Manuel Leal Freire - Capeia Arraiana«Poetando» é a coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual a cada domingo vai publicando poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Este Município raiano, um dos maiores do País em termos de extensão territorial, tem 40 freguesias, algumas delas com anexas, sendo no total exactamente 100 (cem) o número das localidades do concelho do Sabugal. Nesta edição o escritor e poeta bismulense dedica um soneto às Alagoas, pequena aldeia anexa da freguesia de Aldeia de Santo António. No próximo domingo será editado o poema relativo a outra anexa: Amiais.

ALAGOAS

Do tempo em que a vara de Abraão
Fendendo a dura rocha a volveu fonte
A luta pela água é redenção
Que tem de se exaltar para que conste

Aquilo que já foi um calvo monte
Estéril que lembrava maldição
Não tem em sua linha de horizonte
Quem lhe não preste as honras de rincão

Milagres faz a água da barragem
Disposta a quando chega a estiagem
Horas de laudes de sextas ou noas

A esparzir-se aonde a sede aperta
Aos regos chegará à hora certa
Benditas sejam, pois, as Alagoas

«Poetando», Manuel Leal Freire

Anúncios