Ilídia Cruchinho, vereadora da Acção Social da Câmara Municipal de Penamacor, assume claramente: «este ano vamos bater o recorde de nascimentos». A afirmação foi prestada no âmbito de uma pequena entrevista concedida ao jornal Correio da Manhã, que consta na edição de hoje.

A entrevista tem a sua razão de ser no facto de Penamacor ser um dos concelhos do Pais com mais baixa taxa de natalidade, e, por consequência, deter com a população envelhecida, que lhe parece condicionar o futuro.
Mas a vereadora não se dá por vencida e explica como a Câmara, não concedendo subsídios de nascimento, combate essa aparente fatalidade prestando ajuda às famílias sobretudo ao nível da educação das crianças.
A política seguida tem sido a de apoiar a família da criança ao longo do seu percurso educativo, nomeadamente através da oferta dos manuais escolares, e oferecendo a alimentação e o transporte dos alunos. Outro aspecto que a vereadora enaltece é o facto de Penamacor possuir um novo centro escolar, que detém as melhores condições. Esses apoios constituem incentivos para a fixação das famílias, e são complementares ao esforço que se está a ser feito para que se instalem empresas e serviços que criem postos de trabalho.
O esforço desenvolvido pela Câmara de Penamacor em matéria de apoio à educação das crianças deixa a vereadora esperançosa de que a tendência se esteja a inverter.
Veja aqui a entrevista na íntegra.
plb

Anúncios