A RTP2 transmite hoje, sábado, às 21 horas, o programa «Um sítio onde pousar a cabeça», que conta a história de vida do escritor sabugalense Manuel António Pina.

O documentário passa naturalmente pelo Sabugal, terra de nascimento do poeta, onde de resto há meses o mesmo se dirigiu com uma equipa de reportagem para a realização das filmagens.
«Um sítio onde pousar a cabeça» conta a história de Manuel António Pina, poeta, romancista, cronista e escritor de livros infantis. Trata-se de um trabalho de Alberto Serra, com a realização de Ricardo Espírito Santo e a produção da Terra Líquida. Neste documentário, Manuel António Pina é retratado na primeira pessoa, através de testemunhos de amigos, familiares e especialistas da sua obra.
Quatro realizadores, quatro personalidades, quatro diferentes documentários são apresentados pela RTP2 aos sábados, durante o mês de Fevereiro.
«Saudade Burra» de Fernando Assis Pacheco foi o primeiro dos documentários a ser transmitido, no passado sábado, 4 de Fevereiro. Uma longa metragem da autoria de Nuno Costa Santos que conta a vida de Fernando Assis Pacheco, o escritor e jornalista português que faleceu em 1995.
No dia 18 de Fevereiro é a vez de Zé da Guiné ser homenageado. «Zé da Guiné», Crónica dum africano em Lisboa retrata Zé, um jovem africano que chega a Lisboa nos anos 70 e muda o conceito das noites da cidade. Uma produção, realização e autoria de José Manuel de S. Lopes.
O último sábado fica marcado por «O meu avô Jolly», uma longa-metragem dedicada a Joly Braga Santos, o avô que Francisco Belard nunca conheceu. Uma viagem pelas encontrar imagens e memórias do Joly, para tentar chegar à sua personalidade e percurso de vida. Um documentário realizado por Pedro Caldas, pela produtora Luz e Sombra.

O documentário sobre Manuel António Pina passará obrigatoriamente pelo chafariz da Praça da República, vizinho à casa onde nasceu e onde existiam umas árvores muito antigas que há dias um pobre imbecil mandou abater – a foto que ilustra este texto mostra precisamente MAP no momento das filmagens, ao lado do chafariz e das árvores da sua infância.
plb

Anúncios