You are currently browsing anapaulasousa’s articles.

A unidade móvel de mamografia da Liga Portuguesa Contra o Cancro está junto ao Centro de Saúde do Sabugal para efectuar exames gratuitos de mamografia digital. A acção decorre até meados do mês de Outubro.

O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) vai estar junto ao Centro de Saúde do Sabugal com uma unidade móvel de mamografia.
As mulheres inscritas no Centro de Saúde são convocadas por carta para efetuar o rastreio. O programa está aberto à população feminina entre os 45 e os 69 anos, residente no concelho e que mostre interesse em fazer o exame.
O exame mamográfico deve ser repetido de dois em dois anos, de forma a garantir uma prevenção eficaz contra o cancro da mama a neoplasia mais frequente do sexo feminino.
Afecta uma em cada nove mulheres e constitui a causa mais frequente de mortalidade na faixa etária entre os 35 aos 55 anos de idade na União Europeia.
Atendendo a que não existem, ainda, medidas efetivas capazes de prevenir ou curar a doença em qualquer estádio de diagnóstico e a que mais de 90 por cento das doentes com cancro podem ser curadas, se diagnosticadas num estádio precoce e adequadamente tratadas, não devem ser poupados esforços no diagnóstico precoce da doença.
O serviço gratuito de exame mamográfico digital estará disponível até meados do mês de outubro, de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 12:30 e das 14:00 às 17.00 horas.
Para marcações ou informações adicionais, devem contactar o Centro de Coordenação do Rastreio, através do telefone 239 487 495/6 ou do e-mail rcmama.nrc@ligacontracancro.pt.
aps

Anúncios

A Câmara Municipal de Trancoso e a Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal (SCAP) organizam, em 11 e 12 de Novembro, o 1.º Simpósio Nacional do Castanheiro «Espécie a defender». A iniciativa pretende debater e analisar a importância desta produção tão intrinsecamente ligada à vida social, cultural, agrária e económica do concelho de Trancoso.

Simpósio da Castanha em TrancosoQue variedades e que porta-enxertos devem ser usados? Quais as técnicas culturais a adoptar para promover o desenvolvimento de castanheiros sãos e vigorosos? Que estratégias devem ser adoptadas no controlo das pragas e doenças que o atingem? Estes são alguns dos temas em debate no 1.º Simpósio Nacional do Castanheiro «Espécie a defender» que vai ter lugar em Trancoso nos dias 11 e 12 de Novembro.
O presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Júlio Sarmento, deu a conhecer o evento defendendo «a grande importância para o concelho tendo em conta não só o peso económico do castanheiro e da castanha na economia mas também numa perspectiva cultural associada às tradições e práticas rurais com destaque para a área ambiental e o elevado índice de destruição da espécie principalmente devido aos incêndios florestais, abandono do mundo rural e despovoamento das zonas rurais».
No caso de Trancoso, Júlio Sarmento afirmou que «o concelho é, tradicionalmente, uma região de referência na produção de castanha e madeira de castanheiro, marcando fortemente os hábitos das populações nesta época do ano».
O autarca recordou que no passado a castanha «era a base da alimentação das populações rurais, muito antes da introdução da batata em Portugal por volta de 1760, oriunda da América do Sul e tendo sido cultivada pela primeira vez em Trás-os-Montes». A castanha representa hoje em dia uma das principais culturas em todo o território nacional, ocupando mais de 100 mil hectares.
O castanheiro é uma espécie de grande importância económica que apresenta a dupla função de produção de fruto e madeira (soutos e castinçais) ocupando no Interior Norte e Centro do país mais de 30 mil hectares. Portugal é o terceiro produtor europeu de castanha com uma produção média anual de cerca de 30 mil toneladas.
O concelho de Trancoso insere-se na Zona de Produção de Castanha dos «Soutos da Lapa – DOP/Denominação de Origem Protegida» onde pugnam as variedades de Martaínha (côr castanha-clara) e a Longal (côr castanha-avermelhada e estrias longitudinais escuras). A área geográfica delimitada de produção consta do Despacho 37/94, de 18-01, que também reconheceu a Denominação de Origem.
O Simpósio decorre no Auditório do Convento de São Francisco, Teatro Municipal de Trancoso. Participam produtores, técnicos, especialistas, investigadores, comunidade escolar e autarcas.
aps (com Gabinete de Comunicação da C. M. Trancoso)

A Câmara Municipal de Penamacor promove entre 24 de Outubro a 5 de Novembro o 1.º Festival Gastronómico do Borrego Churro.

1.º Festival Gastronómico do Borrego Churro - Penamacor

A Câmara Municipal de Penamacor vai promover, de 24 de Outubro a 5 de Novembro, o 1.º Festival Gastronómico do Borrego Churro, espécie ovina autóctone que tem o seu solar no Concelho de Penamacor. O principal objectivo deste festival é promover a ovelha churra em termos gastronómicos, como mais uma iguaria da cozinha regional da Beira Interior.
Restaurantes aderentes: O Tear (Meimoa), Santiago, Dois Pinheiros, Quartel, Jardim, Caçador (Penamacor) e Tapada da Horta (Pedrógão).
Pratos a concurso: Ensopado de Borrego Churro e Borrego Churro à moda da casa.
Conciliar tradição e inovação é o desafio que se coloca aos restaurantes concorrentes.
aps

No dia 1 de Setembro, a sete dias de terminar a votação, já estão registados mais de 660 mil votos na votação pública para eleger as «7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa».

7 Maravilhas Gastronomia

A sete dias de terminar a votação pública nas «7 Maravilhas da Gastronomia®», estão já registados 660 mil votos através do site oficial, facebook, chamada telefónica e SMS. Esta é a edição com maior participação pública de sempre, em que o número total de 656.356 votos atingidos o ano passado, com a eleição das «7 Maravilhas Naturais de Portugal®», foi já ultrapassado.
A votação pública termina às 23.59 horas de dia 7 de Setembro com todo o processo a ser auditado pela PricewaterhouseCoopers. As vencedoras são apuradas pelo maior número de votos, independentemente da categoria, e não serão eleitas mais do que duas Maravilhas por região. As «7 Maravilhas da Gastronomia®» são conhecidas a 10 de Setembro, num espectáculo na Antiga Escola de Cavalaria em Santarém.
O ponto de partida é a gastronomia tradicional, mas a evolução na forma de confeccionar e a abordagem contemporânea dos grandes chefs não será esquecida. A ementa vai ainda incluir os ingredientes, os produtos, os protagonistas e as regiões. As 7 Maravilhas a eleger vão reflectir todas as componentes da boa mesa portuguesa, associadas a regiões que as representam, e será seguramente um roteiro imperdível.
As «7 Maravilhas da Gastronomia®» vão divulgar e promover o património gastronómico nacional, reconhecido e apreciado em todo o mundo pela sua diversidade, pelos sabores únicos e qualidade dos produtos com que os pratos são confecionados. As artes culinárias constituem um património intangível, testemunho da nossa identidade cultural, e são factor decisivo na escolha de Portugal como destino turístico.
A declaração oficial das «7 Maravilhas da Gastronomia®» abre este ano o acesso ao público, com a venda de bilhetes em Plateia Normal ou Plateia Gold. Os bilhetes já se encontram à venda na Blueticket e têm um custo de 20€ ou 50€. Rui Veloso, Ana Moura, Carminho, Boss AC e Zeca Sempre (Nuno Guerreiro, Olavo Bilac, Tozé Santos e Vítor Silva) unem-se a alguns dos melhores bailarinos, acrobatas e performers portugueses. A seguir ao espetáculo tem lugar a After Party 80’s Renascença com DJ Paulino Coelho.
Os bilhetes encontram-se à venda nas bilheteiras do Pavilhão Atlântico, na FNAC, na Agência ABEP, no El Corte Inglés (Lisboa, Gaia), na Agência Alvalade, no Arena de Portimão, no Media Markt (Braga, Porto, Rio Tinto, Aveiro, Sintra, Alfragide, Benfica, Gaia e Leiria), nas Lojas Worten, no Posto de Turismo de Santarém
e no Turismo Lisboa e Vale do Tejo (Casa do Campino de Santarém).

Página oficial das «7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa». Aqui.
aps

O autor da «Rota dos 5 Castelos em 3D do concelho do Sabugal», Nuno Dias, apresentou mais um trabalho para promoção e divulgação do património histórico da região beirã. O projecto «Valverde em 3D», retrata digitalmente em três dimensões os edifícios mais importantes da freguesia de Valverde, no concelho do Fundão.

Valverde 3D

«Valverde em 3D» foi um projecto desenvolvido de modo a promover e divulgar digitalmente, em três dimensões (3D), os edifícios mais importantes da aldeia de Valverde, do concelho do Fundão. É um projecto pioneiro para uma aldeia de Portugal, sendo Valverde a «primeira aldeia de Portugal» a ter os seus edifícios mais importantes em 3D. A transposição do papel e da fotografia para a imagem animada por programas digitais possibilita serem vistos por qualquer pessoa em qualquer parte do Mundo, no maior portal geográfico do Mundo – o Google Earth.
O Projecto «Valverde em 3D» foi apresentado no dia 9 de Abril de 2011 aos seus habitantes, no Pavilhão Desportivo, na festa comemorativa do Dia da Freguesia.
Na «Visita Virtual 3D» projectada na sessão e disponível no blogue oficial foram visualizados os seguintes edifícios: o depósito da água, a igreja matriz, o museu D. João de Oliveira Matos, a Junta de Freguesia, a capela do Espirito Santo, a escola primária, o pavilhão desportivo, a capela de São Domingos e a capela do mártir São Sebastião, esta última situada na anexa Carvalhal.
«Além do “Valverde em 3D” sou, também, o autor da “Rota dos Cinco Castelos em 3D do concelho do Sabugal”, um projecto que lancei em 2009 e visou promover e divulgar os cinco castelos e que tem como objectivo promover e divulgar a nossa região», declarou ao Capeia Arraiana o autor, Nuno Dias, aproveitando para mostrar a sua satisfação pela divulgação do seu trabalho nos mais importantes meios de comunicação nacionais.

Blogue oficial de Valverde. Aqui.
Página no Sketchup com os 5 Castelos do Sabugal. Aqui.

Nuno Dias é natural do Fundão, Castelo Branco. Actualmente é freelancer na área de Modelação 3D e estudante de Licenciatura em Engenharia Civil na Universidade da Beira Interior, onde também é formador do curso «Iniciação ao Autocad».
aps

A área da Raia Histórica (Associação de Desenvolvimento do Nordeste da Beira) caracteriza-se por ser toda ela do interior beirão, zona raiana de fortes ligações à nossa vizinha Espanha, englobando os concelhos de Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Mêda, Pinhel e Trancoso.

(Clique nas imagens para ampliar.)

A Raia Histórica é uma Associação sem fins lucrativos que teve o seu início em 1996 fruto da vontade de dinamizar a região beirã dos castelos do Côa, fustigada pelo desemprego, pela imigração e pelo envelhecimento da população.
Para a Associação é fulcral o facto de os portugueses residentes no estrangeiro, que se encontram numa fase de regressarem
às suas origens, poderem ser grandes dinamizadores de toda a região, dado que poderão investir no comércio e na indústria da mesma, de que resultaria naturalmente a criação de mais postos de trabalho, conduzindo certamente à fixação de juventude, que de momento se depara com fortes problemas de integração no mercado de trabalho desta região. Este objectivo é primordial, mas há que reconhecer que os jovens também têm outras necessidades, como o divertimento e as manifestações culturais, ocupação salutar dos tempos livres e valorização pessoal.
Os associados da Raia Histórica são pessoas individuais, empresas, instituições sem fins lucrativos e câmaras municipais, tendo em comum todas elas o desejo de implementar novas ideias que possam contribuir para a divulgação e a conservação de todo o nosso património histórico – cultural, bem como o objectivo – também este considerado como sendo primordial – de criar uma ambiência que leve as pessoas a fixarem-se nesta região.
São estes os pressupostos para todo o trabalho que se tem vindo a desenvolver nestes anos e que se enquadra na análise e educação de e para o desenvolvimento local; na revitalização de actividades tradicionais, culturais e produtivas; na emergência de produtos e actividades, na organização e concentração da oferta local e por último na promoção e incrementação de todo o tipo de actividades que levem à divulgação e preservação de todo o conteúdo histórico e cultural da região dos castelos do Côa.
aps (com Raia Histórica)

A Urtiga é, no âmbito das plantas silvestres, uma planta das mil virtudes. Conhecida por vezes como «erva menor» por criar comichões quando tocada, a Urtiga (cientificamente conhecida por Urtica Dióica) tem imensas aplicações e, tradicionalmente, aquela que era mais vulgar, a utilização na parte alimentar, sobretudo em épocas de maior fome, em que se recorria à Urtiga para suplantar eventuais carências alimentares e falhas da produção agrícola.

Confraria Urtiga - Fornos Algodres

«Há alguns anos, um grupo de amigos começou a preocupar-se com a perda significativa dos saberes e das vivências ligadas ao campo, às plantas e criaram-se as Jornadas de Etnobotânica com almoços temáticos. Foram feitas várias incursões por outros ramos, por outras plantas, mas tivemos finalmente de render-nos à questão da Urtiga, pelas vantagens e todas as qualidades em termos alimentares que a planta apresenta e pela versatilidade que ela tem em termos de potencialidade gastronómica”, recorda Manuel Paraíso, grão-mestre da Confraria da Urtiga que tem sede em Fornos de Algodres.
Com a Urtiga pode fazer-se tudo, é uma planta versátil, muito simples em sabor, de fácil abordagem numa entrada, numa sopa, num prato de bacalhau e eventualmente uma sobremesa.
Manuel Paraíso refere, como exemplo, a Sopa de Urtigas à Moda da Confraria baseada na sopa ou caldo tradicional da Urtiga que se fez evoluir um pouco e foi candidato ao Festival das Sopas de São Paio, organizadas pela ADRUSE – Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela, onde obteve o prémio da melhor sopa do festival.
Manuel Paraíso chama a atenção para o facto de a Urtiga já antes ter sido preparada e consumida, nesta como noutras regiões do país, onde se conhecem o «esparregado de urtigas», o «caldo dos pobres» e o «caldo de urtigas».
A Confraria esta apostada em levar a Urtiga de Fornos de Algodres além-fronteiras, pelo que se esteve já presente por duas vezes no Festival da Urtiga em França e onde, este ano, vão ser apresentados pela Confraria alguns produtos confeccionados com urtiga e promover também o concelho de Fornos de Algodres, pelo que será levado Queijo Serra da Estrela, um dos ex-libris do concelho e da região.
Em 9 de Abril a Confraria da Urtiga estará presente no Festival Gastronómico de Verin (Galiza-Espanha) a que concorre com o prato «Bacalhau com migas e pasta de urtigas».
aps (com Gabinete de Imprensa da C. M. Fornos de Algodres)

Pinharanda Gomes, consagrado escritor e filósofo natural de Quadrazais, vai apresentar no sábado, dia 2 de Abril, pelas 14h30, no Auditório Municipal do Sabugal, o livro «Sabugal e as Invasões Francesas», que incluiu os textos que Paulo Leitão Batista publicou acerca do tema no Capeia Arraiana.

Sabugal e as Invasões FrancesasPinharanda Gomes, ele próprio um colaborador de longa data do blogue Capeia Arraiana, assinou o prefácio do livro, que para além de Paulo Leitão Batista, tem ainda como co-autores Manuel Francisco Veiga Gouveia Mourão e Joaquim Tenreira Martins.
O lançamento da obra conta ainda com a presença do editor, Joaquim Pinto da Silva, da editora Orfeu, com sede em Bruxelas.
O coronel Manuel Francisco Veiga Gouveia Mourão, especialista em História Militar, escreve sobre a Batalha do Sabugal, explicando os pormenores do combate entre o segundo corpo do exército francês, comandado por Reynier, e as tropas aliadas, comandadas por Wellington. O escritor e investigador Joaquim Tenreira Martins, natural de Vale de Espinho, aborda aspectos ligados à terceira invasão e à passagem das tropas por Riba-Côa. Paulo Leitão Batista, nascido no Sabugal, recuperando o essencial dos textos publicados no blogue, escreve sobre aspectos curiosos das invasões, nomeadamente acerca da passagem das tropas pelas terras raianas que actualmente formam o concelho do Sabugal.
Seguidamente ao lançamento do livro, dois dos seus autores, Paulo Leitão Batista e Joaquim Tenreira Martins, integrarão o painel de oradores do «Encontro Temático» dedicado às invasões, que a Câmara Municipal e a empresa Sabugal+ programaram para essa mesma tarde de 2 de Abril no Auditório Municipal.
aps

A Câmara Municipal do Sabugal candidatou o Bucho Raiano, na categoria de «Carnes» ao Concurso «7 Maravilhas da Gastronomia»®, tal como havia avançado o Presidente da Câmara de Sabugal, António dos Santos Robalo, durante o II Capítulo da Confraria do Bucho Raiano que teve lugar no passado dia 5 de Março no Auditório Municipal. Agora é fundamental o apoio de todos.

7 Maravilhas Gastronomia - Bucho Raiano

Em 2011 serão eleitas as «7 Maravilhas da Gastronomia»®, numa iniciativa que vai divulgar e promover o património gastronómico nacional, reconhecido e apreciado em todo o mundo pela sua diversidade.
O bucho raiano é candidato ao concurso «7 Maravilhas da Gastronomia»® numa iniciativa da Câmara Municipal do Sabugal com o apoio da Confraria do Bucho Raiano e de associações de desenvolvimento distrital.
Todas as receitas e pratos a considerar no processo de eleição serão organizados pelas 10 regiões do país e em 7 categorias: Entradas, Sopas, Carnes, Caça, Peixe, Marisco e Doces. Após um processo de seleção por parte de 70 especialistas, para chegar a uma lista de 70 pré-finalistas, e posteriormente por um painel de 21 personalidades notáveis. A lista final (short list) de 21 Finalistas será apresentada a 7 de Maio de 2011.
A votação pública por SMS, chamada telefónica, internet (www.7maravilhas.pt) e Facebook decorre entre 7 de Maio e 7 de Setembro de 2011.
«O Ministério da Agricultura não podia estar à margem desta iniciativa, pois não comemos nada que não venha deste sector. Uma das vias para promover a produção nacional é divulgando a gastronomia. É a alavanca do sector primário e a sociedade deve ser co-responsabilizada pela dinamização deste sector», referiu a propósito da iniciativa António Serrano, Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas.
«Uma iniciativa deste género valoriza o território nacional, reforça a relação de confiança que os portugueses devem assumir com Portugal. Temos a ambição de divulgar a gastronomia portuguesa a nível nacional e internacional», defendeu, também, Bernardo Trindade, Secretário de Estado do Turismo.
A revelação dos 7 pratos mais votados pelos portugueses será feita no final do mês de Setembro, em Santarém, durante o Festival Nacional de Gastronomia. A representatividade geográfica do país é assegurada através da presença no mínimo de um finalista de cada uma das 10 regiões do país e todo o processo de selecção e votação é auditado pela pwc.
O certame que comemora este ano o 31.º aniversário realiza-se todos os anos na cidade ribatejana e é uma iniciativa da Câmara Municipal de Santarém e da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo.
Os 7 vencedores serão revelados numa cerimónia única, a transmitir em directo a partir de Santarém pela RTP, Televisão Oficial das «7 Maravilhas da Gastronomia»®.
À semelhança da operação realizada com as «Maravilhas Naturais de Portugal»®, a RTP vai envolver as áreas de informação e programação e divulgar as 21 finalistas durante os meses de Julho e Agosto, no programa «Verão Total». A declaração oficial será mais uma vez apresentada por Catarina Furtado e José Carlos Malato.

O processo para eleger as «7 Maravilhas da Gastronomia»® teve início a 7 de Fevereiro, com a abertura da fase de candidaturas. Página oficial: Aqui.
aps

No dia 9 de Março, Aníbal Cavaco Silva prestou juramento na Assembleia da República como Presidente da República de Portugal. O segundo mandato terminará em 2016.

Presidência da República

O juramento foi prestado no Parlamento perante deputados, presidentes de tribunais superiores, membros do Conselho de Estado, chefes militares e ex-Presidentes. Na bancada viam-se Ramalho Eanes, Mário Soares, Pinto Monteiro e Pedro Passos Coelho, entre outros.
No jornal «Público» Miguel Gaspar analisa o discurso escrevendo: «A magistratura activa existe: acabámos de a ouvir. Cavaco Silva fez um discurso de posse sem precedente na história da democracia portuguesa. Grande parte dele foi um verdadeiro programa económico para o país. (…) Cavaco Silva ensaiou um discurso de ruptura e, surpreendendo as expectativas, optou por lançar a magistratura activa a partir do primeiro acto do seu novo mandato. E a expressão que inventou no discurso de apresentação da sua candidatura só apareceu uma vez, mas num contexto novo: magistratura activa (e não a cooperação estratégica) é o novo nome que o Presidente dá à cooperação com São Bento. Significativo.»

Veja o discurso completo. Aqui.
aps

O Presidente da Comissão Política de Secção do PSD Sabugal, Vítor Proença, convida todos os interessados a participar na acção de formação «Campanhas Eleitorais» que tem lugar no sábado, 5 de Março, na cidade raiana.

Vítor Proença - PSD - Sabugal«O Partido Social Democrata do Sabugal tem o grato prazer de convidar V.Exa. a participar no sábado, 5 de Março, pelas 18 horas, no RaiHotel, na Acção de Formação Política subordinada ao Tema – Campanhas Eleitorais.
O programa da acção de formação conta com os oradores, Dr. Luís Vales, deputado e Secretário-Geral Adjunto do PSD e o Prof. João Prata, deputado da Assembleia da República.
Trata-se de uma iniciativa a que o PSD do Sabugal pretende dar continuidade, procurando envolver os militantes e simpatizantes confrontando e debatendo temas de actualidade e que de modo geral contribuam para o fortalecimento de uma cultura de cidadania responsável e interventiva.
É pois para o PSD do Sabugal motivo de grande satisfação poder contar com a sua presença, com a sua participação e o seu contributo.
Com o melhores cumprimentos,
Sabugal, 1 de Março de 2011
O Presidente da CPS
(Vítor Proença)»

A Entidade Regional de Turismo Serra da Estrela em colaboração com 10 municípios (Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Guarda, Manteigas, Mêda, Sabugal, Seia e Trancoso) promove a partir do dia 23 até dia 27 de Fevereiro, a marca Serra da Estrela, na Feira Internacional de Turismo.

Turismo Serra da Estrela - BTL 2011

Visite o Sabugal na BTL 2011.
aps

O Presidente da Assembleia Municipal do Sabugal, Ramiro Matos, marcou uma sessão ordinária para sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011, às 20h15m no Auditório Municipal do Sabugal.

Assembleia Municipal do Sabugal

aps

A Câmara Municipal de Penamacor chamou a si a exposição fotográfica «Terra de Linces», uma organização da Associação Iberlinx (que o município de Penamacor integra), em parceria com a EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, Águas do Algarve, Junta de Andalucia, Ayuntamento de Valencia del Mombuey e ICNB.

(Clique nas imagens para ampliar.)

A mostra, que irá estar patente no Museu Municipal entre 15 de Fevereiro até 20 de Abril, visa tornar presente a difícil situação do felino mais ameaçado do mundo, criar um sentimento de urgência nas populações relativamente à preservação da biodiversidade e, particularmente, estimular um clima favorável à reintrodução do lince ibérico na região.
Desde a sua inauguração em Lisboa, em Maio do ano passado, «Terra de Linces» já passou pelo Porto, Silves e Sevilha, de onde veio directamente para Penamacor.

A exposição
Os animais não posam nem marcam entrevistas. São muitas vezes apenas vislumbrados no meandro de um rio, numa clareira, na orla de um bosque, ou então observados de muito longe, sem que o pressintam.
A imagem traz-nos a natureza que amamos. Aqui, pela arte e engenho do fotógrafo, somos levados a conhecer, de modo íntimo, o lince-ibérico e o seu habitat.
A terra de linces é a nossa terra, o local que temos de partilhar. Esta exposição leva-nos a reflectir sobre o que está mal e sobre o que é necessário fazer para conseguirmos trazer o lince de volta à nossa região e assegurar-lhe um futuro entre nós. Futuro só possível pelo respeito que devemos à natureza e a esse admirável animal, que nos sentimos inclinados a amar, e que ainda é a espécie de felino mais ameaçada no mundo.

O fotógrafo
Andoni Canela é um fotógrafo profissional, de nacionalidade espanhola, especializado em fotografia de Natureza. Há mais de vinte anos que fotografa áreas naturais e temas relacionados com a biodiversidade no mundo.
Vencedor do Prémio Godo de Fotojornalismo, em 2009, por uma reportagem sobre o lobo-ibérico, o seu trabalho ilustra dezenas de reportagens da revista National Geographic, em diferentes edições publicadas em Espanha, Portugal, Itália e França. Possui igualmente trabalhos em publicações de prestígio como La Vanguardia, Geo, Altaïr, BBC Wildlife, Newsweek e The Sunday Times.
Por outro lado, a obra de Andoni Canela tem sido compilada em vários livros, traduzidos para diversos idiomas, e tem sido exibida em numerosas exposições. O seu último livro, «La Mirada Selvage», reúne fotos de mais de uma centena de animais selvagens fotografados em liberdade nos seus habitats ibéricos. Outros livros do autor a destacar são «El Oso Cantábrico», «Un viage soñado», «Éter, la esencia de los quatro elementos» e «Planeta Fútbol», publicado em Espanha, Portugal, França, Itália, Inglaterra e México.
Andoni desenvolveu parte da sua carreira profissional percorrendo os cinco continentes, por destinos como o Alasca, Austrália, Botswana, Madagáscar, Nova Zelândia, Sumatra, Polinésia, Amazónia ou Himalaias. Entre os últimos trabalhos realizados fora de Espanha destacam-se os que abordam as alterações climáticas no Ártico, que incluem reportagens sobre o retrocesso dos glaciares, o gelo marinho e os ursos polares.
aps (com Gabinete de Informação da C.M.Penamacor)

Cerca de 30 jovens de Portugal e Espanha realizaram nas últimas semanas uma catalogação de bens materiais e imateriais de várias localidades fronteiriças da região do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Douro-Duero. O projecto, denominado «Observatório para a Promoção Cultural do Eixo Duero-Douro», pretende segundo os promotores ajudar a preservar o património cultural e social da região para as novas gerações.

Jose Luis PascualJose Luis Pascual, alcaide de Trabanca e presidente do Agrupamento, explicou que se quer «resgatar do esquecimento» uma parte «muito rica do património, numa das fronteiras mais antigas da Europa». Permitirá ainda contribuir para a formação como agentes culturais dos jovens espanhóis e portugueses participantes, explicou. O projecto vai permitir a recompilação da informação relativa a festas, costumes, património arquitectónico, gastronomia, personagens, jogos, mapas ou construções de uma dezena de municípios dos dois lados da fronteira.
A documentação foi depois digitalizada em várias páginas web, uma por cada município, permitindo que a informação «esteja disponível para todos e se possa conhecer em qualquer parte do mundo», explicou Pascual.
Em concreto o projecto abrangeu as localidades portuguesas de Sortelha, Vila do Touro, Malcata, Miranda do Douro, Vila Nova de Foz Côa, Numão e Freixo de Espada à Cinta e do lado espanhol Almaraz de Duero, Cabeza de Caballo, Espeja, Trabanca e Villaseco de los Reyes.
aps (com agência Lusa)

A segunda edição da Taça Hugo dos Santos, troféu que substituiu a Taça da Liga de Basquetebol, reúne na cidade do Sabugal as equipas do FC Porto Ferpinta, o SL Benfica, a Académica de Coimbra e o Vitória de Guimarães. As quatro equipas melhor classificadas na primeira volta do Campeonato Nacional Sénior de Basquetebol da época 2010-2011 disputam entre sexta-feira e domingo (14 a 16 de Janeiro) a Final Four em seis grandes jogos com encontro marcado para o Pavilhão Municipal do Sabugal.

Basquetebol - Taça Hugo dos Santos - Pavilhão Sabugal

A segunda edição da Taça Hugo dos Santos é um mini campeonato (todos contra todos) em basquetebol disputada pelos quatro primeiros classificados no final da primeira volta da fase regular da Liga Portuguesa de Basquetebol (LPB) e vai ter como palco o Pavilhão Municipal da cidade raiana do Sabugal, no distrito da Guarda.
Sexta-feira (14 de Janeiro) – Na jornada inaugural com início às 19.00 horas o FC Porto Ferpinta defronta o Vitória de Guimarães (Jogo Um) e às 21.00 horas a Académica de Coimbra joga contra o Benfica (Jogo Dois).
Sábado (15 de Janeiro) – Às 16.00 horas jogam o vencedor do jogo um com o vencido do jogo dois e às 18.00 horas o vencedor do jogo dois defronta o derrotado do jogo um.
Domingo (16 de Janeiro) – Os jogos da terceira jornada têm início às 14.00 horas com o confronto entre os derrotados dos jogos um e dois e às 16.00 horas entre os vencedores dos jogos um e dois. A prova é organizada pela Federação Portuguesa de Basquetebol, pela Kebrostress e Associação de Basquetebol da Guarda em parceria com o Município do Sabugal e a Empresa Municipal Sabugal+.
aps

As crianças e jovens das escolas do Sabugal foram até à Senhora do Monte na freguesia da Cerdeira, concelho do Sabugal, para plantar 300 carvalhos assinalando a «Floresta Autóctone» agregada à iniciativa dos Bosques Centenários das Comemorações da República. Reportagem de Paula Pinto com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

A história mais popular da Rainha Santa Isabel é sem sombra de dúvida o «Milagre das Rosas». Segundo a lenda portuguesa, numa manhã fria e geada de Inverno, a rainha saiu do castelo de Sabugal para fazer a caridade aos mais desprotegidos da sociedade, levando no seu regaço pedaços de pão e outros víveres. Foi, de imediato, interpelada pelo rei seu marido, que a questionou: «Que levais no regaço?» A rainha logo respondeu: «São rosas, Senhor!» Desconfiado D. Dinis inquiriu-a de novo: «Rosas de Inverno?» A rainha mostrou então o conteúdo do regaço do seu vestido e nele só haviam rosas, ao contrário do pães que aí colocara.

Milagre das Rosas - Rainha Santa Isabel - D. Dinis - Castelo do SabugalIsabel de Aragão, mais conhecida pela Rainha Santa Isabel, beatificada e posteriormente canonizada nasceu no palácio de Aljaferia na cidade de Saragoça, no ano de 1271. Era filha de D. Pedro III e de sua mulher Dona Constança de Navarra. Era seu avô paterno D. Jaime I; por via materna era descendente de Frederico II do Sacro Imperador Romano-Germânico. Era a filha mais velha de uma prole de cinco irmãos, dos quais se destacam os que foram reis aragoneses Afonso III e Jaime II, e Frederico II rei da Sicília.
Teve uma educação palaciana, e desde tenra idade mostrava gosto pela meditação, rezas, jejuns, em contra ciclo com as jovens de então, que gostavam de exibir-se, vestindo-se luxuosamente com enfeites e jóias, ouvindo música, passeando e divertindo-se.
Dona Isabel era de uma formosura e de grandes virtudes, que lhe granjearam a cobiça da sua mão por parte de diversos príncipes. No ano de 1288 e com 17 anos de idade, Isabel casa-se por procuração com o rei D. Dinis, na cidade de Barcelona. Em Junho desse ano, a boda é celebrada na vila de Trancoso, acrescentando essa vila ao dote que habitualmente era entregue às rainhas, a chamada (Casa das Senhoras Rainhas). Recebeu como dote, além de Trancoso, as vilas de Alenquer, Óbidos, Abrantes e Porto de Mós; mais tarde foi detentora dos castelos de Portel, Montalegre, Monforte, Chaves, Gaia, Ourém, Sintra, Vila Viçosa, para além de rendas em numerário das vilas de Leiria e Arruda, nos anos de 1300, Torres Novas em 1304 e Atouguia da Baleia no ano de 1307, etc… Do seu casamento com D. Dinis, advieram dois filhos; primeiro Dona Constança que nasceu em 1290 e casou mais tarde com Fernando IV de Castela; e depois D. Afonso IV que nasceu no ano de 1291, e que mais tarde herdaria a coroa de Portugal por sucessão do seu pai.
Nos primeiros anos de casada acompanhava o marido por todo o país, dando dotes a raparigas pobres e educando os filhos de cavaleiros sem posses. Devido à sua bondade e saber, foi cativando a simpatia do povo. Segundo constam as crónicas da época, o seu marido humilhava-a profundamente com as conquistas extra-conjugais. Foi uma apaziguadora de ânimos exaltados entre o marido e o filho, futuro rei D. Afonso IV, que se guerrearam por este considerar que o pai demonstrava imenso afecto pelo filho bastardo Afonso Sanches.
Durante a sua vida e enquanto o marido foi vivo, esforçou-se por manter uma postura digna de rainha de alta linhagem e esmerada educação. Segundo a história, D. Dinis das diversas vezes que se deslocava para visitar as suas damas, e a rainha sendo sabedora dessas atitudes, respondia-lhe com esta evasiva «Ide vê-las, Senhor». D. Dinis faleceu no ano de 1325, tendo a rainha D. Isabel recolhido ao Convento de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, vestindo o hábito da Ordem das Clarissas. Após o ingresso, entregou-se inteiramente às obras de assistência que durante a vida de seu marido tinha fundado; mais tarde, não podendo vestir o hábito das clarissas e professar os votos no mosteiro que tinha fundado, fez-se terciária franciscana, depondo a coroa real no Santuário de Santiago de Compostela e ofertou os seus bens aos mais necessitados.
Foi viver para Coimbra, onde fixou residência junto ao convento de Santa Clara, mandando edificar o hospital de Coimbra, o de Santarém e o de Leiria para recolher os enjeitados e abandonados.
Somente uma vez saiu do Convento, e isso aconteceu no ano de 1336, quando seu filho D. Afonso IV declarou guerra ao seu sobrinho, D. Afonso XI de Castela, neto da Rainha D. Isabel, porque segundo consta, se deveu aos maus tratos que infligia à sua mulher D. Maria filha do rei português. Mais uma vez a Rainha Santa Isabel usou da sua inteligência, saber e bondade, evitando a guerra entre os dois exércitos, colocando-se entre eles, proporcionando a paz.

Milagre das Rosas no Largo do Castelo do Sabugal
A história mais popular da Rainha Santa Isabel é sem sombra de dúvida o «Milagre das Rosas». Segundo a lenda portuguesa, numa manhã fria e geada de Inverno, a rainha saiu do castelo de Sabugal para fazer a caridade aos mais desprotegidos da sociedade, levando no seu regaço pedaços de pão e outros víveres. Foi, de imediato, interpelada pelo rei seu marido, que a questionou: «Que levais no regaço?» De imediato respondeu: «São rosas, Senhor!» Desconfiado D. Dinis inquiriu-a de novo: «Rosas de Inverno?» A rainha mostrou então o conteúdo do regaço do seu vestido e nele só haviam rosas, ao contrário do pães que aí colocara.
O primeiro registo escrito do milagre das rosas encontra-se na Crónica dos Frades Menores; no entanto com o passar dos tempos a tradição popular, introduziu variantes, como moedas de ouro que se transformaram em rosas e vice-versa. O povo criou à sua volta uma lenda de santidade, atribuindo-lhe diversos milagres. A sua imagem é venerada pela Igreja Católica. Foi beatificada no ano de 1516 pelo Papa Leão X e canonizada no ano de 1625 pelo papa Urbano VIII. O principal templo de veneração é a Igreja do Convento de Santa Clara-a-Nova em Coimbra e a capela do Castelo de Estremoz; a festa litúrgica realiza-se a 4 de Julho, sendo as suas atribuições – representada como rainha de Portugal, com rosas no regaço do vestido. Faleceu no dia 4 de Julho de 1336, deixando no seu testamento grandes legados a hospitais e conventos, visando sempre o amparo dos mais desprotegidos.
in «História de Portugal» de Manuel Pinheiro Chagas.
aps

A selecção de Portugal venceu na final a Hungria por 4-1 e sagrou-se campeã da Europa de Futsal INAS-FID.

Campeonato Europa Futsal INAS-FID - GuardaFoi em clima de euforia e festa que terminou o 2.º Campeonato da Europa de Futsal INAS-FID, que se realizou durante esta semana na bela cidade da Guarda, com a consagração da Equipa Nacional como Campeã da Europa e medalha de ouro do evento.
Na final, Portugal bateu a Hungria por 4-1 num jogo claramente dominado e controlado pela supremacia técnica da equipa portuguesa. No jogo de apuramento dos 3.º e 4.º lugares, o bronze foi para a França que ganhou à Turquia com um resultado de 9-4.
A João Rodrigues (Portugal) foi entregue o troféu de melhor marcador com 9 golos, Ferenc Deanz (Hungria) recebeu o troféu de melhor guarda-redes e à equipa da Hungria o prémio de «Fair Play».
Claramente satisfeito, José Costa Pereira, coordenador geral da prova, fez o balanço final do evento salientando a sua elevada qualidade, agradecendo todos os apoios associados à sua preparação e realização. A nível desportivo, afirmou, que foi o alcance do título que faltava a Portugal, chegando deste modo ao topo da excelência desportiva na cidade mais alta do país.

Informações e fotos sobre o Campeonato. Aqui.
aps (com FPDPD)

A AENEBEIRA-Associação Empresarial do Nordeste da Beira organiza de 26 a 28 de Fevereiro e em 6 e 7 de Março no Pavilhão Multiusos de Trancoso a VII VFeira do Fumeiro, dos Sabores e do Artesanato do Nordeste da Beira e III Festival Gastronómico «Trancoso – Gastronomia com Tradição».

Feira Fumeiro Sabores Artesanato Nordeste BeiraA VII Feira do Fumeiro, dos Sabores e do Artesanato do Nordeste da Beira é uma mostra do que melhor se produz e oferece com qualidade e sentido de preservação das actividades e sabores tradicionais na região do Nordeste da Beira. Em paralelo decorre o III Festival Gastronómico a que aderiram dez restaurantes de Trancoso e que apresentam nas suas ementas pratos confeccionados com produtos regionais.
O Presidente da AENEBEIRA, António Oliveira, anunciou a presença de 94 expositores distribuídos por 105 stands que vão mostrar produtos regionais com destaque para os enchidos, queijos, pão e doçaria, gastronomia regional, compotas, azeites e artesanato. A música e o folclore da região também marcam presença num certame que decorre no período dos circuitos das Amendoeiras em Flor que atraem milhares de turistas ao Douro.
O programa musical para o Pavilhão Multiusos inclui o Grupo de Bombos «Os Caldeireiros de Rio de Mel», o grupo de concertinas do Reboleiro, o grupo de acordeonistas do Távora e Douro Sul, a banda filarmónica de Freches, o rancho folclórico e etnográfico de Trancoso, os grupos de concertinas Terras do Demo e Póvoa do Concelho, os grupos de bombos de Miguel Choco e de Vanda do Cepo, a Infantuna, o rancho folclórico e etnográfico de Palhais e Benvende e a Fanfarra Sacabuxa da Castanheira.
A lista de restaurantes aderentes inclui o Área Benta, a Asa Dourada, a Casa dos Grelhados, a Quinta da Cerca, o Marquês, o Museu, Portas d’el Rei, Queda d’Água, Rota dos Cavaleiros e São Marcos.
A associação empresarial vai disponibilizar cerca de 30 mil euros no iniciativa que abrange a região compreendida entre a Serra da Estrela e o Douro, sendo que 65 por cento dos custos de promoção provêm do Sistema de Incentivos das Acções Locais (SIAC).
Ambas iniciativas são apoiadas pelo QREN – Quadro de Referência Estratégica Nacional, Programa MAIS CENTRO.Sedeada em Trancoso, a AENEBEIRA possui cerca de 750 associados distribuídos pelos concelhos do Nordeste da Beira Meda, Trancoso, Aguiar da Beira, Pinhel e limítrofes, ligados principalmente ao sector comercial e de serviços.
aps (com Trancoso Eventos)

Tudo a postos na Guarda para o início do Jogo! Teve início esta segunda-feira, 22 de Fevereiro, na cidade mais alta o 2.º Campeonato da Europa de Futsal INAS-FID, que durará até ao próximo dia 26 de Fevereiro.

2.º Campeonato Europa Futsal INAS-FID - GuardaNa cerimónia de abertura, que teve lugar às 14 horas, no Pavilhão Municipal de São Miguel estiveram presentes o Presidente da ANDDI-Portugal e simultaneamente Presidente do Comité Organizador, João Pardal, o Presidente da INAS-FID Europa, Geoff Smedley, e o Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Joaquim Valente.
Portugal será protagonista do jogo inicial frente à França, Luís Fontinha, seleccionador nacional, está confiante para este Campeonato, embora também esteja ciente das dificuldades que poderão existir porque «o objectivo é chegar às medalhas, mas sabemos que as outras equipas também são muito fortes».
O seleccionador nacional salientou ainda que «em termos físicos, os nossos jogadores estão muito bem preparados, tendo existindo um grande trabalho em todos os estágios que antecederam este Campeonato e a eles só peço que dêem o seu melhor dentro de campo».
Constituição da Selecção Nacional de Futsal: jogadores – André Gomes, Fávio Silva, Francisco Garcia, Guilherme Silva, Hélder Morais, José Rodrigues, Luís Teixeira, Márcio Soares, Micael Pinto, Nelson Paulo, Nelson Reis, Nuno Teixeira, Ricardo Beu, Sérgio Henriques e Tiago Figueirinha; equipa técnica – Luís Fontinha (seleccionador nacional de Futsal da ANDDI-Portugal), Domingos Martins (treinador), Paulo Cubal (treinador) e Carlos Martins (massagista).
aps

O primeiro Festival da Memória Sefardita que se realizará em Novembro na Guarda está a ser promovido pelo Turismo Serra da Estrela com a presença das autarquias de Belmonte, Guarda e Trancoso na Feira Internacional de Turismo do Mediterrâneo, na cidade israelita de Tel Aviv.

Delegação Turismo Serra da Estrela em IsraelO objectivo é sair do mapa de Espanha, criando Portugal, assim uma identidade própria, criando uma nova oferta no turismo judaico.
A delegação é constituída por Jorge Patrão, presidente da Turismo Serra da Estrela, os presidentes dos municípios de Belmonte, Amândio Melo, de Trancoso, Júlio Sarmento, e da Guarda, Joaquim Valente, pelo director da agência de viagens Alegretur, Isaac Assor (membro da Comunidade Judaica), jornalistas e técnicos da Turismo Serra da Estrela.
Isaac Assor não tem dúvidas de que «existe aqui um potencial grande que pode ser desenvolvido tendo em conta que em Belmonte existe uma Comunidade Judaica, de raízes ancestrais, ainda viva e activa, além do Museu Judaico (único no país), a Judiaria (bairro judeu) e a Sinagoga Beit Eliau (Casa de Elias) mas também em Trancoso onde esta em curso o processo de construção do Centro de Estudos Isaac Cardoso (médico, filosofo e escritor, nascido nesta cidade em 1603 filho de cristãos novos, entre outras obras das Excelências e Calúnias dos Judeus publicado em Amesterdão em 1678) além da sua extensa Judiaria e a Guarda onde vai ser instalado o Memorial dedicado ao Cônsul de Bordéus, Aristides Sousa Mendes, e pelo facto de ali existir uma Judiaria de origem medieval».
Jorge Patrão realçou a «importância que a componente do turismo judaico, em alternativa à neve, sazonal, pode ter no contexto do turismo regional mas também de impacto nacional e internacional, até porque em toda a região, sobretudo em Belmonte, Trancoso e Guarda, os testemunhos são muitos e o património material e imaterial é abundante».
No ano passado, o Museu Judaico de Belmonte recebeu 17 840 visitas, mais 16 por cento que no ano anterior. Destes visitantes, dez por cento eram judeus oriundos de países como Israel, Estados Unidos da América, Brasil e Canadá.
O primeiro Festival da Memória Sefardita realizar-se-á de 1 a 7 de Novembro no Teatro Municipal da Guarda, com actividades em Belmonte, Trancoso e dois dias com data a definir, em Lisboa.
O programa inclui conferências dedicadas à história sefardita com especialistas internacionais, actividades ligadas à música e cultura judaica e abertura de novos equipamentos ligados à temática.
Para Trancoso está prevista a inauguração do Centro de Estudos Isaac Cardoso e na Guarda deverá ser inaugurado um memorial a Aristides de Sousa Mendes. Previsto está ainda a apresentação de novos produtos kosher da região.
aps

O concelho da Mêda mostrou-se este ano, perla primeira vez na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) que decorreu de 13 a 17 de Janeiro, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), numa iniciativa promovida pela Câmara Municipal, inserida no espaço dedicado ao Pólo Turismo Serra da Estrela, a que pertence.

Jorge Patrão e Armando CarneiroO presidente do Município, Armando Carneiro, que desde o inicio do certame acompanhou a iniciativa, considerou que «este foi um local que permitiu ao concelho da Mêda mostrar-se aos portugueses e estrangeiros, aos empresários e operadores turísticos, as potencialidades económicas, patrimoniais e turísticas de um concelho que, sendo do interior, tem vontade de afirmar-se e desenvolver-se».
O espaço dedicado ao concelho da Mêda foi visitado por elevado número de visitantes da BTL que tiveram ocasião de degustar alguns produtos desta terra, onde os vinhos, sobretudo, foram atractivo e referência.
O presidente da Câmara Municipal, Armando Carneiro, foi o anfitrião desta iniciativa a que se associaram produtores-engarrafadores da Mêda, José Rocha (vinho «Aravos») e José Cardoso (vinho «Quinta dos Romanos»). É de assinalar que o «vinho generoso ou fino» da Mêda foi um dos produtos que acolheu os visitantes neste espaço partilhado com as autarquias da Guarda, Seia e Trancoso.
«Foi em ambiente de festa que os presidentes de Juntas de Freguesia, vereadores e outras entidades do concelho de Mêda visitaram o stand numa iniciativa patrocinada pelo Município que conferiu uma vontade de querer e afirma a Mêda e seu concelho como referência quer no pólo de Turismo Serra da Estrela quer no contexto do turismo nacional e internacional», referiu ainda o presidente Armando Carneiro.
aps (com «Mêda em Movimento»)

O Clube Trancosense, fundado em 1846, realizou no fim-de-semana de 17 de Janeiro uma Montaria ao Javali na zona de caça municipal da Serra de Pisco que está sob a sua responsabilidade tendo sido abatidos oito animais.

Clube Trancosense - montaria javalisA acção cinegética da montaria ao javali na Serra de Pisco reuniu 65 armas e foi a segunda vez que se realizou nos últimos três anos nesta zona de caça. Como a área não tem sido monteada levou à concentração de muitos animais e foram abatidos oito animais alguns dos quais de grande porte. 
Na primeira Montaria, ocorrida em 5 de Dezembro de 2009, foram abatidos nove animais incluindo um javali navalheiro com perto de 200 quilos.
O presidente do Clube Trancosense, João Batista, não tem dúvidas que esta pode ser uma actividade «para atrair pessoas, gerar receitas, criar atractibilidade a Trancoso, fomentando uma actividade rentável, que além de recreativa, é salutar e ajuda também os agricultores».
João Batista chamou a atenção para a importância desta actividade resultando de uma gestão dinâmica do Clube Trancosense que «se pretende projectar para além do concelho de Trancos» e deseja «atingir vários objectivos: o convívio, promoção da região, desfrutar de forma salutar e responsável a actividade cinegética e colaborar com os agricultores para minimizar os prejuízos causados nas explorações rurais pelos javalis dada a sua significativa densidade». 
aps (com Trancoso Eventos)

A REFER-Rede Ferroviária Nacional publicitou no Diário da República, de 10 de Agosto, a reabilitação e reforço do túnel do Sabugal na Linha da Beira Baixa.

Estação do Barracão - SabugalO anúncio de concurso público com o procedimento n.º 3882/2009, da REFER, tem como objectivo a reabilitação e reforço do túnel do Sabugal, na Linha da Beira Baixa, entre os Pk 205,971 e 206,369 no concelho do Sabugal.
A empreitada de obra pública tem como valor do preço-base do procedimento 4.034.179,00 euros e um prazo contratual de 365 dias. O vocabulário utilizado é o comum para os contratos públicos.
O concorrente terá de ser detentor de alvará emitido pelo Instituto da Construção e do Imobiliário e a apresentação das propostas deverá ser dirigida à Direcção de Contratualização, Procurement e Logística, 1.º, sala 123, 1100-105 Lisboa.
Recorde-se que a Linha da Beira Baixa entre Lisboa tem antes de chegar à Guarda uma estação denominada do Sabugal-Barracão praticamente desactivada nos dias de hoje. Na Linha da Beira Alta a estação da Cerdeira (freguesia do Sabugal), a poucos quilómetros do Complexo Termal do Cró, é uma das mais utilizada pelos sabugalenses nas viagens ferroviárias.
aps

A Câmara Municipal de Trancoso e o Instituto Piaget assinaram um protocolo de colaboração que prevê o funcionamento instalação do ensino superior em Trancoso através de cursos de Pós-Graduação na área do Turismo e Património.

Júlio Sarmento, Luís Cardoso e Jorge MaximinoO processo de desenvolvimento sustentado em desenvolvimento nesta cidade e concelho conhecem assim mais um factor de grande relevância com impacto futuro na vida cultural, social e económica.
O Protocolo foi assinado por Júlio Sarmento, presidente do Município, e por Luís Cardoso, que assume esta semana o cargo de presidente do Instituto Piaget, tendo o acto sido «apadrinhado» por Jorge Maximino, docente do instituto, natural de Vila Nova de Foz Côa, um dos principais impulsionadores da iniciativa.
Na cerimónia realizada nos Paços do Concelho, o Presidente da Câmara Municipal, Júlio Sarmento, sublinhou que este «é o primeiro passo no sentido da exigência e da excelência porque, do ponto de vista estratégico, Trancoso tem um Programa Estratégico elaborado por um dos mais prestigiados gabinetes de Planeamento Regional e Urbano dirigido pelo professor Jorge Gaspar que aponta para que seja nos próximos 20 anos uma cidade de comércio, turismo e serviços».
Afirmou então que «é no sector dos Serviços em que está envolvida a maior percentagem de população activa e o comércio que constitui um clusterdadas as tradições comerciais de Trancoso não só pelo seu mercado semanal mas também da realizações das suas feiras e da importância do próprio comércio no tecido económico e social do concelho».
O Presidente do Município slientou ainda o sector dos Serviços porque «é, além do empreendedorismo da profissões liberais que existem em vários domínios em Trancoso, o sector dos Serviços que emprega mais no sector dos Serviços Sociais, on serviços de saúde que vão em breve ter um novo equipamento e o serviços de Educação».
Aqui, o edil disse que Trancoso tem já, envolvendo a Escola Profissional, Escola Secundária e do Agrupamento de Escolas do Concelho, cerca de 1.200 alunos diariamente nesta cidade e que «o passo que temos de dar com o Instituto Piaget foi começado com este Protocolo de Colaboração para realização de Cursos de Pós-Graduação».
«É um primeiro passo que visa criar um centro de excelência do ponto de vista de oferta de Ciências da Educação em Trancoso naturalmente voltados para uma região» e reconheceu «expressamente e explicitamente o papel que o Instituto Piaget tem tido no país sobretudo na afirmação de trazer ao interior, às zonas mais despovoadas e desertificadas, o Ensino Superior», referiu.
O protocolo estabelece como principal objectivo «a realização em Trancoso de Cursos de Pós-Graduação em áreas diversificadas, com especial incidência nas área do Património e Turismo» em que o Instituto Piaget fica comprometido em elaborar os projectos pedagógicos e científicos dos diversos cursos com os respectivos planos de estudos, fundamentação e objectivos.
A Câmara Municipal de Trancoso vai disponibilizar instalações para o funcionamento dos cursos e respectivos serviços de apoio administrativo e social, bem como apoio na logística de transportes garantindo ainda o apoio à promoção dos cursos, das actividades académicas dos estudantes e o seu envolvimento junto da comunidade do Concelho e da Região.
aps

A Mêda e seu concelho receberam em festa, a 27 de Maio, a 19.ª Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo, 5.º Passeio a Portugal «Ciclismo para todos» correspondente à 8.ª etapa – Mirandela–Mêda – na distância de 82 Kms, numa organização do Grupo Cultural e Recreativo de Cicloturismo do Vale do Tejo.

Cicloturismo na MêdaCom um total de 15 etapas e um percurso total de 1.100 km, a 19.ª Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo disputou-se entre 23 e 31 de Maio de 2009. Teve o seu início em Ribeira de S. João e acabou na Golegã.
Os cerca de 40 participantes concluíram a etapa de dificuldades Grau 8 depois de passarem por Cachão, Vila Flor, Vila Nova de Foz Côa e Touca, tendo sido recebidos frente aos Paços do Concelho de Mêda pelo Presidente do Município, João Mourato.
Após a chegada os cicloturistas foram-se refrescar no Complexo Desportivo das Piscinas Municipais e confraternizar num almoço num restaurante local, onde o Município de Mêda procedeu à distribuição de lembranças.
À tarde, a caravana foi relaxar no Parque de Campismo para prosseguir a caminho da 9.ª etapa – Mêda–Pinhel (59,5 Kms) – dificuldades Grau 2, com a partida a ser dada em frente ao Município de Mêda, onde foram mais uma vez recebidos pelo Presidente da Câmara.
A XIX edição da Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo, integra-se no calendário da Federação Portuguesa de Ciclismo como V Passeio a Portugal em Bicicleta «Ciclismo para Todos» e, pela quinta vez, faz parte do calendário UCI–União Ciclista Internacional.
A Mini-Volta a Portugal em Cicloturismo nasceu em Maio de 1991, em Alpiarça, conta com o apoio de uma grande quantidade de associações e é especialmente recomendada pela Fundação Portuguesa de Cardiologia. Daí o mês de Maio ter sido escolhido para a concretização da iniciativa por ser o «mês do coração».
Ao longo dos 19 anos que já leva de vida, a prova foi crescendo, sem esquecer os objectivos de confraternização. A amizade entre os participantes internacionalizou-se com equipas de França e Suíça e hoje é um dos maiores eventos do género que se realizam em Portugal.
O Presidente da Câmara Municipal de Mêda, João Mourato, salientou que «este tipo de actividades desportivas tem uma função pedagógica importante junto das populações, sensibilizando-as não só para o fenómeno desportivo, mas também para a prática de salutares formas de vida, sem esquecer a amizade e a confraternização».
aps

A Turismo Serra da Estrela (TSE) está representada na feira que decorre em Zamora, Espanha, entre os dias 2 e 5 de Junho, para promover produtos alimentares regionais.

TSE - Turismo Serra da EstrelaA Turismo Serra da Estrela (TSE) está representada na feira que decorre em Zamora desde o passado dia 2 e até ao próximo dia 5. Esta feira, que conta com a participação das principais entidades regionais de turismo de Portugal e de Castilla y León, pretende promover produtos alimentares de qualidade típicos de cada entidade regional de turismo, através da exposição e degustação dos mesmos.
Nesta feira a TSE está representada com três espaços promocionais: «Serra da Estrela-Turismo», «Produtos Regionais» e ainda «Produtos Kosher Serra da Estrela».
Entretanto, em comunicado, a TSE informou que vai integrar, a convite da Junta de Castilla y León, o projecto de colaboração transfronteiriça «MIT – Mobilidade, Inovação e Território». No âmbito daquele projecto de colaboração, participa no Foro Coopera 2009, em Zamora, que tem como tema o «Turismo como Eixo de Desenvolvimento Conjunto».

Página oficial da TSE-Turismo Serra da Estrela. Aqui.
aps

Finalmente alguma luz ao fundo do túnel. Os pensionistas que tenham um rendimento abaixo do salário mínimo nacional, neste momento fixado em 450 euros mensais, vão ter menos uma preocupação. O Governo anunciou, em Diário da República, a comparticipação a 100 por cento dos medicamentos genéricos.

Farmácia Lucinda MoreiraEntra em vigor esta segunda-feira, 1 de Junho, o diploma que define a comparticipação a 100 por cento de medicamentos genéricos para pensionistas com rendimento abaixo do salário mínimo nacional fixado, actualmente em 450 euros mensais.
Cerca de um milhão de pensionistas vão sair beneficiados e o Estado irá ter um encargo no valor de 35 milhões de euros. Esta comparticipação total dos medicamentos genéricos para pensionistas com reformas baixas já tinha sido anunciada em Abril, mas é o diploma legal publicado em «Diário da República», no dia 29 de Maio, que põe a medida em prática.
Anteriormente os genéricos tinham vários escalões de comparticipação e também era considerada a sua importância (Vital ou não) mas agora vão ser gratuitos.
Para que esta medida tenha impacto e que resulte num beneficio para os nossos idosos e não só, a acção dos técnicos de saúde vai ser muito importante, pois se estes quiserem podem impedir que, na farmácia, o pensionista troque o medicamento de marca receitado pelo genérico gratuito.
O bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, aplaude a decisão do Governo considerando-a uma «medida muito positiva».
«Era altura de se perceber que os pensionistas em Portugal, e há pessoas com reformas muito baixas, precisam de um forte a poio nos medicamentos», disse o bastonário da Ordem dos Médicos em declarações à RTP. «Temos de falar a sério. Ou assumimos que a saúde é universal e gratuita, ou não. E se temos essa solidariedade, temos de a praticar. Se há pessoas que têm reformas abaixo do ordenado mínimo nacional, para quem a factura do medicamento pode significar não comer, é evidente que essas pessoas têm de ser apoiadas pela solidariedade nacional».
Assim, durante um curto período de tempo foram tomadas duas medidas de grande importância para a saúde em Portugal. A primeira foi a redução de preço em cerca de quatro mil medicamentos e agora a comparticipação a 100 por cento dos medicamentos genéricos para todos os pensionistas cujo rendimento total anual não ultrapasse 14 vezes o salário mínimo nacional.
aps

Entre os dias 30 e 31 de Maio o Banco Alimentar contra a Fome da Cova da Beira vai levar a efeito mais uma campanha de recolha de alimentos. Nas 15 regiões aderentes a este projecto vão estar mais de 23.000 mil voluntários devidamente identificados estarão à porta dos estabelecimentos comerciais.

Banco Alimentar Contra a FomeNas Beiras Raianas a campanha mobilizará aproximadamente 500 voluntários, que recolherão as contribuições efectuadas em 25 estabelecimentos comerciais. Estas serão mais tarde enviadas para os armazéns do Banco Alimentar.
O produto da campanha, ainda com recurso ao voluntariado, será distribuído localmente a partir da próxima semana, através de 40 Instituições de Solidariedade Social previamente seleccionadas, a cerca de 3.000 pessoas com carências alimentares comprovadas.
O Banco Alimentar Contra a Fome de Cova da Beira apela por isso mais uma vez à solidariedade. No ano passado a instituição distribuiu em total de 168,8 toneladas de alimentos (equivalentes a um valor global estimado de 246,6 mil euros), ou seja, um movimento diário médio de 680 kgs.
Está na nossa mão ajudar quem necessita.

Noutros tempos nas aldeias do Sabugal quando, em Dezembro, as famílias matavam o marrano era habitual deixar um quinhão de lado para esmolar as casas mais pobres ajudando a confortar a noite da Consoada. Os tempos são outros. Ou talvez não…
aps

Os veículos automóveis, reboques, motociclos e triciclos autorizados a circular em auto-estradas ou vias similares portuguesas, serão obrigados dentro de quatro meses a usar um identificador electrónico que nos casos dos utentes da via verde poderá ser reconvertido sem custos.

Chip na MatrículaFoi publicado no dia 18 de Maio, em Diário da República, a lei que prevê a criação do DEM – Dispositivo Electrónico de Matrículas, que deverá ser instalado em todas as viaturas em circulação de forma obrigatória já a partir do início do próximo ano.
Esta inovação tem, para além de outras, a finalidade de cobrar de portagens electronicamente e reunir estatísticas sobre o tráfego nas vias. Também as forças de segurança vão ter um acesso mais alargado aos dados dos veículos como a inspecção periódica, seguro automóvel e o reconhecimento de veículos acidentados e abandonados.
O Governo diz estar garantindo e salvaguardado o «direito à privacidade» e a protecção dos dados pessoais. Por seu lado a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) considerou que não está garantido o direito à privacidade dos condutores na proposta de lei. Nas conclusões de um parecer sobre os três diplomas, a CNPC dizia que a nova legislação deve «permitir que os condutores possam optar, com todas as garantias, entre o pagamento das portagens através de um sistema electrónico de leitura das matrículas e a sua cobrança através de outros meios já existentes», conforme avança o Público online.
Quem tiver os dispositivos de via verde pode convertê-los de forma gratuita em DEM (Dispositivo Electrónico de Matrículas) nos próximos seis meses. O prazo irá ser contado a partir do momento em que entrar em vigor a portaria regulamentar. A Via Verde Portugal irá fazer chegar uma carta para a reconversão dos mesmos sem custos. Os respectivos proprietários poderão ou não aceitar a proposta.
Os proprietários de veículos que não são utentes da Via Verde podem adquirir o chip pelo preço de 10 euros.

Veja o Decreto-Lei n.º 111/2009, de 18 de Maio, Aqui.
aps

Até 30 de Junho, cerca de 10 mil portugueses participam na primeira fase do Turismo Sénior, um programa destinado a cidadãos com 60 ou mais anos de idade cuja organização e gestão estão a cabo da Fundação Inatel. Entretanto, decorre, até 23 de Junho, a primeira fase do programa Saúde e Termalismo Sénior.

Turismo Sénior - INATELDecorre, até 23 de Junho, a primeira fase do programa «Saúde e Termalismo Sénior», organizado e gerido pela Fundação Inatel com o apoio da Associação das Termas de Portugal, Direcção Geral da Saúde e Turismo de Portugal.
Os participantes vão frequentar as termas de Caldelas, Vizela, S. Pedro do Sul e Manteigas, com estadias de 15 dias que incluem regime de pensão completa e transporte.
A par das qualidades terapêuticas das águas, os seniores inscritos, com idade igual ou superior a 60 anos, vão usufruir de momentos de convívio e diversão.
Os custos de viagem e estadia nos dois programas são variáveis pois têm em conta os rendimentos mensais de cada participante.
Por outro lado o programa «Turismo Sénior», de carácter temático, disponibiliza um vasto leque de opções de viagem, orientadas para três temas específicos: Rotas dos Casinos – Os Musicais, Rota dos Teatros, e Festas e Romarias, onde se inclui a Festa da Dança.
Os participantes podem levar um acompanhante, o cônjuge ou filho, sendo que, caso a pessoa necessite de algum apoio, poderá fazer-se acompanhar de um adulto, com idade entre os 18 e os 59 anos.
O programa inclui alojamento de oito noites em unidades da Fundação INATEL ou noutras unidades nacionais, estando prevista a realização de 204 viagens, com 48 participantes cada.
aps

A Câmara Municipal do Sabugal em parceria com a Pró-Raia e a Rede Social do Sabugal encontram-se a promover a dinamização da «I Mostra Social Solidária e da Juventude do Sabugal», a decorrer entre 1 e 5 de Julho de 2009.

Rede Social no SabugalA «I Mostra Social Solidária e da Juventude do Sabugal» tem como objectivos:
– fomentar a participação no desenvolvimento local, envolvendo idosos, juventude e população em geral na concretização de uma manifestação social solidária com impacto e escala a nível do território;
– despertar o interesse dos privados para a apresentação de candidaturas de carácter económico, que venham ao encontro das necessidades das IPSS, na lógica da prestação de serviços de proximidade de natureza social;
– reforçar a economia social solidária, dando a conhecer oportunidades de criação de investimento e postos de trabalho.
Para a concretização dos objectivos a autarquia sabugalense irá disponibilizar stands para instituições, entidades ou empresas que pretendam divulgar e promover os seus produtos e serviços associados à temática.
Os interessados em participar no evento devem enviar a ficha de inscrição disponível no portal da Câmara Municipal do Sabugal até ao dia 20 de Maio.
aps (com CMS)

Foi na Cova da Iria, freguesia de Fátima, que, em 1917, três crianças Lúcia de Jesus, com dez anos, Francisco e Jacinta, de nove e sete anos, afirmaram que «por volta do meio-dia e depois de rezar o terço viram uma luz em cima de uma azinheira e apareceu uma senhora mais brilhante que o sol». Essa senhora pediu que lhe chamassem Nossa Senhora do Rosário. Pediu, também, para que fosse construída uma capela em sua honra naquele local. A partir daquele dia realizam-se, todos os 13 de Maio, entre Maio e Outubro, peregrinações a este local.

Nossa Senhora de FátimaEste ano a tradicional peregrinação contou com milhares de pessoas. Neste local de fé este ano foram adicionadas novos apelos às preces, o desemprego, a vida cada vez mais difícil, a saúde e de uma forma ou de outra a ajuda para ajudar a tudo superar.
Também o Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, reconheceu que a crise que vivemos é um assunto de muita preocupação.
O prelado pediu «solidariedade para com o que sofrem as consequências mais desagradáveis desta crise».
D. António também apelou pela comunhão espiritual com o papa Bento XVI que se encontra em viagem à Terra Santa.
Para que tudo corra bem e para que este acto seja em todos os sentidos um acto de fé os peregrinos devem obedecer às regras prés-estabelecidas pelas forças policiais que apesar do enorme fluxo de pessoas não houve incidentes a reportar. A Protecção Civil enviou mais uma vez as suas equipas para o campo afim de prestar a sua ajuda para que nada pudesse impedir os fiéis de alcançar o santuário. Cerca de 1200 fiéis pediram ajuda e alguns deles foram evacuados para o hospital de Santo André, em Leiria. Foram, também, distribuídos cerca de 30 mil folhetos para esclarecimento da Gripe A em várias línguas e também se encontra no local um espaço para o caso de aparecer alguém suspeito.
O encerramento do 92.º aniversário do aparecimento de Nossa Senhora aos Pastorinhos fez-se com a tradicional procissão do Adeus à Virgem presenciada por cerca de 150 mil peregrinos, provenientes de 24 países, acenando com lenços brancos.

Página na Internet do Santuário de Fátima Aqui.
aps

O ministro da Agricultura, Jaime Silva, afirmou em Santarém no Encontro Nacional de Caçadores que as verbas para as associações da caça já está a ser distribuído.

JavaliAs boas notícias para os caçadores não se fizeram esperar durante o 17.º Encontro Nacional de Caçadores que decorreu em Santarém integrado na 21.ª edição da Expocaça.
O ministro da Agricultura, Jaime Silva, anunciou que os 2,5 milhões de euros da verba que resulta de 30 por cento das receitas obtidas com a emissão das cartas de caçador iriam começar já esta semana a serem distribuídas.
Estes valores vão servir para acções de formação aos caçadores e também para que as associações possam desempenhar tarefas que anteriormente cabiam à administração central.
O Ministro foi, também, confrontado por Jacinto Amaro, presidente da Federação Portuguesa de Caça (Fencaça), sobre a necessidade de criação de um serviço específico dentro do Ministério da Agricultura para que os processos com as organizações de caçadores se tornem mais rápidos nas suas resoluções.
O Ministro aceitou que a Autoridade da Floresta Nacional (AFN) não consegui cumprir o que estava acordado e daí a demora, mas que agora já estavam criados todos os mecanismos que fariam com as situações fossem mais rapidamente resolvidas.
No final deste encontro Jacinto Ramos mostrou-se bastante satisfeito com os progressos anunciados pelo ministro e a comprová-lo está a primeira ordem de transferência já efectuada.
Regressa assim a paz entre as associações de caçadores e o Governo.

Mais informações relativas à época de caça Aqui.
aps

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Maio 2019
S T Q Q S S D
« Fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.139.148 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios