You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 11 Janeiro, 2011.

A Associação de Judo do distrito de Coimbra, na sua continuidade em descentralizar as suas provas, optou por realizar, este sábado, 9 de Janeiro, a primeira competição de 2011 na vila de Góis. O Open de Juniores da Associação de Coimbra realizou-se no Pavilhão Municipal que ofereceu excelentes condições para a realização do evento, com cerca de 300m2 de Tatamis.

(Clique nas imagens para ampliar.)

Os competidores vieram desde o Alentejo ao Norte do país, para poderem começar a angariar pontos para o ranking nacional que garante apenas aos 26 primeiros da lista a sua participação no Campeonato Nacional de 20 de Fevereiro.
O Sporting Clube do Sabugal apresentou-se com duas judocas, no que seria uma prova para ganharem ritmo após umas férias de Natal nem sempre propicias á prática desportiva.
Na categoria mais leve, em -48kg, foi Ana Rita Figueiredo que conseguiu alguns pontos e ainda subiu ao terceiro lugar do pódio. Á semelhança da sua irmã, Ana Sofia em -57kg, no seu primeiro ano neste escalão etário, competiu com judocas mais velhas conseguindo no entanto atingir a terceira posição.
Ainda há muito para corrigir, neste inicio de ano, mas a entrada para o ranking nacional que esta prova proporcionou, permitirá às judocas Raianas uma participação menos pressionante no Campeonato Regional que se realizará no Porto ainda este mês.
djmc

Anúncios

Quando alguém está em perigo, na iminência de um drama, logo há quem dê lugar a orações e invocações, apelando à intervenção divina. Em situações limite a fé apresenta-se como único recurso para obviar uma aflição. Foi assim ao longo dos tempos, e um dos testemunhos dessa realidade são os ex-votos, que constituem um património popular de grande valor.

As populações que viviam em pequenas comunidades, estavam entregues a si mesmas, isoladas do mundo, sem meios de socorro, e muitas vezes, perante o desespero, nada mais restava que rezar, apelando a Deus, por intermédio dos santos predilectos e da Senhora Sua Mãe, uma intervenção miraculosa.
Quando havia sinais que as preces foram ouvidas, a gente humilde queria agradecer a intervenção divina. A falta de meios materiais levava o povo a recorrer ao que tinha ao seu alcance. Agradecia através de pequenas e toscas esculturas de madeira ou pinturas em tábuas, que depois se iam depositar na capela ou ermida onde tinha abrigo o santo protector. Eram os ex-votos.
Se foi doença grave, de onde houve cura milagrosa, o crente pegava numa tábua, e ali desenhava o doente a padecer no leito, rodeado da mulher e dos filhos, contemplando a Virgem, que viera para lhe valer. Em rodapé uma legenda, que continha, em português vernáculo, o agradecimento pelo milagre. Mas se foi acidente, o quadro retratava o infeliz momento, contendo sempre a pequena legenda. Se a doença estava numa perna ou num braço o ex.-voto podia ser uma representação em madeira do membro afectado, talhado a podoa e navalha.
Tomemos como exemplo um ex-voto da vila de Gonçalo, concelho da Guarda, depositado na igreja local, onde se representa toscamente um homem a ser mordido no braço por um cão raivoso, com a Senhora no canto superior direito e parte do corpo envolto numa nuvem. Por baixo, a mensagem escrita:
Milagre q. fez N. S. da Mezericordia a Jozé, Prª da Quinta da Gaia, q. mordendo-lhe hum cão danado, N. S. lhe acodio, não teve prigo. No anno 1843.
Diga-se que nem tudo são representações ingénuas, efectuadas por quem não domina as técnicas da arte. Há tábuas que são autênticas obras-primas, onde transluz a sapiência do mestre que produziu uma autêntica peça de arte, de inestimável valor.
Em todo o País, mas em especial nas Beiras, há templos onde os ex-votos estão apinhados a um canto, a tapar um buraco ou servindo de estante improvisada. Noutros casos, as tábuas já desapareceram, porque viram nelas um estorvo e ninguém lhes achou utilidade. Poucos lugares de culto cuidaram deste relevante património, mescla entre a arte popular e a arte sacra, testemunho de fé e objecto de valor artístico que se deveria preservar.
Urge sensibilizar as comissões fabriqueiras das igrejas paroquiais, as comissões que tratam da preservação de capelas e ermidas, as ordens religiosas com lugares de culto a seu cargo, em suma toda a população, para a conveniência em preservar o património religioso que está depositado, mesmo quando parece ser algo sem valor, que apenas ocupa lugar. Em especial, é de atender à recolha e catalogação dos ex-votos, mesmo os mais toscos e em avançada deterioração, pois são um importantíssimo testemunho da fé popular, das preocupações das pessoas, da linguagem utilizada, das doenças e das catástrofes que se abateram sobre as populações. Riquíssimas fontes da História da religião popular e da Etnografia que é necessário guardar em acervo. Em Pinhel felizmente alguns ex-votos foram recolhidos no Museu Municipal, quase todos de invocação a Nossa Senhoras das Fontes.
Podiam-se recolher os ex-votos nos museus de arte sacra, que já vão existindo nos maiores centros, seria uma boa e prática solução. Contudo, sempre se dirá que o ex-voto deve, de preferência, ser contemplado no seu lugar de origem, onde foi depositado por mãos de quem teve fé e quis agradecer uma graça recebida. Em cada lugar há um misticismo próprio, no seio do qual os ex-votos melhor poderão ser apreciados. Por isso se revela importante a recuperação dessas peças de arte e a sua exposição nas igrejas, capelas e ermidas, para que quem passe tenha a real possibilidade de as admirar.
Paulo Leitão Batista

A estrada entre Navasfrias e Fóios vai ser realidade.

José Manuel Campos - Presidente Junta Freguesia Fóios - Capeia ArraianaO Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo, recebeu no passado sábado, dia 8 de Janeiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Presidente da Diputación de Salamanca, Isabel Jiménez Garcia, que se fez acompanhar por dois assessores, os meus queridos amigos Carlos Cortes e o deputado Pepe.
Esta jornada de trabalho veio na sequência da I Feria «Ecoraya» e teve como pano de fundo o fortalecimento das relações transfronteiriças entre os nossos territórios.
O troço de la carretera Navasfrias – Foios, de apenas dois quilómetros e meio, foi analisado e ficou decidido que os trabalhos deverão ter início muito brevemente. Parabéns, Presidente António Robalo. A diplomacia e a abertura dão, de facto, bons resultados.
Na qualidade de Presidente de Junta da Freguesia de Foios não posso deixar de me congratular com estes bons resultados visto que também não me tenho poupado a esforços para que estas ligações sejam, na verdade, efectivas.
Desde que foi asfaltado o troço Navasfrias – Aldeia do Bispo tem-se notado, francamente, um enorme fluxo de pessoas bens dos dois lados da fronteira e tenho verificado que o desenvolvimento sócio-económico tem sido uma realidade.
Está provado que sem boas vias de acesso não há progresso e desenvolvimento.
Tenho plena consciência que o sucesso do «assador gigante» de castanhas, que levámos desde Foios à feira de Salamanca «Ecoraya», também foi pretexto para que se tivesse falado mais nas relações transfronteiriças e que o referido troço Navasfrias – Foios tivesse sido discutido e avivado.
Vamos continuar a trabalhar de frente porque temos, na verdade, muito para fazer.
Olhos nos olhos. De espaldas jamás!
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com

Vou transcrever umas palavras que vinham no Diário Económico em Outubro do ano passado, e que foram escritas por um tipo chamado Pinto Castro. Nelas está contida a verdadeira e pura ideologia Neoliberal.

António Emidio«A Democracia é a suprema superstição contemporânea (…) Estou seguro que se estivermos governados por sábios insensíveis aos gritos da rua, um futuro brilhante nos espera. O Mundo é demasiado complexo para admitir que as empresas dependam dos caprichos dos ignorantes eleitores, em grande medida os parasitas do Estado de Bem Estar. Talvez haja trabalho para todos, mas a verdade é que nem todos querem trabalhar. Talvez alguns se sintam ofendidos com as desigualdades económicas, mas temos de recompensar o mérito. Os que estão a mais ver-se-ão obrigados a aceitar que, como o reverendo Malthus proclamou de maneira sucinta “ não há lugar para eles no banquete da natureza».
O que acabou de ler querido leitor(a) é uma apologia à escravatura, é uma violência psicológica própria de um nazi. Dirão os politicamente correctos que isto não passa de uma diatribe a que ninguém passa importância. O grande problema é que esta diatribe nos tempos que correm torna-se auto-reprodutiva e vírica. Os portugueses e, não só, já sofrem no corpo e na alma a prática deste teórico nazi. Vejamos: Em Portugal, o salário mínimo REAL no ano de 2010 foi aproximadamente 15% mais baixo do que em 1974. Um em cada três portugueses ganha menos de 500 euros mensais, um milhão de trabalhadores. Aproximadamente 85% dos pensionistas portugueses vivem com 360 euros mensais, ou seja, 1 milhão e 900 mil portugueses. Cerca de 50.000 pessoas passam fome em Portugal. A pobreza, segundo o INE, atinge 20% dos portugueses, haverá portanto em Portugal 2 milhões de pobres, cifra esta que irá aumentar, porque em 2011 teremos os 200.000 desempregados sem protecção social.
Na Inglaterra, a velha Albion, poderosa e rica, exemplo de modernidade e progresso, o governo irá retirar uns 9 mil milhões de euros da protecção social, o que vai dar origem a mais de 1 milhão de novos pobres nos próximos três anos. Como será numa Grécia? Numa Roménia? Numa Irlanda ? E noutros…
Os povos europeus têm de rebelar-se contra estas oligarquias financeiras, económicas e, também contra os políticos que as seguem cegamente. É inadmissível que as bolsas de valores, os bancos e as grandes empresas decidam quem deve viver e quem deve morrer. Zapatero em Espanha retirou 460 euros mensais aos desempregados de longa duração (os mais idosos que têm dificuldade em encontrar trabalho) só por essa medida, a Bolsa de Madrid subiu!!! Esses mesmos especuladores estão a atacar presentemente as colheitas e reservas de trigo e milho a nível mundial, irão jogar o seu valor na bolsa, e decidirão o preço a que deve ser vendido o trigo e o milho, ou seja, só comerá quem eles quiserem, como? Basta aumentar os preços, e os povos do terceiro mundo, e não só, deixarão de comer o trigo, o milho e seus derivados, em suma, o pão!
Temos de lutar contra estes totalitarismos. Há políticos, mercados (banqueiros e grandes empresários) que deviam ser julgados em tribunais especiais. Não se criou o tribunal de Nuremberga para julgar os crimes nazis? Não é crime lançar seres humanos no desemprego, na pobreza e na fome? Sem trabalho e sem pão não há futuro.
Há uma coisa que não convém esquecer, a violência é a parteira da história.
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Janeiro 2011
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.152.392 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios