You are currently browsing the daily archive for Terça-feira, 9 Novembro, 2010.

O Partido Socialista do Sabugal fez chegar à Comissão de Coordenação para o Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) propostas de alteração ao projecto de Plano Regional de Ordenamento do Território da Região Centro (PROT-Centro), que genericamente consideram ser um documento que não serve a Beira Interior e muito menos o Concelho do Sabugal.

PSPara os responsáveis do PS do Sabugal a aprovação do plano nos moldes em que se encontra elaborado conduzirá, a breve prazo, «ao esvaziar das aldeias destes concelhos, sendo as pessoas atraídas/induzidas a se fixarem nas sedes de concelho ou nas grandes cidades, onde encontrarão resposta facilitada para as suas necessidades pessoais e profissionais». Defendem que o documento ignorou completamente o Concelho do Sabugal: «já nem se trata de estratégias, trata-se de apagar do mapa o nosso Concelho».
A proposta apresentada à CCDRC defende haver uma alternativa que adopte «políticas voluntaristas de funcionamento em rede dos diferentes territórios da Beira Interior, mais ou menos densamente ocupados» e que conjugue as fortes dinâmicas de desenvolvimento das cidades principais com as dinâmicas de desenvolvimento local de menor amplitude, mas de importância fundamental para as populações que lá residem e trabalham. No fundo, «uma alternativa que entendesse as relações transfronteiriças locais como oportunidades de desenvolvimento».
Por acreditarem que ainda é possível alterar esta situação, os Vereadores e os Deputados Municipais do Partido Socialista enviaram para a CCDRC duas propostas.
A primeira propõe, pura e simplesmente, que se anule o que está feito e se elabore um novo documento. A segunda, por não acreditarem que a CCDRC aceite anular o documento colocado à discussão pública, propõe um conjunto de alterações às Normas Orientadoras que permitiriam melhorar o documento.

Documento para download. Aqui.
plb

Anúncios

Em deambulação pelo rico património da Beira-Côa, muito dele esquecido e menosprezado, importa ir ao encontro de um pequeno e simples monumento, de características eminentemente populares, que raramente falta nas cercanias de cada aldeia. Trata-se do calvário, em geral tosco monumento que evoca a cruz onde expirou o Redentor. A construção, quase invariavelmente de bruto granito, recorda a dor da caminhada de Cristo, a subir o monte sobranceiro a Jerusalém, a que chamavam Calvário (em hebreu Gólgota – caveira), onde, no crucho, foi cravejado na cruz que transportou.

A fé e a religiosidade imanente dos habitantes das nossas aldeias, levou a que nunca descurassem as facetas da vida de Cristo, desde a Anunciação à Redenção, e muito do património popular tem que ver com este aspecto da vida comunitária. Os calvários representam a cruz onde o Salvador foi pregado e sucumbiu pelos pecados dos homens, para a sua redenção.
Na ideia de fidelidade ao momento histórico que exprimem, os calvários foram sobretudo erigidos em terrenos elevados, fossem outeiros, colinas ou cabeços, em locais quase sempre isolados, com abrangência de vistas. O simbolismo da cruz obriga a que se imponha no horizonte, de maneira a coagir quem a olhe, para se persignar e curvar em oração. Na sua vizinhança há, via de regra, uma igreja ou capela, e também uma estrada ou caminho por onde vêm os peregrinos, seja no andar dos passos da Via Sacra, seja em romaria. Na fiel representação da Via Sacra, o calvário é uma das catorze estações, cujo percurso é habitual começar e terminar na igreja, onde os penitentes recolhem em oração. Ainda na matriz religiosa do povo, as cruzes do calvário era por onde passava a «encomendação das almas», ritual popular do tempo quaresmal entretanto desaparecido, também designado por «martírios», em que os fiéis, a coberto da noite, entoavam cânticos lúgubres, apelando à salvação dos irmãos defuntos.
O monumento é composto por um conjunto de três cruzes de granito, assentes numa grande base, quase sempre em forma de pedestal com vários degraus. As cruzes são simples e toscas, raramente contendo motivos artísticos, podendo ter todas a mesma dimensão, ou sobressair a do meio, mais imponente. A cruz do centro representa aquela em que Cristo morreu, e as das bandas aquelas onde estiveram pregados os dois ladrões que morreram com o Redentor.
Há calvários simples, de pequena dimensão, com cruzes de pedra ou de ferro, muito toscas, em sinal da rudeza do artista popular, que as erigiu com escassos meios. Em contraste, surgem calvários que são autênticos monumentos, com cruzes imponentes, de pedra talhada e, ás vezes, devidamente ornamentada, em resultado do cinzel de talentoso artista.
Paulo Leitão Batista

Vemos a diário problemas e conflitos sociais, significa que continuam na ordem do dia, mas os assalariados e os sindicatos que os representam já não defendem os seus direitos com o mesmo ímpeto de outros tempos. A razão?

António EmidioPenso que tudo se deve a um aburguesamento, mais mental que material, da classe trabalhadora, devido como é lógico ao consumismo desenfreado próprio de um sistema económico que nos vai regendo desde há décadas. Mas chegámos a um momento em que a crise económica varre toda a Europa e, mais importante ainda, as classes médias aburguesadas estão na contingência de cair no proletariado, esta é a razão de mobilizações, greves e lutas de rua a que assistimos em alguns países europeus. Nestas lutas está implícita uma luta de classes, contrariando muitas teses que dizem já ter terminado. Os sindicatos perderam muito poder, deixando-o escapar para os partidos socialistas e sociais-democratas, ou seja, para o parlamentarismo. Também houve um corte com os ideais de luta e emancipação que se viam noutros tempos ainda não muito distantes. Os votantes socialistas e sociais-democratas procedem na sua quase totalidade da classe trabalhadora, mas os seus representantes nos parlamentos não passam de profissionais da política, cheios de prebendas e riqueza escandalosa. São elites afastadas daqueles que os elegem. Sabe uma coisa querido leitor(a)? Os representantes socialistas e sociais-democratas, com honrosas excepções, estão mais interessados em servir o sistema do que servir quem trabalha. Como exemplos notórios, temos o nosso ilustre e “socialista” primeiro-ministro, e o ilustríssimo líder da oposição social-democrata. Os partidos socialistas e sociais-democratas europeus são dirigidos por elites apoiantes da Globalização Neoliberal, Globalização Financeira e, bastante afastados do assalariado tanto público como privado.
É hora de mudança ideológica, de um novo tipo de políticos e governantes com uma visão mais social e que ponham a economia ao serviço do homem e não o contrário.
Nós portugueses, estamos numa situação social gravíssima que ainda não nos foi apresentada com toda a sua crueza pelos profissionais da política. Os Corifeus da comunicação social controlada pelo poder económico e também político, pagos a peso de ouro, passam a vida a dizer que vivemos acima das nossas possibilidades. É mentira! Quem vive acima de tudo e de todos são eles, com todo o luxo diário nos seus fatos, com os seus fundos de pensões privados, clínicas privadas e colégios particulares para os seus filhos. São eles que se insurgem contra o Estado Social, o Estado que ajuda aqueles que mais necessitam. Sabem, mas não dizem, que Portugal tem a sociedade mais desigual da Europa e eles ainda a querem desigualar mais.
Tenho como mestra a história, e ela diz-me que por razões financeiras graves, como a que actualmente atravessamos, surgiu uma ditadura que durou quarenta anos. Também me ensinou que o avanço do tempo, só por si, não pode ser visto como um factor do avanço dos valores morais, culturais, espirituais e humanos.
Para terminar. Ouvi na rádio que o Senhor Presidente da República «vê com muita apreensão o desprestígio da classe política». Só agora Senhor Presidente? Pelos anos de 1975 ou 1976, ouvi um «político» aqui na nossa então Vila dizer, não na rua, mas em reunião, que iria pôr um familiar na Câmara Municipal como vereador, cuja capacidade de tocar guitarra e cantar o fado era insuperável. Caricato? Sem dúvida, um pequenino grande exemplo do que foi e é tudo isto. Leia querido leitor(a) o que eu escrevi num dos últimos parágrafos «…o avanço do tempo não pode ser visto…».
«Passeio pelo Côa», opinião de António Emídio

ant.emidio@gmail.com

Ditou o calendário que fosse à quinta jornada do Campeonato da 1.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol da Guarda, o primeiro derby raiano da época. O Sporting Clube do Sabugal, a jogar em casa no Estádio Municipal, levou a melhor sobre a A. C. D. do Soito vencendo por 2 a 0.

Marco Capela - Treinador Sporting Clube Sabugal

Para defrontar os «vizinhos» da vila do Soito, quis o técnico do Sabugal, Marco Capela (na foto), que o onze titular fosse constituído por: Chucky (1), Isidro (2), Filipe (3), Batista (4), Tó-Zé (5), Pires (6), Vaz Alves (7), Jorgito (8), Tiago Dias (9), Nuno (10) e Paulo Alves (11).
Para o banco dos suplentes foram convocados Fábio (12), Janela (13), Pedro (14), Roberto (15), Igor (16), Pereira (18) e Motas (19). De salientar que na equipa do Sporting Clube do Sabugal a juntar às baixas que já existiam na jornada anterior – Ricardito e Sérgio – juntou-se ainda por lesão o guarda-redes Fred e a ausência de Manata. Perante este cenário o treinador Marco Capela chamoudois atletas do escalão júnior: o guarda-redes Fábio e Motas.
Deste derby de referir que a primeira grande oportunidade foi mesmo para a equipa que acabou por sair derrotada. João Rito atirou a bola ao poste da baliza à guarda de Chucky logo aos 2 minutos da partida. Na resposta, quatro minutos depois, foi a vez da equipa da casa rematar forte à barra da baliza do Soito. O golo inaugural acabaria por surgir ainda na primeira parte e foi Vaz Alves, o número 7 do Sabugal a abrir o marcador e a colocar a equipa visitada em vantagem. 1 a 0 era o resultado ao intervalo.
Quanto a substituições da equipa do Sabugal ainda na primeira parte Marco Capela viu-se obrigado a substituir Paulito por lesão, para ocupar o lugar entrou Pereira que acabaria por marcar o segundo golo já nos minutos finais da partida. Para além de Paulito saíram, já na segunda parte, Filipe e Vaz Alves para a entrada de Janela e Igor, respectivamente.
Apesar de, neste domingo o Sporting do Sabugal não ter mostrado um grande jogo de futebol, a partida valeu pelo resultado que alcançou. Com mais esta vitória – a quinta neste campeonato –, a equipa «constrói um pleno de vitórias» e continua assim em primeiro lugar da tabela classificativa com 15 pontos em cinco jogos os mesmos que o G. D. Vila Nova de Foz Côa.
Cláudia Janela

A equipa de futsal da Rapoula do Côa sofreu duas derrotas nas duas primeiras jornadas. Ao terceiro jogo a equipa do concelho do Sabugal venceu, por uns expressivos 6-2 à equipa de Seia F.C. que ocupava os lugares da frente apenas com vitórias.

Futsal - Rapoula Côa - Seia

Apesar das agradáveis exibições os jogadores de futsal da Rapoula do Côa que participa na 1.ª Divisão Distrital da Associação de Futebol da Guarda não conseguia traduzir as mesmas em bons resultados, sendo que, à 3.ª jornada, foi possível juntar uma bela exibição ao resultado.
Os atletas tiveram sempre grande atitude no decorrer do jogo, de forma a que o resultado final fosse positivo.
Com o pavilhão municipal do Sabugal, mais uma vez repleto de público, a equipa da casa, cedo controlou a partida e chegou à vantagem no marcador por Wilson Calva e mais tarde por Zé Cunha, aproveitando uma boa fase da equipa no jogo.
Com o resultado 2-0, a equipa da casa baixou um pouco de rendimento e acabou por consentir um golo, resultado que se manteve ao intervalo.
Para a segunda parte, a equipa entrou ainda mais forte, mais pressionante e com isso foram chegando os golos, Paulo Pernadas fez o 3-1, Hugo Fernandes o 4-1, Marco Capela o 5-1 e Sérgio Pinto o 6-1!
A terminar a partida a equipa de Seia reduziu a diferença para 6-2.
Marco Capela

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Novembro 2010
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.144.501 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios