Se a Europa Cristã dos anos mil tinha o sentimento de constituir uma unidade, é porque uma ordem superior se impunha a todos que a constituíam. Unidade de facto, unidade de princípio tudo andava a par. A causa disso era única: influência profunda da crença cristã, acção determinante da Igreja… Assim se exprimia Daniel Rops in «A Igreja das Catedrais e das Cruzadas».

Manuel Leal Freire - Capeia ArraianaAo fim e ao cabo, seria a unidade no dualismo, diagnosticado por Santo Agostinho nas duas cidades – a de Deus e a dos homens.
Unificada perante os poderes ante os quais se movia, mas una se havia logicamente de mostrar ao mundo que lhe era não só exterior, mas adverso.
Ora, os locais por onde se desenrolara a vida terrena de Cristo assumiam aos olhos dos cristãos uma extraordinária força de atracção.
Mas encontravam-se em poder dos infiéis. Daí o grito de Urbano II, em dezoito de Novembro de mil e novecentos e cinco, exactamente ao décimo dia do concílio que o antigo monge cluniense, Eudes de Chatillon, lançou em Clermoot: na Auvergne:
«Homens de Deus, homens eleitos e abençoados entre todos, uni as vossas forças. Tomai o caminho do Santo Sepulcro (que guardou por três dias o corpo de Jesus, depois sublimado pela Ressurreição e Ascensão) certos da glória imperecível que vos espera no reino de Deus. Que cada um renuncie a si mesmo e tome a cruz…»
O apelo do Sumo Pontífice encontrou na multidão dos presentes à cerimónia o mais entusiástico acolhimento.
E aos gritos de DEUS 0 QUER, todos se organizavam para a grande gesta. Cruzes nos estandartes, tatuagens de cruzes no próprio corpo obtidas até por ferro em brasa, abriu-se para a cristandade uma nova mística.
Viram-se homens que puseram de parte tudo quanto até então amavam: os barões abandonaram os seus castelos, os artífices os seus ofícios e os camponeses os seus campos para se consagrarem à libertação daqueles dez pés quadrados de terra que haviam recolhido, durante algumas horas apenas, os despojos terrestres do seu Deus. Assim se exprimiu Michelet que acabamos de citar.
A cruzada popular com Pedro-o-Ermita e Picardo de Ambiano terminou com o massacre.
Godofredo de Bolhão, duque da Baixa Lorena; Hugo, irmão de Filipe I, rei de França; Raimundo, conde de Talosa; e Boemondo, dos exércitos transalpinos se encarregariam da vingança.
Veio o Reino Franco de Jerusalém de que, todavia, Godofredo, o escolhido, não quis ser rei, porque, disse, lhe repugnava ostentar uma coroa de ouro, onde o próprio Cristo apenas tivera uma de espinhos.
Não seria, pois, rei, mas apenas defensor do Santo Sepulcro…
Entretanto, surge a vingança turca pela mão de Saladino.
O Reino Cristão não passa de miragem ou sombra e daí uma nova cruzada, a dos três reis: Frederico Barba-Ruiva, Filipe Augusto e Henrique (depois seu filho Ricardo), soberanos, ao tempo, das maiores nações da Cristandade: Alemanha, França e Inglaterra.
Alem do empenhamento real, a cruzada beneficiou ainda dos aportes financeiros granjeados através do chamado dízimo de Saladino, imposto geral em terras da cristandade que afectou também os bens eclesiásticos.
Nem assim se realizaram todos os seus intentos, pelo que Inocêncio III, considerado como o pontífice que elevou o papado ao seu máximo poder, teve de organizar uma outra.
O espírito rapace dos venezianos (o doge exigiu, em paga dos barcos que se propunha fornecer, oitenta e cinco mil marcos de ouro, a metade das terras a conquistar e a destruição da cidade rival de Zara, na costa da Dalmácia), o fascínio de Constantinopla sobre os expedicionários e a queda desta cidade as mãos dos latinos, as quezí1ias depois suscitadas entre eles e, mais fortemente ainda, o perigo mongol, haviam de determinar a necessidade de novas cruzadas: a das crianças, sob o impulso de Estevão de Vandoma, a de São Luís.
Apesar de tantos esforços e do empenhamento de tantos homens, a Terra Santa iria ficar na posse dos infiéis.
Mas pelo seu contributo para a mescla de civilizações e para a construção da Europa, a aventura valeu a pena…
«Politique d’ Abbord – Reflexões de um Politólogo», opinião de Manuel Leal Freire

Anúncios