A obra «A Divina Pestilência», de João Rasteiro, venceu a primeira edição do Prémio Literário Manuel António Pina, instituído pela Câmara Municipal da Guarda.

O Júri, presidido por Virgílio Bento, vereador da Câmara Municipal da Guarda, reuniu no dia 29 de Outubro e deliberou, por unanimidade, atribuir o Prémio à obra assinada por João Cenáculo, pseudónimo com que concorreu João Manuel Vilela Rasteiro.
O vencedor é poeta e ensaísta, licenciado em Estudos Portugueses pela Universidade de Coimbra, tendo traduzido para a língua portuguesa poemas de vários escritores estrangeiros, como Harold Alvarado Tenório e Miro Villar.
Concorreram a esta primeira edição do Prémio instituído pela Câmara Municipal da Guarda, 222 trabalhos inéditos de poesia.
O júri foi constituído por Manuel António Pina, Manuel Rosa (representante da «Assírio e Alvim»), José Manuel Vasconcelos (Representante da Associação Portuguesa de Escritores), Américo Rodrigues (director do Teatro Municipal da Guarda) e Virgílio Bento (vice-presidente da Câmara Municipal da Guarda).
O Prémio, no valor 2.500 euros, será entregue em sessão solene, a realizar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda, em 18 de Novembro, dia do aniversário de Manuel António Pina.
plb

Anúncios