61 cartuchos calibre 36. O detido foi conduzido perante o juiz do Tribunal de Almeida, que lhe aplicou a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
Segundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda da GNR, também foram detidos do dia 11 de Julho quatro indivíduos, de 19, 20 e 21 anos de idade, residentes em Vila Nova de Gaia e no Porto, pela prática de crimes de furto em duas residências em Aldeias e Rio Torto (concelho de Gouveia). Foram recuperados os objectos e valores furtados, entre os quais diversos artigos em ouro e prata, material de som e imagem e dinheiro, no valor total de 14.100 euros, subtraídos das duas residências. Aos suspeitos, foi-lhes ainda apreendido o veículo em que se faziam transportar, propriedade de um deles.
Os detidos, já com antecedentes criminais e referenciados pela prática de diversos furtos nas zonas de Gaia, Cantanhede, Mira, Oliveira do Hospital, Santa Comba Dão, Seia e Gouveia, foram presentes ao Tribunal de Gouveia, que os sujeitou a prisão preventiva, recolhendo ao Estabelecimento Prisional de Viseu.
plb

O Comando Territorial da Guarda participou na operação «Viagem Segura», que a Guarda Nacional Republicana levou a efeito em todo o território nacional entre os dias 9 e 12 de Junho, a qual, em termos de sinistralidade, registou 13 acidentes rodoviários (mais dois que no ano anterior), que tiveram por consequência quatro feridos leves (menos um que no ano passado).

Segundo o comunicado semanal da GNR, a operação traduziu-se na intensificação de patrulhamento rodoviário, privilegiando a actuação preventiva e de apoio aos utentes da estrada, numa perspectiva de visibilidade e de reforço da segurança rodoviária, num período em que se previa um aumento do volume de tráfego rodoviário.
Durante este período, as patrulhas do Destacamento de Trânsito da Guarda e dos Postos Territoriais estiveram atentas aos comportamentos de risco dos condutores, designadamente ao excesso de velocidade, à condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas, à condução sem habilitação legal, a falta de uso de cintos de segurança e/ou sistemas de retenção nos bancos dianteiros e traseiros, a utilização indevida do telemóvel, o desrespeito das regras de prioridade e de ultrapassagem, entre outros aspectos que pusessem em causa a segurança rodoviária.
Nos quatro dias da operação, foram fiscalizados 991 veículos, tendo sido elaborados 131 autos de contra-ordenação por diversas infracções verificadas à legislação rodoviária.
Em relação ao controlo do álcool a condutores, foram efectuados 697 testes, tendo-se verificado 19 excessos. Como consequência, foram detidos seis condutores por apresentarem uma taxa de álcool no sangue entre 1,35 g/l e 2,27 g/l. Foi também detido um condutor por falta de habilitação legal para conduzir e um outro condutor por desobediência, uma vez que conduzia dentro do período de inibição (12 horas).
No que respeita ao controlo da velocidade, foram controlados 7531 veículos, dos quais 224 circulavam com excesso de velocidade, muitos deles interceptados e autuados no momento.
plb

Na noite de 21 de Maio, militares da GNR do Núcleo de Protecção Ambiental de Pinhel detiveram um homem de 48 anos de idade, quando pescava ilegalmente na barragem de Vascoveiro, concelho de Pinhel.

Segundo o comunicado semanal da GNR, o pescador furtivo, que é residente na cidade da Guarda, viu serem-lhe apreendidas as duas canas de pesca que tinha consigo, assim como diverso material utilizado no exercício da pesca. O mesmo foi presente ao Tribunal Judicial de Pinhel, sendo-lhe aplicada a medida de coacção de Termo de Identidade e Residência, enquanto aguardar pelo resultado do inquérito criminal.
Em 18 de Maio, o Comando Territorial levou a efeito uma operação de fiscalização de trânsito, com particular incidência na condução sem habilitação legal e sob o efeito do álcool, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes. Na operação foram fiscalizados 109 veículos e condutores, tendo sido elaborados 13 autos de contra-ordenação por diversas infracções.
No decurso da semana transacta a GNR registou em todo o distrito da Guarda 22 acidentes de viação. Os sinistros verificaram-se pelos seguintes motivos: 13 por colisão, sete por despiste e dois por atropelamento. Destes acidentes resultaram sete feridos leves.
Durante a semana em apreço, as Secções de Programas Especiais realizaram diversas acções de sensibilização por todo o distrito.
plb

A necessidade de alertar as populações para o perigo de incêndio no verão que se aproxima levou a GNR, através do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) a executar um programa de prevenção que passa por diversas sessões de esclarecimento, que também passam pelo concelho do Sabugal.

A principal preocupação é com a necessidade de limpar os terrenos em redor de casas isoladas e de povoações envolvidas por floresta ou por mato.
O Comando Territorial da GNR da Guarda está já no terreno para esclarecer os principais factores ligados à prevenção de incêndios florestais e à defesa da floresta. As acções fazem-se no quadro do Plano Distrital de Prevenção relativo a aglomerados populacionais, edificações isoladas e perímetros florestais.
O SEPNA está a proceder ao levantamento das situações de maior risco, de modo a alertar para a necessidade de uma intervenção urgente. Ao mesmo tempo os homens da GNR estão já no terreno a exercer também a acção fiscalizadora, verificando as situações de flagrante incumprimento da legislação em vigor.
Entre Janeiro e Maio deste ano, o SEPNA levantou 29 autos a particulares que não procederam à limpeza dos terrenos, salientou o tenente-coronel Silva Lourenço à Lusa, acrescentando que houve ainda outros casos detectados que foram «relatados e enviados à entidade administrativa competente» para que sejam accionados os mecanismos legais que conduzam à eventual aplicação de coima.
«Há casos em todos os concelhos do distrito da Guarda», disse ainda o responsável da GNR.
Uma primeira acção foi efectuada em Aldeia de Santo António, concelho do Sabugal, no dia 19 de Maio, onde foram explicados procedimentos mais comuns, como em situações de incumprimento de limpeza de terrenos, investigação de incêndio, recolha de água para análise e fiscalização de pescadores na albufeira da barragem da Senhora da Graça, no Sabugal.
O SEPNA da Guarda dispõe de um total de 47 homens, que será em breve reforçado com mais dois elementos.
Na área de competência do SEPNA da Guarda incluem-se os Parques Naturais da Serra da Estrela e do Douro Internacional e a Reserva Natural da Serra da Malcata.
No concelho do Sabugal o SEPNA tem ainda agendadas outras acções de sensibilização durante as próximas semanas. As sessões ainda previstas acontecerão às 21h00, nas Juntas de Freguesias de Fóios (a 26 de Maio), Águas Belas (a 2 de Junho), Casteleiro (a 9 de Junho) e Nave (a 16 de Junho).
plb

O Comando Territorial da GNR da Guarda identificou e deteve dois indivíduos, um português e outro espanhol, de 45 e 46 anos de idade, respectivamente, na tarde de ontem, dia 9 de Maio, junto a Aldeia da Ponte por suspeita da prática de vários furtos em residências no distrito da Guarda.

GNR - preso algemadoA intercepção dos dois suspeitos foi efectuada junto da fronteira de Aldeia da Ponte, no concelho do Sabugal, quando os mesmos se faziam transportar num veículo de matrícula espanhola referenciado por diversos crimes cometidos no território português. Os suspeitos, ambos com antecedentes criminais, residem em Espanha.
O cidadão português é o mesmo que há uns meses foi detido conjuntamente com um outro português na Lageosa da Raia, quando praticava um furto no interior da Junta de Freguesia local, pelo que se suspeita de se tratar de um grupo criminoso que actual regularmente nas aldeias fronteiriças.
Por ordem Judicial, os suspeitos foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência.
plb

Na tarde do dia 7 de Maio, a GNR procedeu à detenção em Vilar Formoso de um cidadão espanhol suspeito de ter cometido o crime de homicídio no seu país, sendo conduzido ao tribunal da relação de Coimbra a fim de se iniciar o processo de extradição.

A detenção foi efectuada em cumprimento de um Mandado de Detenção Europeu, emitido por Espanha em nome do suspeito, que era um homem de 50 anos e residente em Espanha. O detido encontrava-se no mercado mensal daquela vila raiana, quando foi abordado pelos militares da GNR. O mesmo não possuía qualquer documento de identificação, pelo que foi conduzido ao Centro de Cooperação Policial e Aduaneira, onde lhe foram colhidas as impressões digitais, concluindo-se que se tratava do indivíduo procurado em Espanha e que fora alvo de mandado das autoridades daquele país.
Segundo comunicado do comando territorial da Guarda. na semana passada a GNR efectuou uma operação de fiscalização de trânsito, com particular incidência nos veículos de transporte de mercadorias, controlo da velocidade, condução sem habilitação legal e sob o efeito do álcool, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes.
Na operação foram fiscalizados 184 veículos, tendo sido elaborados 40 autos de contra-ordenação. Foi ainda detido um condutor por falta de habilitação legal para o exercício da condução.
No âmbito da fiscalização de veículos de transporte de mercadorias, em circulação, sujeitas a cumprir com as formalidades de natureza fiscal e aduaneira, foram fiscalizados 78 veículos e condutores, sendo elaborados seis autos de contra-ordenação, apreendidos quatro veículos automóveis e mercadorias no valor de 1.337 euros. Foi ainda elaborado um auto por crime de contrafacção de mercadorias e apreendidas 263 peças de vestuário falsificado de marcas conceituadas, com um valor superior a oito mil euros.
entre os dias 5 e 8 de Maio, os destacamentos territoriais acompanharam e deram apoio a 700 peregrinos, que realizavam percursos com destino ao Santuário de Fátima. Não se registaram incidentes.
plb

Aproximando-se as celebrações do 94.º aniversário das Aparições de Fátima, a Guarda Nacional Republicana realiza uma operação, entre 29 de Abril e 13 de Maio, com o objectivo de garantir a segurança na deslocação dos os peregrinos e nas celebrações religiosas.

GNR - Peregrinos FátimaAnualmente acorrem a este evento centenas de peregrinos pedestres que, muitas vezes, circulam em vias sem bermas ou com bermas deficientes e ainda com más condições de iluminação, aumentando assim os riscos de atropelamentos.
Neste sentido, o Comando Territorial da Guarda da GNR informou, em nota à comunicação social, que reforçará o dispositivo nas principais vias de circulação utilizadas pelos peregrinos, tendo especial atenção à EN 17, entre Celorico da Beira e São Romão (Seia).
A GNR deixa alguns conselhos aos peregrinos:
– Caminhar em fila indiana e não em grupo;
– Caminhar pelo lado esquerdo da via
– Sinalizar o inicio e fim dos grupos;
– Não caminhar na estrada, mas na berma;
– Não usar os IP nem nos IC na caminhada para Fátima
– Usar sempre coletes reflectores, mesmo durante o dia;
– Se for preciso reunir o grupo, fazê-lo sempre fora da estrada;
– Não usar auscultadores de rádio nem o telemóvel enquanto caminha na estrada;
– Não caminhar mais de 30 quilómetros por dia, e fazê-lo em passo moderado;
– Fazer pausas de uma hora na caminhada da manhã e duas horas no fim do almoço;
– Ter atenção permanente aos carros mesmo quando reza ou canta;
– Não andar sozinho de noite.
Em caso de necessidade os peregrinos não deverão hesitar em contactar Posto Territorial da GNR mais próximo.
plb

A Guarda Nacional Republicana registou durante a Operação Páscoa 2011, que decorreu entre os dias 21 e 25 de Abril, 20 acidentes nas estradas do distrito da Guarda, que provocaram cinco feridos leves.

gnrNão houve a lamentar qualquer vítima mortal, mau grado o aumento do número de acidentes (mais seis) comparativamente a igual período do ano anterior. Quanto ás consequências dos acidentes verificou-se menos um ferido leve em comparação com a Páscoa de 2010, ainda que este ano teve mais um dia de operação.
Segundo o comunicado semanal do Comando Territorial da Guarda, a GNR exerceu durante a operação um esforço em matéria de segurança rodoviária, tendo efectuado 96 patrulhamentos, empenhando um total de 191 efectivos.
A acção fiscalizadora foi tida em conta, nomeadamente, no tocante às manobras perigosas e condução sob o efeito do álcool. Em matéria de álcool foram fiscalizados 809 condutores, tendo-se verificado cinco casos de excesso. Em matéria de excesso de velocidade foram controlados 1946 veículos, tendo sido registadas 61 infracções. Foram ainda elaborados 82 autos de contra-ordenação por outras infracções rodoviárias.
Em 22 de Abril, o Comando Territorial levou a efeito uma operação de prevenção da criminalidade, realizada nos concelhos de Celorico da Beira e do Sabugal, com particular incidência na fiscalização de estabelecimentos de diversão nocturna e fiscalização rodoviária.
No âmbito da fiscalização dos estabelecimentos, foram inspeccionados três bares e controladas 18 cidadãs estrangeiras, das quais três se encontravam em situação ilegal no Território Nacional. Duas foram notificadas para abandonarem o país por excesso de permanência e uma foi notificada para comparecer no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, a fim de regularizar a situação. Na mesma acção foram levantados 11 de contra-ordenação aos referidos bares por diversas infracções.
No decurso da semana a GNR efectuou sete detenções, seis dos quais em flagrante delito e uma no cumprimento de mandado judicial.
As secções de programas especiais dos Destacamentos Territoriais de Gouveia, Pinhel e Vilar Formoso, realizaram nove acções de sensibilização, subordinadas ao tema «Prevenção Rodoviária – Páscoa Segura», com distribuição de panfletos, nos concelhos de Almeida, Aguiar da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Seia, Pinhel, Mêda e Trancoso. Nas acções foram contactados 326 condutores.
plb

Na manha do dia 12 de Abril o Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Vilar Formoso, no âmbito de uma investigação, efectuou a detenção de dois indivíduos e a apreensão várias armas de fogo, em residências de Escalhão, Figueira de Castelo Rodrigo.

A investigação, que tinha por base o crime de posse ilegal de armas, levou à emissão de mandados de buscas domiciliárias, que a GNR efectuou em três residências na localidade de Escalhão, tendo apreendido cinco armas fogo que estavam em situação ilegal. Para além de duas Caçadeiras, uma Pistola calibre 6,35mm e duas Carabina de ar comprimido, foram ainda apreendidos 126 cartuchos com chumbo de diversos calibres, 29 munições de calibre 7,64mm, 37 munições calibre P22mm, nove munições de diversos calibres e uma mira telescópica.
Em consequência das buscas, foram detidos dois indivíduos, de 26 e 30 anos de idade, residente naquela localidade, por posse das armas ilegais.
Presentes ao Tribunal Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo, foi a ambos imposta a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.
plb

A detenção de três jovens estudantes por posse de estupefacientes e a identificação de outros dois, foi o resultado mais visível da realização da operação «Ibiza 2011», pelo Comando Territorial da Guarda da GNR, que incluiu diversas acções nos acesos à fronteira de Vilar Formoso, com o objectivo de sensibilizar os estudantes que viajam nas férias da Páscoa para os perigos que advém do uso de produtos estupefacientes.

Os estudantes detidos e identificados tinham idades compreendidas entre 18 e 23 anos, e eram residentes nas cidades do Porto, Covilhã e Guarda.
Tendo presente que, por ocasião das férias escolares da Páscoa, milhares de jovens viajam até ao sul de Espanha, o Comando Territorial da Guarda realizou entre as 21 horas do dia 8 e as 2 horas do dia 11 de Abril, uma operação de controlo, recorrendo a binómios de detecção de drogas.
Foram fiscalizados 58 autocarros que transportavam os jovens aos destinos e respectivas bagagens.
Para além dos detidos e identificados foram apreendidas 75,5 gramas de haxixe (quantidade suficiente para 377 doses individuais), 17,2 gramas cannabis sativa (120 doses individuais) e 1,9 gramas de MDMDA, sendo ainda elaborados dois autos de contra-ordenação para a Comissão de Dissuasão da Toxicodependência.
O comunicado semanal da GNR da Guarda informa ainda que se registaram 25 acidentes de viação no distrito no decurso da semana transacta. Quanto á origem dos acidentes, 16 devem-se a colisão, seis a despiste e três a atropelamento (de animais). Destes acidentes resultaram dois feridos graves e sete feridos leves.
plb

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.164.405 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES