You are currently browsing the tag archive for the ‘dia’ tag.

No Dia do Município, 4 de Março, o concelho de Manteigas presidido por Esmeraldo Carvalhinho recebeu a visita de Rui Pedro Barreiro, secretário de Estado da Floresta e Desenvolvimento Rural. Reportagem da jornalista Sara Castro com imagens de Andreia Marques da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

Anúncios

Teresa Duarte Reis«…Mas o melhor do mundo são as crianças» – uma de tantas frases que imortalizou o poeta, ideias tão maravilhosas como esta e que sentimos profundamente. Ai de quem o não sentir!
Se nunca experimentou fazer de criança e brincar com elas, pois faça-o e me dirá da beleza desse encontro com a vida, a alegria, a espontaneidade e a pureza de sentimentos. Quantos Pais perdem estas oportunidades esperando a última hora para as ir buscar ao infantário ou à ama e sempre que podem se livram delas, porque são um empecilho às suas tardes com os amigos, à hora do café onde partilham seus segredos e tudo fazem para não ouvirem suas birras. Depressa crescem e fica a saudade do pouco que se brincou e a pena do que não se experimentou.
Andam por aí os direitos da criança, vistos e remexidos de tantas maneiras e tantas vezes não cumpridos, onde a guerra inclui miúdos amarrados à revolta e o desejo do lucro faz trabalhar crianças presas ao seu silêncio… Tanta coisa, afinal, a contrariar os direitos da criança que eu quero aqui deixar…

OS MEUS DIREITOS DA CRIANÇA

Quero rebolar nas folhas secas
Ouvi-las estalar sobre o meu corpo
Relaxando na frescura do caminho
Brincar na terra molhada
Amassar e fazer bonecos no lodaçal fofo e macio
Das chuvadas do quintal
Esfregar-me no chão e sujar-me todo
Para sentir o macio e o cheiro da terra-mãe
E chapinhar descalço
Como aqueles miúdos que não têm sapatos.

Tenho curiosidade em brincar na floresta
Sentir o cheiro das lenhas
Trepar e esconder-me nos ramos
Ou pendurar-me nas árvores
Ir às hortas à procura dos grilos e lagartixas
Colher amoras e figos
Ouvir o canto dos pássaros
Que se pavoneiam a debicar as alfaces
Descobrir as canções do vento
Os queixumes das searas
E perceber os segredos das abelhas
No seu zumbedouro dentro da colmeia.

Quero provar aquelas folhas tenras ao pé das levadas
E sentir a corrente de água refrescar-me no Verão
Esmigalhar as uvas nos pios
Cheirar a terra molhada no começo do Outono
E ouvir o uivo dos lobos no cimo do monte.

Deixem-me jogar à bola
Com aqueles miúdos escuros que são muito fixes e metem golos
E brincar com os meninos sujos da outra rua
Que jogam aos berlindes nas valetas.

Não me encaixotem nos centros comerciais
Onde tudo é consumismo e poluição
Onde o barulho e a confusão
Se misturam com tanta hipocrisia e futilidade
E nada têm a ver com a paz que eu procuro.

Deixem-me resvalar pelas arribas
E pendurar-me nos pedregulhos
Para ver o Sol nascer brilhante
Ou baixar vermelhão e mágico
A doirar a lua que espreita trocista
Lá por trás do mar
Onde as velas dos barcos
Aparecem devagarinho…

Deixem-me falar sozinha com as minhas bonecas
Inventar palavras que ninguém conhece
E brincar aos médicos com a mana e os primos.

Não me gritem quando não entendo
Repitam muitas vezes o que não percebi
Não me castiguem sem eu perceber porquê
E ralhem-me com aquele sorriso disfarçado…

Não se cansem com os meus porquês que me fazem «grande»
Me abrem os olhos para o difícil, o inexplicável
Deixem-me experimentar coisas perigosas
Que eu ainda nem sei porque mas proíbem
Ou brincar na rua onde os carros não me atropelem.
Sim, deixem-me fazer tudo isto
Se estiverem comigo
A brincar como crianças!

«O Cheiro das Palavras», opinião de Teresa Duarte Reis

netitas19@gmail.com

Teresa Duarte ReisDia 18. – A minha homenagem tem que ir para esses guardiões (ou guardiães) das memórias, que mostram no presente muitos pedaços do passado e tantos fios que tecem a vida futura. São os registos, as memórias duma vida humana cheia de aventuras vivas ou duras que não se podem apagar. Nestes tempos em que a tecnologia traz tudo tão rápido que logo se desvanece, urge-nos que as memórias fiquem. Memórias efectivas porque reais mas também afectivas dum passado «a letras de ouro» traçado. Os antigos consideravam o museu como um local dedicada às musas e eu acho bastante interessante! Musas inspiradoras de arte que distrai, mas mais ainda: regista, ensina e marca… marca… Aproveitemos o Museu para conhecer a riqueza dos tempos em que as palavras estavam marcadas, muitas vezes pelo sangue… talvez em sulcos de pedra!

A ESTÓRIA DA HISTÓRIA
Aos monumentos de pedra, marcas de um povo e de uma época

«Pedras que falam»
Que soltam gemidos
Que escrevem, que dizem
Que contam, recontam
O bem e o mal.

Marcas que marcam
Trabalho de gente.
Passados vividos
A bom trabalhar…
Ou marcas de tempos
Da história longínqua
Falada na pedra
De bem trabalhar.
É vida passada, vivida no além
Marcado, sentido
De quem?
De alguém.

De gente que trabalhou
Vidas do passado

Respeito, encantado…

O passado dos meus avós

Antepassados de história
Com história
Ou com muito trabalhar.
São traços bem fortes daquele viver
São sulcos marcados
No seu «destecer»
De vida tecida, passada, sem rosto
De rosto marcado em sulcos de pedra.

Do livro Arco-Íris

«O Cheiro das Palavras», opinião de Teresa Duarte Reis
netitas19@gmail.com

Decorreu sábado, dia 17, no Sabugal, o Dia Diocesano da Juventude da Diocese da Guarda, no qual teve destaque o Festival Diocesano Jovem da Canção de Mensagem.

Clique nas imagens para ampliar

Cerca de meio milhar de jovens deslocaram-se à bela cidade do Sabugal, num dia que prometia chuva, para se juntarem a outros jovens e passarem uma jornada de fé e convívio. Este dia foi possível graças à colaboração incansável de diversas instituições do Sabugal, como a Câmara Municipal, Junta de Freguesia, a paróquia, Agrupamentos 727 do Sabugal e 732 do Soito, Associação de Pais do Sabugal (APEES), «Preso por um fio», IPJ e ainda uma série de Media Partners, Jornal «A Guarda», Jornal «Amigo da Verdade», Jornal «Cinco Quinas» e «Capeia Arraiana».
O dia teve início às nove e meia da manhã em quatro pontos distintos do Sabugal, onde acompanhados por diversas colectividades do concelho do Sabugal, nomeadamente, Banda Filarmónica da Bendada, Fanfarra dos Escuteiros do Soito e Coiros de Cabra de Badamalos, percorreram as ruas da cidade até ao Largo da Fonte onde foram dadas as boas-vindas a todos os participantes e onde alguns grupos puderam fazer uma apresentação para os jovens.
O ponto alto do dia teve lugar ao meio-dia, com o início da Eucaristia, presidida pelo Sr. Bispo D. Manuel Felício, na igreja paroquial do Sabugal.
Após a eucaristia, foi a hora de almoço, onde muitos jovens se concentraram na central de camionagem do Sabugal, almoçando em contínuo convívio e abrigados da chuva que se fazia sentir àquela hora na cidade.
Na parte da tarde, a actividade prevista foi o Festival Diocesano Jovem da Canção Religiosa que teve lugar no salão da junta de freguesia, e que acolheu centenas de pessoas com vontade de ver e ouvir os grupos que se apresentavam a concurso, oriundos de todos os cantos da diocese.
Após a apresentação das músicas a concurso, houve um concerto com a banda JM, de Avanca, vencedores do «Teu palco» da edição de 2009 do Festival Jota.
Depois de muita animação e todo o público ter aplaudido a banda convidada, foi a hora de entregar os prémios do festival. Muitas foram as vozes (júri, organização e apoios) que passaram pelo palco, manifestando a qualidade das canções a concurso e deixando sempre o conselho, que o importante é participar e partilhar o que cada um faz, em detrimento do prémio que se ganha.
Assim, depois da votação do júri, em 1.º lugar ficou a canção «Firmes no Amor», do grupo Trovadores de Deus, oriundos de Celorico da Beira, os quais também receberam o prémio de melhor música; em 2.º lugar ficou a canção «Hino à Fé» de Fernão Joanes, que também arrecadou o prémio de melhor interpretação; em 3.º lugar ficou o grupo «+ Jovem» de Santa Marinha, o qual recebeu igualmente o prémio de melhor letra. Foram ainda destacados com o prémio Público os jovens de Folhadosa com o tema «E a Ti seguir»; com o prémio Atitude o grupo «Nova Esperança», da Covilhã.
A salientar que o vencedor do festival irá representar a diocese no Festival Nacional Jovem da Canção Religiosa que decorrerá dia 5 de Dezembro de 2010 em Fátima.
O dia de festa terminou com a subida ao palco do grupo Trovadores de Deus, de Celorico da Beira, para cantar a música que venceu a presente edição.
No final a organização do DPJG manifestou a sua alegria pelo balanço positivo da actividade. Agora estão empenhados no «Fátima Jovem», no Festival Jota 2010 e começam a divulgar as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) que vão ocorrer em Madrid em Agosto de 2011.
Tânia Marques (DPJG)

Teresa Duarte ReisA mulher foi em tempos vista como ser inferior. Hoje, em certas culturas, isto ainda acontece. E, não julgando a mulher mais valiosa que o homem ou vice-versa, sempre considerei a importância de ambos, precisamente porque são diferentes e é na diferença que a sociedade e todos nós nos podemos enriquecer. Aproveito a semana do dia da Mulher para publicar um excerto do poema «Mulher» retirado do livro «Ecos do Meu Pensar».

Mulher

Mulher que entra
Nas histórias
Notícias
Anúncios
Passerelles
Orgias do harém.
A matriarca dos clãs
Bruxa ou benzedeira
Adivinha ou Feiticeira
Fada ou Cinderela
Branca de Neve ou a Bela
Alcoviteira
Ama ou tratadeira…
…Julieta de Romeu.
É a mulher do campo
Mulher da limpeza ou mulher-a-dias…
…Mulher espancada
Traída ou maltratada
A despromovida
A rameira, a de má vida.
A adúltera, prostituta ou marafona
A meretriz
Mulher fatal
A Primeira Dama
Ou a infeliz.

Na História
A mulher operária
Escolhedora de lãs
Urdideira…
…Numa estratégia patronal
Em aumento de produção
Mas redução de salários
Prolongamento excessivo de horários…
… Na Bíblia
Rainha Santa Isabel, a Grande mulher.

A MULHER e Mãe
A conselheira em Caná
Colaboradora de Deus,

Segundo os escritos sagrados dos Hebreus…
… Isabel, mãe de João Baptista.
A viúva do templo
Que deu tudo quanto tinha
A maior esmola referida então…
… A Samaritana do belo fado
E com sede de Infinito.
A Maria Madalena
Que os pés do Mestre banhou de lágrimas.
As duas Marias
Uma ligeira, activa,
Outra espiritual e meditativa…
… As duas mães do episódio de Salomão
História para comover…
… Ester a salvadora do seu povo
Inspiradora de Racine
E as Santas Mulheres
Que a Cristo seguiram.

Na Cultura, Sophia
De Mello Breyner, na escrita
Dos contos e da Poesia.
Ou Natália Correia
Censurada e contrariada
Mas sensível…
…E de Espanca recordamos
Seus poemas e seus ais
Lídia Jorge
Ou Lobato Faria
São tantas mulheres escritoras
Estudantes ou doutores
E na política?
A Maria de Belém
Calma e sempre sorridente
E a Lurdes Pintassilgo
Que foi Ministra também…
… Helena Roseta
Tão conhecida, abordada
Ou a Lurdes Rodrigues
Que foi muito contestada
Ana Jorge
Ferreira Leite…
E que mais serás mulher?
Tu que sempre serves
Ou te abates
Te entregas
Te repartes
Tanto dás no teu lidar
Que mais te fará a história
Para ficar na memória
O teu longo partilhar?
«O Cheiro das Palavras», opinião de Teresa Duarte Reis

netitas19@gmail.com

1 de Junho. Dia Mundial da Criança. No concelho do Sabugal as comemorações decorreram à sombra das muralhas protectoras do Castelo mandado construir por el-Rei D. Dinis e no Estádio Municipal.

Dia Mundial da Criança - SabugalApós a 2.ª Guerra Mundial as populações dos países que se envolveram no conflito viviam muito mal, em especial as crianças. Em 1950 a Federação Democrática Internacional das Mulheres propos à ONU que fosse criado um dia dedicado às crianças de todo o Mundo. A proposta foi aceite e o dia foi comemorado pela primeira vez a 1 de Junho de 1950. A ONU reconheceu, desde então, a qualquer criança, independentemente da raça, cor ou sexo, o direito a amor e compreensão, alimentação, cuidados médicos, educação, protecção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de Paz.
Em 20 de Novembro de 1959 estes direitos foram passados para o papel e legalmente aprovada a «Declaração dos Direitos das Crianças» com uma lista de 10 princípios.
Em 1989, a ONU aprovou a «Convenção sobre os Direitos da Criança» com um conjunto de leis para protecção dos mais novos que se tornou lei internacional em 1990.

Comemorações no Sabugal
As crianças em idade escolar do concelho do Sabugal, tiveram à sua disposição o «Castelo Mágico» (jardins-de-infância e 1.º Ciclo) e «Dia Radical (2.º Ciclo).
O «Castelo Mágico» instalou-se no Castelo do Sabugal e permitiu brincadeiras nos insufláveis, atelier de crachás, modeladores de balões, pinturas faciais, cantinho dos artistas, centro de saúde a brincar e hora de desporto. O programa incluiu uma visita à exposição «Tree Parade 2008», o espectáculo «Vladimir e Titusca» e largada de balões.
O «Dia Radical» teve lugar no Estádio Municipal e incluiu actividades tão diversas como escalada, rappel, slide, atelier de física e de química e insufláveis.

GALERIA DE IMAGENS – 1-6-2009
Fotos Kim Tomé (Tutatux) – Clique nas imagens para ampliar

Veja a galeria completa de imagens de Kim Tomé (Tututax) Aqui.
jcl

No âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco (31 de Maio), a Sociedade Portuguesa de Pneumologia lança uma campanha de sensibilização que tem como objectivo alertar para os malefícios do tabaco e da exposição ao fumo passivo. Os cartazes começam a ser espalhados em todo o país na próxima semana.

Dia Mundial sem Tabaco - 31 Maio 2009A campanha da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) procura chamar a atenção para as lacunas na Lei do Tabaco, que permite que se fume nos espaços públicos como restaurantes e espaços de diversão nocturna porque «a fiscalização não está a ser suficiente e não estamos a conseguir promover ambientes 100 por cento livres de fumo, sendo que desta forma as recaídas dos fumadores são muito mais frequentes e o tabagismo nos adolescentes e jovens mais difícil de prevenir», explica Ivone Pascoal, coordenadora da Comissão de Tabagismo da SPP.
A especialisa considera que «a principal mensagem desta campanha vai para o tabagismo na gravidez e para o perigo do fumo passivo, uma vez que traz graves consequências de saúde para as crianças e grávidas. Infelizmente, em Portugal as mulheres em idade fértil fumam cada vez mais, o que faz com que nasçam bebés prematuros e com baixo peso. A intenção não é culpabilizar a grávida mas reforçar a importância de uma gravidez sem tabaco. A mulher deve ser ajudada a parar de fumar, idealmente antes de engravidar. A cessação tabágica deveria fazer parte da preparação para a gravidez e o tabagismo do pai também não deve ser esquecido».
O cartaz da iniciativa inclui ainda a mensagem positiva «deixar de fumar é possível», pois a cessação tabágica é uma das vertentes fundamentais do controlo do tabagismo e os fumadores devem ter acesso a tratamentos eficazes. Pretende-se chamar a atenção para o facto de todos juntos conseguirmos um mundo mais saudável e igual, pois segundo a especialista «o tabagismo além das consequências para a saúde agrava as desigualdades sociais e constitui um entrave ao desenvolvimento sustentável».
O Dia Mundial Sem Tabaco tem como objectivo chamar a atenção para os malefícios do tabaco, a primeira causa de morte evitável em todo o mundo. Este ano, a Organização Mundial de Saúde tem como tema a importância das imagens nos maços de cigarros e de que forma estas podem ser eficazes na persuasão para deixar de fumar.
Um recente Eurobarómetro refere que 31 por cento dos europeus considera que as imagens nos maços de tabaco são eficazes a informar as pessoas sobre os malefícios do tabagismo e 55 por cento considera que imagens a cores reforçam a sua eficácia.
Até à data, apenas quatro países assumiram as imagens nos maços de tabaco, como é o caso da Bélgica, Roménia, Reino Unido e Suíça. Estas imagens não podem ser impressas nos maços de tabaco vendidos em Portugal, pois a legislação não o contempla.
Para os fumadores que querem deixar de fumar é fundamental identificar as razões pelas quais pretende deixar de fumar; criar ambientes livre de fumo (dentro de casa, no carro); escolher o dia e pedir ajuda ao médico.
Associaram-se a esta Campanha a Sociedade Portuguesa de Tabacologia, o Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva, a Associação Portuguesa de Pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica e Outras Doenças Respiratórias Crónicas, a Associação Portuguesa de Prevenção e Tratamento do Tabagismo de Braga, a Associação Portuguesa de Asmáticos e a Associação Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral e os Laboratórios Pfizer.
Vera Villanova

Nuno de Montemor, escritor, natural de Quadrazais, é mais conhecido pelo livro de índole regionalista «Maria Mim». No entanto escreveu também, em verso branco, uma sentida homenagem à mãe, intitulado «Quando se tem Mãe», que dedicou: aos felizes dos que têm mãe, saudosos dos que um dia a tiveram, e aos desgraçados dos que nunca a conheceram.

José MorgadoTambém uma das preocupações de Júlio Dinis, foi o não esquecer nunca a sua mãe, que perdeu na idade de menino. Foi com ternura que se refere à expressão maior e mais nobre que existe nos dicionários de todas as línguas, criticando já na altura o degradar do papel de mãe na sociedade.
São dele os seguintes pensamentos de há cerca de 150 anos:
«…que da maneira porque as coisas vão, cedo veremos desaparecer da cena social, essa poética e amável entidade, esse tipo afectuoso e cândido a que chamamos Mãe, a mulher sublime, que desde que o mundo é mundo, tem inspirado tantos escritores e artistas, que tem sido o anjo da guarda das frágeis criancinhas, a confidente natural dos primeiros segredos do coração, a fada que pela magia do seu amor extremo serenava a revolta das paixões; essa mãe tende a desaparecer; mais algum tempo e tornar-se á lendária; não as encontrará junto desse berço donde a moda terá conseguido arrancá-las para as substituir pelas amas mercenárias; depois vem a época da educação e esta exige cuidados e atenções, para as quais falta a paciência á nervosa dama. Que sem grandes prejuízos dos negócios do toucador, se não poderia entregar a eles; a preceptora é um tipo exótico e de procedência britânica que eu do coração detesto; a directora do Colégio não gasta tempo nas delicadas e metafísicas sondagens das consciências sempre que a rebelião, se não revela em actos, embora esteja presente nos espíritos; a Mestra é quando muito como o director de uma oficina de fundição que recebe de fora, os moldes em que tem de vazar os metais mais diversos, confiados aos seus cadinhos e procede a essa obra com escrúpulo, mas sem inspirações, a Mãe é o artista que a golpe de cinzel vai modelando, vendo-a a sua obra a tomar vulto e expressão.»
«Terras entre Côa e Raia», opinião de José Morgado

morgadio46@gmail.com

O Capeia Arraiana deseja a todas as mães um dia muito especial.

Vodpod videos no longer available.

Esta semana comemora-se o 25 de Abril, o dia mágico, em que os Capitães de Abril, como foram celebrizados, devolveram a democracia ao povo, depois de 48 anos de ditadura, onde não havia liberdade de expressão, sendo a de opinião, cerceada, amiúde.

Esteves Carreirinha - Ecos da AldeiaJá lá vão 35 anos de uma democracia, onde nem tudo foram rosas, principalmente, nos primeiros anos do PREC, Período Revolucionário Em Curso, onde a luta pelo poder foi muito acesa, cometendo-se muitos atropelos e excessos, não há como escondê-los, a história lá os foi desbravando, devido, sobretudo, a uma ânsia grande de poder e protagonismo, acrescido também de alguma falta de experiência e emoções exacerbadas, levando a tentativas de golpes e contra-golpes, atentados à bomba, quando isso convinha a quem os mandou executar, causando algumas baixas.
Durante este tempo, também se foi formando uma consciencialização positiva, com uma nova mentalidade, ajudando a compreender melhor a situação política, que acabava de dealbar.
A liberdade conquistou-se com a ajuda dos militares, foram determinantes no golpe dessa madrugada de 1974, alguns da nossa zona, como o amigo Natalino Fernandes, do Baraçal, que avançou com Salgueiro Maia, de Santarém, em direcção a Lisboa, ao Quartel do Carmo, porventura ainda alguns mais, nas diversas zonas fulcrais do Movimento dos Capitães, mas também com inúmeros outros, fora da esfera militar, que lutaram, abnegadamente, ao longo das suas vidas. A todos estes, também temos que estar agradecidos, pela sua luta e perseverança, em busca de um novo ideal.
Todo o movimento dos militares no Quartel do Carmo, a chegada do General Spínola, a entrada do Dr. Marcelo Caetano na chaimite da tropa, para ser protegido e levado ao aeroporto, as palavras de ordem que ali foram gritadas durante a tarde, tudo isto exerceu um fascínio difícil de descrever, em todos os que por lá permaneceram.
Uma semana depois, o espectacular primeiro, 1.º de Maio, passe a redundância, comemorado em liberdade e euforia, acompanhando a enorme manifestação, que decorreu desde o Martim Moniz, subindo a Av. Almirante Reis até ao Estádio 1.º de Maio, a abarrotar de gente, seguindo-se os discursos dos lideres, regressados do exílio, com destaque para Mário Soares e Álvaro Cunhal, entre outros.
O que me move, apenas, é recordar aqueles dois dias, plenos de simbolismo, que representaram uma nova vida, em termos de liberdade e democracia para a nossa geração, esta beleza singela, em directo, focando sobretudo, as explosões de alegria e as manifestações espontâneas de contentamento dos populares, vividas nas ruas de Lisboa, a que se seguiram as discussões de interesse politico e de poder, que por pouco, não descambaram em consequências desastrosas, como uma eventual guerra civil, estando próxima, deitando tudo a perder, depois de bastos esforços dos que se empenharam.
Parecia que nada se sabia, antes da tentativa do denominado golpe das Caldas da Rainha, um mês antes, dando a impressão de ignorância politica, fosse por cautela e medo da PIDE, ou porque razão fosse e, de repente, tudo se transformou, como por artes mágicas, toda gente passou a ser catedrática da democracia, num clic!…
Comemorar o 25 de Abril de 1974 é fundamental pelo que representa, independentemente do que a história registará, não adiantando muito, atirar-se o ónus das culpas que não convêm, para o vizinho do lado. Haverá, por certo, responsabilidades a repartir, seja pelo voto ou pela abstenção deliberada, deixando para outros, o que poderíamos ajudar a resolver, com mais e melhor participação.
«Ecos da Aldeia», opinião de Esteves Carreirinha

estevescarreirinha@gmail.com

A Câmara Municipal de Trancoso e a Junta de Freguesia da Cogula, com o apoio da Trancoso Eventos (entidade empresarial municipal), comemoram, no dia 18 de Abril, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com a inauguração do Centro Interpretativo de Cogula.

Porta d'El Rey em TrancosoAs comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, embora simbológicas, têm no concelho de Trancoso um significado de grande alcance tendo em conta a riqueza patrimonial aqui existente, dispersa pela sede de concelho e suas freguesias, ricas em monumentos, manifestações e vestígios do passado de várias épocas da História, que consolidam a identidade dos povos e das regiões.
A Câmara Municipal de Trancoso e a Junta de Freguesia de Cogula promovem no sábado, 18 de Abril, várias actividades relacionadas com a data pretendendo, assim, contribuir para aumentar a consciência pública relativamente à diversidade do património e aos esforços necessários para o proteger e conservar, permitindo, ainda, alertar para a sua vulnerabilidade.
O Centro Interpretativo de Cogula resulta da reabilitação de dois edifícios de arquitectura rural, embora com alguma traça, que vai constituir-se em Centro de Difusão Cultural e Turístico numa região e num concelho que é, pela sua localização geográfica, uma porta de entrada para o Património da Humanidade, a norte, representado pelo Douro Vinhateiro e Parque Arqueológico do Vale do Côa.
A obra representa um investimento aproximado de 200 mil euros e inclui posto de informação turística, posto Internet, biblioteca, venda de lembranças e artigos vários, artesanato.
O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi criado, pelo ICOMOS- Conselho Internacional de Monumentos e Sítios, em 18 de Abril de 1982 e aprovado pela UNESCO no ano seguinte. O ICOMOS elegeu como tema estruturante do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios de 2009 o tópico «O Património e a Ciência», com o objectivo de proporcionar uma oportunidade de reflexão acerca do papel da ciência (e tecnologia) no património culturalA criação deste Centro Interpretativo de Cogula é encarado pelo Presidente do Município de Trancoso, Júlio Sarmento, como uma mais-valia para a divulgação das riquezas patrimoniais locais e do concelho, numa zona de entrada no Douro, com riqueza patrimonial importante e património imaterial variado e rico.Este equipamento insere-se na politica descentralizada para a valorização das freguesias rurais do concelho encetada pela Câmara Municipal de Trancoso, integrada, por seu turno, no amplo projecto de desenvolvimento para o concelho que se pretende integrado, sustentável e harmonioso.
aps

Vodpod videos no longer available.

No Dia Internacional da Mulher o Capeia Arraiana presta homenagem a todas as mulheres com uma «Rosa Branca» de Mariza.

Vodpod videos no longer available.

Capeia Arraiana
8 de Março de 2009

O Município do Sabugal celebra esta segunda-feira, 6 de Outubro, o Dia do Idoso com várias actividades de animação e convívio no Auditório Municipal.

Dia do Idoso no Sabugal

O Sector de Acção Social e Educação da Câmara Municipal do Sabugal, tem desenvolvido algumas actividades de animação social, indo de encontro ao trabalho em rede que se tem efectuado com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.
Este trabalho tem como principal objectivo, proporcionar aos idosos dos vários Lares e Centros de Dia uma tarde repleta de animação e convívio. Neste âmbito, o Município sabugalense celebra esta segunda-feira, 6 de Outubro, o «Dia do Idoso», tendo como objectivo envolver os utentes dos Centros de Dia e Lares do Concelho do Sabugal.
As comemorações foram adiadas do dia 1 de Outubro em virtude da deslocação dos responsáveis das IPSS a Trancoso para receber os alimentos provenientes do Programa Comunitário de Ajuda Alimentar, considerou necessário adiar a celebração desse dia para o dia 6 de Outubro.
Está prevista a visualização de um filme no Auditório Municipal do Sabugal seguido de um lanche convívio.
Ana Morgado e Tânia Alves

A delegação da Guarda da Fundação INATEL «desafiou» os grupos de sopros e bandas filarmónicas do distrito para comemorarem com iniciativas de rua no próximo dia 1 de Outubro o Dia Mundial da Música. Responderam à chamada oito agremiações que vão realizar outros tantos espectáculos musicais.

Inatel da GuardaPara dar um destaque mais abrangente às comemorações do Dia Mundial da Música no próximo dia 1 de Outubro a delegação da Guarda da Fundação Inatel solicitou aos grupos de sopros e bandas filarmónicas que animassem a sua localidade com um concerto ou uma arruada naquele dia.
Responderam afirmativamente e aderiram sete bandas: Centro Cultural de Famalicão (Fanfarra) com um concerto às 21 horas nas ruas de Famalicão; Filarmónica Gratidão de Rio Torto com uma arruada nesta localidade pelas 21 horas; Associação Juvenil os Bazófias de Vale de Azares com um concerto pelas 21 horas no Salão da Rapa; Banda Boa União de Manteigas com um concerto pela Escola de Música da Banda na sede desta pelas 21.30 horas; Filarmónica 1.º de Janeiro de Carragosela com um concerto em Travancinha pelas 21 horas; Banda Juvenil de Tourais com um concerto às 18.30 horas na Junta de Freguesia de Tourais; Sociedade Musical Gouveense (Gouveia) com um concerto de ensembles da Banda às 21 horas no Teatro Cine de Gouveia; e Sociedade Recreativa Musical Loriguense, com uma arruada em Loriga, às 21 horas.
O Inatel e as bandas participantes pretendem com estas manifestações reforçar os laços entre os agrupamentos e a população local, estimulando também o gosto pela fruição da música filarmónica.
Joaquim Igreja
(coordenador cultural)

«Sabe qual é o seu risco?» é o lema, este ano, do Dia Mundial do Coração. No Sabugal estão previstas para domingo, 28 de Setembro, diversas iniciativas que visam prevenir, alertar e sensibilizar a população para o prazer de uma vida saudável e sem stress.

Fundação Portuguesa de Cardiologia
O Dia Mundial do Coração, este ano sob o lema «Sabe qual é o seu risco?» pretende incentivas os cidadãos de todo o Mundo a adoptarem um estilo de vida saudável e a manterem um coração jovem para toda a vida.
As doenças cardíacas e o AVC são as principais causas de morte em todo o Mundo, ceifando anualmente 17,5 milhões de vidas. Para contrariar esses dados é necessário aumentar a consciência de cada um para os riscos dessas doenças e promover um conjunto de medidas preventivas. Um coração saudável é um factor vital para viver a vida em pleno, independentemente da idade e do sexo. Controlar os principais factores de risco cardiovascular, através de uma dieta saudável, praticar exercício físico e não fumar, poderá prevenir os ataques cardíacos e o AVC e ajudar o coração a envelhecer mais lentamente.
A Câmara Municipal do Sabugal, a «Sabugal+», o Centro de Saúde do Sabugal e a Clinaxia (Clínica Médica e Dentária) desenvolveram um programa especial para domingo, 28 de Setembro.
Entre as 9.30 e as 10.30 horas – Rastreio: Colesterol, Tensão Arterial e Glicémia.
10.30 às 11.15 – Sessão de esclarecimento: «Os Factores de Risco»
11.15 às 12.30 – Actividades nas Piscinas Municipais: Hidroginástica, Natação livre e Ginásio Cardio Fitness.
A entrada nas Piscinas Municipais é gratuita entre as 9.30 e as 12.30 horas de domingo.
jcl

A «Imagem do dia» e a «Imagem da Semana» são dois destaques em imagens sobre acontecimentos, momentos ou recordações relevantes. Ficamos à espera que nos envie a sua memória fotográfica para a caixa de correio electrónico: capeiaarraiana@gmail.com

Data: Agosto de 2008.
Local: Junto a Penalobo.

Legenda: A ligação do concelho à A23 vai ficar para a História com a assinatura do Presidente Manuel Rito Alves.

Autoria: Capeia Arraiana.

Clique na imagem para ampliar

A «Imagem do dia» e a «Imagem da Semana» são dois destaques em imagens sobre acontecimentos, momentos ou recordações relevantes. Ficamos à espera que nos envie a sua memória fotográfica para a caixa de correio electrónico: capeiaarraiana@gmail.com

Data: Agosto de 2008.
Local: Habitação em Penalobo, propriedade da Câmara Municipal do Sabugal
Legenda: Residência e dormitório dos militares que iniciaram a construção da ligação à A23. Agora, em Setembro, na hora do recomeço dos trabalhos, está pronta a receber novamente a tropa de engenharia.
Autoria: Capeia Arraiana.
Clique na imagem para ampliar

A «Imagem do dia» e a «Imagem da Semana» são dois destaques em imagens sobre acontecimentos, momentos ou recordações relevantes. Ficamos à espera que nos envie a sua memória fotográfica para a caixa de correio electrónico: capeiaarraiana@gmail.com

Data: 6 de Agosto de 2008.

Local: Praça de Touros da Rebolosa.

Legenda: Pois…

Autoria: Capeia Arraiana.

 

Clique na imagem para ampliar

Por proposta da deputada Ana Manso (PSD), eleita pelo distrito da Guarda, o dia 26 de Julho foi instituído como Dia Nacional dos Avós. Foi registada sob a forma de Lei na Assembleia da República pela Resolução n.º 50 de 2003. A data escolhida celebra no calendário litúrgico católico o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Ana Manso na Casa do Concelho do SabugalDecorreram em muitos pontos do País, incluíndo no Sabugal, as comemorações do «Dia dos Avós» destacando e lembrando o papel decisivo que eles têm e tiveram na construção da nossa sociedade civil e, acima de tudo, na nossa formação e dos nossos pais.
O Novo Sistema de Regulação das Relações Laborais, publicado em Junho de 2008, valoriza o papel dos avós e autoriza aqueles que ainda estão no activo o direito de faltar ao trabalho para justificada assistência aos netos menores em substituição do pai ou da mãe trabalhadores.
Os avós representam no seio da família uma das mais importantes referências. Criaram os filhos que agora já são também pais e acumularam conhecimentos e saberes que desejam passar aos netos.
Nas grandes metrópoles os avós substituem os pais levando e trazendo os netos das escolas. São eles que ficam um pouco mais nos jardins enquanto esperam que os pais saiam dos seus trabalhos. São eles que, por vezes, ficam com os netos quando há um compromisso pós-jantar ou ao fim-de-semana.
Quando os avós ficaram na sua aldeia natal e os filhos emigraram tudo fazem para bem receber os netos quando eles regressam nas férias. Quantos de nós que tivemos o privilégio de conhecer e conviver com os nossos avós recordamos a sua voz suave, a sua mão carinhosa, o enlevo com que nos mostravam os animais no campo e o amor com que nos traziam uma fruta ou nos desculpavam uma travessura.
Somos uma região envelhecida com bastantes lares de idosos que os técnicos consideram de muita qualidade. A Lei ainda não prevê nem reconhece regalias ou direitos aos netos que cuidam dos avós mas devia estar previsto e devia ser incentivado com o aumento da longevidade e da esperança de vida (74 anos para os homens e 81 para as mulheres) em Portugal.
Aproveitamos para destacar o papel decisivo da deputada Ana Manso, eleita pelo círculo eleitoral da Guarda, na concretização deste projecto na Assembleia da República. Excelente iniciativa que deve ser destacada e vivida por todos nós que, ao longo da vida, somos sucessivamente netos e filhos, pais e avós.
«A Cidade e as Terras», opinião de José Carlos Lages

jcglages@gmail.com

Assinala-se na quinta-feira, 21 de Fevereiro, o Dia Internacional da Língua Materna, proclamado pela 30.ª Conferência Geral da UNESCO em Novembro de 1999. As comemorações têm como objectivo promover e preservar a diversidade linguística e cultural e o plurilinguismo.

Instituto Politécnico da GuardaA propósito das comemorações do Dia Internacional da Língua Materna a professora Anabela Sardo publicou no boletim informativo do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) um artigo onde defende que «a diversidade cultural e linguística representa valores universais que sustentam a unidade e a coesão das sociedades. As línguas são, por excelência, o veículo de transmissão dos sistemas de valores e expressões culturais, constituindo um factor determinante da identidade de indivíduos e grupos. São, também, um poderoso instrumento de preservação e desenvolvimento da herança tangível e intangível da Humanidade».
De acordo com as mais recentes indicações, o mundo que fala Português é avaliado, hoje, em mais de 200 milhões de pessoas (cerca de 180 milhões usam o Português como língua materna, 15 milhões, como segunda língua). É a sexta língua mais falada do Planeta e a terceira entre as línguas ocidentais, após o Inglês e o Castelhano.
Anabela Sardo sublinha, no texto referido, que a «Língua Portuguesa, no seu papel de idioma supranacional, revela um carácter homogeneizador. Contudo, e ainda que a questão da unidade linguística se possa mostrar como fenómeno de preservação, essa mesma unidade não deixa de se fortalecer na diversidade e proporcionar singularidades em cada comunidade que a usa.»
A Língua Portuguesa é oficial em países que pertencem a continentes distantes e que conservam as suas diferenças (Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste). Assim, no espaço dessa diversidade, o Brasil, Timor e os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), ao mesmo tempo que foram receptores da língua e cultura portuguesas, guardaram e desenvolveram as suas línguas e culturas
próprias.
jcl com IPG

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Maio 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.139.226 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios