Tal como estava anunciado a Banda da Força Aérea deslocou-se a Foios para dar um concerto de cerca de duas horas. Aconteceu no passado sábado, dia 25, do corrente mês de Setembro.

José Manuel Campos - Nascente do CôaO autocarro da Força Aérea chegou a Foios por volta do meio-dia. Os elementos da Junta de Freguesia receberam e cumprimentaram os Senhores militares responsáveis pela banda desejando a todos uma boa jornada de convívio.
Depois do autocarro e do camião, que transportava os instrumentos musicais, terem sido conduzidos para um local sugerido pelos elementos da Junta de Freguesia, todos os elementos se deslocaram para o restaurante Eldorado onde foi servido um delicioso almoço que teve como prato principal o saboroso cabrito assado na brasa.
Cerca das 15h todos os elementos da banda se deslocaram para junto do palco onde iria decorrer o concerto. Cada músico tratou daquilo que lhe competia e foi num ápice que o palco ficou pronto para que às 16 horas tivesse início o concerto.
Os números que haviam sido anunciados foram excelentemente interpretados e, por volta das 17 horas, verificou-se um pequenino intervalo para que o Sr. Tenente Rosado, maestro da banda, em substituição do Sr. Ten. Coronel Élio Murcho, tivesse chamado ao palco o Presidente da Junta para troca de umas lembranças.
Tanto um como o outro proferiram simpáticas palavras de agradecimento. De seguida o Presidente da Junta convidou também o Sr. Presidente da Câmara a subir ao palco tendo igualmente agradecido a todas as pessoas, envolvidas no evento, a tarde cultural que proporcionaram em terras do Município do Sabugal.
O concerto terminou às 17,45h e todas as pessoas foram convidadas a subir à sala de exposições do Centro Cívico para se proceder à inauguração de uma exposição de arte – escultura – da autoria do Octávio Martins Gonçalves com o pseudónimo de «Augusto Tomás», por certo também natural de Foios.
Enquanto a banda cumpria o programa musical uns especialistas trataram de assar um porco no espeto que começou a ser servido por volta das 18,30h.
Tanto os elementos da Banda como as muitas pessoas que assistiram ao concerto foram convidadas a aproximarem-se das mesas que alguém havia previamente preparado. Foi num verdadeiro espírito de amizade que todas as pessoas comeram, beberam e confraternizaram.
Por volta das 19,30h os músicos tomaram lugar no autocarro para os transportar, de novo, para a capital.
Ficou por mais algum tempo a Sr.ª Capitão Sónia Vicente e o seu marido, também militar e com o posto de Major, que continuaram a conviver com a população.
De referir que a Sr.ª Capitão Sónia Vicente veio em representação de Sua Excelência o Sr. General Luís Araújo, que é o Chefe de Estado Maior da Força Aérea. Representou muito bem o C.E.M.F.A e a Força Aérea em geral.
Estava previsto uma deslocação às instalações do edifício da antiga escola para uma visita aos espaços onde se encontram instaladas quarenta das cinquenta camas que nos haviam sido fornecidas também pela Força Aérea. Por falta de tempo esta visita já não se concretizou mas acontecerá, certamente, dentro de algum tempo, com a presença daqueles Senhores Militares que mais contribuíram para que as ditas camas tivessem chegado até Foios.
Para terminar e interpretando o sentimento geral da população que represento pretendo agradecer a todas as pessoas que trabalharam para que esta inolvidável jornada tivesse sido possível.
Pretendo também realçar e agradecer a presença do Sr. Presidente António Robalo, Sr.ª Vice-Presidente Delfina Leal bem como ao Sr. Governador Civil da Guarda que muito embora já tivesse compromissos assumidos, fez-se representar pela Sr.ª D.ª Maria José que, por sua vez, se fez acompanhar pela simpática Isabel e pelo Sr. João. O Sr. Presidente da Assembleia Municipal, Ramiro Matos, muito embora não tivesse podido ficar até ao fim, assistiu a todo o concerto. Ou não tivesse também servido a Força Aérea de onde saiu há, alguns anos, com o posto de Ten. Coronel.
Também é de inteira justiça referir o trabalho desenvolvido pela equipa de sapadores local, colegas e funcionário da Junta, sobretudo na montagem do palco e na organização do lanche.
Aqui pelos Foios emprega-se, com alguma frequência, a expressão: «As pedras rolando se encontram». Nós iremos, certamente, reencontrar-nos.
Obrigado a todos.
«Nascente do Côa», opinião de José Manuel Campos

(Presidente da Junta de Freguesia de Foios)
jmncampos@gmail.com