Há poucos dias fui contactado por dois jovens dos Foios, Ernesto e Guilherme, para me perguntarem se autorizava que dois guitarristas, amigos, pudessem dar um concerto, entre o Natal e o Ano Novo, no auditório do centro cívico.

José Manuel Campos - Presidente Junta Freguesia Fóios - Capeia ArraianaConfesso que fiquei algo surpreendido mas a minha resposta, depois da devida autorização, transformou-se num elogio porque, sinceramente, não esperava que tivessem tanta sensibilidade e tanto interesse pela música.
Pedi ao Ernesto que elaborasse um cartaz, para a respectiva divulgação, o que, de facto, aconteceu. Na impressora da Junta de Freguesia tirámos alguns exemplares que eles se encarregaram de afixar nos lugares do costume.
Chegou o dia (26/12/2011) e a hora do concerto e verifiquei que os jovens andavam preocupados e empenhados para que tudo corresse bem.
Os jovens músicos chegaram cedo e jantaram com os amigos dos Foios.
Por volta das 21,30 horas as pessoas começaram a chegar, ao centro cívico, na expectativa de poderem ver alguma coisa que justificasse a saída de casa, numa noite pouco convidativa, visto que a temperatura rondaria os zero graus.
Mas os dois aquecedores, que haviam sido ligados uma hora antes, criaram um ambiente agradável já que o auditório também está devidamente construído e a contar com as intempéries.
Os dois jovens músicos apresentaram reportórios algo diferentes mas os dois entusiasmaram as cerca de oitenta pessoas que se dignaram comparecer e que, certamente, não deram o tempo por mal empregue. Notou-se nos aplausos.
De referir que da Bendada também se deslocou um razoável número de pessoas. Ou não fosse a Bendada uma terra de músicos.
Cabe, aqui e agora, referir o nome do Luis Andrade que muito tem contribuído para que a Bendada – e o concelho – tivesse levado o nome aos mais diversos pontos do País e do estrangeiro. A banda é uma embaixada que merece o carinho de todos nós.

Por certo um dos executantes foi precisamente o Diogo, filho do Luis, que provou que filho de peixe sabe nadar.
Por alguma coisa o Diogo Andrade é professor na Academia de Música e Dança do Sabugal e membro da Sociedade Filarmónica Bendadense.
O outro jovem, de Celorico da Beira, de nome António Alexandre Loio Monteiro tem também formação superior e tocou e cantou alguns números da sua própria autoria.
Foi, sem dúvida, algo de diferente aquilo que nos ofereceram, nesta quadra natalícia, e fazemos votos para que serões como este se voltem a repetir.
Um especial agradecimento aos jovens dos Foios, Ernesto, Guilherme e Armando que trabalharam e organizaram para que tudo tivesse corrido com correu.
É de todo conveniente que os jovens vão tendo ideias e coragem para as concretizar. Convém que não sejam sempre os mesmos. Os tais mesmos cá estarão sempre dispostos a colaborar e a estimular os mais novos.
Ficou combinado que, lá mais p’ra frente, provavelmente na Primavera, voltaríamos a encontrar-nos e desta vez também com músicos de Malcata visto ser uma freguesia com a qual também mantemos excelentes relações.
Obrigado a todos e um Feliz Ano de 2012.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Anúncios