Das festas onomásticas, que antes aconteciam em barda na cidade do Sabugal (zés, quins, tós, joões, e outros que tais) apenas a que reúne os maneis se mantém viva e dá mostras de estar para durar.

Ontem, dia 25 de Junho, os persistentes maneis e suas famílias fizeram a sua festa anual, cumprindo aquilo que já é uma tradição, resistindo à voragem dos tempos.
O local do convívio foi mais uma vez o recinto da Senhora da Graça, junto à barragem com o mesmo nome, a pouco mais de dois quilómetros do Sabugal.
Cerca de 50 pessoas, entre maneis e seus familiares, responderam à chamada e passaram um dia festivo, comendo, bebendo, cantando e dançando em louvor de um nome que é muito comum entre os naturais do Sabugal.
A mordomia deste ano, que tudo organizou e a todos mobilizou, foi constituída por Manuel Nabais, Manuel Saldanha, Manuel Mário Ricardo e Manuel Peixoto.
E para que a festa não acabe, foi nomeada a comissão que organizará o convivio de 2012: Manuel Augusto Ramos, Manuel Joaquim Rasteiro, Manuel Sousa Dias e Manuel Andrade.
Manuel vem de Emanuel, nome de origem hebraica que significa «Deus está entre nós». Os entendidos consideram que quem tem o nome Manuel é a pessoa indicada para viver em sociedade e para comunicar com os outros. É alegre e optimista e faz amigos com grande facilidade. Talvez seja por estas características intrínsecas que os maneis não desistem da sua festa onomástica.
plb

Anúncios