Manuel Leal Freire - Capeia Arraiana«Poetando» é a coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual a cada domingo vai publicando poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Este Município raiano, um dos maiores do País em termos de extensão territorial, tem 40 freguesias, algumas delas com anexas, sendo no total exactamente 100 (cem) o número das localidades do concelho do Sabugal. Nesta edição o escritor e poeta bismulense dedica um soneto a Aldeia de Santo António, freguesia vizinha à ciadade do SabugaL. No próximo domingo será editado o poema relativo à anexa Alagoas, outra terra sita do lado sul do concelho e na banda esquerda do rio Côa.

ALDEIA DE SANTO ANTÓNIO

A Flos Sanctorum não regista nome
Com tais ressaibos á linguagem lusa
E que embora mero cognome
Corresse mundo em forma tão profusa

Fernando de Bulhões ganhou renome
Que aos séculos se impôs de sem recusa
O tempo o enriquece, e não consome
Por mais destroços que o mal produza

De Pádua, de Pavia ou de Lisboa
A fama tanto ecoa que ressoa
E é do orbe todo património

Em sés de oiro e mármore aeropago
Ou de rurais igrejas mero orago
É sempre o mesmo o nosso Santo António

«Poetando», Manuel Leal Freire

Anúncios