Na passada quarta-feira, dia 10, do corrente mês de Agosto, por volta das 18 horas, o telefone tocou em minha casa. Do outro lado falou-me o Sr. Padre Carlos Martins para me dizer que tinha acabado de chegar à sua residência um grupo de jovens, católicas peregrinas, de várias nacionalidades, França, Lituânia, Bélgica, Holanda, China e que tinham como objectivo alcançar Madrid e poderem rezar com o Papa.

Fóios

Pediu-me para comparecer na sua residência para poder conversar com as jovens porque tinham necessidade de pernoitar em Foios e que lhe haviam dito que a Junta de Freguesia possuía quarenta camas.
Desloquei-me a casa do Sr. Padre e fiquei surpreendido com o belíssimo lanche com que havia presenteado as tão simpáticas meninas.
Depois de feitas as apresentações fui convidado, pela Sr.ª D.ª Adélia, irmã do Sr. Padre Carlos, para também me sentar à mesa e participar no lanche, o que aceitei de bom grado.
Através da língua francesa entrámos num diálogo franco e aberto tendo as peregrinas explicado no que consistia esta acção.
Entretanto disseram-me que o maior problema delas era a dormida. Disse-lhes, de imediato, que a dormida não constituiria qualquer problema. Uma das salas do nosso centro de acolhimento ficaria à sua inteira disposição, como de facto aconteceu.
Como as jovens já haviam realizado uma cansativa caminhada, para alcançarem os Foios, tinham absoluta necessidade de descansar.
Depois de lhe ter dado todas as indicações relativas às instalações sanitários e balneários, deixei-as sossegadas e combinámos encontrar-nos no dia seguinte, quinta- feira, na casa do Sr. Padre Carlos visto terem combinado o pequeno almoço para as oito horas.
Por volta das 9.30 horas as jovens, acompanhadas pelo Sr. Padre Carlos, deslocaram-se até à Igreja, onde foi celebrada uma missa por suas intenções.
Às 10.30 horas colocaram as mochilas às costas e caminharam na direcção de Aldeia do Bispo e Lageosa da Raia com a intenção de, ao fim da tarde, poderem chegar a Casillas de Flores onde pernoitariam.
De Casillhas seguiam por Fuenteguinaldo, El Bodon e chegarão a Ciudad Rodrigo durante o sábado, dia 13.
Antes do grupo ter saído de Foios, já mesmo na despedida, entregaram-me uma folha manuscrita que passo a transcrever:

10 de août 2011
En ce premier jour de pélerinage vers notre distination, Ciudad Rodrigo, nous marchions dans ce village fleuri et plein de charme qu`est Foios.
Quelle joie alors pour les 6 pelerins de la Fraternete de Tiberiade (Belgique) que nous sommes de voir l`action de notre «Dieu Tout Amour».
Quel accueil chaleuroux vous nous avez offert, habitants de Foios.
Merci pour le repas abondant et le lieu de repos (l`école, gentimente ouverte pour Mr. le maire) rejouissants aprés une journée dans la chaleur portugaise.
Mais surtout, un imense merci pour vos sourires, vos regards, votre confiance et le dor de vous même.
Nous vous porserons dans nos priéres, tout spécialement aussi durant les JMJ à Madrid oú nous aurons la chance de voir «el Papa Bento XVI».
Quelle joie que le Seigneur nous ait rassemblés!

Que Nosso Senhor vos abençoe!
Obrigado!
Rezaremos por vocês!
José Manuel Campos