Manuel Leal Freire - Capeia Arraiana«Poetando» é a coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual a cada domingo vai publicando poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Este Município raiano, um dos maiores do País em termos de extensão territorial, tem 40 freguesias, algumas delas com anexas, sendo no total exactamente 100 (cem) o número das localidades do concelho do Sabugal. Nesta edição o escritor e poeta bismulense dedica um soneto a Vale Mourisco, aldeia anexa de Águas Belas, freguesia da margem esquerda do rio Côa. Nos próximos domingos serão editados os poemas relativos às aldeias anexas de Águas Belas: Espinhal e Quinta do Clérigo.

VALE MOURISCO

O nome em duplicado leva a marca
Fundindo o infiel com o cristão
Conceito que mais une que demarca
Pois todos somos netos de Abraão.

A terra nas colheitas não é parca
Desfazendo-se em frutas e em pão
É curto o horizonte que se abarca
Mas todo com sinais de promissão

Dêem-lhe, embora, o nome de moçárabe
Mistura de cristão com sangue árabe
Assim se erigiu a lusa pátria

O nome, Vale Mourisco é um exemplo
O agros, por sagrado, vira Templo
A Terra Patrum é que gera a Mátria

«Poetando», Manuel Leal Freire

Anúncios