Mais de 58.000 hectares de floresta e mato arderam desde o início do ano, quase cinco vezes mais que no mesmo período de 2008, segundo dados provisórios da Autoridade Florestal Nacional (AFN) divulgados hoje.

Incêndios no SabugalSegundo a agência Lusa, que divulgou os dados da AFN, o maior incêndio deste ano foi o de Sortelha e Casteleiro, no concelho do Sabugal. Nesse incêndio fatídico para os agricultores sabugalenses, que lavrou durante quatro dias, arderam 7.080 hectares, segundo os dados fornecidos pela AFN.
O relatório provisório de incêndios florestais refere que entre 1 de Janeiro e 15 de Setembro arderam 58.612 hectares, na sua maioria matos (40.759 hectares), enquanto no mesmo período do ano passado a área ardida foi de 12.447 hectares.
Os dados provisórios mostram, igualmente, que a área ardida até 15 de Setembro deste ano supera os totais de 2007 e 2008, quando arderam 31.459 e 17.244 hectares, respectivamente.
Com 18.998 ocorrências, o número de incêndios registados este ano também já ultrapassa o total de ocorrências durante todo o ano de 2008 (13.832).
Dos incêndios registados 4.366 foram classificados como «incêndios florestais» e 14.632 como fogachos.
O distrito onde se registaram mais incêndios foi o do Porto, com 4.926 ocorrências, 4.299 das quais consideradas fogachos. No entanto o distrito onde ardeu mais área foi o da Guarda, onde o fogo destruiu 16.769 hectares, mais de 10.000 de matos.
Na lista dos distritos com mais área ardida seguem-se Bragança (7.245 hectares), Vila Real (6.886), Porto (6.476), Viseu (6.156) e Braga (6.145).
O relatório refere também que foi em Agosto que ocorreram mais incêndios (5.058), que destruíram 30.437 hectares de floresta.
Segundo os dados provisórios, entre 1 de Janeiro e 15 de Setembro registaram-se 72 «grandes incêndios» (com uma área igual ou superior a 100 hectares).
Os maiores incêndios deste ano ocorreram todos no distrito da Guarda, sendo o que deflagrou no concelho do Sabugal, e lavrou de 30 de Agosto a 2 de Setembro, aquele que consumiu mais floresta.
plb