Manuel Leal Freire - Capeia Arraiana«Poetando» é mais uma coluna de Manuel Leal Freire no Capeia Arraiana, na qual a cada domingo vai publicar poemas inéditos, cada um dedicado a uma aldeia do concelho do Sabugal. Este Município raiano, um dos maiores do País em termos de extensão territorial, tem 40 freguesias, algumas delas com anexas, sendo no total exactamente 100 (cem) o número das localidades do concelho do Sabugal, pelo que serão 101 os poemas a elaborar e a publicar pelo poeta e escritor bismulense, sendo o primeiro dedicado a todo o concelho e os seguintes evocativos a cada aldeia.

O termo do concelho reza a lei
Estende-se a quarenta freguesias
Com o favor das musas tentarei
Cantá-las alinhando sincresias

Não sendo numerosa a nossa grei
Os censos desfazendo sinesias
Somando-lhes as anexas serão cem
Os temas para estas poesias

Das ninfas do Alto Coa e mesíos cumes
Dos tótemes da Raia sacros numes
Favores eu invoco e seja desta

Mas grado a pobreza do meu estro
Que saiam estes povos do sequestro
E se esparza urbe et orbe a sua gesta
_________

E para o que uma ordem certa dita
O alfabeto me dará sinal
Entrando a seu tempo na compita
O mais pequeno burgo e o Sabugal

Do a até ao z, tudo se cita
Seguindo, pois, a ordem natural
É regra que as dissensões evita
Tornando a cada um o cujo qual

Mas porque a mátria foi o campanário
Conspecto a servir de lampadário
Alçapremado assim a sumo guia

Pequena ou maior qualquer anexa
Achar-se-á porque lhe é conexa
No rol da sua própria freguesia

«Poetando», Manuel Leal Freire

Anúncios