You are currently browsing the daily archive for Sábado, 27 Fevereiro, 2010.

Jorge MartinsConcluído que está o primeiro estudo estatístico a partir das fichas dos processos inquisitoriais dos réus naturais ou residentes no Sabugal, vamos agora entrar numa fase mais morosa, mas mais elucidativa da leitura do conteúdo dos processos.

Estamos convictos de que a leitura dos processos nos poderá ajudar, entre outras informações, a localizar a judiaria do Sabugal e confirmar a existência de uma Arca Sagrada – Aron Hakodesh ou Ekhal (designação ibérica) – na Casa do Castelo, corroborada por vários investigadores, designadamente por uma delegação israelita que a visitou recentemente.

Arca Sagrada - Aron Hakodesh - Casa do Castelo - Sabugal

De facto, seria da maior importância para a criação de um Roteiro dos Judeus do Sabugal – integrado num Roteiro dos Judeus das Beiras – a validação, pela via documental, da Arca Sagrada da Casa do Castelo. Desse modo, teríamos um importantíssimo ponto de apoio para o Roteiro dos Judeus do Sabugal e uma belíssima peça, conservada pela Casa do Castelo, como pólo de referência, caso se confirme também que aquela habitação era um local de culto, privado ou comunitário. Isto poderia querer significar que a Casa do Castelo faria parte da judiaria do Sabugal.
Convém ter em conta que, após a expulsão / baptismo forçado dos judeus (1496/1497), as comunidades judaicas portuguesas se extinguiram, dispersaram ou reorganizaram noutros locais mais próximos, agora na forma criptojudaica. Já sabemos que os réus sabugalenses da Inquisição se dispersaram pelas Beiras, praticamente por concelhos próximos do Sabugal. Em consequência, é possível que tenham mantido locais secretos de culto no próprio Sabugal.
A escolha dos processos inquisitoriais incidirá, pois, numa primeira fase, nos que se referem aos réus residentes na vila do Sabugal quando da sua prisão. Deste modo, pretendemos encontrar moradas e, a partir delas, conhecer os locais das práticas judaicas. Assim, deixamos para outra fase os processos referentes a réus residentes noutras localidades do concelho. De seguida, serão estudados os processos dos réus naturais do Sabugal, mas residentes noutros concelhos.
Dos 37 processos referentes a réus identificados como residentes na vila do Sabugal, vamos estudar 12, que estão digitalizados pela Torre do Tombo. Todos eles estão acusados de judaísmo.

Quadro

Como facilmente se depreende, esta fase irá demorar meses e implicará a interrupção desta primeira série de artigos no Capeia Arraiana. Regressaremos quando tivermos dados concludentes sobre os objectivos pretendidos e acima enunciados.
Até breve!
«Na Rota dos Judeus do Sabugal», opinião de Jorge Martins

martinscjorge@gmail.com

Anúncios

A Assembleia Municipal de Penamacor, presidida pelo socialista Jorge Seguro, aposta em reuniões temáticas e descentralizadas no sentido de contribuir para a discussão de assuntos importantes para o desenvolvimento do concelho. Tornar as reuniões mais participadas e conferir-lhes uma maior dinâmica, são outros dos objectivos.

PenamacorGabriela Ventura, em representação do Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER) foi a convidada para a primeira reunião temática, acontecida ontem em Penamacor. Depois da intervenção da oradora convidada e do respectivo debate, a Assembleia continuou reunida entrando na ordem de trabalhos a discussão e votação dos assuntos da autarquia.
O novo formato de reuniões, que seguidamente «rodarão» pelas várias freguesias do concelho, foi uma das promessas do Partido Socialista nas eleições autárquicas de Outubro de 2009, a qual reuniu porém o consenso das demais forças partidárias representadas.
Seguidamente é intenção de Jorge Seguro avançar com outras reuniões nas aldeias que reúnam condições para esse efeito, havendo em carteira assuntos como as energias renováveis, turismo, ambiente, saúde e educação. O projecto espera envolver progressivamente a população nos debates, aproximando assim a Assembleia Municipal dos eleitores, para que possam intervir nas matérias autárquicas durante todo o mandato dos actuais órgãos municipais e não apenas de quatro em quatro anos, quando se realizam eleições.
plb

O período autorizado para a prática desportiva da pesca nas águas interiores vai abrir já no dia 1 de Março, altura em que as margens do rio Côa se voltarão a encher de pescadores ávidos de capturar a saborosíssima truta das suas águas frias.

Campeonato Mundial Pesca Truta SabugalO início da época de pesca é sempre um momento muito aguardado pelos amantes dessa actividade, que desde há muito anseiam pelo momento. Uns vão para montante e outros para jusante, de cana em punho e cesto a tiracolo, esperançados em pescar boas trutas. Alguns vão mesmo em conjunto, fazendo desse dia uma jornada de festa.
Na Rapoula do Côa a Associação Cultural e Recreativa local preparou a realização de um convívio, que juntará os pescadores após os primeiros «lançamentos» e onde se espera degustar as primeiras trutas do ano.
Os maiores de 16 anos podem obter a respectiva licença de pesca, desde que não estejam sujeitos a medida de proibição de pescar por disposição legal, decisão administrativa ou decisão judicial.
A pesca tem contudo regras e o seu desrespeito pode originar coimas pesadas que convém evitar.
A primeira das regras é a de que o pescador tem que estar munido de licença para o efeito. Outro dever é o de devolver imediatamente à água os peixes cuja captura não esteja autorizada. Há ainda a absoluta proibição de se usarem quaisquer meios ou processos de pesca que não se destinem a capturar o peixe pela boca.
Para além das coimas, que variam entre os 5.000 e os 50.000 euros, a condenação por qualquer crime ou contra-ordenação pode implicar ainda a interdição do direito de pescar e a perda, a favor do Estado, dos objectos que serviram ou estavam destinados a servir para a prática da infracção e ainda os produtos dela resultantes.
A licença de pesca lúdica em águas doces, também chamada licença de pesca desportiva, pode ser obtida através das caixas multibanco. Para tal os pescadores devem aceder aos menus «pagamentos e outros serviços» e seguidamente a «Estado e Sector Público» até deparar com «Licenciamento de Pesca Lúdica», devendo então seguir as instruções subsequentes que surgem no ecrã.
No Sabugal as licenças podem ser ainda obtidas nas seguintes casas comerciais:

António Manuel & David Alexandre, Lda
Rua Cidade da Guarda, nº20
6320-360 Sabugal

César Augusto Portas, Café e Mini-Mercado
Estrada Nacional, nº38
6320-283 Rendo

Palmira de Jesus Lareia Afonso «Pamel Sport»
Rua Barbosa do Bocage, nº3
6320-355 Sabugal

Robert´s Bar
Rua 5 de Outubro
6320-344 Sabugal

Coyote Bar
Rua dos Pontões, nº 21
6320-392 Sabugal

A Câmara Municipal do Sabugal adiantou a informação de que o rio côa será repovoado com cerca de três mil trutas, ainda antes do dia 1 de Março.

Concessão do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas. Aqui.
plb

O quarto encontro dos antigos alunos e professores do Externato Secundário do Sabugal vai acontecer no dia 1 de Maio de 2010 no Sabugal. O encontro, que deveria ter acontecido em 2009, não se realizou devido ao falecimento de José Diamantino dos Santos, fundador daquele colégio, onde estudaram gerações sucessivas de estudantes do concelho do Sabugal.

Ex-alunos e professores com José Diamantino dos SantosO programa da iniciativa ainda não foi divulgado, contudo espera-se que a comissão organizadora promova uma homenagem póstuma ao fundador e director do externato. O convívio realiza-se anualmente na Primavera, porém no ano passado o mesmo foi primeiramente adiado para Setembro, devido à proximidade da data do falecimento de José Diamantino dos Santos, acontecida em 2 de Fevereiro desse ano, e depois de novo adiado. A ideia do encontro passa também pelo convívio e pela alegria natural pela reunião de muita gente que raramente se encontra, facto que pesou na decisão dos organizadores de deixarem passar o ano da morte do fundador sem que o encontro se realizasse.
Antevê-se que a edição deste ano junte um número recorde de antigos alunos e professores, tendo em perspectiva precisamente a evocação da memória do fundador do externato que marcou uma época da vida concelhia.
A comissão organizadora é constituída pelos ex-estudantes José Alberto Monteiro, Maria de Lurdes Bogas, Fátima Dias e António Lucas, que a seu tempo divulgarão os contactos para efeitos de recepção das inscrições por parte dos interessados.
plb

Afinal faltará liberdade de expressão em Portugal ou será este assunto mera arma de arremesso político, apenas tema de conversa e nada mais? Tema que se esquece, logo que outro escândalo ou desgraça apareça, como a tragédia da Madeira fez esquecer o Haiti, como a «face oculta» fez esquecer o Freeport e como as restantes novelas do dia a dia, da pedofilia à Maddie, do «apito dourado» ao «Vale e Azevedo» fizeram esquecer outras tantas comédias.

Peanuts

António Cabanas - «Terras do Lince»Comédias para nos entreter e que têm o condão de nos distrair da crise económica e da crise de confiança em que o país se afoga cada vez mais; mote para todo o tipo de artigos, entrevistas e comentários na comunicação social, que ajudam a esgotar jornais e prender espectadores a rádios e televisões.
Sempre achei o actual primeiro-ministro um homem de pulso, um osso duro de roer, a roçar até o ditador (se calhar já fazia falta!). Mas nunca o supus capaz de elaborar um plano para silenciar a comunicação social! Até porque, toda a gente sabe que não têm estudos para isso! Parece que lhe falta o diploma! Além do mais, a nossa comunicação social é muito poderosa, arrogante e intocável.
Seria preciso algum plano engendrado lá fora!
Mas se o plano se resumia a cortar o pio à jornalista, ex-deputada do CDS, Manuela Moura Guedes (MMG), então, mesmo a um não diplomado, não seria difícil fazê-lo. Bastava tirar de lá o chefe/marido e logo ela iria atrás, aliás muita gente disse que a MMG só era pivot da TVI por causa do chefe.
Salvo melhor opinião, a MMG não era propriamente das mais dotadas e muito menos isentas e quando assim é o resultado só pode ser medíocre: um jornalismo de baixo nível, com falta de isenção e rigor, mas arrogante.
A mim, enojava-me aquele tipo de jornal. Não por a senhora ter inclinação política que também se nota em outros profissionais, mas pela falta de ética e até de educação.
Toda a gente sabe que a comunicação social de âmbito nacional está nas mãos dos grandes grupos económicos, para onde passou nos últimos anos. É a eles que obedece, pois são eles que pagam. Pelas mesmas razões, raramente se ouve um jornalista denunciá-los ou investigar os seus negócios como o fazem para outras classes.
Acho que os jornalistas são pressionados sim! Isso nota-se-lhe. Nota-se que alguns jornalistas são coagidos a denegrir a imagem de certos políticos, sobretudo aos que estejam no poder! Dá sempre jeito derrubá-los!
Coitadinhos dos jornalistas! Sentem-se pressionados! Até devem andar a necessitar de apoio psicológico! Onde é que já se viu chamar «jornal travestido» ao pasquim da MMG!? E o bastonário da ordem dos advogados que lhe disse das boas com todo o país a assistir e bater palmas! Jornalista sofre! São muitas as pressões, lá isso é verdade!
Mas parece que as pressões não surtem efeito, os jornalistas publicam tudo o que fizer fumaça, até os segredos da justiça, a troco não sei de que obscuros interesses. Nem a suposta falta de liberdade os impede de publicar informações, quase sempre truncadas, obtidas de forma fraudulenta. Por certo serão mais uma vez, pressões!
Claro que às oposições dá jeito estar do lado dos «pobres» jornalistas. Algumas oposições poderão chegar ao poder e mudarão então de opinião; os que agora o detêm depressa já esqueceram o que diziam e faziam quando estavam na oposição.
Mal vai um país quando tudo gira à volta da comunicação social, quando se faz ou deixa de fazer porque a comunicação social se interessou por determinado assunto. E pior ainda quando o tema é a própria comunicação social. Quando se gastam horas e horas de parlamento a entreter o país com temas de lana caprina.
Aplaudo por isso a resposta dada pelo Presidente do Supremo Tribunal de Justiça (PSTJ) a Judite de Sousa, quando esta perguntou se o PSTJ não achava a liberdade de expressão o bem mais precioso de uma sociedade democrática. Ela estaria à espera de quê? Que ele dissesse que sim senhora, que a comunicação social nacional com as suas periódicas novelas sem epílogo é que são o âmago da vida democrática? Que não! – disse o PSTJ, – nada disso, o bem mais precioso a preservar é e continuará a ser a vida!
O resto são peanuts!
«Terras do Lince», opinião de António Cabanas

kabanasa@sapo.pt

Silvestre da Silva era um fidalgote minhoto que não atinava com um modo de viver e, de experiência em experiência, descobre que nada suplanta a vida do campo, onde os regalos do estômago ofuscam tudo o resto e proporcionam a maior das felicidades.

«Coração, Cabeça e Estômago» é uma novela humorística de Camilo Castelo Branco, onde um homem, Silvestre da Silva, procura um sentido de vida. Primeiramente procurou a felicidade no amor, ou melhor, no «coração». Foram intensas e autênticas as suas paixões amorosas, mas as mulheres desiludiram-no, até porque raramente corresponderam ao seu declarado amor.
Decepcionado, Silvestre decide desenvolver o seu intelecto, a «cabeça», e passou a escrever nos jornais da época. Porém, as suas doutrinas andavam desfasadas com as teorias dominantes e os artigos que escreveu geraram reacções adversas, dentre as quais a de um advogado do Porto, que dele se queixa e o faz ir parar à cadeia por ordem judicial.
No final, Silvestre volta-se para os prazeres mais materiais da vida e regressa ao campo, às suas origens, onde redescobre o valor da óptima e variada cozinha minhota, que lhe contenta o «estômago».
A revelação da importância da vida serena do campo e da importância do bom trato alimentar teve-a Silvestre em casa de Tomásia, a filha morgada do sargento-mor de Soutelo, com quem viria a casar.
«O pai de Tomásia, erguida a toalha da mesa, onde almoçávamos, às sete horas da manhã, sopa de ovos, salpicão, batatas ensopadas com toicinho, e toicinho cozido com batatas, disse-me que sua filha estava casadeira, e ele disposto a casá-la comigo, se eu quisesse. Antes que eu respondesse, inventariou os seus cabedais, o valor do património dos seus quatro irmãos padres, os quais estavam presentes, e unanimemente disseram que tudo deixavam por escritura a sua sobrinha.»
Silvestre pensou no assunto e, passados alguns dias voltou a casa do lavrador, onde aceitou comer na cozinha, correspondendo a um pedido expresso de Tomásia:
«Encontrei sobre a mesa do escabelo, adorno da lareira, uma tigela vermelha vidrada com requeijão, e um pichel reluzente de estanho a transbordar de espumoso vinho verde. Tomásia sentou-se do outro lado, e comeu e bebeu como a filha de Labão com Jacob.
Conversámos nestes termos também patriarcais:
– Quantos anos tem a senhora Tomásia? – perguntei.
– Vinte e seis, feitos pela Santa Luzia.
– Muito bem empregados. Admiro que vossemecê ainda não seja casada!
– Ainda não é tarde.
– Também digo: mas quem é tão bonita como a Srª Tomásia onde quer acha um noivo.
– Sou sã e escorreita, Deus louvado. Se lhe pareço bonita, isso é dos seus olhos. Coma uma colher de requeijão, e beba, que o vinho está muito fresco.»
Pois seria destino de Silvestre casar de facto com aquela rapariga desempenada, «de carne e osso mais que o ordinário» e «mais larga de cintura que nos ombros», que nunca experimentara doença e que «almoçava caldo de ovos com talhadas de choiriço».
Já enlaçados, viveram ambos para a degustação da boa culinária minhota, ganhando fama pelo farto e saboroso comer de sua casa, de mesa sempre posta para os amigos, que cresceram a olhos vistos.
«Sabores Literários», crónica de Paulo Leitão Batista

leitaobatista@gmail.com

JOAQUIM SAPINHO

DESTE LADO DA RESSURREIÇÃO
Em exibição nos cinemas UCI

Deste Lado da Ressurreição - Joaquim Sapinho - 2012 Clique para ampliar

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 836 outros seguidores

PUBLICIDADE

CARACOL REAL
Produtos Alimentares


Caracol Real - Produtos Alimentares - Cerdeira - Sabugal - Portugal Clique para visitar a Caracol Real


PUBLICIDADE

DOISPONTOCINCO
Vinhos de Belmonte


doispontocinco - vinhos de belmonte Clique para visitar Vinhos de Belmonte


CAPEIA ARRAIANA

PRÉMIO LITERÁRIO 2011
Blogue Capeia Arraiana
Agrupamento Escolas Sabugal

Prémio Literário Capeia Arraiana / Agrupamento Escolas Sabugal - 2011 Clique para ampliar

BIG MAT SABUGAL

BigMat - Sabugal

ELECTROCÔA

Electrocôa - Sabugal

TALHO MINIPREÇO

Talho Minipreço - Sabugal



FACEBOOK – CAPEIA ARRAIANA

Blogue Capeia Arraiana no Facebook Clique para ver a página

Já estamos no Facebook


31 Maio 2011: 5000 Amigos.


ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL GUARDA

ESCOLHAS CAPEIA ARRAIANA

Livros em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Memórias do Rock Português - 2.º Volume - João Aristides Duarte

Autor: João Aristides Duarte
Edição: Autor
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)
e: akapunkrural@gmail.com
Apoio: Capeia Arraiana



Guia Turístico Aldeias Históricas de Portugal

Autor: Susana Falhas
Edição: Olho de Turista
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



Música em Destaque - Escolha Capeia Arraiana
Cicatrizando

Autor: Américo Rodrigues
Capa: Cicatrizando
Tema: Acção Poética e Sonora
Venda: Casa do Castelo (Sabugal)



SABUGAL – BARES

BRAVO'S BAR
Tó de Ruivós

Bravo's Bar - Sabugal - Tó de Ruivós

LA CABAÑA
Bino de Alfaiates

La Cabaña - Alfaiates - Sabugal


AGÊNCIA VIAGENS ON-LINE

CERCAL – MILFONTES



FPCG – ACTIVIDADES

FEDERAÇÃO PORTUGUESA
CONFRARIAS GASTRONÓMICAS


FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas - Destaques
FPCG-Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas Clique para visitar

SABUGAL

CONFRARIA DO BUCHO RAIANO
II Capítulo
e Cerimónia de Entronização
5 de Março de 2011


Confraria do Bucho Raiano  Sabugal Clique aqui
para ler os artigos relacionados

Contacto
confrariabuchoraiano@gmail.com


VILA NOVA DE POIARES

CONFRARIA DA CHANFANA

Confraria da Chanfana - Vila Nova de Poiares Clique para visitar



OLIVEIRA DO HOSPITAL

CONFRARIA DO QUEIJO
SERRA DA ESTRELA


Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital - Coimbra Clique para visitar



CÃO RAÇA SERRA DA ESTRELA

APCSE
Associação Cão Serra da Estrela

Clique para visitar a página oficial


SORTELHA
Confraria Cão Serra da Estrela

Confraria do Cão da Serra da Estrela - Sortelha - Guarda Clique para ampliar



SABUGAL

CASA DO CASTELO
Largo do Castelo do Sabugal


Casa do Castelo


CALENDÁRIO

Fevereiro 2010
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivos

CATEGORIAS

VISITANTES ON-LINE

Hits - Estatísticas

  • 3.144.219 páginas lidas

PAGERANK – CAPEIA ARRAIANA

BLOGOSFERA

CALENDÁRIO CAPEIAS 2012

BLOGUES – BANDAS MÚSICA

SOC. FILARM. BENDADENSE
Bendada - Sabugal

BANDA FILARM. CASEGUENSE
Casegas - Covilhã


BLOGUES – DESPORTO

SPORTING CLUBE SABUGAL
Presidente: Carlos Janela

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Gomes

KARATE GUARDA
Rui Jerónimo

BLOGUES RECOMENDADOS

A DONA DE CASA PERFEITA
Mónica Duarte

31 DA ARMADA
Rodrigo Moita de Deus

A PÁGINA DO ZÉ DA GUARDA
Crespo de Carvalho

ALVEITE GRANDE
Luís Ferreira

ARRASTÃO
Daniel Oliveira

CAFÉ PORTUGAL
Rui Dias José

CICLISMO SERRA ESTRELA
Sérgio Paulo Gomes

FANFARRA SACABUXA
Castanheira (Guarda)

GENTES DE BELMONTE
Investigador J.P.

CAFÉ MONDEGO
Américo Rodrigues

CCSR BAIRRO DA LUZ
Alexandre Pires

CORREIO DA GUARDA
Hélder Sequeira

CRÓNICAS DO ROCHEDO
Carlos Barbosa de Oliveira

GUARDA NOCTURNA
António Godinho Gil

JOGO DE SOMBRAS
Rui Isidro

MARMELEIRO
Francisco Barbeira

NA ROTA DAS PEDRAS
Célio Rolinho

O EGITANIENSE
Manuel Ramos (vários)

PADRE CÉSAR CRUZ
Religião Raiana

PEDRO AFONSO
Fotografia

PENAMACOR... SEMPRE!
Júlio Romão Machado

POR TERRAS DE RIBACÔA
Paulo Damasceno

PORTUGAL E OS JUDEUS
Jorge Martins

PORTUGAL NOTÁVEL
Carlos Castela

REGIONALIZAÇÃO
António Felizes/Afonso Miguel

ROCK EM PORTUGAL
Aristides Duarte

SOBRE O RISCO
Manuel Poppe

TMG
Teatro Municipal da Guarda

TUTATUX
Joaquim Tomé (fotografia)

ROTA DO CONTRABANDO
Vale da Mula


ENCONTRO DE BLOGUES NA BEIRA

ALDEIA DA MINHA VIDA
Susana Falhas

ALDEIA DE CABEÇA - SEIA
José Pinto

CARVALHAL DO SAPO
Acácio Moreira

CORTECEGA
Eugénia Santa Cruz

DOUROFOTOS
Fernando Peneiras

O ESPAÇO DO PINHAS
Nuno Pinheiro

OCEANO DE PALAVRAS
Luís Silva

PASSADO DE PEDRA
Graça Ferreira



FACEBOOK – BLOGUES

Anúncios