You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 7 Dezembro, 2010.

O assador gigante de castanhas, que a Junta de Freguesia dos Fóios encomendou a um serralheiro de Aldeia Velha, vai até Salamanca, à feira Ecoraia, onde servirá para assar um magusto à portuguesa, que certamente maravilhará os visitantes do certame.

O presidente da Junta de Freguesia dos Fóios, José Manuel Campos, revelou que o assador foi solicitado por «alguns técnicos e políticos da Diputación de Salamanca que, há cerca de quinze dias, jantaram nos Fóios». A Junta aceitou prontamente o desafio e o assador, que já serviu com sucesso para assar as castanhas no magusto anual entre Fóios e Eljas, viajará até Espanha. E José Manuel Campos, não se ficará apenas pela cedência do novo equipamento: «Fóios associa-se ao evento levando trezentos quilos de castanhas, o respectivo assador gigante, dez garrafões de jeropiga, a caruma e a carqueja».
O magusto a servir aos visitantes da feira de Salamanca será portanto inteiramente do concelho do sabugal, mais propriamente dos Fóios, que é uma das freguesias que produzem mais castanha.
O magusto português acontecerá no primeiro dia da feira, no sábado, dia 11 de Dezembro, com o início marcado para as 15h30, hora portuguesa.
A Câmara Municipal do Sabugal vai participar nesta primeira Feira Transfronteiriça, que terá lugar nos dias 11 e 12 do corrente mês de Dezembro, através de alguns produtores do concelho do Sabugal que aí exporão os seus produtos, nomeadamente os enchidos da Rebolosa, os produtos da Colónia Agrícola de Martim Rei e os queijos da Lactibar.
plb

Anúncios

Haja saúde e coza o forno, diz o povo quando tem de se abstrair do acessório, apegando-se ao fundamental. A maior riqueza é o vigor físico e mental, que se obtém primeiramente pela abundância de alimento, desde sempre simbolizado pelo pão. Este sentir era mais vivido nos tempos que já lá vão, quando as nossas aldeias andavam prenhes de gente.

Para que o pão chegasse ao forno era necessário semear o cereal, ceifá-lo no tempo certo e carrejá-lo para a eira onde seria debulhado. A malha, assim se chamava à debulha, era efectuada à custa de força braçal, numa operação que juntava dezenas de pessoas na eira, em árdua e afanosa tarefa. A eira era, via de regra, património de toda a comunidade, usada em adua, segundo regras seculares que todos respeitavam. Em terras pedregosas, onde campeavam os grandes afloramentos graníticos, a eira era uma laja comprida e algo nivelada. O barroco servia de tapete aos molhos de cereal, que eram desatados pelas mulheres e dispostos em fila, com as espigas ao léu, voltadas para o centro. De volta os homens formavam duas alas e manejavam ao desafio o mangual, instrumento de madeira com que sovavam as espigas para que o grão se libertasse.
Em terras menos propensas ao lajedo, a eira era em qualquer lugar, ainda que fosse um lameiro, adaptado ao efeito durante esta fase. Claro que a laja ajudava à função, mas na sua falta a malha não deixava de se realizar, preparando-se de forma conveniente outro local para esse mesmo efeito.
O trabalho nas eiras era duro, mas de forte vivência colectiva. Era para lá que confluía o povo da aldeia durante todo o mês de Julho. Trabalhava-se duro, em sistema de ajuda mútua, e comia-se em abundância, sendo também muito o vinho que corria dos garrafões e borrachas para o bucho dos malhadores. Cantava-se ao desafio e dançava-se no final das jornadas, quando alguém burilava modas em acordeão ou em realejo. Bastas vezes a eira era local de contenda, sempre que zangas e rivalidades vinham à tona, instigadas pelo muito vinho emborcado, britando os pírtigos algumas cabeças.
As eiras, hoje abandonadas, estão em algumas povoações a ser destruídas. As lajas têm sido estoiradas para uso na construção. Nalguns casos foi sobre as pedras das eiras que se ergueram novas casas, num tremendo ataque ao património popular que cada aldeia deve preservar.
Paulo Leitão Batista

A freguesia acastelada de Vilar Maior, no concelho do Sabugal, é uma terra com séculos de história. No dia 5 de Dezembro foram comemorados os 500 anos do Foral Manuelino de Vilar Maior. Reportagem de Sara Castro com imagem de Sérgio Caetano da Redacção da LocalVisãoTv (Guarda).

Local Visão Tv - Guarda
Vodpod videos no longer available.

jcl

A I Feira Eco-Raia decorre no fim-de-semana de 11 e 12 de Dezembro de 2010 no Recinto de Feiras de Salamanca. A organização pertence à organização da Comunidade de Trabalho BIN-SAL (Beira Interior Norte – Salamanca) constituída pelos Municípios do Sabugal, Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel e Trancoso e pela Diputación de Salamanca.

Eco-Raia - SalamancaA I Feira Transfronteiriça de Produtores Ecológicos e Artesanais – Eco-Raia – pretende dinamizar o tecido produtivo e a coesão social do território, contando a mesma com a participação de mais de 100 produtores de ambos os lados da fronteira.
Durante a mostra serão distribuídos oito catálogos sectoriais (com uma tiragem de 18 mil exemplares) de produtores ecológicos e artesanais do território da BIN-SAL, como o azeite, vinho, queijo e derivados lácteos, enchidos ou mel a fim de realçar o valor deste tipo de produtos.
No recinto da feira de Salamanca realizar-se-ão acções de promoção económica entre produtores, restaurantes e empresas de distribuição deste tipo de produtos, com o objectivo de delinear estratégias conjuntas para o desenvolvimento do mercado transfronteiriço.

Página Oficial da I Feira Eco-Raia. Aqui.
jcl (com C.M. Sabugal)

Se por acaso eu explorar uma mulher sexualmente e disso ganhar dinheiro, perante a sociedade e a lei, não passo de um sórdido proxeneta. Como se chamam então aqueles que nos seus jornais privados publicitam centenas de mulheres que se prostituem, e disso arrecadam milhares e milhares de euros de lucro? Empresários da comunicação social, nem mais…

António EmidioHá um bom par de anos, ao beber uma cerveja num café aqui da nossa cidade, acompanhado de um amigo, cuja profissão está relacionada com a justiça, e que faz parte da diáspora concelhia, abri um jornal diário que estava no balcão e mostrei-lhe as páginas da publicidade referentes à prostituição. Fiz-lhe a pergunta com a qual começo este artigo. Ele respondeu-me tecnicamente e não moralmente, ou seja, segundo a justiça a diferença é abissal. Retorqui que não, com toda a delicadeza disse-me que eu estava a ser radical.
Acontece que presentemente a União Europeia está a tomar medidas para terminar com os anúncios de contactos (publicidade à prostituição), considerando isso proxenetismo. Empresários da imprensa privada, através dos seus lobbys, já conseguiram que governantes nos seus países tenham afirmado que ao eliminar os anúncios de prostituição não vai ajudar em nada a imprensa no actual momento de crise. O negócio dos anúncios de prostituição movimenta em alguns países europeus 40 milhões de euros anualmente.
Os anúncios também têm a sua parte dramática, há mulheres que são fotografadas pelos proxenetas e pelas máfias que as traficam, enviando depois tudo para jornais e revistas, acontece que os familiares delas ao terem acesso a esses meios de comunicação apercebem-se da vida que elas levam e, outras são chantageadas por tipos sem escrúpulos que as ameaçam que mostrarão tudo a familiares e amigos se por acaso não trabalharem também para eles.
Para terminar, querido leitor(a), aqui ficam alguns números referentes a sexo nas páginas da Internet: há 23 milhões de páginas de conteúdo pornográfico. Por segundo, acedem a elas perto de 30 mil internautas. Mas a pornografia infantil é a mais procurada, uma média diária de 120 mil procuras.
O negócio do sexo cada vez movimenta mais gente e dinheiro.
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

O escritor Manuel Poppe esteve no Sabugal, onde visitou o castelo das cinco quinas, o que lhe inspirou a crónica publicada na Página de Cultura do Jornal de Notícias de domingo, dia 5 de Dezembro, intitulada «O Castelo e a Arte».

Manuel Poppe e Manuel António PinaO escritor de Lisboa, que cresceu e estudou na cidade da Guarda, e que correu mundo enquanto adido cultural em diversas embaixadas portuguesas, começou a sua crónica falando de um outro escritor português que também se maravilhou com o monumento: «Sant’Anna Dionísio escreveu, a propósito do Castelo do Sabugal: “A fisionomia da fortaleza tem a nitidez de uma iluminura de cancioneiro ou livro de horas”. E aponta-lhe a beleza despida e a harmonia que a imponente torre de menagem coroa.»
Manuel Poppe, revela que esteve recentemente na Casa do Castelo, «espécie de centro cultural, que divulga a cidade», onde almoçou com os proprietários, Natália e Romeu Bispo, visitando depois o castelo onde se impressionou com o facto do monumento estar desaproveitado.
«(…) levaram-me ao Castelo. Deslumbrante! E um lugar me impressionou e surpreendeu: o terreiro interior, espaçoso, elegante. Ali, o eco repete as palavras, prova de excelente acústica. Surpreendeu-me saber que pouco o aproveitam para iniciativas artísticas. Aquilo é um anfiteatro grego! Qual a razão do abandono? Tem, aliás, o necessário: palco, bancadas e camarins. Alguma vez o usaram, mas parece que baixaram os braços. Imaginei um ciclo de espectáculos: teatro, cinema, música. Coisa de relançar o Sabugal e atrair gente. Nada tem de impossível, tudo tem de conveniente. É um tesouro a não ignorar. Fico à espera – e serei o primeiro a querer bilhete. Ou aquela Câmara Municipal despreza a Cultura?»
plb

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Dezembro 2010
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.140.558 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios