You are currently browsing the daily archive for Domingo, 16 Outubro, 2011.

Jornada de orientação divida em seis etapas denominada «Corrida Aventura» que contou com a participação de cerca de 130 participantes entre a Serra da Estrela e a Serra da Malcata. Reportagem e edição das jornalistas Paula Pinto, Sara Castro, Andreia Marques com imagem de Miguel Almeida da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

Anúncios

Quando, há um ou dois anos, o meu prezado amigo José Carlos Lages me solicitou colaboração para o «Capeia Arraiana», aceitei com a condição de ela ser esporádica, sem periodicidade certa. E, desde logo, adiantei o título geral de «Na Raia da Memória». Pretendia, desse modo, partilhar com os leitores histórias e memórias que se encontrassem no limiar do esquecimento, numa fronteira difusa: tais lembranças só sobreviveriam se fossem passadas a escrito. Regressemos hoje ao manancial inesgotável das memórias da infância aldeã, uma infância semelhante à de muitos dos meus leitores.

Jogos Infantis
de Pieter Brueghel, o Velho (1560). Museu de História da Arte, Viena.

(Clique na imagem para ampliar.)

Adérito Tavares - Na Raia da MemóriaLembro-me como se fosse ontem: tinha eu nove anos, «russo-má-pêlo», joelhos escalavrados, olhos espantados, apanhei a camioneta da Viúva Monteiro ao pé da Garagem. Era Dezembro e, às sete da manhã, ainda lusco-fusco, mal se divisavam os beirais dos telhados escorrendo carapetos. A soprar nas mãos engadanhadas, sentei-me logo atrás do chofer, enquanto o cobrador, o senhor Ismael Bárrios, subia a minha mala para o tejadilho. A minha tia-madrinha Vieira tinha-me entregue ao cuidado da senhora Ascensão para ir pela primeira vez a Lisboa, passar o Natal. O motorista era o senhor António Palocho, que lá foi avançando lentamente, ora por estradas de alcatrão ora de macadame, até ao Barracão, onde era preciso esperar quatro ou cinco horas pelo comboio. Comia-se a merenda nos bancos da estação, explorava-se o túnel da Benespera, fazia-se mais um farraiche nos joelhos, até que se começava a ouvir o apito do comboio lá para os lados da Guarda-Gare. Quando a locomotiva se aproximou, lançando vapor e faúlhas por todo o lado, abri ainda mais os olhos e exclamei: «Ai mãe, ca bitcho!»
Passo por cima da longa viagem e dos viajantes atravancando o corredor com malas, sacas de batatas e cestos de verga com «criação» a grasnar e cacarejar; e passo também por cima das bilhas de Nisa com água fresca; e por cima do túnel do Rossio com a sua fumarada a entrar pelas nesgas das janelas mal fechadas. Lá estava a minha mãe, na plataforma, à minha espera, com o senhor António José Borges, que um dia haveria de fundar o restaurante que todos os raianos conhecem mas que, nesse tempo, era motorista de táxi. Ao sair da estação fiquei deslumbrado com os anúncios luminosos do Rossio, sobretudo o do Fósforo Ferrero, com uns comprimidos brancos a saírem de um molho de espigas amarelas e a entrarem dentro de um tubo.
Depois de 15 dias de deslumbramento regressei a Aldeia do Bispo para acabar a quarta classe e levar mais umas reguadas. Lembro-me do sucesso que eu fazia junto da canalha a contar tudo o que vira em Lisboa. E do dinheirito que fui ganhando a alugar exemplares antigos do «Cavaleiro Andante» e do «Mosquito» que me tinham dado. Nunca ninguém, por aquela raia de Deus, tinha visto banda desenhada!

Camponeses a jogar golfe (Flandres, 1520)
Iluminura de Simon Bening no «Livro de Horas da Bendita Virgem Maria»

(Clique na imagem para ampliar.)

E lá voltei aos velhos jogos infantis: ao eixo, ao pião, à «ricatchica», à «finca-la-fletcha», ao «motcho»… (coloco o t para lembrar a pronúncia, à raiana!) Alguns dos que me lêem lembram-se destes jogos, outros nem por isso. O jogo do «motcho», por exemplo, recordei-o há dias quando encontrei na Internet uma curiosíssima iluminura do século XVI, mostrando gente de há quinhentos anos a jogar golfe. Confesso que me surpreendi e até pensei que a iluminura era forjada. Já se jogava golfe no século XVI? Pesquisando mais um pouco, verifiquei que sim, que se praticava no Norte da Europa (a iluminura é flamenga) há muitos séculos. Pois bem: o princípio do jogo do «motcho» é o mesmo do golfe; só que, em vez de uma bola tínhamos um pequeno pedaço de madeira aguçado dos dois lados, em forma de cunha (era o «motcho»); e, em vez de um buraco, fazíamos no chão um pequeno círculo; cada um de nós tinha uma espécie de «taco» (na verdade um pau com cerca de trinta ou quarenta centímetros), com o qual dávamos uma pequena pancada numa das pontas do «motcho» e, depois, apanhando-o no ar, uma pancada mais forte, que o fizesse voar até longe; ganhava o jogo aquele que conseguisse recolocar o «motcho» dentro do círculo com menos pancadas. E aqui está, era este o golfe dos pequenos raianos de há 50 ou 60 anos!(*)
Muitas vezes esquecemo-nos que a Humanidade é muito antiga e que também as crianças egípcias, ou romanas, ou maias brincavam: com bonecas, com carrinhos e berlindes de cerâmica, com bolas de trapos… Para além da tal iluminura de que falei acima, deixo aos meus prezados leitores a reprodução de um quadro maravilhoso, do pintor flamengo Pieter Brueghel, o Velho, intitulado precisamente «Jogos Infantis», datado de 1560; e deixo-lhes igualmente um desafio: tentem descobrir alguns dos jogos (estão identificados 84) que estes meninos e meninas, ao todo 250, praticavam; verão que também os leitores praticaram muitos deles, quatrocentos anos depois.

(*) Sobre jogos populares (infantis e de adultos) praticados na nossa região, recomendo o livro de Mário Cameira Serra, antigo professor do Instituto Politécnico da Guarda: Jogos Tradicionais ao Serão e na Taberna, Lisboa, Colibri, 2004.
«Na Raia da Memória», opinião de Adérito Tavares

ad.tavares@netcabo.pt

Junto de ti Côa, sinto várias vezes esta inspiração suave, que desprovida de palavras e pensamentos, é capaz de promover este êxtase de consciência total.

(Clique nas imagens para ampliar.)

Só tu e o Universo me rodeiam nesta ânsia e desejo de busca interior para a compreensão da experiência máxima: o Ser. Então, Côa, compreendo que, nada existe na vida material que possa substituir este estado: nem a riqueza material, o dinheiro, o poder, as artes, a ciência, o sexo, a religião, recolhimento, mudança de país ou de tempo, espaço e outras condições. O Ser é bem maior! As coisas que tu fazes sentir… Côa.
«Paixão pelo Côa – fotografia», crónica de Carlos Marques

carlos3arabia@yahoo.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Outubro 2011
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.144.978 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios