Os primeiros flocos de neve da época começaram a cair, ontem, no maciço central da Serra da Estrela. Os operadores turísticos e hoteleiros da montanha mais alta estão preparados para a nova época de inverno e, apesar da crise económica, mostram-se «optimistas» em relação à procura daquele destino turístico.

Serra da Estrela - TorreJorge Patrão, presidente da entidade regional de Turismo da Serra da Estrela, disse à agência Lusa esperar que apesar da crise, nos próximos meses «se reforce o turismo interno».
Recordou que em 2009 foram registadas «600 mil dormidas» nas várias unidades hoteleiras e de alojamento da região, admitindo que na época de 2010/2011 os números possam aumentar ou, pelo menos, manter-se.
«A região tem neve, alta montanha, ofertas de turismo cultural e de aventura para continuar a crescer nos próximos anos», concluiu.
«A crise poderá ter algum tipo de impacto, mas estamos mais optimistas do que pessimistas», disse à Lusa Ricardo Abreu, director de vendas e marketing da Turistrela, empresa concessionária do turismo na Serra da Estrela, que possui dois hotéis (Serra da Estrela e Carqueijais), 30 chalés de montanha e explora a estância de esqui, na Torre.
Segundo o responsável, a empresa disponibiliza um total de 400 camas e aposta na qualidade da oferta e dos equipamentos, sendo a última novidade um SPA, no Hotel Serra da Estrela, localizado a 1 550 metros de altitude.
Ricardo Abreu adiantou que a procura já começou, salientando, a título de exemplo, que «para o fim de ano» os chalés encontram-se «esgotados». «Pelas nossa contas passaram cerca de dois milhões de pessoas pela zona da Torre», acrescentou.
«Este ano temos 32 ‘experiências’, desde aulas de esqui, a passeios pedestres e de jipe. Temos um conjunto de programas com diversos preços para dar a oportunidade a todas as pessoas que queiram visitar a Serra da Estrela», explicou.
O ensino de desportos de inverno às crianças vai continuar este ano, lembrando que, na última temporada, foram acolhidas na estância «cerca de cinco mil crianças de escolas de todo o país e até de Espanha».
A época oficial de funcionamento da estância de esqui da Torre é entre 1 de Dezembro e 30 de Abril, mas o director da Turistrela, que também dirige o complexo, assegura que «está pronta a abrir a qualquer momento».
A estância, dotada com nove pistas, irá receber ao longo do inverno eventos variados como provas provas de snowboard, de esqui e actividades inovadoras como o «snow volei» (voleibol na neve), entre outras «que serão uma forma de trazer as pessoas à Serra da Estrela», referiu a concluir.
jcl (com agência Lusa)

Anúncios