O documentário «Muito Além» (Far Beyond) do realizador Mário Gomes participa nas competições nacional e internacional do Festival de Cinema Indie 2010 que está a decorre em Lisboa. Estreou na sexta-feira no Culturgest e merece o nosso destaque porque foi rodado em Aldeia da Ponte, terra natal dos pais do cineasta que há décadas são emigrantes na Alemanha. Até porque há filmes que não terminam quando acabam…

Muito Além - Mário Gomes - Indie 2010

O Capeia Arraiana assistiu na sexta-feira, 23 de Abril, à estreia do documentário «Muito Além» (Far Beyond) no Grande Auditório da Culturgest na sede da Caixa Geral de Depósitos em Lisboa.
A sinopse do filme resume crua e friamente a realidade das terras raianas: «Uma pequena aldeia portuguesa está a morrer lentamente, depois de os seus habitantes terem emigrado. No Verão, no entanto, a aldeia enche-se de vida por umas semanas – antes de voltar a mergulhar no silêncio.»
Na sala uma grande claque de apoio de pontenses – de onde são naturais os pais do cineasta – fez questão de se manifestar e aplaudir o realizador, Mário Gomes, radicado na Alemanha. Aliás a história foi toda filmada nas terras raianas de Aldeia da Ponte e de Albergaria de Argañan do lado espanhol e tem como protagonistas e figurantes muitas caras conhecidas com, por exemplo, o pontense José Prata.
O filme tem início com a projecção de slides antigos que retratam casas e pessoas já desaparecidas em Aldeia da Ponte. A roca e o fuso nas mãos das mulheres pontenses, as festas de Santo António em 2008, o lar de idosos, os cafés da aldeia, a sede da Associação Juventude Pontense com a sua discoteca ao ar livre onde são batidos, anualmente, os records de consumo de minis (Sagres), as paisagens raianas, a praça de toiros, os encerros e as capeias arraianas estão presentes ao longo dos 51 minutos do documentário.

Ficha Técnica
Título: «Muito Além» (Far Beyond).
Realização: Mário Gomes (Alemanha/Portugal, 2010).
Secções: Competição Nacional e Competição Internacional.
Fotografia, Jorge Quintela; Música, Carlos Bica; Som, Dídio Pestana; Montagem, Elias Grootaers e Mário Gomes; Produtor, Mário Gomes, Rodrigo Areias e Produção, Bando à Parte.
Exibições: Quem perdeu a estreia no dia 23 de Abril pode ainda assistir ao documentário no Cinema São Jorge (Sala 3), no dias 28 (21.30) e 30 de Abril (23.59).

A projecção de «Muito Além» foi antecedida de duas curtas («Verão» e «Nenhum Nome») que confessamos nos terem deixado uma estranha sensação. Nem sim, nem não, antes pelo contrário. Há liberdades criativas que, por vezes, não somos capazes de decifrar.
jcl

Anúncios