You are currently browsing the daily archive for Quinta-feira, 22 Abril, 2010.

O documentário «Há Tourada na Aldeia», do realizador Pedro Sena Nunes, é um dos grandes destaques da edição 2010 do Festival de Cinema «Indie Lisboa». A estreia está marcada para as 19 horas do dia 30 de Abril no Grande Auditório da Culturgest em Lisboa.

No texto de promoção do documentário do realizador Pedro Sena Nunes pode ler-se que «Há Tourada na Aldeia é um filme onde as pessoas saem à rua, vestem as suas melhores roupas, os filhos da terra voltam e num misticismo renasce a união de uma aldeia de uma tradição comum, que os alimenta a todos a alma. Conscientes que desenvolvem uma tourada única no mundo, a Capeia Arraiana, uma tradição com raízes ancestrais, esta é aguardada ansiosamente pelos seus habitantes. Mas mais que um espectáculo é uma forma de ser, de estar, de viver. Há Tourada na Aldeia, é apenas um pequeno gesto numa cultura que se afirma de massas, no presente e no futuro».
A Capeia Arraiana é, de facto, um espectáculo único no mundo. Mas é mais do que um espectáculo. Simboliza a identidade de um povo que desde sempre viveu num território muito especial atravessado pelo Rio Côa e delimitado pela Raia. Simboliza a tradição, a saudade, os dias de festa na aldeia, os emigrantes, o contrabando e a dureza das terras frias. Simboliza a coragem de um povo que, unido e agarrado à galha, é invencível. Simboliza a alma raiana das terras do forcão. Viva a Capeia Arraiana!
O «Capeia Arraiana» associa-se como media partner a esta estreia em Lisboa do documentário «Há Tourada na Aldeia» no próximo dia 30 de Abril. Os sabugalenses a residir na capital têm uma boa oportunidade para se encontrarem e saborearem as sensações fortes das capeias na tela do Grande Auditório da Culturgest, na sede da Caixa Geral de Depósitos, junto ao Campo Pequeno.
Durante a próxima semana vamos oferecer – aqui no Capeia Arraiana – alguns convites para a estreia. Fique atento.

Página Oficial de «Há Tourada na Aldeia». Aqui.
jcl

Anúncios

A edição on-line do prestigiado semanário Soberania do Povo, de Águeda, fala de um sabugalense radicado daquela cidade do distrito de Aveiro, onde exerce a função de amolador, reapresentando uma profissão em vias de extinção. Transcrevemos, com a devida vénia, o artigo, editado a 21 de Abril de 2010.

Amolador«Manuel dos Santos Nascimento, de 63 anos, nasceu no Sabugal, distrito da Guarda, e radicou-se na Rua do Lameiro, em Paredes, Águeda, já lá vão 14 anos. É amolador de profissão!
Quase todas as semanas, passeia-se pelas principais ruas da cidade de Águeda, de bicicleta pela mão e com a gaita plástica encarnada na boca, a tocar, de sons inconfundíveis, à procura de clientela.
“Sempre fiz isto e, até que a saúde me ajude, não quero outra profissão” disse a SP. “Já o meu pai, que Deus tem, era amolador de tesouras e facas, mas agora, os meus rapazes não querem nada com isto”, acrescentou Nascimento, algo desgostoso.
“Há dias em que se ganha alguma coisa, mas temos outros em que não se ganha nada”, revelou a SP, quando questionado se a arte de amolador é recompensadora nos tempos que correm.
Manuel dos Santos Nascimento é pai de quatro filhos e não tem grandes esperanças que a sua actividade de afiador de facas e tesouras tenha seguidores entre nós. “Olhe, enquanto eu tiver forças, não vou desistir”, garantiu, o amolador que “desceu” do Sabugal até terras de Águeda.»
plb

Mais uma vez viveu-se no Carvalhal o mais puro espírito arraiano… Dia 18 de Abril de 2010, pessoas de diferentes sítios juntaram-se na improvisada, mas segura, «Praça do Carvalhal».

Clique nas imagens para ampliar

A preparação, como é costume começou cerca de uma semana antes, havia tanto a fazer para que tudo fosse perfeito… Foi preciso transformar-se lama em solo resistente e um monte de andaimes e toldos num bar aconchegador. Sem medo de trabalhar, a organização, pertencente à Associação «Labirintos e Caminhos», entre a escolha dos «valentes» touros, andaimes, reboques, tractores e muita lama, conseguiu fazer com que este ano também, a garraiada fosse um sucesso! Durante o trabalho de montagem, não faltaram gargalhadas e muito menos comida e bebida.
Chegado o grande dia, apesar de felizes, todos tínhamos no rosto aquele olhar «só espero que não chova», e choveu mas apenas o suficiente para que não houvesse pó… Por volta das 16 horas começou a tão esperada garraiada com seis touros, animando a «praça» ao longo de quase três horas de festa brava com direito a forcão (emprestado pelos nossos vizinhos de Vale das Éguas). Durante as cambalhotas e marradas habituais servia-se bebida sempre fresca no bar para refrescar quem toureava ou deixar «quente» quem queria tourear…
Correu tudo como previsto, até a famosa WC móvel foi posta lá perto a preceito, mais uma vez a Associação agradece a participação e sobretudo o apoio e respeito que recebemos a cada passo que damos. Sem a união de todos nada disto tinha sido possível, o nosso muito obrigado!
Por fim, foi preciso desmontar e limpar tudo para que nada falhe para a grande festa do São Marcos já no próximo fim de semana… E mais uma vez… Olé!!!
Idalina Lopes

«Um Sonho Possível» era um dos filmes surpresa dos Óscares e muitos ficaram de boca aberta como um drama protagonizado por Sandra Bullock lá tinha ido parar. A verdade é que, não sendo um grande filme, foi uma agradável surpresa.

Pedro Miguel Fernandes - Série BRealizado por John Lee Hancock, um nome praticamente desconhecido, «Um Sonho Possível» conta a história baseada em factos verídicos de Michael Oher, um jovem negro com problemas sociais que foi adoptado por uma família branca da classe média-alta do Mississipi e que acaba por se tornar um excelente jogador de futebol americano. É assim uma história tipicamente pertencente ao universo dos EUA, daí talvez tenha sido por isso que caiu nas boas graças da Academia.
Mas não é só o facto de apelar aos sentimentos da Academia que faz deste filme uma fita simpática. O grande truque deste filme está na forma simples como conta uma história com contornos complexos.
Um sonho possívelTemos um jovem com problemas de aprendizagem que vive num bairro problemático e cuja mãe tem diversos problemas com drogas, uma família cristã do Sul dos EUA que prova o seu amor pelos mais necessitados ao dar abrigo a quem precisa – as cenas em que a personagem de Sandra Bullock conta às amigas porque ajuda o jovem dão-nos uma boa imagem de um certo tipo de pessoas que parecem viver num mundo à parte – e inclusive do desporto escolar e universitário norte-americano.
Ou seja, este «Um Sonho Possível» tinha tudo para ser um daqueles filmes que passam despercebidos, mas uma história de um coitadinho semelhante a «Precious», outro dos nomeados a Melhor Filme. Mas John Lee Hancock deu-lhe a volta e assina um daqueles filmes que nos deixam com um sorriso nos lábios quando saímos da sala de cinema e a acreditar que ainda há histórias com final feliz e quem queira contá-las.

Começa hoje mais uma edição do Indie Lisboa, o Festival de Cinema Independente de Lisboa. Numa das minhas primeiras crónicas falei no meu ‘amor’ por este evento. Este ano não o vou abordar, apenas queria deixar uma nota para uma sessão em particular. O filme chama-se «Há Tourada Na Aldeia» e é um documentário realizado por Pedro Sena Nunes sobre as capeias arraianas e tem como Media Partner o «Blogue Capeia Arraiana». Passa no dia 30 de Abril na Culturgest, às 19 horas.
«Série B», opinião de Pedro Miguel Fernandes

pedrompfernandes@sapo.pt

A realização do 1.º Capítulo da Confraria do Bucho Raiano realizada na Cidade do Sabugal no passado dia 17, onde foram entronizadas algumas dezenas de confreiras e de confrades, entre as quais orgulhosamente me incluo, coloca-nos o desafio urgente e essencial de certificar o Bucho Raiano enquanto Especialidade Tradicional Garantida (ETG).

Ramiro Matos – «Sabugal Melhor»Segundo o Regulamento (CE) n.º 509/2006 da União Europeia, um produto é classificado como ETG quando:
1) se distingue claramente de outros produtos ou géneros similares pertencentes à mesma categoria;
2) demonstre ser de uso comprovado no mercado comunitário por um período que mostre a transmissão entre gerações; e,
3) beneficie do reconhecimento da sua especificidade pela Comunidade, por intermédio do seu registo em conformidade com aquele Regulamento.
Para integrar o registo das ETG, o produto agrícola ou o género alimentício deve ser produzido a partir de matérias-primas tradicionais ou caracterizar-se por uma composição tradicional ou um modo de produção e/ou de transformação que reflicta o tipo de produção e/ou de transformação tradicional.
Ora esta questão ganha importância acrescida, pois não basta dizer «Bucho Raiano», para que o mesmo seja classificado.
Na verdade o processo de certificação é complicado e exigirá de todos – Confraria, Câmara Municipal e Produtores – um empenhamento neste processo, o qual exigirá, uma definição clara do que se entende por «matérias-primas tradicionais», «composição tradicional» e «modo de produção e/ou transformação tradicional».
Dito de outra forma, socorro-me do que nos foi dito no sábado pela Confraria do Bucho de Arganil, Concelho onde havendo duas aldeias com o bucho, só uma é reconhecida pela Confraria por ser a única onde se utilizam matérias-primas, composição e modo de produção tradicionais.
ETG - Especialidade Tradicional GarantidaImporta assim que todos cheguemos a acordo sobre a origem e raça dos porcos, bem como dos métodos da sua criação e engorda; sobre as partes do porco que integram o Bucho; e, sobre as formas de o produzir, encher e secar.
Por último, uma breve referência a um termo que tem aqui uma aplicação fundamental e refiro-me ao termo «derrogação».
Na verdade, muito vezes se diz que a legislação sobre segurança alimentar impede ou condiciona a continuidade dos produtos tradicionais.
Pois exactamente por causa disso, a legislação comunitária em vigor, estabelece um conjunto de regras derrogatórias da Legislação geral para os produtos com características tradicionais, que são os que são reconhecidos historicamente como produtos tradicionais; fabricados de acordo com referências técnicas codificadas ou registadas ao processo tradicional, ou de acordo com métodos de produção tradicionais; ou protegidos como produtos tradicionais por legislação (comunitária, nacional, regional ou local).
Isto é, o reconhecimento do Bucho Raiano enquanto Especialidade Tradicional Garantida (ETG) permitirá igualmente retomar velhas práticas ancestrais de produção do mesmo, naturalmente garantindo níveis adequados de segurança e higiene.
Por tudo aquilo que acabo de escrever, deixo um repto a todas as confreiras e confrades para que, juntos, levemos a cabo uma jornada de reflexão que permita definir os passos a dar para que o reconhecimento do Bucho Raiano e de demais enchidos da nossa raia enquanto Especialidades Tradicionais Garantidas seja uma realidade.

Página com Produtos Tradicionais de Qualidade na Região Centro. Aqui.
«Sabugal Melhor», opinião de Ramiro Matos
(Presidente da Assembleia Municipal do Sabugal)
rmlmatos@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.146.996 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios