O Comando Territorial da Guarda da GNR divulgou os dados provisórios da operação Ano Novo, a os quais apontam para uma diminuição do numero de acidentes danas estradas do distrito da Guarda, quando comparado com o ano anterior.

No âmbito da 2ª fase da Operação Natal/Ano Novo, que decorreu entre os dias 30 de Dezembro e 2 de Janeiro, registaram-se oito acidentes rodoviários, que provocaram dois feridos leves.
Comparativamente ao ano anterior e em igual período, verificou-se uma diminuição do número de acidentes (menos seis), tendo como consequências também uma diminuição no número de feridos leves (menos cinco).
O Comando Territorial da Guarda, durante a Operação e até esta data, exerceu um esforço em matéria de segurança rodoviária, tendo efectuado 99 patrulhamentos, empenhando um total de 215 efectivos. Também a acção fiscalizadora foi tida em conta, nomeadamente, no tocante às manobras perigosas e condução sob o efeito do álcool.
Em matéria de álcool foram fiscalizados 852 condutores, tendo sido detidos 10 por apresentarem uma TAS (Taxa de Álcool no Sangue) igual ou superior a 1,20 g/l e verificados mais 22 excessos, uma vez que os respectivos condutores apresentavam uma TAS superior à legalmente permitida (0,49 g/l).
Em matéria de excesso de velocidade foram controlados 1856 veículos, tendo sido registados 153 excessos. Foram ainda elaborados 134 autos de contra-ordenação por outras infracções rodoviárias.
Na noite de 30 de Dezembro, o Comando Territorial levou a efeito uma Operação de prevenção da criminalidade, com particular incidência na fiscalização de estabelecimentos de diversão nocturna, bem como na abordagem de suspeitos da prática de crimes, da qual resultou a detenção 11 indivíduos.
Foram detidos 3 indivíduos, residentes em Celorico da Beira, por crime de furto num armazém de materiais de construção civil, em Moimentinha – Trancoso, onde se introduziram por arrombamento da porta de entrada.
Os suspeitos, já com antecedentes criminais, tinham carregado no veículo «forgon» em que se faziam transportar, diversas ferramentas e materiais de construção, que haviam furtado do dito armazém, quando foram surpreendidos por militares do Posto Territorial de Vila Franca das Naves.
Presentes ao Tribunal Judicial de Trancoso, foi a cada um aplicada pena de prisão de 2 anos e 4 meses, ficando esta suspensa por igual período.
Foram também detidos 3 indivíduos por crime de posse ilegal de armas. Destes, um tinha na sua posse uma pistola de calibre 6,35mm e 32 munições do mesmo calibre e os outros dois detinham uma pistola de ar comprimido e três armas brancas.
No âmbito da fiscalização dos estabelecimentos, foram inspeccionados 11 bares e controladas 27 cidadãs estrangeiras. Destas 5 encontravam-se em situação ilegal em Território Nacional.
Assim, 2 foram detidas por permanência ilegal no país e outras 3 foram notificadas para comparecerem no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras a fim de regularizarem a situação em Portugal. Foram ainda apreendidas 1,07 gramas de haxixe, quantidade suficiente para 22 doses individuais e elaborados 3 autos de contra-ordenação por infracções verificadas à legislação policial geral.
plb

Anúncios