You are currently browsing the daily archive for Segunda-feira, 26 Dezembro, 2011.

Atendendo ao sucesso e à grande afluência que tem tido o evento «Botânia», os gerentes da CriarteCôa decidiram prolongar o prazo até fins de Janeiro de 2012.

(clique nas imagens para ampliar.)

O evento «Botânia» conforme foi noticiado na altura teve o seu início no dia 19 de Novembro com uma inauguração que contou com a presença de mais de 100 admiradores e admiradoras que muito elogiaram a beleza das plantas exibidas. A partir daí muitos têm sido os visitantes com uma afluência diária considerável para o meio populacional no qual está integrado.
A posterior aquisição de árvores, plantas e flores por parte dos clientes, levou a que a CriarteCôa tivesse, por várias vezes, de renovar o seu stock, para manter um número considerável de plantas em exposição, contando agora com uma maior gama de peças expostas, pois poderão ser apreciadas palmeiras, coqueiros, tangerineiras, limoeiros, figueiras, oliveiras, plantas exóticas, bonsais e outro tipo de plantas de pequeno e grande porte.
Como complemento expositivo estiveram disponíveis, também, arranjos de Natal, centros de mesa, vasos e outras decorações.
Neste período de Festas Natalícias e de final de ano, não perca a oportunidade de visitar e talvez adquirir uma planta ou centro de mesa, decorar a sua casa ou para oferecer como sinal de amor e gratidão, àquela pessoa especial.
Isilda Silva

Anúncios

Será que as três moiras ainda lá continuam encantadas dentro daquele barroco da Serra d’ Opa? Será que ainda saem de lá todas as noites, à meia-noite em ponto? Será que o príncipe árabe que ficou de vir libertá-las já apareceu e as levou?

Tudo isso se passava na Serra d’Opa. Já conto, mas, primeiro, quero pôr os pontos nos «is» acerca do nome da serra.
Cada terra pronuncia a seu modo. Muitos de vocês chamam a este monte a Serra da Opa. Da. Outros chamam-lhe, na melhor das circunstâncias, Serra de Opa. De.
Muito de vocês impuseram isso na blogosfera. Pior: já levaram a coisa para documentação oficial. Sei, por exemplo, que há em Penamacor uma Associação de Produtores Florestais da Serra da Opa. Da. Estão a ver? É assim que as coisas se deterioram.
Pois bem: estou farto de ler e calar. Chegou a minha vez de pôr os pontos nos is.
Em toda a vida, o Povo do Casteleiro – que, a par dos Povos do Vale de Lobo (Vale da Senhora da Póvoa), do Terreiro (das Bruxas) e da Moita (Jardim) são as pessoas que mais de perto lidam com a mesma serra e sabem o seu nome e lhe chamam, tanto quanto sei, Serra d’Opa. Nada de «de» e muito menos de «da»: «d’Opa», lido como «Dopa». Ponto. Não cedo mais. Passo a falar (escrever) da Serra d’Opa e nada mais.
Acho que se no Casteleiro alguém disser «da Opa» é logo olhado de esguelha.

A lenda
Agora, a lenda. Cai bem, em época natalícia, trazer aqui um mito que nos encantava a meninice. Muita gente «sabe» que ali há moiros. Mas a história que se conta não é a mesma em todas as aldeias dos arredores. Cada terra tem a sua lenda. Neste caso, sei, por exemplo, que na Moita se fala de um moiro encantado Não tem tanta graça, temos de concordar. Pode ler isso aqui, de onde retirei a foto.

A lenda que me contavam era outra, com muita piada, mas, sobretudo, com muito «suspense» à mistura. Era contada em voz baixa aos miúdos de cinco, seis anos, com os olhos muito arregalados, todos a imaginar as cenas lá longe (era tão longe), bem lá no cimo da Serra d’Opa (aí uns 600 metros de altitude, imaginem…).
Então a história era assim:
– Há muitos anos, quando ainda havia moiros, antes de eles fugirem, ficaram lá em cima três moiras. Jovens e muito bonitas. As moiras vestiam sempre vestidos brancos. Eram três e não havia lá mais ninguém. E sabes onde é que elas estavam? Dentro de um barroco muito grande que lá há.
(Paragem minha, hoje: sempre quis ir lá ao barroco. Mas acreditam que nunca subi a esta serra? Fui à do barroco riscado «ver» a rocha onde estava gravada a frase «Bem haja quem me virou que já há tantos anos deste lado estou»; fui ao Cabeço Pelado; fui à Serra da Presa; fui várias vezes à Serra da Vila – de Sortelha. Mas nunca subi à das três moiras encantadas. Retomo a narrativa:)
– As três moiras nunca podiam sair de dia. Nem podiam ver a luz do Sol. Só podiam sair do barroco encantado de noite e só quando havia luar. E todas as noites à meia-noite elas saíam, vestidas de branco e vinham cá fora pôr a roupa a corar à luz da Lua. E a dançar. Elas todas as noites dançavam as danças dos moiros lá em cima, ao pé do barroco. E quem as queria ver tinha de ir de dia lá para cima e ficar lá escondido e depois, à meia-noite, espreitar. Mas nunca lá foi ninguém, porque as moiras eram encantadas e se alguém as visse desfaziam-se logo no ar. E ainda hoje estão à espera do moiro que fugiu da guerra que cá havia e que ficou de cá voltar para as vir buscar.

…Imaginam a pequenada a ouvir tal história de encantar?
Eu nunca me fartava de que ma repetissem noite após noite.
E bem me lembro das tantas vezes em que antes da meia-noite vinha à janela espreitar lá para cima a ver se via as moiras encantadas e a dançar ao luar.

Nota:
Quando, há cerca de um ano, fui desafiado a escrever neste sítio, o Casteleiro tinha aqui apenas 50 referências em quatro anos. Hoje tem 100. Um crescimento de 100% num ano. Valeu a pena, pelo menos em termos de estatística: a ideia era pôr o Casteleiro neste mapa. Dos conteúdos, cada um falará. Note que no mesmo período as referências às seguintes terras cresceram como indico: Sabugal – 10%; Soito – 18%; Sortelha – 14%; Aldeia da Ponte – 10%; Aldeia do Bispo – 3%. Isto, para referir apenas as que registei na altura neste mesmo sítio.
Boas Festas para todos.

«A Minha Aldeia», crónica de José Carlos Mendes

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Dezembro 2011
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.746 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios