You are currently browsing the tag archive for the ‘cavalaria’ tag.

Poucas palavras contarão tão arrebatadoras ressonâncias como esta de Cavalaria.

Manuel Leal Freire - Capeia ArraianaA simbologia e ritualismo com que os jovens, ao findar a adolescência recebiam a pranchada nobilitadora: as fórmulas sacramemais usadas para o juramento de iniciação; o comportamento, verdadeiramente exemplar de membros da ordem, com virtudes acima das fraquezas humanas; o imaginário popular em redor tecido; as novelas postas a circular por toda a Europa culta e oralmente transmitidas por trovadores e menestréis, enfim toda uma série concertada de circunstâncias e influências felizes deixaram-nos uma imagem que que possivelmente terá muito de mirífica, mas dominou até ao fim da lenda, satirizada mais tarde por numerosos escritores, com particular relevância para Cervantes, é ainda hoje, apesar de tudo, respeitável.
Prosaicamente definida como instituição militar, própria da nobreza feudal e consagrada pela religião, condensara, todavia em si, uma auréola de virtudes.
Os poetas exalçavam os seus membros.
Transcrevemos de Camões. Lusíadas, canto X, aconselhando Dom Sebastião:
Os cavaleiros tende em muita estima
Pois com o seu sangue intrépido e fervente
Entendem não sómente a lei de cima
Mas inda vosso império proeminente.

Aliás, em muitas outras passagens da epopeia se verifica igual culto peIa instituição e seus seguidores, alargando-a mesmo a outras civilizações e tornando-a semel de reis:
Estes, o Rei que têm não foi nascido
Príncipe, nem dos pais aos filhos fica,
Mas elegem aquele que é famoso
Por CAVALElRO, sábio e virtuoso…

Antero, num dos seus mais belos sonetos evoca tambem a figura:
Sonho que sou um cavaleiro andante,
Por desertos, por sóis, por noite escura
Paladino do amor, busco anemante
O palácio encantado da ventura.

Aliás, o cavaleiro andante, pelo seu desprendimento em relação às riquezas, bem se pode considerar o protótipo, pois, segundo os dicionários, era aquele que ia pelo mundo. apresentar-se nos torneios, justar contas com todos os opressores e em favor de todos os oprimidos, buscar aventuras unicameme para alcançar a fama.
Em acrescento ao EPÍGRAFE DAS CANTIGAS (Cancioneiro de Afonso, o Sábio), lembra-se que lhe faltou ser cavaleiro:
Dom Afonso de Castela
De Toledo e de Leão
Rei e bem desde Compostela
Até ao Reino de Aragão
De Cordova e de Janeiro
E de Sevilha, outrossim
E de muita doação
Lhe fez Deus como aprendi,
Do Algarve que ganhou
Aos mouros por nossa fé
Mais e muito mais faria
Na Ordem da Cavalaria…

E em todo o caso, aos títulos reais ainda podia acrescentar Dom Afonso, o Sábio, o de Poeta:
Sendo certo que
Trovar é coisa em que fez entendimento
Mas quem o faz tem de o haver e haver assaz…
Porque isso a Deus apraz
Poeta foi Salomé
Cavaleiro Galaaz.

Só que, e mais uma vez nos socorremos de Daniel-Raps, entre todos os tipos da Idade Média que se gravaram na nossa memória não há nenhum que mais nos impressiona a alma a comova o coração do que o cavaleiro… Aquele guerreiro justo e recto, nimbado de intacta pureza e cujo fim último é mais o sacrifício do que a vitória, mais o sangue oferecido do que o sangue derramado.
A ideia é cristianíssima.
E, todavia, não foi em terra cristã que nasceu o cavaleiro, mas nas tradições das tribos germanicas, onde um mancebo não usava armas que não tivesse recebido – fosse escudo, fosse capacete, fosse framea, das mãos de seu pai ou chefe. E com que lentidão e paciencia não trabalhou a Igreja para fazer da investidura militar essa espécie de sacramento em que viria a transformar-se o ingresso na Cavalaria!
A entrada era efectivamente acompanhada por uma cerimónoia, a um tempo minuciosa e grandiosa. Os velhos ritos germânicos, como o banho purificador e a entrega da espada, integram-se agora numa noite santa, vigília pascal ou de qualquer outra festa essencial. E uma noite de oração e meditação. E daí até ao acto final há toda uma longa liturgia.
Finalmente, adianta-se o padrinho que, com a espada desembainhada, a estende ao donzel para que a beije.
Segue-se a pranchada nobilitadora, como lembrança do antigo ritual germanico.
Finalmente, temos a fórmula de consagraçao, o cingir da espada e o juramento com a mão direita estendida, diante do altar.
Podia lembrar-se também a velha frase:
Tota licet veteres exornent undique cerea atria nobilitas sola est atque unica virtus.
Se bem que velhas figuras de cera exornem de todos os lados os palácios das grandes famí1ias, a única e exclusiva nobreza reside na virtude, ou antes na prática concertada de todas as virtudes.
Era esta a máxima da cavalaria, segundo a qual só é valente o que tem valor de corpo e bondade de alma.
Era esta a mentatidade imperante e a transluzir em a Canção de Rolando, o Poema de Cid, a Demanda do Santo Graal, obras que ajudaram a fixar a missão da Europa, como a mãe de ideais e civilizações.
«Politique d’ Abbord – Reflexões de um Politólogo», opinião de Manuel Leal Freire

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 838 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Maio 2020
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.178.139 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES