You are currently browsing the tag archive for the ‘coimbra’ tag.

Durante dois dias, 2 e 3 de Julho, quatro dezenas de confrarias gastronómicas de vários pontos do país, incluindo a Madeira e os Açores, aproveitaram as festas da cidade de Coimbra para promover os produtos e as tradições que defendem no evento «Sabores Tradicionais» organizado pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas. A Confraria do Bucho Raiano do Sabugal marcou presença na recepção nos paços do concelho e no cortejo que percorreu as ruas da cidade dos estudantes até às margens do Mondego.

Clique nas imagens para ampliar

A concentração das confrarias teve lugar no sábado de manhã em frente ao edifício da Câmara Municipal de Coimbra com o presidente da autarquia, João Paulo Barbosa de Melo, a dar as boas-vindas aos confrades numa rápida recepção no interior do edifício. O cortejo dos confrades com os respectivos estandartes percorreu, de seguida, as ruas de Coimbra até ao Parque Manuel Braga, na margem direita do rio Mondego.
O espaço dividiu-se em quatro áreas distintas: mercado tradicional e artesanato com exposição e venda de produtos alimentares e artesãos ao vivo, espaço de degustação com tasquinhas de petiscos servidos pelas Confrarias, espaço de composição criativa onde chefes de cozinha – Luís Lavrador, Albano Lourenço e Hélio Loureiro – interpretaram e recriaram pratos tradicionais e o espaço animação com grupos de cantares e teatro de rua entre outras atracções.
«É importante apostar naquilo que é nosso e este espaço é uma mostra da gastronomia portuguesa de referência onde vamos expor e vender produtos como doçaria, enchidos, vinhos, queijos ou frutas», afirmou com convicção no discurso de abertura do certame Madalena Carrito, presidente da Federação Portuguesa das Confrarias.
O evento «Sabores Tradicionais» é dos cinco acontecimentos turísticos integrados na promoção «Quero Ir» na Região Centro. A iniciativa envolveu a Federação Gastronómicas das Confrarias Portuguesas, a Turismo Centro de Portugal e a Câmara Municipal de Coimbra e serviu, também, para promover o concurso «7 Maravilhas da Gastronomia» onde a Região Centro tem seis pratos entre os finalistas com destaque para o queijo Serra da Estrela, a Chanfana, o leitão à moda da Bairrada e o pastel de Tentúgal.
O maranho com surpreendentes sabores a acafrão, a maça portuguesa com diferentes variantes de tartes e bolos, a geropiga e o vinho do douro, a sopa da pedra, a caçoila de cabra velha, o bacalhau ou as sainhas de ovar foram alguns dos petiscos oferecidos pelos produtores e pelos confrades e confreiras presentes nas barraquinhas.

A Confraria do Bucho Raiano apesar do convite e da insistência da organização para uma participação activa na área dos stands de artesanato, de degustação e de restauração não conseguiu reunir as condições ideias para marcar mais uma vez presença tal como tinha feito no Mercado da Ribeira em Setembro de 2010.
jcl

Anúncios

A cidade de Coimbra recebe, nos dias 2 e 3 de Julho, as confrarias gastronómicas de todo o país, numa iniciativa designada Mostra de Sabores Tradicionais, a qual divulgará os valores da gastronomia tradicional portuguesa.

Participam no evento mais de 30 confrarias, de norte a sul do país, incluindo das regiões autónomas dos Açores e da Madeira. Coimbra acolherá a iniciativa, no próximo fim-de-semana, no Parque D. Manuel Braga, onde as confrarias ocuparão vários stands e aí servirão petiscos e exporão artesanato e outros produtos regionais. Também haverá animação através de danças e cantares tradicionais.
No sábado, pelas 10 horas, realiza-se o desfile inicial, a partir da Câmara Municipal de Coimbra até ao local da Mostra.
A Mostra de Sabores Tradicionais é promovida pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, Câmara Municipal de Coimbra, Turismo de Portugal e Turismo do Centro.
A Confraria do Bucho Raiano, do Sabugal, por dificuldades logísticas, não ocupará qualquer stand na Mostra, mas estará presente na iniciativa, participando no desfile com as demais confrarias gastronómicas.
plb

Realizou-se no pavilhão do Estádio Universitário de Coimbra, no fim-de-semana de 26 e 27 de Março, mais uma edição da Taça da Europa de Judo no escalão de juniores.

(Clique nas imagens para ampliar.)

No fim-de-semana de 26 e 27 de Março, realizou-se mais uma Taça da Europa do Escalão de juniores, no pavilhão n.º 3 do Estádio Universitário de Coimbra.
A Federação Portuguesa de Judo – para além das nove medalhas conquistadas pelos atletas portugueses, mais quatro de que no ano anterior – mostrou grande capacidade organizativa no que diz respeito a eventos internacionais de grande relevo e exigência.
A prova internacional disputada na cidade dos estudantes contou com a participação de cerca de 300 judocas com idades entre os 17 e os 19 anos de países europeus, da África do Sul, Canadá e Brasil num total de 17 países.
Portugal ficou em segundo lugar no referente à conquista de medalhas ficando apenas atrás do Brasil com 17 mas à frente da Grã-Bretanha e Itália.
No que diz respeito à participação das judocas do distrito da Guarda, Ana Rita Figueiredo do Sporting Clube do Sabugal (no escalão -48kg onde apenas estiveram duas portuguesas), ainda chegou a ser repescada após ter perdido com uma competidora brasileira, mas foi eliminada por uma atleta espanhola, na repescagem, conseguindo Portugal nesta categoria de peso uma medalha de bronze, obtida pela campeã nacional, Inês Ribeiro, do Algés.
Na categoria de -57 kg onde participaram duas atletas do distrito da Guarda, Inês Cunha do Clube de Judo da Guarda foi eliminada por uma inglesa que de seguida foi afastada, não permitindo assim à nossa judoca seguir em prova. Quanto à sabugalense Ana Sofia Figueiredo iniciou menos mal a prova e podia ter feito a diferença com uma judoca croata com a qual já tinha competido à cerca de dois anos e que acabaria por ser a finalista vencida desta categoria, derrotada por Doina Babcenco, atleta moldava formada no Sporting e naturalizada portuguesa na mesma semana do evento, perdendo Ana Sofia também nas repescagens com uma espanhola nitidamente mais forte.
A possibilidade de participação nestas provas é limitada e acaba sempre por ser um prémio para o judo distrital e seus praticantes, em que o esforço e grande vontade dos atletas não chegam quando defrontam judocas que se dedicam quase a tempo inteiro à modalidade. No entanto a atitude e postura das nossas meninas judocas não ficaram aquém do solicitado pelos treinadores, pois as vitórias desportivas não se devem sobrepor às vitórias que elas têm conseguido na conciliação com os estudos em que aí, têm atingido os objectivos.
David Carreira

O CERVAS devolve à Natureza, entre 10 e 17 de Setembro, 21 aves selvagens nos concelhos do Sabugal, Guarda, Gouveia, Almeida Penamacor, Mangualde, Oliveira do Hospital, Coimbra e Montemor-o-Velho.

CERVASO CERVAS – Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (Gouveia) devolve à Natureza, entre os dias 10 e 17 de Setembro, aves selvagens recuperadas no centro (hospital) de Gouveia.
Os animais recuperados são seis grifos (Gyps fulvus), cinco corujas-das-torres (Tyto alba), três águias-calçadas (Aquila pennata), três peneireiros-vulgares (Falco tinunculus), dois gaviões (Accipiter nisus) e dois milhafres-pretos (Milvus migrans) e vão ser devolvidos à natureza nos concelhos de Sabugal, Guarda, Gouveia, Almeida, Penamacor, Mangualde, Oliveira do Hospital, Coimbra e Montemor-o-Velho.

10 de Setembro, sexta-feira.
12.00 – Devolução à natureza de três grifos.
Alimentador de Aves Necrófagas da Serra da Malcata, Sabugal.

Estas três aves são animais juvenis que, ao iniciarem o processo de dispersão após a saída do ninho, não terão conseguido encontrar alimento, tendo por isso ficado muito debilitados. O seu processo de recuperação no CERVAS consistiu em alimentação para que pudessem alcançar uma boa condição física, treinos de voo e o contacto com animais da mesma espécie. A sua devolução à natureza irá realizar-se num local com as condições adequadas à espécie.
15.00 – Devolução à natureza de peneireiro-vulgar. Albardo, Guarda.
Esta ave foi encontrada, em Abril de 2009 na freguesia de Albardo (Guarda) por um particular, que o recolheu e entregou à equipa do SEPNA da GNR da Guarda, que procedeu à entrega da mesma no CERVAS. No momento do seu ingresso, ave apresentava uma fractura no úmero direito, compatível com trauma. Numa fase inicial, o seu processo de recuperação envolveu o tratamento da lesão e, numa fase posterior, em treinos de voo e de caça, bem como contacto com animais da mesma espécie.

12 de Setembro, domingo.
13.30 – Devolução à natureza de gavião. Cativelos, Gouveia.
Esta ave foi encontrada por um particular, após ter caído do ninho. O seu processo de recuperação envolveu a alimentação, de modo a permitir um correcto desenvolvimento muscular e também da plumagem de voo, o contacto com animais da mesma espécie, de modo a permitir a aprendizagem dos comportamentos típicos, e também treinos de voo e de caça. Esta acção de devolução à Natureza será integrada nas actividades do «Encontro Ibérico Land Rover 2010», que irá decorrer em no Parque da Sra. dos Verdes (Cativelos, Gouveia) entre 12 e 14 de Setembro.

14 de Setembro, terça-feira.
11.00 – Devolução à natureza de três grifos.
Alimentador de Aves Necrófagas da Serra da Malcata, Sabugal

Ponto de encontro: Parque de Estacionamento próximo do Castelo do Sabugal e das bombas da GALP, às 10.00 horas.
Estas três aves são animais juvenis que, ao iniciarem o processo de dispersão após a saída do ninho, não terão conseguido encontrar alimento, tendo por isso ficado muito debilitados. O seu processo de recuperação no CERVAS consistiu em alimentação para que pudessem alcançar uma boa condição física, treinos de voo e o contacto com animais da mesma espécie. A sua devolução à natureza irá realizar-se num local com as condições adequadas à espécie.
14.00 – Devolução à natureza de duas águias-calçadas. Penamacor.
Ponto de encontro: Piscinas Municipais de Penamacor.
A primeira ave foi recolhida em Quadrazais, no concelho do Sabugal, em Agosto de 2008, por um particular, aparentando ter dificuldade em voar, tendo sido entregue no CERVAS por intermédio de um vigilante da Reserva Natural da Serra da Malcata. Na altura do seu ingresso verificou-se que se a ave se apresentava bastante debilitada, tendo o seu processo de recuperação incidido na alimentação de modo a permitir que alcançasse uma boa condição física, treinos de voo e de caça e ainda o contacto com animais da mesma espécie. A segunda ave encontrava-se numa situação de cativeiro ilegal, tendo sido recolhida por elementos da equipa do SEPNA da Serra da Malcata. Apresentava alguns sinais ligeiros de domesticação, pelo que o seu processo de recuperação incidiu essencialmente no contacto com animais da mesma espécie de modo a que pudesse readquirir os comportamentos normais da espécie, tendo sido ainda submetida a treinos de voo e de caça.
16.30 – Devolução à natureza de águia-calçada. Miuzela, Almeida
Ponto de encontro: Cemitério de Miuzela.
Esta ave foi encontrada por um particular, na localidade de Miuzela, tendo a sua recolha e transporte até ao CERVAS sido feita pela equipa do SEPNA da GNR da Vilar Formoso. No momento do seu ingresso verificou-se que a ave se encontrava debilitada, pelo que o seu processo de recuperação envolveu a alimentação, de modo a que pudesse recuperar uma boa condição corporal, tendo ainda sido submetida a treinos de voo e de caça, para além de ter sido mantida em contacto com animais da mesma espécie.

15 de Setembro, quinta-feira.
15.00 – Devolução à natureza de peneireiro-vulgar. Alcafache, Mangualde.
Ponto de encontro: Igreja Matriz de Alcafache.
Esta ave foi encontrada na freguesia de Alcafache, tendo sido recolhida por um particular e entregue à equipa do SEPNA da GNR de Mangualde, que procedeu ao transporte até ao CERVAS. Apresentava-se bastante debilitado e o seu processo de recuperação incidiu na alimentação de modo a que pudesse recuperar a sua forma física, tendo sido também submetido a treinos de voo e de caça, bem como ao contacto com animais da mesma espécie.
17.00 – Devolução à natureza de gavião. Pinheiro de Baixo, Mangualde.
Ponto de encontro: Capela de S. Silvestre, Pinheiro de Baixo.
Esta ave foi encontrada num jardim de uma residência, tendo sido recolhida por um particular e entregue à equipa do SEPNA da GNR de Mangualde. Na altura do seu ingresso no CERVAS verificou-se a que a ave apresentava alguns sinais neurológicos compatíveis com uma colisão, pelo que o seu processo de recuperação iniciou-se com uma terapia de suporte, de modo a permitir que a ave recuperasse a sua forma física e, numa fase posterior, foi submetida a treinos de voo e de caça, bem como ao contacto com animais da mesma espécie.
18.30 – Devolução à natureza de três corujas-das-torres. Mourilhe, Mesquitela, Mangualde.
Ponto de encontro: EB 1 de Mourilhe.
Estas aves foram encontradas por um particular caídas do ninho, sem ainda terem plenas capacidades de voo, tendo sido encaminhadas para o CERVAS pela equipa do SEPNA da GNR de Mangualde. No centro passaram pelo processo de recuperação comum a outras aves que entram como crias/juvenis, que passa pela alimentação adequada para que a ave atinja o peso ideal e tenha um normal desenvolvimento corporal e da plumagem. Foram ainda colocadas em contacto com outros indivíduos da mesma espécie para que adquirissem comportamentos naturais, bem como submetidas a treinos de voo e caça para se tornarem aptas a serem devolvidas à natureza, perto do local onde foram encontradas.
18.30 – Devolução à natureza de uma coruja-das-torres. Penalva de Alva, Oliveira do Hospital.
Ponto de encontro: Igreja Matriz de Penalva de Alva.
Esta ave foi encontrada no interior da Igreja Matriz de Penalva de Alva, após ter caído do ninho, tendo sido recolhida por um particular, que a entregou à equipa do SEPNA da GNR da Lousã. O seu processo de recuperação decorreu de forma similar aquilo que sucede com os animais que ingressam enquanto crias/juvenis, desde a alimentação para assegurar um correcto desenvolvimento corporal e da plumagem de voo, passando pelo contacto com animais da mesma espécie e treinos de voo e de caça.

16 de Setembro, sexta-feira.
15.00 – Devolução à natureza de dois milhafres-pretos. Coimbra.
Ponto de Encontro: Sede da Reserva Natural do Paúl de Arzila – Mata Nacional do Choupal.
Estas duas aves ingressaram no CERVAS bastante jovens, tendo sido animais recolhidos após a sua queda do ninho, sendo que um deles apresentava também uma fractura na asa. Para além do tratamento da fractura neste último, o processo de recuperação das duas aves envolveu todos os passos típicos de casos de crias/juvenis, como a alimentação, os treinos de voo e de caça e o contacto com animais da mesma espécie.
17.00 – Devolução à natureza de um peneireiro-vulgar. Montemor-o-Velho.
Ponto de Encontro: Centro de Alto Rendimento (CAR) de Montemor-o-Velho.
Esta ave foi encontrada na freguesia de Montemor-o-Velho, por um particular, tendo sido entregue à equipa do SEPNA da GNR desta localidade. Posteriormente foi entregue aos cuidados da Reserva Natural do Paúl de Arzila, que encaminhou a ave para o CERVAS. Apresentava lesões compatíveis com atropelamento e o seu processo de recuperação consistiu no tratamento das mesmas, bem como em treinos de voo e de caça, para além do contacto com animais da mesma espécie.
18.30 – Devolução à natureza de coruja-das-torres. Eiras, Coimbra.
Ponto de Encontro:Campo do Vale do Fojo (União Clube Eirense).
Esta ave foi recolhida por um particular, após ter caído do ninho, tendo sido entregue aos funcionários da Reserva Natural do Paúl de Arzila, que posteriormente a encaminharam para o CERVAS. Sendo um animal juvenil, o seu processo de recuperação incidiu na alimentação da ave, de modo a permitir um correcto desenvolvimento tanto a nível físico, como da plumagem de voo, para além de ter sido submetida a treinos de voo e de caça e ao contacto com animais da mesma espécie.
jcl (com cervas)

O QREN/Turismo 2015 vai viabilizar 12 investimentos turísticos na região Centro. Os contratos de financiamento entre o Turismo de Portugal e os promotores foram ontem assinados em Coimbra e visam aumentar a qualidade da hotelaria da região.

Os seis projectos aprovados pelo QREN/Turismo contemplam o Pólo de Desenvolvimento Turístico da Serra da Estrela (dois), o Pólo Oeste (dois) e o Pólo de Leiria-Fátima. A soma destes projectos representa cerca de 73 por cento de todo o investimento previsto para a região Centro.
O total de apoios, ao abrigo do Pólo «Turismo 2015», ascende a 31,43 milhões de euros e compreende sete empreendimentos, na maioria de 4 e 5 estrelas, quatro projectos de actividades de náutica e de animação cultural e ambiental, bem como a criação de uma plataforma tecnológica dirigida ao segmento eventos.
Os projectos envolvem um investimento total de 49,35 milhões de euros e um incentivo reembolsável de 31,67 milhões de euros. Entre os projectos encontra-se aquele que será o primeiro empreendimento 5 estrelas do Pólo de Desenvolvimento Turístico da Serra da Estrela, a localizar em Belmonte: Aldeamento Turístico da Quinta da Bica que irá receber um restaurante com cozinha exclusivamente judaica.
Cantanhede verá também surgir o seu primeiro hotel de 5 estrelas, enquanto Porto de Mós, São Pedro do Sul, Seia e Cadaval verão aumentada a sua oferta de estabelecimentos de 4 estrelas.
O hotel rural Cooking and Nature, a instalar em Porto de Mós, terá um laboratório de gastronomia onde os hóspedes podem confeccionar as suas refeições e tomar contacto com os produtos da região. Em Seia será instalado um hotel com centro de negócios e no Cadaval nascerá o Hotel Rural Quinta do Castro com sala de conferências e health center.
Em Mortágua e Penalva do Castelo, dois empreendimentos turísticos já existentes vão receber novos investimentos para criar equipamentos de suporte a actividades turísticas e de animação. Uma dessas unidades é o Montebelo Aguieira Lake Resort & Spa (5 estrelas) onde será construído um centro de mergulho e vela, com escolas destas modalidades e zonas de animação. A outra é o Hotel Casa da Ínsua (5 estrelas) que irá receber um parque histórico museológico, resultante da recuperação de edifícios antigos e emblemáticos da quinta, como a azenha, o lagar de azeite ou a Fábrica do Gelo.
Já o Hotel Monte Rio em São Pedro do Sul vai ser remodelado, visando a reclassificação para 4 estrelas e, em Ovar a remodelação de uma albergaria dará origem ao AquaHotel, de 3 estrelas.
Em Alcobaça foi apoiado o investimento no EcoParque dos Monges, enquanto a Sociedade de Cerâmica Antiga de Coimbra irá adaptar uma olaria a museu vivo de cerâmica. Foi igualmente apoiado um projecto tecnológico da empresa Ambity, dirigido à organização de congressos e grandes eventos.
jcl (com agência Lusa)

Manuel Botelho ou Manuel Ferrador de Vila Franca das Naves é o destaque do mês de Maio da empresa municipal «Trancoso Eventos». A Brigada de Intervenção Militar do Centro, sedeada em Coimbra, está a realizar desde esta sexta-feira, 14 de Maio, e até ao dia 21, o exercício militar «Dragão 10» nas áreas dos concelhos de Trancoso, Celorico da Beira e Mêda. A associação Luzlinar, de Trancoso, convidou o gráfico Jorge dos Reis para criar «A República».

Manuel Ferrador - TrancosoManuel Botelho, aliás «Manuel Ferrador», é diplomado na arte de ferrar e fazer ferraduras há mais de 41 anos. Começou em Moçambique e mantém um mundo de memórias que se misturam com a arte de ferrador num espaço de garagem particular da sua residência em Vila Franca das Naves.
É agente da Policia de Segurança Pública (PSP) aposentado e a arte aprendeu-a em Moçambique, com o pai e, por exame efectuado na Faculdade de Veterinária de Lourenço Marques em 31 de Dezembro de 1969, obteve o diploma de Siderotécnico, sendo conhecedor dos animais, sobretudo dos equídeos.
Manuel Botelho considera que «esta é uma arte que se tornou paixão e até certo amor pelos animais mas com certa carga, também, de misticismo, pois que a ferradura, é talismã contra a má sorte e outros males». «Tem um poder protector ao colocar-se nos automóveis, afixada ou por baixo dos assentos para evitar acidentes ou atrás das portas das casas, sejam residências ou estabelecimentos mas… dos oito orifícios para os cravos que fixam a ferradura, um deles tem de ser tapado para ter o efeito protector desejado», acrescenta.
No «Museu» de Manuel Botelho, um pequeno mundo de coisas do passado e do presente que guarda com afecto e cujo historial sabe de cor a sua utilidade. Na «confusão e profusão» de objectos, há uma história de percurso de vida: fardamentos e uniformes policiais ou militares, motas, side-cars, fotos, alfaias agrícolas, arreios de animais, bonés militares e outros incluso de bombeiros, capas de pastor tradicionais, rádios, candeeiros a petróleo e candeias, tigelas, pratos desportivos, bonecas típicas, instrumentos musicais, tamancos e outro calçado, relógios, armadilhas para animais, máscaras, chaves… um sei lá de objectos.
Assume mesmo que o ferrador é uma profissão que têm funcionado ao longo de tempos «muitíssimo recuados, com conhecimentos que se aprendem no dia a dia e chegam mesmo a curar as maleitas dos animais».
Neste mundo de Manuel Botelho, o Ferrador, de Vila Franca das Naves, há nostalgia e espírito de dever cumprido, quer no serviço militar e policial quer hoje como um dos últimos ferradores.

«Dragão 10»
O exercício militar «Dragão 10» iniciado esta sexta-feira, visa treinar as tropas pertencentes à Brigada de Intervenção Militar do Centro, assim como avaliar o desempenho das tropas, tendo em vista a participação das mesmas em missões de Paz.
A Brigada de Intervenção, num contexto de proximidade com as populações, pretende consolidar a presença na sua área geográfica de influência, através da realização de actividades, quer de âmbito operacional quer cultural, no sentido de divulgar e procurar a adesão da sociedade às missões que lhe são superiormente confiadas.
A Avenida Central de Celorico da Beira recebe no dia 20 de Maio, uma parada militar com a participação de cerca de um milhar de militares e algumas centenas de viaturas.

Associação Luzlinar
A Associação Luzlinar, com sede na freguesia de Feital, concelho de Trancoso, convida anualmente, entre Abril e Julho, um artista a desenvolver um trabalho de média duração que será acompanhado, via internet, pelos alunos da Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Vila Franca das Naves.
A iniciativa terminará com uma oficina e uma exposição do trabalho realizado na Biblioteca da Escola e na Biblioteca Eduardo Lourenço na Guarda.
Este ano o tema proposto é «A República» e o convidado é Jorge dos Reis, professor e artista tipográfico.
jcl (com Gabinete de Imprensa da C. M. Trancoso)

Voltamos a Trindade Coelho, distinto jurista e escritor, natural do Mogadouro, que iniciou a vida profissional no Sabugal, como delegado do procurador régio. Em referência anterior falámos dos sabores dos contos insertos no seu livro «Os Meus Amores», impondo-se agora seguir por novo trilho, ao encontro de outro dos seus livros emblemáticos: o «In Illo Tempore».

Esta obra literária é considerada uma das maiores evocações à vida estudantil na lendária e académica cidade de Coimbra, também chamada a «Lusa Atenas». São lembranças de juventude, enquadradas no ambiente académico dos jovens de todo o país que na cidade do Mondego se encontravam para frequentar a universidade.
Nos finais do século XIX a maior parte dos estudantes permaneciam em Coimbra durante todo o ano lectivo, alojados em quartos alugados ou arregimentados em repúblicas. Eram tempos de diversão, de arruaça, de namoro eloquente, de amizade, de gozo e de partidas.
No meio estudantil a súcia e o bom petisco faziam parte da vida quotidiana. E, para além da descrição das figuras típicas e das cenas de maior humor, o autor não deixa de referir os momentos de lazer, quando a malta se juntava em farta patuscada, compondo e cantando versalhadas espontâneas, exaladas pelos que tinham veia poética. À maneira das terras do interior, donde provinha boa parte da malta, também se desfechava a expressão «entre quem é» quando quem quera batesse à porta. Do que se comia, parco que fosse, a todos se ofertava, num espírito de partilha que os estudantes trouxeram das terras distantes de onde provinham.
Trindade Coelho fala-nos mesmo de uma célebre república de varudos transmontanos que, fartos de comer os «gaspachos» que as criadas lhes serviam, decidiram trazer da terra um moço com ares de patego, mas muito bom cozinheiro, para lhes dar preparo aos bons paladares que em Coimbra queriam degustar. Assentando praça, logo o patusco tratou de confeccionar a boa comida transmontana, passando a casa a receber de amiúde hostes de estudantes sequiosos de provar as iguarias do mestre de culinária, que fez largo sucesso na cidade.
De entre as descrições da vida coimbrã, cabe aqui realçar a diferenciação entre os estudantes ricos, colectores de abonada mesada, mas senhores de desmandos que os traziam quase sempre empenhados e mal alimentados, e os estudantes remediados, como o era o autor, de mais modesto pecúlio, mas que tinham melhor viver. Os filhos dos ricos levavam vida desregrada, pensando que o dinheiro lhes bondava para tudo, mas quando davam fé estavam endividados e a recorrer às casas de prego. E Trindade Coelho explicita com mestria:
«Não acontecia assim com os remediados! Esses governavam-se! Em regra, arranchavam todos em república, em qualquer rua do Bairro Alto, em cujo topo ficava a Universidade; – e eles e uma criada, em geral “já de certa idade”, lá se arranjavam de portas a dentro, – e arranjavam-se bem: almocinho sempre de garfo, metendo os seus ovos e o seu bife, café com leite e pão com manteiga, ou chá! Ao jantar, a bela da sopa, o belo do cozido, os seus croquetes e coisa parecida, um regalado “prato de meio”, frutas à sobremesa, queijo, café. – e Baco sempre presidindo, e a Alegria!».
«In Illo Tempore», um livro que se lê de um fôlego, tais os quadros pitorescos da vida dos estudantes em Coimbra que ali se descerram.
«Sabores Literários», crónica de Paulo Leitão Batista

leitaobatista@gmail.com

Realizou-se no passado fim-de-semana de 27 e 28 de Março, em Coimbra, uma prova da Taça da Europa de Juniores em Judo. Portugal conquistou apenas cinco medalhas ficando as presenças no pódio aquém das expectativas.

Ana Rita Figueiredo - Judo - Sporting Clube SabugalA Taça da Europa de Juniores em Judo, realizada em Coimbra, no fim-de-semana de 27 e 28 de Março, teve a presença de oito países – Portugal, Alemanha, Brasil, República Checa, Espanha, Eslovénia, Suíça, Luxemburgo, Moldávia e Noruega – podendo cada um deles participar com um máximo de quatro atletas por categoria de peso, competindo assim mais de 250 Judocas distribuídos pelos dois dias.
A competição teve um nível muito elevado, conseguindo apenas cinco atletas da selecção de juniores alcançar o pódio, sendo a Alemanha o país com mais medalhas conquistadas, seguida do Brasil.
Ana Rita Figueiredo, do Sporting Clube do Sabugal, marcou presente na prova competindo nos -48kg tendo sido derrotada pela atleta suíça que viria a alcançar a prata permitiu-lhe ser ainda repescada e posteriormente eliminada por uma judoca espanhola.
A Judoca do Sabugal conseguiu entrar nas quotas de participação para esta Taça de Europa, devido à sua qualificação e participação no Campeonato Nacional de Juniores. Não fazendo parte a atleta da Selecção Nacional, a sua participação foi a expensas próprias, sendo a sua estadia em Coimbra suportada pelo clube sabugalense.
A participação neste tipo de prova é sempre positiva, pois permite aos nossos judocas competir com atletas estrangeiros, tirando assim as conclusões necessárias para o melhoramento competitivo.
No próximo mês de Maio será a vez de Sofia Figueiredo de tentar a sua sorte no Torneio Internacional de Portugal no escalão de «Esperanças» ao qual deverá ter acesso por ter alcançado o 5.º lugar no Campeonato Nacional de Esperanças (cadetes).
djmc

Mesmo em época de Carnaval, os atletas do Sporting Clube do Sabugal deslocaram-se neste último fim-de-semana, de 13 e 14 de Fevereiro, a Coimbra para participar no sábado no Campeonato Nacional de Esperanças (15/16 anos) e no domingo, no Torneio Nacional da Federação Portuguesa de Judo, prova do escalão sénior, pontuável para o Ranking Nacional.

Ana Rita Figueiredo - Judo - Sporting Clube do SabugalNo sábado, dia 13, entrou para o tapete Ana Sofia Figueiredo, que teve de participar na prova, na categoria de peso acima do habitual (-57kg), tendo assim de competir em -63 kg, onde realizou uma excelente prova, passando duas eliminatórias, e acabando por perder o combate para a medalha de bronze, ficando no entanto no quadro de honra num expressivo 5.º lugar. Na mesma categoria de peso, Maria Luísa Freitas, do Clube de Judo da Guarda, ainda foi repescada, mas não conseguiu ultrapassar as suas oponentes, não obtendo assim classificação.
No domingo, dia 14, entraram em acção mais de 200 judocas de todo o país, numa das mais importantes competições nacionais no escalão de seniores. Esta prova reúne em algumas categorias de peso mais participantes que o próprio campeonato Nacional, visto ser um «Open» e não estar sujeito a quotas de participação tendo, inclusivamente, marcado presença judocas espanhóis. O objectivo de cada participante é arrecadar o máximo de pontos para subir mais algumas posições no respectivo ranking.
Mais uma vez o Sporting Clube do Sabugal garantiu a representação do distrito da Guarda com duas Judocas. Em -57kg, Carla Vaz teve um bom desempenho mas não conseguiu sair do grupo de acesso às meias-finais. Foi na categoria de peso mais leve desta prova que Ana Rita Figueiredo em -48 kg se classificou em 2.º lugar, perdendo apenas com a atleta da Madeira que viria a ganhar o peso. De salientar que esta jovem judoca de 17 anos competiu numa prova de seniores, onde a medalha de prata lhe garante desde já a presença no Campeonato Nacional do escalão em Dezembro.
Segundo o treinador as três judocas Raianas tiveram um bom comportamento competitivo, prestigiando o seu próprio desempenho bem como dignificando a atitude do Judoca e respectiva aprendizagem e conhecimentos que têm vindo a desenvolver nos treinos.
djmc

Diogo Pereira, que integra o Grupo de Forcados Amadores de Coimbra, triunfou em Vieira de Leiria.

Forcados Amadores de CoimbraO forcado Diogo Pereira, natural da Guarda, que faz parte do Grupo de Forcados Amadores de Coimbra, teve uma excelente prestação na corrida de toiros realizada no dia 20 de Julho, pelas 18 horas, na praça de toiros desmontável de Vieira de Leiria, na Marinha Grande.
Nuno Ramos refere no site «Tauromaquia: O Portal dos Aficionados» que Diogo Pereira «não poderia ter melhor debute. Esteve muito bem na cara do segundo da tarde, fechando-se primeiro à barbela e depois à córnea e, aguentando sucessivos derrotes do toiro, consuma a pega que viria a vencer o prémio em disputa».
O evento contou com a participação dos cavaleiros Luís Rouxinol, Marco José e Pedro Salvador. Os touros eram da ganadaria Veiga Teixeira e participaram os Grupos de Forcados Aposento da Moita e Amadores de Coimbra, capitaneados por Tiago Ribeiro e Luís Pires, respectivamente.
Refira-se que do Grupo de Forcados Amadores de Coimbra fazem também parte outros jovens que são naturais do Distrito da Guarda e que vão estar presentes em Aldeia da Ponte no domingo, 10 de Agosto, na tourada organizada pela Associação dos Amigos de Aldeia da Ponte
José Do Bernardo

A Câmara Municipal do Sabugal e a Pró-Raia organizam nos dias 24 e 25 de Maio a quarta edição da Festa do Mundo Rural e da Mostra Agro-alimentar do Alto Côa. A iniciativa conta com várias actividades e decorre este ano em paralelo com os «Circuitos Gastronómicos Raianos».

Festa do Mundo RuralA 4.ª Festa do Mundo Rural Raiano (também denominada Mostra Agro-Alimentar do Alto Côa) está marcada para os dias 24 e 25 de Maio aproveitando, este ano, a proximidade do feriado do Corpo de Deus que se festeja a 22 de Maio.
A mostra é organizada pela Câmara Municipal do Sabugal e pela Pró-Raia no recinto próximo da Casa da Juventude, Desporto, Cultura e Lazer da vila do Soito e tem como como objectivo divulgar o que de melhor se produz e existe na região raiana, promovendo as tradições e potencialidades do concelho sabugalense.
A exibição, ao vivo, das artes e ofícios tradicionais representativos dos costumes e trad
Os visitantes poderão admirar uma mostra de animais (Bovinos, Ovinos, Caprinos e Equinos), uma exposição dos vários sectores do mundo rural (agrónomo, florestal, pecuário, alimentar, ambiental, turístico) e os stands de máquinas e alfaias agrícolas.
A programação da festa inclui demonstração hípica, insufláveis, animação de rua e uma Tourada à Portuguesa com os cavaleiros António Ribeiro Telles e António d´Almeida, os Grupos de Forcados Amadores de Coruche e de Coimbra e o matador espanhol Javier Castaño.
No noite de sábado, 24 de Maio, um concerto com o cantor José Cid e a Big Band fará as delícias de todos os seus admiradores.
Em paralelo decorrerão, entre 21 e 25 de Maio, os «Circuitos Gastronómicos Raianos» a que aderiram vários restaurantes do concelho do Sabugal e um de Navasfrias que incluem nos seus menus os melhores pratos da tradicional gastronomia raiana sabugalense.

Uma semana para surpreender os sentidos nas terras raianos do Sabugal. A iniciativa é positiva e merece a participação (possível) de todos. Na análise pós-evento a organização devia ter em conta que nem sempre o calor de Maio rima com bucho arraiano e… discutir a hipótese de organizar os circuitos gastronómicos apenas ao sábado e domingo e durante vários fins-de-semana. Facilitava a vida aos forasteiros que não podem ter uma semana completa de férias em Maio. Para reflectir…
jcl

A irreverência das tunas académicas está de volta ao Auditório Municipal do Sabugal. A segunda edição do Festival de Tunas da Raia está marcada para sábado, 19 de Abril.

O «II Tunas da Raia» está marcada para as 21 horas de sábado, 19 de Abril, no Auditório Municipal do Sabugal.
Participam na «febre de sábado à noite» a TMUC-Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra, a Estotuna D’Espital-Tuna da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital, a Tunadão 1998-Tuna do Instituto Politécnico de Viseu e a Tuna Bruna-Tuna da Universidade Internacional da Figueira da Foz.
Extra-concurso terão o seu momento de glória as Meninas e Senhoras da Beira, de Viseu.
As Tunas em Portugal surgiram nos finais do séc. XIX. As histórias fazem referência a um grupo de estudantes de Coimbra se deslocou, um dia, a Espanha e, observando o sucesso que as Tunas por lá faziam importaram a ideia para o nosso país. Os agrupamentos mais antigos são a Tuna Académica da Universidade de Coimbra (1888), a Tuna Universitária do Porto (1890) e a Tuna Académica do Liceu Nacional de Évora.
Actualmente as tunas são um fenómeno cultural com referências em Portugal, Espanha e América Latina.
O espectáculo é organizado pela Câmara Municipal do Sabugal com o apoio da empresa municipal Sabugal+ e a entrada custa três euros.

A Tuna da Faculdade de Medicina do Porto com o tema «Festa Brava»:

jcl

A cidade dos estudantes recebeu no fim-de-semana de 24 e 25 de Março o Torneio Internacional de Judo de Coimbra 2007 destinado a judocas juniores sub-20. Carla Vaz, do Sporting Clube do Sabugal, perdeu com a vencedora da sua categoria.

A judoca Carla Vaz com o treinador David CarreiraOs atletas nacionais conquistaram 10 medalhas (duas de ouro, uma de prata e sete de bronze) no Torneio Internacional de Coimbra 2007 destinado a juniores sub-20 que se disputou no fim-de-semana de 24 e 25 de Março.
A representante do Sa bugal, Carla Vaz, perdeu na categoria de -63kg o combate de abertura da prova com a atleta francesa que veio a vencer a categoria. A participação da judoca raiana neste torneio com adversárias estrangeiras foi possível por ter alcançado o apuramento para a participação no Nacional de juniores.
Participaram na competição mais de 200 atletas distribuídos por 14 categorias em representação da Espanha, França, Brasil, Israel, Bélgica, Áustria, Noruega, Geórgia, Croácia, Chipre, Tunísia, Estados Unidos e Portugal.
jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.691 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios