Conforme notícia divulgada há poucos minutos pelo «Público on-line» uma das duas crias de Lince Ibérico nascidas em cativeiro no centro de reprodução de Silves no dia de Páscoa faleceu este domingo.

Lince Ibérico - Serra da MalcataFoi divulgado apenas esta noite pelos responsáveis pelo Centro de Reprodução de Silves que morreu no passado domingo uma das duas crias de lince ibérico nascidas em cativeiro há uma semana.
Esta demora foi motivada por uma análise pormenorizada das razões do óbito. De acordo com a informação de Sandra Moutinho ao mesmo jornal que «nos resultados da autópsia a cria não apresentava sinais de maus tratos, rejeição ou malformações».
«As duas crias de lince ibérico estiveram sempre bem até domingo, dia em que uma delas morreu de causa aguda e de forma rápida», explicou, por seu lado, o director do Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico, Rodrigo Serra.
No entanto nas próximas semanas serão feitas várias análises e testes. Para nossa alegria a outra cria nascida também a 4 de Abril encontra-se de perfeita saúde. O Capeia Arraiana deseja-lhe vida longa.
È também importante realçar que a mãe já se encontra mais calma. Este lince fêmea (azahar) foi um dos primeiros animais a chegar ao nosso país cedidos pelo Zoobotânico de Jerez de la Frontera em Espanha.
aps

Anúncios