O Capeia Arraiana recebeu com pedido de publicação um comunicado da Presidência da Câmara Municipal de Trancoso manifestando o seu desacordo com o encerramento das escolas básicas do 1.º ciclo de Freches e Cogula no próximo ano lectivo.

António Oliveira - Trancoso«Comunicado contra o encerramento das escolas básicas do 1.º Ciclo de Freches e Cogula

António Manuel Santiago Oliveira da Silva, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Trancoso, torna publico que, em reunião de Câmara de 21 de Junho de 2010, foi aprovada, por unanimidade e por proposta do seu Presidente, Dr. Júlio Sarmento, uma deliberação contra o encerramento das Escolas Básicas de 1.º Ciclo de Freches e Cogula, no próximo ano lectivo.
Por motivos pedagógicos, o Município de Trancoso tem vindo a aceitar o encerramento de escolas com menos de 10 alunos, não aceitando, porém, os encerramentos de unidades com menos de 21 alunos, como é intenção do Governo, por os mesmos serem um contributo para a desertificação e empobrecimento das aldeias do interior de Portugal.
O Executivo Municipal deliberou ainda manifestar a sua total discordância relativamente à extinção do Agrupamento de Escolas de Vila Franca das Naves e à constituição de um único Agrupamento de Escolas no concelho de Trancoso.
Refira-se que o Ministério da Educação está a impor tal solução, poucos meses após a abertura de concursos públicos para a escolha dos directores das diferentes escolas, o que revela, por parte do Governo, a ausência de politicas sérias, estruturadas e consequentes para a Educação e a adopção de medidas que apenas visam, de forma abrupta e apressada, reduzir custos a qualquer preço.
Das referidas deliberações irá, mais uma vez, ser dado conhecimento à Direcção Regional de Educação do Centro e à Senhora Ministra da Educação.
Trancoso, 21 de Junho de 2010.
O Vice-Presidente da Câmara Municipal
António Manuel Santiago Oliveira da Silva»

jcl (com Gabinete de Imprensa)

Anúncios