You are currently browsing the tag archive for the ‘Equipamentos Sociais’ tag.

REDE DE SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS SOCIAISA publicação este mês do Relatório de 2008 caracterizador da rede de Serviços e Equipamentos Sociais permite analisar um conjunto de informação essencial para a caracterização da oferta social existente.

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»Porque a Carta Social de 2008 está construída numa base regional distrital, a análise será feita sempre referida ao Distrito da Guarda. Por outro lado, deve salientar-se que se trata de dados referentes à oferta privada existente, seja ela iniciativa de entidades lucrativas, seja de entidades não lucrativas.
Concluo hoje esta breve análise com os dados referentes aos idosos, cuja distribuição por Município e por valência se apresenta no Quadro seguinte.

Quadro 1

Da análise deste quadro ressalta de imediato uma muito significativa oferta de serviços e equipamentos para apoio aos idosos.
Uma análise mais centrada no Concelho do Sabugal, permite retirara os seguintes dados principais:
Centros de Dia – Existem Centros de Dia em Aldeia da Ponte, Aldeia de Santo António, Aldeia Velha, Alfaiates, Baraçal, Bendada, Bismula, Casteleiro, Cerdeira, Fóios, Malcata, Nave, Pousafoles do Bispo, Quadrazais, Rebolosa, Sabugal, Santo Estêvão, Sortelha, Souto, Vale de Espinho, Vila Boa, Vila do Touro e Vilar Maior.
A capacidade máxima destes Centros de Dia é de 404 utentes, estando somente ocupados 170.
Centros de Noite – Existem somente dois Centros de Noite, um na Nave e outro na Rapoula do Côa, com um capacidade máxima de 25 utentes, estando ocupados 24.
Lares – Existem Lares em Aldeia da Ponte, Aldeia de Santo António, Aldeia do Bispo, Aldeia Velha, Alfaiates, Bendada, Bismula, Casteleiro, Fóios, Lageosa Malcata, Pousafoles do Bispo, Quadrazais, Rebolosa, Sabugal, Santo Estêvão, Souto, Vale de Espinho e Vila do Touro.
A capacidade máxima dos Lares existentes é de 765, capacidade que está ultrapassada pois são declarados 777 utentes.
Serviço de Apoio Domiciliário – Existem Centros de Dia em Aldeia de Santo António, Alfaiates, Baraçal, Bendada, Bismula, Casteleiro, Cerdeira, Fóios, Lageosa, Malcata, Nave, Pousafoles do Bispo, Quadrazais, Rapoula do Côa, Rebolosa, Sabugal, Santo Estêvão, Sortelha, Souto, Vale de Espinho, Vila Boa, Vila do Touro e Vilar Maior.
A capacidade máxima de atendimento é de 495, sendo apiados apenas 258 idosos em domicílio.

Da análise deste quadro, ressaltam as seguintes conclusões principais:
1. A oferta em Serviços e Equipamentos Sociais centrados no apoio aos idosos é claramente favorável, à excepção da valência Centros de Noite, considerando-se que, face à realidade do Concelho, se deveria apostar mais neste tipo de oferta.
2. A mesma encontra-se um pouco dispersa por todo o Concelho e tem uma ocupação praticamente a 100% no que diz respeito aos Centros de Noite e ultrapassando a capacidade no que diz respeito aos Lares.
3. Significativamente é nas valência Centros de Dia e Apoio ao Domicílio que a oferta é excessiva.
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos

rmlmatos@gmail.com

Penalobo ou Pena Lobo – A freguesia situa-se no limite do concelho do Sabugal e do distrito da Guarda paredes-meias com o município de Belmonte do distrito de Castelo Branco na «antiga» região da Beira Baixa. Está situada a cerca de 13 quilómetros do Sabugal num imponente vale rodeado de magníficos montes esverdeados. Os censos de 2001 registam 177 habitantes (87 homens e 90 mulheres) divididos entre a freguesia e as anexas de Água de Figueira, Vale de Nicolau, Bacelos e a «célebre» Retorta um presépio montado na encosta da serra com seis habitantes.

Na sequência de reportagens anteriores relacionadas com equipamentos sociais nas freguesias do concelho do Sabugal melhorados ou construídos pelos executivos das Juntas de Freguesia aproveitando os fundos da delegação de competências, verbas de capital e o apoio complementar da Câmara Municipal do Sabugal começamos por falar das recuperações dos fornos comunitários de Penalobo, da Retorta, de Águas da Figueira, de Vale de São Nicolau e da Quinta dos Bacelos.
Outra importante intervenção teve lugar na antiga escola primária de Penalobo transformada em salão de convívio, atendimento ao público e sede da Junta de Freguesia e no Polidesportivo do Centro Recreativo e Cultural de Penalobo.

Penalobo

Há vestígios de ocupação do homem da pré-história e do povo romano no limite de Penalobo cujo nome pode derivar de, nos Invernos gelados, alguns lobos descerem as encostas até à povoação à procura de comida.
A Junta de Freguesia de Penalobo ocupa a antiga escola primária transformada em sede no Largo do Enchido e é presidida por Daniel Alves, auxiliado pelo secretário José Nunes Eduardo e pelo tesoureiro Manuel Joaquim Pereira. O Centro Recreativo e Cultural de Penalobo (CRCP) representa a freguesia em termos associativos e culturais.
Penalobo pertenceu ao concelho de Sortelha até à sua extinção em 1855, ano em que foi integrada no concelho do Sabugal. O registo religioso indica São Nicolau como orago da paróquia e as festividades mais importantes estão marcadas para o último sábado de Maio (Festa de Nossa Senhora de Fátima), a Festa de Nossa Senhora da Boa Morte em Agosto em Água de Figueira e a Festa de Santo Antão, protector dos animais, que decorre durante o segundo fim-de-semana de Agosto. Antigamente os agricultores tinham por hábito levar os animais (ovelhas, cabras e vacas) a dar voltas à capela com eles porque acreditavam que, assim, o santo os protegia das doenças.
O património arquitectónico inclui a Igreja Matriz dedicada a São Nicolau e a capela de São Sebastião, a Capela dos Bacelos e a Capela da Senhora da Boa Morte em Água da Figueira. Um dos locais mais frequentados é o miradouro conhecido pelo nome de «Curto da Laje» onde se olha o vale até perder de vista.
Os fontanários são conhecidas por: Fonte de Enchô, Fonte da Rua da Fonte, Fonte do sítio da Fonte Coberta, Fonte dos Bacelos e Fonte da Retorta. Os chafarizes, com boa apresentação, denominam-se: Chafariz do Enchido, Chafariz da Capela, Chafariz do Forno, Chafariz do Cimo do Povo, e Chafariz do Largo do Toco.

Na nossa memória ficam as extraordinárias paisagens que se desfrutam enquanto avançamos pela estrada do vale. Um Sabugal diferente, muito diferente, mas igualmente muito belo. Não resistimos a transcrever a descrição que Joaquim Manuel Correia faz na sua obra «Memórias do Concelho do Sabugal»: «Desde o cabeço de São Cornélio e Águas Belas até Penalobo e Bendada o território é constituído por uma série de elevados montes e outeiros. Quem descer a encosta de Águas Belas para Pena Lobo pode disso convencer-se ao contemplar essa ininterrupta cadeia de montes, de alcantilados rochedos, logo no primeiro plano desse maravilhoso quadro que lhe oferece o horizonte, em cujo fundo se destaca a cidade da Covilhã e a vasta e elevada Serra da Estrela coroada de neves.»
jcl

Quintas de São Bartolomeu – A freguesia está situada a cerca de quatro quilómetros a noroeste do Sabugal. Saindo do Sabugal pela estrada nacional que leva à Guarda, a seguir à ponte dos Sargaçais vira-se no cruzamento à direita no sentido Cerdeira. A principal festividade está marcada para o dia 24 de Agosto em honra de São Bartolomeu, elevado pela Igreja à condição de padroeiro dos padeiros, alfaiates, sapateiros e mercadores de Florença.

Joaquim Manuel Correia no seu livro «Terras de Ribacôa – Memórias Sobre o Concelho do Sabugal» faz a descrição da freguesia em 1905:
«É uma pitoresca aldeia formada de cinco Quintas ou pequenas povoações: Quinta do Santo, Barrocal, Curral, Redonda e do Meio. A Quinta do Santo é a principal e situada no ponto mais elevado. É esta freguesia abundante em águas potáveis e para irrigação, banhada como é por um ribeiro que fertiliza as suas mimosas hortas e lameiros. Tem muitas árvores frutíferas, especialmente castanheiros. Passa a pequena distância a estrada que partindo da estrada distrital, perto da ponte dos Sargaçais, se dirigia à estação da Cerdeira. Perto da povoação passa a caudalosa ribeira dos Sargaçais, que a pequena distância se une ao rio Côa. Nas margens dessa Ribeira, que nasce perto da Paã, há belíssimas veigas e lameiros. Junta-se-lhe o ribeiro das Quintas sobre o qual há uma ponte, a poucos metros da freguesia. A Igreja Paroquial é decente e de boas dimensões e tem altares regularmente ornados. No altar-mor vê-se São Bartolomeu, orago da freguesia. A Feira de São Bartolomeu que se realiza no dia deste santo é sempre muito concorrida pela gente do Sabugal. Em 1765 tinha 101 fogos e em 1889 tinha 150.»

Em Fevereiro de 2007 o Paulo Leitão Batista fez uma reportagem nas Quintas de São Bartolomeu sobre as obras adjudicadas pela Câmara Municipal do Sabugal e incluídas no programa de dotação da rede de saneamento básico em todas as localidades do concelho. Na ocasião o presidente da Junta de Freguesia, Joaquim Corte, deu conta da sua satisfação pela intervenção justificando a duração da mesma: «A dispersão do casario e a rede de ruas e caminhos que conduzem às habitações situadas fora do núcleo urbano, levaram a que os trabalhos fossem mais lentos.»
Aqui recordamos uma passagem da referida reportagem: «As Quintas de São Bartolomeu são formadas por três núcleos populacionais: a Quinta do Santo, a Redonda e o Barrocal. As casas esparrinham-se nas encostas de um pequeno vale, entremeadas com campos de cultivo pejados de arvoredo. Fora do núcleo urbano de antigamente construíram-se casas novas, por onde se chegava por caminhos esconsos, que com o decurso do tempo a Junta de Freguesia foi empedrando. As Quintas têm um dos maiores perímetros urbanos do concelho do Sabugal, e uma rede de passagens a servir as casas, que formam uma teia descomunal. Cada habitação ficou com o saneamento e a rede de água instalada à porta, e o empedrado, tendo sido levantado, foi de novo reposto, o que demorou o seu tempo.»

Quintas de São Bartolomeu

Mais recentemente visitámos novamente as Quintas de São Bartolomeu avaliando as intervenções em equipamentos sociais ao serviço da população. Há melhoramentos visíveis por intervenção da executivo da Junta por delegação de competências, transferência de verbas e apoio complementar do Município.
A sede da Junta de Freguesia está instalada num renovado edifício com salão polivalente no rés-do-chão que pode ser utilizado como auditório. Conservando as memórias do passado foi recuperado um forno comunitário mantendo a sua traça exterior em cantaria granítica típica da região.
A Associação das Quintas de São Bartolomeu foi igualmente «beneficiada» com um polidesportivo.
Do outro lado da estrada o recinto das festas com palco, instalações sanitárias de apoio e um amplo recinto para bailaricos está funcional e bem situado.

As ruas interiores estão muito bem cuidadas e com excelente piso. A arquitectura e os estores fechados da maioria das casas construídas há menos de 30 anos confirma a qualidade de emigrantes dos seus proprietários. É uma típica freguesia raiana, renovada e rejuvenescida nos seus equipamentos sociais, onde também só vão faltando as pessoas.
jcl

Baraçal – Originalmente pertencia a Vila Touro mas foi constituída freguesia por decreto de 9 de Setembro de 1904 na sequência de um movimento que ficou conhecido por «Apartação». Por resolução do Presidente do Conselho de Ministros, Ernesto Rodolpho Hintze Ribeiro, o Baraçal, a Quinta das Vinhas, a Moita e Roque Amador separaram-se da freguesia de Nossa Senhora da Assunção do Touro como era então conhecida a Vila Touro. A freguesia do Baraçal inclui três anexas: Quinta do Roque Amador, Quinta dos Moinhos e Quinta das Vinhas. Dista cerca de sete quilómetros do Sabugal e tem como vizinhas a Rapoula do Côa, Rendo, Quintas de São Bartolomeu e a atrás citada Vila Touro.

Baraçal

Uma das intervenções recentes (depois de 2001) protagonizadas pela Junta de Freguesia, presidida por Luís Carlos Carreto Lages, incluiu o recinto de festas da aldeia localizado junto a mais um bonito fontanário do concelho.
Sofreram, igualmente, obras de melhoramentos os edifícios da Junta de Freguesia e da antiga escola primária transformada em sede da associação com balneários e afins. As intervenções foram geridas pelo executivo da Junta por delegação de competências, atribuição de verbas e comparticipação da Câmara Municipal do Sabugal. O destaque vai inteirinho para a reabertura do ensino básico da freguesia com 10 alunos. É a grande notícia num concelho onde infelizmente a normalidade está no encerramento dos estabelecimentos de ensino.
Aproveitámos para conhecer o Centro de Dia do Baraçal inaugurado àcerca de cinco anos e a funcionar na antiga sede da Junta de Freguesia. As três colaboradoras do Centro prestam apoio domiciliário aos idosos da freguesia mas «os que podem vêm aqui para se distrairem uns com os outros» esclarece-nos a dona Josefina. «Tratamos da roupa e fornecemos entre 15 e 20 almoços e jantares diariamente», acrescenta ainda.
Um moderno equipamento informático destaca-se no mobiliário modesto. «É o computador da Pró-Raia que faz parte do projecto avósn@net» elucida-nos a funcionária.
Por perto estava um dos utentes do Centro, Joaquim Martins, de 47 anos, que deu «o nome para a tropa» no mesmo ano do Presidente Manuel Rito, que nos acompanhou nesta vista ao Baraçal. Logo ali se criou uma grande empatia entre os dois recordando momentos que lhes ficaram gravados na memória.
Sentimos, contudo, a desertificação das nossas aldeias. As ruas estão desertas, as soleiras das portas não têm ninguém e até o «vivo» parece ter desaparecido. Estranhas e perturbantes sensações reflectidas nas frias paredes de pedra que escondem as lareiras há muito apagadas.

Aproveito, também, para recordar um episódio da minha infância. Um dia cai de uma cerejeira, desloquei o ombro e não conseguia mexer o braço. A minha mãe pegou em mim e levou-me até ao Roque Amador a um dos mais afamados «indireitas» que o concelho já teve e de que, infelizmente, não recordo o nome. Fez-me umas manigâncias ao braço, colocou-me uma vima cor-de-vinho com buracos e mandou-me embora não sem antes nos dar uma recomendação. A viagem de volta devia ser feita a pé porque os movimentos do burro não ajudavam à cura. O povo dizia que tinha dons especiais. E devia ser verdade porque a vima descolou pouco a pouco e… pouco a pouco o meu ombro voltou ao normal.
jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 838 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Junho 2021
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.230.461 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES