Celebra-se, no próximo dia 1 de Outubro, o Dia Internacional do Idoso, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A instituição deste dia tinha como objetivo reconhecer os idosos e o envelhecimento demográfico da humanidade, criando-se condições de acolhimento, bem-estar social, económico, cultural e espiritual que bem mereciam.
Nós e vós jovens, se, nas Instituições Particulares de Solidariedade Social ou cá fora, muito mais não lhes pudermos dar, poderemos, com certeza, e é mesmo nosso dever e obrigação, dar-lhes, ao menos, conforto, carinho e afeto e agradecer-lhes todos os ensinamentos que nos transmitiram, resultantes da sabedoria e experiência que, com suor e lágrimas, adquiriram nessa douta «Universidade da vida».
Em memória e reconhecimento, apelamos às novas gerações que respeitem e sigam o nobre exemplo daqueles que nos ensinaram a trabalhar nos diversos campos da vida e a viver esse modus vivendi, fruto duma aprendizagem e experiência adquiridas, ao longo dos anos, na «Universidade da vida».
Daniel Machado

Advertisements