«O presidente da Comissão Parlamentar de Economia e Finanças de Timor-Leste, Manuel Tilman, afirmou que a Lei do Fundo Petrolífero permite a aplicação de até quinhentos milhões de dólares (368,9 milhões de euros), na dívida portuguesa.» (in Diário Digital).

João Valente - Arroz com Todos - Capeia ArraianaNa mesma cidade viviam dois homens.
Um passava por rico, à fama de pergaminhos antigos de família, embora já não o sendo; e o outro era pobre, completamente indigente.
Uma tarde de Inverno, enquanto o frio glacial envolvia o mundo, os dois desceram ao largo principal; o primeiro para a sua habitual tertúlia no café central, e o segundo a pedir, como de costume, na esquina mais frequentada.
Cruzando-se no jardim envolto num véu de neblina de fim de dia, e vendo a boa aparência do pobre, o rico falou primeiro:
Boa tarde! – disse –. Vejo que tens um chapéu novo!
– Deram-mo…
– E uma roupa catita…
– Também ma deram…
– E umas botas…
– Também mas deram…
– Afinal a vida corre-te bem. Chapéu… Roupa… Botas…
– As pessoas têm sido generosas…
– e estendendo o chapéu – Dá-me qualquer coisa também!
O rico meteu as mãos nos bolsos e viu que estavam vazios. E percebendo que nem dinheiro tinha para o café:
– Emprestas-me cinquenta cêntimos?
– Como, se ando ao mesmo?

O pobre recolheu o chapéu; o rico seguiu caminho.
O rico chamava-se Portugal; o pobre, Timor…
«Arroz com Todos», opinião de João Valente

joaovalenteadvogado@gmail.com