A Câmara Municipal do Sabugal decidiu conceder ao escritor quadrazenho Jesué Pinharanda Gomes a Medalha de Ouro do Município, aprovando por unanimidade uma proposta formulada pela vereadora socialista Sandra Fortuna.

A Medalha de Ouro do Município será atribuída a Pinharanda Gomes no agora chamado «dia do concelho», que se celebra a 10 de Novembro, em louvou ao dia em que D. Dinis concedeu foral ao Sabugal, no ano de 1296.
Transcrevemos, na íntegra, o texto com a proposta de Sandra Fortuna, que colheu a aprovação unânime do executivo municipal:

«A Câmara Municipal, inaugurou no passado dia 9 de Junho o Centro de Estudos Jesué Pinharanda Gomes, constituído pelos livros e documentos da sua biblioteca pessoal que doou ao Município. As diversas intervenções na cerimónia que antecedeu a inauguração, enalteceram o valor da obra e o mérito de um homem de especial sabedoria que nunca esqueceu as suas origens.
Jesué Pinharanda Gomes nasceu a 16 de Julho de 1939, em Quadrazais, concelho do Sabugal.
Estudou na Guarda, cidade onde iniciou a actividade literária. Em 1959 viajou para Lisboa, onde se fixou. Trabalhou numa empresa do ramo comercial durante 42 anos, ao mesmo tempo que manteve uma intensa actividade enquanto investigador independente e escritor, integrando-se no grupo da chamada Filosofia Portuguesa.
A sua permanente actividade no campo literário levou-o a colaborar assiduamente como inúmeros jornais de referência nacional, assim como em revistas culturais e temáticas, e ainda em publicações de índole regional. Escreveu e editou centenas de livros, sobretudo focados nas áreas da Filosofia e História da Filosofia, Religião e História Eclesial, Política e História Política e Social, Geografia, Etnografia, Linguística, Literatura e Biografia.
Colaborou assiduamente em diversas enciclopédias e dicionários, nomeadamente na Verbo, Logos, Enciclopédia de Fátima e Dicionário de História Religiosa de Portugal.
Notabilizou-se ainda como palestrante, tendo já proferido cerca de 250 intervenções em conferências, colóquios e congressos nacionais e internacionais.
Pinharanda Gomes foi membro do concelho de redacção das revistas Carmelo e Laikos, tendo ainda coordenado edições especiais da revista Democracia e Liberdade.
É sócio fundador do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, da Ordem de Ourique e integrou na Universidade Católica os grupos de trabalho Sena Freitas, Franciscanismo, Catolicismo e Liberalismo no século XIX.
É membro eleito da Academia Internacional da Cultura Portuguesa e da Academia Portuguesa da História, entre outras. Integrou a Comissão Histórica da Canonização de Nuno de Santa Maria.
Estamos pois perante o mais ilustre dos sabugalenses, que nunca esqueceu as suas origens, tendo doado ao seu concelho de nascimento os livros da sua biblioteca pessoal e a documentação de escritor, que ficaram reunidos no Centro de Estudos Pinharanda Gomes, que a Câmara Municipal inaugurou no dia 9 de Junho de 2012, com a presença do escritor.
O seu gesto de dádiva ao concelho, aliado ao prestígio da sua obra, fazem de Pinharanda Gomes um cidadão ilustre do concelho do Sabugal, merecedor da atribuição do mais alto galardão conferido pela Câmara Municipal.
Nestes termos, propomos, com base no Regulamento das Distinções Honoríficas, a atribuição a JESUÉ PINHARANDA GOMES, da Medalha de Ouro do Município, honrando um homem aqui nascido e que se distinguiu por benefícios excepcionais em favor do seu concelho.
Propomos que esta proposta seja desde já votada e aprovada pela Câmara Municipal, de forma a ser levada à próxima sessão da Assembleia Municipal.»

Parabéns à Câmara Municipal, que após o grande sucesso da inauguração do Centro de Estudos Jesué Pinharanda Gomes, não perdeu tempo e, na mesma sequência, decidiu atribuir ao nosso escritor o mais alto galardão municipal, numa decisão que para além de oportuna foi absolutamente justa.
plb

Anúncios