A história mostra-nos que a humanidade teve momentos politicamente instáveis, revolucionários e pré-revolucionários. A ordem estabelecida era ameaçada pelo povo, pelas classes mais humildes e exploradas. No actual momento histórico, essa ameaça, que não é mais nem menos do que a destruição da Democracia, vem dos próprios detentores do poder.

António EmidioTerras alugadas pela empresa coreana Daewoo em Madagáscar: um milhão de hectares. Período de arrendamentos: 99 anos.
Essas terras irão dar alimentos, obtendo a empresa lucros extraordinários exorbitantes, especulando com o seu preço. É o que acontece quando a agricultura está nas mãos de empresas e de multinacionais, não nas mãos de camponeses e de agricultores.

Camponeses sem terra no Mundo. 500 milhões.

O quarto país importador de armas no Mundo é a Grécia! A juntar a isto temos os salários e as prebendas das cúpulas militares, que são exorbitantes. Tendo então «brinquedos» para brincar e dinheiro para gastar, estão entretidos e não ameaçam. Será mesmo assim? Houve mexidas nas chefias do exército grego nos últimos dias…

Tudo leva a crer que a polícia anti-motins da U.E. já está a actuar na Grécia. A U.E. tem uma polícia anti-motins para operar em qualquer país europeu. Está sediada em Itália, composta por 3.000 homens, chama-se Gendarmeria Europeia (Eurogendfor), é financiada por vários países, entre eles Portugal. Qualquer dia, quando estivermos como a Grécia, não há-de faltar muito, a polícia estrangeira vem «malhar-nos». Ainda lhe pagamos para isso!

Quantidade mínima que o banco mundial calcula que esteja depositada em contas, nos paraísos fiscais: 8.000.000.000.000!!!! (8 biliões de euros).

Famílias mais ricas do Mundo que provavelmente terão «algum dinheiro» em paraísos fiscais. Darei o nome das famílias e, dos países onde estão:
Família Rothschild (Londres, Berlim e Israel)
Família Rockefeller (U.S.A. e Israel)
Família Morgan (Inglaterra)
Família Warburg (Alemanha)
Família Lazard (França)
Família Moisés Israel Seif (Itália e Israel)
Família Kuhn, Loeb (Alemanha e U.S.A.)
Família Lehman Brothers (U.S.A.)
Família Goldman Sachs (U.S.A.)

Para terminar, uma estória passada na então Vila do Sabugal, provavelmente nos anos trinta do século passado, na altura da grande depressão económica. Um humilde trabalhador do campo soube que um riquíssimo senhor da Vila, que vivia em Lisboa, tinha perdido muito dinheiro com a convulsão económica. Vindo esse senhor um dia ao Sabugal, o humilde trabalhador do campo, que o conhecia a ele e a toda a sua família, foi cumprimentá-lo e disse-lhe que lastimava o que lhe tinha acontecido, a perca de tanto dinheiro. A resposta do senhor foi mais ou menos esta: «Não lastime a minha riqueza, lastime a sua pobreza».
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

Anúncios