Os municípios de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença, Monção e Melgaço pretendem criar a Confraria da Lampreia como veículo de promoção gastronómica e turística da região do Rio Minho.

Lampreia do MinhoOs cinco municípios banhados pelo Rio Minho – Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença, Monção e Melgaço – encetaram conversações com vista a criar durante o ano de 2010 a Confraria da Lampreia. Para os próximos meses está a ser organizadas acções conjuntas turísticas e gastronómicas para promoção do afamado ciclóstomo e que incluem um Festival de Lampreia à moda tradicional em, pelo menos, 80 restaurantes dos concelhos confrades.
O grupo de trabalho que está a preparar os estatutos da Confraria da Lampreia vai impor como regra número um que o prato de lampreia à moda do Minho deverá constar obrigatoriamente todos os fins-de-semana nas ementas dos restaurantes aderentes e seja confeccionado de acordo com a receita tradicional.
Em declarações à agência Lusa o responsável pelos serviços culturais da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Nuno Correia, recordou que «há já largos anos que é o mês de Fevereiro é dedicado à promoção deste prato tradicional» acrescentando que «vai permitir classificar e certificar a lampreia do Minho como um produto de excelência da gastronomia portuguesa»
«A ideia partiu do município de Caminha e foi, depois, abraçada pelos restantes concelhos da margem portuguesa do Rio Minho. A Câmara de Paredes de Coura e a Adriminho (Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho) já mostraram, também, interesse em juntar-se às cinco câmaras confreiras», disse ainda o autarca minhoto.

Aproveitamos para sugerir ao executivo camarário sabugalense que quando forem mudadas as placas colocadas nas estradas que dão acesso à sede do concelho onde ainda se pode ler «Bem-vindos à vila do Sabugal» seja acrescentada a informação: «Capital do Bucho Raiano».
jcl

Anúncios