O comando territorial da Guarda de GNR divulgou em comunicado à imprensa a detenção em flagrante delito de dois indivíduos em Trancoso por posse de droga e um outro em Figueira de Castelo Rodrigo por furto em residência.

GNR-Guarda Nacional RepublicanaO Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel, durante uma acção de patrulhamento para prevenção da criminalidade, deteve no dia 3 de Setembro, na localidade de Tamanhos (Trancoso), dois indivíduos com 26 e 27 anos de idade, que tinham na sua posse 26 gramas de haxixe (129 doses) e 150 euros em dinheiro. Os jovens foram presentes ao Tribunal Judicial de Trancoso para aplicação de eventual medida de coação.
Em 31 de Agosto, o Posto Territorial de Figueira de Castelo Rodrigo, deteve um indivíduo, de 25 anos, desempregado, pela prática do crime de furto em residência. O jovem foi detido em flagrante delito, quando se encontrava no interior de uma residência em Figueira de Castelo Rodrigo, pertença de emigrantes. O indivíduo, com antecedentes criminais, é suspeito da prática de dezenas de crimes naquela zona. Presente ao Tribunal Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
Durante a semana transacta a GNR da Guarda efectuou um total de 11 detenções em flagrante. Para além das três referidas, foram ainda detidas cinco pessoas por crime de condução sob o efeito do álcool, duas por condução sem habilitação legal e uma por detenção de arma proibida.
No que reporta a contra-ordenações, foram elaborados 263 autos pelas seguintes infracções: 235 à Legislação Rodoviária, 17 à Legislação da Natureza e Ambiente e 11 à Legislação Policial.
Durante a semana registaram-se 33 acidentes de viação, resultando 19 se colisão, 12 de despiste e dois de atropelamento. Dos sinistros resultaram dois mortos, três feridos graves e 17 feridos leves.
Os militares da GNR realizaram ainda quatro operações no âmbito da fitossanidade florestal, direccionadas para a fiscalização do nemátodo do Pinheiro, tendo sido fiscalizados 87 veículos e elaborados dois autos de contra-ordenação neste âmbito.
Em 5 de Setembro, com início da época da caça ao coelho, foi realizada uma acção de fiscalização, na qual foram abordados 61 caçadores, d que resultou a elaboração de cinco autos de contra-ordenação por diversas infracções à legislação da caça.
plb

Anúncios