A Casa da Beira Alta, no Porto, homenageou ontem, 12 de Dezembro, o escritor sabugalense Manuel António Pina. Do Homenageado e da sua obra literária falou o ensaísta Arnaldo Saraiva.

Na homenagem ontem realizada, o Professor Arnaldo Saraiva, natural de Casegas, Covilhã, enalteceu a obra literária de Manuel António Pina, com especial referência à obra poética.
Esta homenagem da Casa da Beira Alta ao distinto escritor beirão segue-se a uma outra realizada 4 de Abril no Sabugal, pela mão da Junta de Freguesia, onde também Arnaldo Saraiva falou na sua obra e se procedeu ao descerrar duma plana na casa onde o poeta nasceu.
Manuel António Pina nasceu no Sabugal em 1943, licenciou-se em Direito na Universidade de Coimbra. Entre 1971 e 2001 foi jornalista do Jornal de Notícias, onde exerceu os cargos de editor e chefe de redacção.
Tem uma vasta obra literária que engloba poesia, ensaio, literatura infantil, ficção e peças de teatro, tendo já sido traduzido para diversas línguas. A diversidade de géneros desenvolvidos e o seu ecletismo são a evidência do domínio de Manuel António Pina sobre a escrita. Conhecido pelo seu tom reflexivo, filosófico e irónico, é considerado uma das mais eminentes figuras da literatura portuguesa contemporânea. Recebeu vários prémios, tanto nacionais como internacionais, nomeadamente o Prémio da Crítica pela Secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos Literários, em 2002, atribuído à globalidade da sua obra poética.
Colaborou, e colabora, com diversos outros meios de comunicação. São actualmente muito apreciadas e abundantemente comentadas as suas crónicas no Jornal de Notícias que falam sobre assuntos de actualidade com especial incidência nas polémica políticas mais mediáticas.
plb