You are currently browsing the daily archive for Segunda-feira, 22 Novembro, 2010.

As Comunidades da Unidade Pastoral do Planalto do Côa reuniram-se na Ruvina, no Domingo, dia 14 de Novembro, para participarem no magusto inter-paroquial.

(Clique nas imagens para ampliar.)

Padre Hélder LopesDepois de Ruivós (2008) e de Vale das Éguas (2009) terem organizado esta actividade, este ano a Ruvina foi a terra anfitriã do Magusto Inter-Paroquial das Comunidades da Unidade Pastoral do Planalto do Côa.
O Domingo foi preparado com muito cuidado. Ao longo de vários dias muitas pessoas se empenharam nos preparativos para que tudo corresse bem. As previsões atmosféricas ameaçavam estragar os planos, mas até o sol quis participar neste encontro, brindando-nos com a sua presença e alegria ao longo do dia.
Logo cedo, depois das Celebrações Dominicais de cada paróquia, muitos paroquianos das diversas comunidades (Badamalos, Bismula, Rapoula do Côa, Ruivós, Ruvina, Vale das Éguas e Vilar Maior) começaram a chegar ao largo da igreja da Ruvina, uns de transporte próprio, outros nos transportes disponibilizados para o efeito. Às 11.00 horas já a pequena igreja estava repleta. Fizeram-se os ensaios e às 11.30 horas começou o momento mais importante do dia. A Eucaristia foi celebrada com muito encanto. Na assembleia ocuparam lugar de destaque as crianças, adolescentes e jovens das diversas comunidades paroquiais. Os cânticos entoaram-se com beleza. Os altares foram enfeitados com muito esmero. Os acólitos emolduraram o presbitério rodeando o pároco, o Diácono Lucas Fernandes e o jovem André Barros. Rezou-se de forma especial pelos nossos Seminários.
Depois da Celebração Eucarística, passou-se da mesa do altar para a mesa do convívio e da refeição fraterna. No pavilhão das festas, junto ao ringue, foi servido o almoço preparado por um pequeno grupo de pessoas muito diligente. Depois das entradas, foi servida a canja de galinha, carnes assadas acompanhadas de arroz e fruta da época. Dias antes, os paroquianos das diversas paróquias foram convidados a partilhar as sobremesas. As mesas que lhes estavam destinadas rapidamente ficaram repletas de iguarias que saltavam aos olhos e faziam água na boca. Ninguém contou as pessoas presentes, mas os 170 pratos de cerâmica que estavam preparados não chegaram para todos. Foi necessário recorrer a pratos de plástico guardados para as eventualidades. Tudo foi preparado com muita perfeição.
Já com a barriga acomodada foi tempo de desfazer as calorias do almoço. Rapidamente se organizaram os jogos que estavam preparados e muitos se puderam divertir. Houve jogos tradicionais para todos os gostos, idades e feitios, desde os jogos de cartas, aos mini-torneios de «futebol de 5», até aos jogos de cordas. Organizaram-se corridas de sacas, corridas de pares, jogo do balão, jogo do ovo, jogo da maçã, jogo da malha, jogo do prego, jogo da testa entre outros… Foi uma tarde muito bem passada que ajudou pequenos e graúdos a celebrar o Domingo de forma diferente.
Como um dos motivos do encontro era o magusto, o dia não poderia ter terminado sem as castanhas assadas e a jeropiga. Também aqui houve castanhas para todos os gostos, desde as assadas no tradicional monte de caruma, até às assadas em modernos recipientes que permitem um melhor aproveitamento do fruto do castanheiro. Como é natural, alguns chegaram a suas casas irreconhecíveis!
Este dia só foi possível graças à organização feita pela Paróquia da Ruvina com o apoio da Junta de Freguesia local, do Centro Social e Cultural da Ruvina e da Casa de Cristo Rei.
Pe. Hélder Lopes

Anúncios

O Sporting Clube do Sabugal participou com seis judocas no II Torneio da Associação Académica da Universidade de Aveiro. As judocas raianas Joana Carreira e Beatriz Pinheira alcançaram o primeiro lugar na categoria «Benjamin».

(Clique nas imagens para ampliar)

A importância que o judo tem vindo a ter no desenvolvimento desportivo em muitos pontos do país e na vida estudantil está bem patente na realização do II Torneio da Associação Académica da Universidade de Aveiro. Foi no pavilhão da Universidade que, no passado sábado, 20 de Novembro, se juntaram mais de 200 pequenos judocas dos 3 aos 12 anos.
Como é habitual e sempre que possível o Sporting Clube do Sabugal está presente nestas competições.
Todos os participantes e em especial os seis judocas raianos estão de parabéns, pois para muitos foi uma estreia bem sucedida.

NOME ESCALÃO ETÁRIO CLASSIFICAÇÃO
Emanuel Martins Iniciado 2.º
Pedro Carreira Iniciado 3.º
Hristo Kurtov Iniciado 3.º
Eduardo Castilho Benjamin 3.º
Joana Carreira Benjamin 1.º
Beatriz Pinheira Benjamin 1.º

A importância da participação no evento garante o acumular de experiência competitiva, desde o stress que os atletas enfrentam à gestão de esforço e atitude desportiva.
No final do Torneio, os participantes para além dos prémios merecidos, foram brindados com um lanche para recuperarem forças.
Como sempre o regresso foi festivo, mostrando alguns atletas alguma ansiedade para a participação no próximo Torneio.
djmc

O Comando Territorial da Guarda comemora no próximo dia 2 de Dezembro, o segundo aniversário através de uma cerimónia militar a realizar no Parque Urbano da cidade, no Rio Diz.

GNRSegundo o comunicado semanal da GNR, para comemorar a efeméride o Comando Territorial da Guarda, «vai levar a efeito um conjunto de actividades que se pretendem simples mas, como é tradição e apanágio da Guarda Nacional Republicana, eivadas do maior brilhantismo e dignidade».
Segundo o Programa, às 14h30 haverá a recepção das entidades convidadas, às 15h15 terá início a cerimónia militar e no final, às 17h00, será servido um porto de honra.
Durante a semana transacta a GNR da Guarda efectuou 13 detenções, nove em flagrante delito e as demais pelo cumprimento de mandados judiciais.
No mesmo período foram elaborados 309 autos de contra-ordenação, na sua maior parte por infracções à legislação rodoviária.
Registaram-se 30 acidentes de viação, sendo 16 por motivo de colisão entre veículos, 11 por despiste e três por atropelamento. Destes acidentes resultaram dois feridos graves e quatro feridos leves.
Em 19 de Novembro, o Posto Territorial de Almeida, deteve dois indivíduos, de 21 e 40 anos, residentes em Benespera e em Gonçalo, quando conduziam um veículo que tinham furtado na madrugada desse mesmo dia, em Vilar Formoso. Na mesma acção foram ainda recuperados um computador portátil e um telemóvel que se encontravam no interior do veículo, aquando do furto. Os suspeitos, já com antecedentes criminais, foram notificados para comparecerem no Tribunal da Guarda, tendo no entanto faltado.
No dia 15 de Novembro, as Secções de Programas Especiais dos Destacamentos Territoriais da Guarda, Gouveia, Pinhel e Vilar Formoso realizaram acções de sensibilização, subordinadas ao tema «Apoio 65 – Idosos em Segurança», em freguesias dos concelhos de Gouveia, Foz Côa e Sabugal. Assistiram às acções 101 idosos.
Entre dias 16 e 19 de Dezembro, realizaram 14 acções de sensibilização subordinadas aos temas «Prevenção Rodoviária» e «ser feliz em Segurança», em escolas dos concelhos de Aguiar da Beira e Guarda. Nas acções estiveram presentes 323 alunos e 15 professores.
plb

A vereadora socialista Sandra Fortuna defendeu em reunião do executivo municipal do Sabugal que a construção da estrada de ligação do Sabugal à A23 é uma obra utópica, cujos trabalhos devem parar imediatamente, pondo termo a um gasto de verbas exorbitantes que pode colocar a câmara perante grandes dificuldades financeiras.

A vereadora do Casteleiro, defendeu a medida numa reunião realizada em 27 de Outubro, em que se debateu uma alteração ao orçamento municipal face à necessidade de reforçar as verbas para custear os trabalhos naquela obra. Os eleitos do PS votaram contra a proposta, que recebeu os votos favoráveis dos vereadores do PSD e obteve a abstenção do vereador do MPT, Joaquim Ricardo, o que obrigou o presidente António Robalo a fazer uso do voto de qualidade para aprovar a proposta.
Após a votação Sandra Fortuna fez uma declaração de voto justificativa da posição tomada: «Os vereadores do Partido Socialista votam contra por não concordarem com as verbas exorbitantes para a referida obra. Como já foi dito por nós, trata-se de uma obra utópica, com gastos excessivos e capaz de levar a câmara a grandes dificuldades financeiras. Como temos responsabilidade política e já demonstrámos por várias vezes, é nosso entendimento que a obra pare imediatamente.»
Joaquim Ricardo, que tem sido um adversário da obra, optou pela abstenção, viabilizando assim a aprovação da sua continuidade. Porém no final da votação fez também uma declaração de voto, afirmando que se abstivera porque esperava por uma análise aos trabalhos e aos correspondentes gastos entretanto realizados. Mesmo assim não deixou de criticar a obra: «Entendo e sempre entendi que este projecto, para além dos custos previsíveis serem insuportáveis para o executivo, a sua realização não traz ao território valor acrescentado justificável».
Capeia Arraiana falou com Sandra Fortuna que disse que a posição agora assumida pelos elementos do PS era coerente com o que sempre defenderam. «O mesmo não se passa com Joaquim Ricardo que de crítico assumido da execução da obra passou a tolerá-la ao optar pela abstenção nas votações sobre o assunto», disse a vereadora socialista.
Considera que a obra é uma aventura muito mal planeada e indevidamente suportada pela câmara, não tendo sido feito o necessário para que a mesma fosse assumida pelo governo. Sobre o que deve ser decidido face aos gastos necessários para a continuidade dos trabalhos, a vereadora do Casteleiro mantém-se peremptória: «Ou o poder central assume a obra ou, caso contrário, a mesma tem de parar, já que a câmara não tem condições financeiras para a manter».
plb

Tem sido recorrente, nos últimos tempos, o envio de e-mails e a proliferação de artigos de opinião onde se defende que o regime político em que vivemos chegou o chegará ao fim, após 37 anos, a completar em Abril do próximo ano. A culpa é, claro, dos partidos políticos, que são «todos iguais».

João Aristídes Duarte - «Política, Políticas...»A alternativa que nos propõem só poderá ser um regime do tipo daquele que terminou em 25 de Abril de 1974, ou seja o tal em que não havia partidos políticos, ou melhor havia só um, a União Nacional. Alguns até o escrevem descaradamente, e nem me refiro ao Dr. Leal Freire e às suas crónicas com títulos como «A Lição de Salazar». Embora não concorde, nem um bocadinho, com o que escreve o Dr. Leal Freire, em defesa da ditadura salazarista, até compreendo que o escreva. O pior é quando esses artigos de opinião são escritos por pessoas mais jovens que têm um conceito completamente distorcido do que foi o regime salazarista.
É evidente que quem escreve esses artigos ou o faz de má-fé (em muitos casos) ou o faz sem conhecimento daquilo que escreve.
Há, no entanto, duas coisas a que os tais cronistas nunca se referem: a PIDE, porque sabem bem quanto foi odiada e ninguém tinha mais paciência para não poder ir ao café criticar os “políticos” e o tipo de escola que existia no tempo da Ditadura. Neste último caso, em que não existia indisciplina (devo, no entanto, referir que como professor e porque nunca me comportei mal enquanto estudante, não consigo, por mais que tente, compreender como há tanta indisciplina e o Governo nada faz para a combater), os cronistas não querem o regresso dessa escola. Como a poderiam querer se não havia Associações de Pais e o professor era respeitado? Isso não, que está fora de moda…
Critica-se o regime, que saiu da Revolução de 25 de Abril de 1974, afirmando que só favorece os políticos, quando o que se passa é que esse regime já nada tem a ver com o saído da Revolução. Ou não tivesse havido um 25 de Novembro que colocou o país na via da «normalização».
Com certeza que, de 25 de Abril de 1974 até 25 de Novembro de 1975 não foi para favorecer os políticos ou andar de cócoras perante o poder económico que a Revolução existiu.
É isto que a maior parte dos cronistas esquece.
Efectivamente, o regime que estamos a viver não é, verdadeiramente, fruto do 25 de Abril, mas sim do 25 de Novembro.
As sucessivas revisões constitucionais retiraram quase tudo o que havia de benéfico para o Povo na Constituição da República (já pouco resta). E, em contrapartida, colocaram ao serviço de uma certa classe política, uma série de benesses que não estavam na Constituição original. Tudo, sempre, com o beneplácito do PS e PSD (e nalguns casos do CDS) e com o sistema neo-liberal a tudo comandar, incluindo esses mesmos políticos que são uns meros serventuários do verdadeiro poder, que é o económico/financeiro.
Nas eleições para a Constituinte, realizadas em 1975, nenhum membro das mesas de voto era remunerado pela sua função. Este sistema ainda continuou em vigor durante alguns anos, mas depressa foi abandonado. Hoje, e desde há uns anos a esta parte, os membros das mesas de voto recebem uma remuneração pela sua actividade. Tudo, portanto, «normalizado».
Os membros das Juntas de Freguesia, durante anos e já em Democracia, não usufruíam de qualquer remuneração e hoje retira-se uma parte do orçamento dessas mesmas freguesias para remunerar os seus membros. Tudo, mais uma vez, «normalizado» (ou como alguém diria «pelos padrões europeus»). Queixam-se, depois, esses cronistas que a classe política leva uma parte do orçamento em mordomias. Mas não tornam a culpa aos verdadeiros responsáveis pelas sucessivas revisões constitucionais que adulteraram, por completo, o espírito original da Revolução.
Não foram os partidos que estão fora daquilo a que se costuma chamar o «arco do poder» que votaram a favor dessas mordomias aos políticos. No entanto, o eleitorado não tem qualquer pejo em andar a criticar essas benesses e voltar a cair no mesmo. Se o PS está nas horas da amargura (e parece que está, porque grandes «opinion-makers» já começaram a criticá-lo, quando o adulavam, o que é sintoma de que se preparam para as novas benesses do novo poder político, que esses nunca dão «ponto sem nó») toca a escolher o PSD que nos vai salvar. Depois arrependem-se (mais uma vez) e lá vem o PS (outra vez) salvar isto. Esses dois partidos são os chamados «Salvadores da Pátria».
Estou à vontade para o escrever porque sempre votei (nunca me abstive), nunca votei branco ou nulo e nunca nenhum deputado (que são tão criticados) foi eleito com o meu voto. Ah! e nunca me arrependi do meu sentido de voto.
«Política, Políticas…», opinião de João Aristides Duarte

(Deputado da Assembleia Municipal do Sabugal)
akapunkrural@gmail.com

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR) tornou público pelo aviso n.º 18463/2010 publicado no Diário da República que o período de discussão pública do Plano Regional de Ordenamento do Território (PROT-Centro) decorre entre 28 de Setembro e 30 de Novembro de 2010. O Governador Civil da Guarda, Santinho Pacheco, entendeu organizar uma reunião com autarcas do distrito para debater o famoso documento.

Santinho Pacheco - Governador Civil da Guarda - António Robalo - Presidente Câmara Municipal SabugalA Lei de Bases da Política de Ordenamento do Território e do Urbanismo (LBPOTU) estabelece que os Planos Regionais de Ordenamento do Território (PROT) são instrumentos de desenvolvimento territorial, de natureza estratégica, de âmbito regional.
A elaboração dos PROT é da competência das CCDR cabendo-lhe definir as estratégias regionais de desenvolvimento territorial, integrando as opções estabelecidas a nível nacional e considerando as estratégias municipais de desenvolvimento local, constituindo o quadro de referência para a elaboração dos planos especiais, intermunicipais e municipais de ordenamento.
O Governo através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 31/2006, de 23 de Março, determinou a elaboração do PROT-Centro e estabeleceu orientações relativas aos objectivos estratégicos, ao modelo territorial e ao respectivo âmbito territorial. Este três instrumentos legais balizam a proposta de plano no que respeita aos princípios, objectivos gerais e
estratégicos do Plano Regional do Ordenamento do Território do PROT-Centro.
O âmbito territorial do PROT-Centro inclui a área geográfica de intervenção da CCDR-Centro com uma extensão de 23 659 Km2, abrangendo 1 783 596 habitantes distribuídos por 78 municípios: Águeda, Aguiar da Beira, Albergaria-a-Velha, Almeida, Alvaiázere, Anadia, Ansião, Arganil, Aveiro, Batalha, Belmonte, Cantanhede, Carregal do Sal, Castanheira de Pêra, Castelo Branco, Castro Daire, Celorico da Beira, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Covilhã, Estarreja, Figueira de Castelo Rodrigo, Figueira da Foz, Figueiró dos Vinhos, Fornos de Algodres, Fundão, Góis, Gouveia, Guarda, Idanha-a-Nova, Ílhavo, Leiria, Lousã, Mação, Mangualde, Manteigas, Marinha Grande, Mealhada, Mêda, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Mortágua, Murtosa, Nelas, Oleiros, Oliveira de Frades, Oliveira do Bairro, Oliveira do Hospital, Ovar, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Penalva do Castelo, Penamacor, Penela, Pinhel, Pombal, Porto de Mós, Proença-a-Nova, Sabugal, Santa Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Seia, Sertã, Sever do Vouga, Soure, Tábua, Tondela, Trancoso, Vagos, Vila de Rei, Vila Nova de Paiva, Vila Nova de Poiares, Vila Velha de Ródão, Viseu e Vouzela.

CCDR Centro. Discussão Pública. Aqui.

Rádio Altitude on-line (90.0 FM). Aqui.

Rádio Altitude – Reportagem no Governo Civil da Guarda com intervenções de Santinho Pacheco (G.C. Guarda), António Robalo (C.M. Sabugal), Virgílio Bento (C.M. Guarda) e Álvaro Amaro (C.M. Gouveia).

jcl

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Novembro 2010
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.152.035 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios